Uma Refeição: Recebendo A Abundância Superior

506.6Pergunta: Qual é a raiz espiritual de uma refeição?

Resposta: Uma refeição é uma grande ação. Até mesmo o fato de os animais se alimentarem juntos indica que estão se aproximando e confiando uns nos outros.

Ainda mais para pessoas que são muito mais astutas e distantes umas das outras. Quando elas se sentam à mesa juntas, ou uma convida a outra, ou ambas fazem uma refeição juntas, isso indica que elas têm a intenção de se aproximarem pelo menos temporariamente.

Portanto, para todas as nações, todas as culturas, uma refeição é uma certa conexão entre as pessoas, não importa quantas – duas, três ou até mil. Por outro lado, sabemos por fontes Cabalísticas que quando se trata de nos aproximarmos, de uma conexão, de algo alegre, ou mesmo não muito alegre, mas especialmente solene e significativo, sempre há uma refeição preparada.

Na Cabalá, uma refeição representa receber a abundância superior do Criador. Visto que Ele é a fonte de todas as coisas vivas, toda ingestão de alimentos está associada a voltar-se ao Criador. Portanto, antes da refeição, durante a refeição e após a refeição, costuma-se voltar ao Criador com um apelo especial para que a própria conexão das pessoas com tudo o que a cerca e está incluído na refeição tenha um bom resultado, um sucesso.

Por isso, sempre organizamos uma refeição quando estamos felizes, mesmo não muito felizes, ou seja, quando queremos comemorar um estado especial. No entanto, a refeição geralmente simboliza algo alegre e agradável. Por exemplo: uma refeição em homenagem ao nascimento de uma criança, seu décimo terceiro aniversário, um noivado, um casamento e assim por diante.

Em geral, as refeições nos acompanham em todos os momentos bons. No entanto, mesmo que uma pessoa morra, seus parentes também providenciam uma refeição. Claro, não é mais solene, não é alegre, mas ainda assim, é necessário homenagear o falecido.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 09/07/21

Comente