“Definindo Metas Mais Elevadas Para Nossas Crianças Neste Verão” (Linkedin)

Meu novo artigo no Linkedin: “Definindo Metas Mais Elevadas Para Nossas Crianças Neste Verão

Depois de um ano escolar perturbador causado pelas restrições da Covid, as esperadas férias de verão chegaram. A fim de reintroduzir algum tipo de estrutura de aprendizagem para as crianças neste verão, uma grande maioria dos grandes distritos escolares dos Estados Unidos está oferecendo programas de escolas de verão. Se implementado corretamente, é o movimento certo. Tempo livre excessivo é uma receita para o desastre.

Cerca de 97 dos 100 distritos nos EUA estão oferecendo programação de escola de verão, pessoalmente, virtualmente ou uma combinação de ambos. Os planos incluem viagens recreativas, atividades ao ar livre e programas artísticos de acordo com organizações educacionais de monitoramento. Após as circunstâncias desafiadoras impostas pela pandemia, essas medidas podem ser um exemplo para outras sociedades ao redor do mundo.

As crianças não devem sentir que têm tanto tempo livre a ponto de não terem ideia do que fazer com elas mesmas e as horas parecerem se esticar indefinidamente. Elas precisam ter seu tempo organizado para que fiquem felizes com a agenda embutida e entendam que os planos esperados são exatamente o que desejam e precisam. Do contrário, nós as estragamos.

Não há nada pior para elas do que o tempo livre com um grande vazio desperdiçado deitadas no sofá, olhando para a tela ou vagando pela rua. As crianças não estão habituadas a ter tempo livre e a ocupá-lo sozinhas, por isso dar-lhes “liberdade” é como ensiná-las a não fazer nada. As crianças têm desejos e pensamentos, todos os tipos de impulsos naturais, e nós meio que dizemos a elas: “Não façam nada com seus impulsos ou aspirações. Eles são bons para quê? Qual benefício vocês obterão deles?”

Claro que há tempo para descansar, mas não é aconselhável deitar de costas por horas ou andar sem rumo. Jogar futebol ou dançar depois de estudar geografia, por exemplo, pode ser uma pausa. Qualquer coisa que seja diferente da ação intensa que a precedeu é chamada de descanso.

Se as crianças ficam sem estudos e sem outras atividades, os impulsos que são naturalmente vibrantes nelas podem levá-las a lugares ruins. Os pais devem estar muito preocupados com a liberdade ilimitada de seus filhos e devem contemplar maneiras de preencher seu tempo de forma construtiva, a fim de promover seu desenvolvimento.

Em primeiro lugar, um objetivo claro deve ser estabelecido: o que os pais querem que os filhos alcancem com seu tempo livre para que possam fornecer atividades enriquecedoras de acordo com isso. Na minha opinião, o objetivo mais importante é transformar as crianças em seres humanos integrais, desenvolver uma pessoa que saiba como se comunicar adequadamente com os outros, como administrar situações complexas, como criar relacionamentos bonitos com os outros e quem consegue compreensão profunda nos vários níveis da natureza: inanimado, vegetativo, animal e humano.

Com o objetivo de elevar a criança a uma escala mais elevada de mérito como ser humano – alguém com valores, sensibilidade e consideração pelos outros – as atividades programadas para nossas crianças devem ter um conteúdo estimulante que desenvolva seus pensamentos e expanda seus sentimentos. No final da atividade, é valioso promover uma discussão para que elas compartilhem suas experiências.

Devemos pensar em levar as crianças ao teatro, à sinfonia, a vários museus. Quando criança, morei em uma cidade na Bielorrússia que tinha um grande prédio projetado especificamente para crianças. No verão, sentava-me em um laboratório fotográfico e revelava as fotos em uma câmara escura. No inverno, íamos esquiar juntos. Esses são apenas exemplos de algumas atividades que podem ser implementadas de acordo com as condições de cada sociedade.

Hoje, as escolas nas quais matriculamos nossos filhos e confiamos em sua educação e uma parte significativa de sua educação se tornaram, em grande parte, criadouros de crime, violência, promiscuidade, intimidação e tráfico de drogas. Tudo, exceto o que desejaríamos para nossa prole.

As férias de verão em que o tempo é administrado adequadamente pelos pais pode curar algumas das dificuldades do ano passado, mas o verdadeiro teste de educar nossos filhos será no próximo ano letivo. O sistema educacional, com apenas algumas de suas deficiências abordadas, foi fundado há cerca de cento e cinquenta anos. Precisamos pensar cuidadosamente se ele é adequado para o mundo de hoje.

Vamos analisar e examinar minuciosamente o que estamos fazendo com a instituição chamada “escola” e a educação que oferecemos aos nossos filhos. A análise deve incluir os planos apropriados de como passar as próximas férias de verão. Como adultos, pensar no futuro da educação de nossos filhos pode ser uma boa ideia sobre como passar nosso tempo livre neste verão.

Comente