Compreendendo A Lei Da Conexão Correta

275Comentário: O grande Cabalista Rabi Akiva disse que a Torá é amar o seu próximo como a si mesmo.

Minha Resposta: Esta é sua direção geral, uma lei geral.

Pergunta: O que deveria ter sido descrito lá em milhares de páginas? Tudo é muito simples: ame o seu próximo como a si mesmo. Você nem precisa explicar nada aqui. Mas vimos ao longo da história que ninguém consegue. Quem pode cumprir esta lei?

Resposta: A execução da lei é uma coisa. Até mesmo entender o que está escrito também é impossível.

Esta lei inclui toda a natureza, absolutamente todas as características de uma pessoa, seus desejos e pensamentos, tudo o que pode acontecer à humanidade por completo até o fim dos tempos. Tudo isso está contido em uma frase muito simples: Ame o seu próximo como a si mesmo. Ou seja, tudo o que acontece é necessário apenas para a implementação desta regra.

Amar o próximo é a lei da união correta. Assim como no nível inanimado, os átomos que consistem em prótons e elétrons se combinam para formar moléculas, no nível humano, as pessoas devem se unir da mesma maneira.

Precisamos apenas fazer isso não instintivamente, mas por conta própria. A Torá é uma instrução que explica a uma pessoa como fazer por conta própria e chegar à realização da lei do amor ao próximo.

Mas você precisa saber como abordar isso. Antes de tudo, a pessoa deve conhecer sua própria natureza, a natureza de seu próximo, como se aproximar dele e o que fazer. Não é nada fácil! Isso requer milhares de livros.

Olhe para o mundo ao nosso redor. Quem implementa isso? Se tudo fosse tão fácil! As pessoas nem querem chegar perto disso.

Comentário: Infelizmente, não entendemos que isso é exatamente o que a Torá diz. Ao longo da história, os sábios nunca foram capazes de explicar isso.

Minha Resposta: Quem quer recebe uma explicação. Para isso, ele deve procurar um Cabalista e aprender com ele.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 03/06/19

Comente