“Como Você Pode Acabar Com O Sofrimento Na Vida?” (Quora)

Dr. Michael LaitmanMichael Laitman, no Quora: Como Você Pode Acabar com o Sofrimento na Vida?

Precisamos primeiro entender a fonte do sofrimento na vida e, então, podemos implementar um método para acabar com isso.

Para compreender a fonte do sofrimento, a sabedoria da Cabalá explica uma interação chave entre duas forças fundamentais na natureza: uma é uma força chamada “luz”, a força do amor, doação e conexão, também conhecida como “a força superior” e “o Criador” (“Boreh” em hebraico), que significa “venha e veja” (“Bo” e “Reh”), porque precisamos atingir essa força como uma percepção e sensação claras a fim de acreditar nela. Esta força inicial criou a segunda força: a criação, que também é chamada de “o ser criado” ou “o desejo de desfrutar” – uma falta de realização, oposta à força superior inicial.

A força superior desenvolve o desejo de desfrutar, fazendo-nos sentir como se precisássemos e desejássemos vários tipos diferentes de satisfação. Somos essencialmente feitos de um conjunto de desejos – comida, sexo, família, dinheiro, honra, controle e conhecimento – e cada um de nós sente uma necessidade instintiva de se realizar por meio desses desejos em graus diferentes.

Se deixamos de cumprir esses desejos, sofremos, e esse sofrimento se estende das sensações de vazio às de dor total, a última das quais pode até mesmo se tornar intolerável.

Os desejos por comida, sexo e família são instintos corporais naturais compartilhados por todos os animais. Em contraste, desejos por dinheiro, honra, controle e conhecimento são desejos sociais baseados na comparação do que temos em relação aos outros, e tais desejos são exclusivos dos humanos.

A fonte do sofrimento é, portanto, a incapacidade de satisfazer esses desejos. Em termos Cabalísticos, quando a luz (prazer/realização) não preenche o desejo, ele sofre, e o sofrimento pode ser intenso ou leve, de longo prazo ou momentâneo, coletivo ou individual.

Compreendendo que a falta de satisfação de nossos desejos é a fonte de nosso sofrimento, nos encontramos em uma corrida constante por satisfação. O problema é que nosso desejo de desfrutar só sabe desfrutar às custas dos outros e da natureza, e assim nos colocamos uns contra os outros em um cabo de guerra, cada um puxando para o seu canto. É por isso que qualquer tipo de satisfação que sentimos nesta configuração atual é apenas transitório, após o qual, mais uma vez, nos sentimos vazios e desejamos uma satisfação diferente repetidamente.

A solução para essa situação é inverter a direção pela qual nos satisfazemos. Se, em vez de desejar receber satisfação apenas para nós mesmos às custas dos outros, desenvolvêssemos um novo desejo – aquele em que desejamos o benefício dos outros – entraríamos em um novo nível de vida onde sentiríamos satisfação constante.

Imagem: Esquerda: A recepção direta do prazer (pleasure) no desejo (desire) leva à sua extinção. Direita: A intenção de beneficiar os outros redireciona o prazer, permitindo a realização contínua.

Nosso desejo de desfrutar apenas para o benefício pessoal limita e restringe imensamente nossa sensação de realização a momentos muito pequenos e transitórios, e na maioria das vezes sentimos vazio e sofrimento para nos empurrar para a busca da realização. Pelo contrário, o desejo de beneficiar os outros possui um potencial ilimitado de realização, porque ao almejar beneficiar os outros, entramos em equilíbrio com a força inicial de amor, doação e conexão que está no lado oposto da realidade, desejando doar exatamente assim.

A sabedoria da Cabalá é um método que nos ensina como passar por tal transição. “Cabalá” significa “recepção” em hebraico, porque nos ensina como receber a satisfação de uma forma que é finalmente adaptada à natureza, uma satisfação que não desaparece, mas que aumenta constantemente.

Por um lado, a Cabalá se tornou bastante popular, mas por outro lado, é uma sabedoria oculta, porque seus resultados são sentidos nas sensações e desejos de cada pessoa. No entanto, está aberta a todos e permite-nos compreender como trabalhar com os nossos desejos para receber a satisfação de forma ilimitada. Ao fazer isso, nos tornamos verdadeiramente felizes ao nos livrarmos do sofrimento em sua própria origem.

Baseado no “episódio 736 de Nova Vida: A Origem do Nosso Sofrimento” [28:27] em 23 de junho de 2016. Escrito/editado por alunos do Cabalista Dr. Michael Laitman.

Comente