Textos arquivados em ''

Meus Pensamentos No Twitter 13/01/21

Dr Michael Laitman Twitter

O ano de 2021 vai expor o fim do sistema #financeiro global . Não há lugar para ele continuar a se desenvolver. Crescer. Investir fundos. O socialismo surgirá em todo o mundo – mas não no tipo ditatorial soviético, mas em direção à ordem social descrita pela Cabalá.

O comportamento recente da grande mídia é claramente o governo almejado pelo Criador. Porque com isso eles começaram a reestruturar a sociedade, a partir da revelação do mal e da falta de educação. Isso resultará no surgimento de uma Nova Geração em ascensão consciente acima do egoísmo.

“Covid” em Israel: o país “afundou” de uma maneira ruim – a epidemia está a frente da vacinação. É assim que deve ser – todo o mal no mundo vem da crescente falta de equivalência com o Criador. E a equivalência depende da aspiração dos judeus a ela e, depois deles, a todos os habitantes do mundo. Estudamos isso no início da pandemia. O mundo depende dos judeus!

Regozijo-me com as perturbações que surgem constantemente, porque precisamente acima delas, repetidamente, me esforço para me conectar com os amigos e, por meio deles, com o Criador. Não quero que o egoísmo acabe. Fico feliz em ver que ele existe e acima dele posso mostrar minha atitude, amor pelo Criador.

Do Twitter , 13/01/21

“Por Que A Verdade Espiritual É Tão Elusiva?” (Quora)

Dr. Michael LaitmanMichael Laitman, no Quora: Por Que A Verdade Espiritual É Tão Elusiva?

O que é espiritualidade? Espiritualidade é a qualidade de amor, doação e conexão. É por isso que a espiritualidade é tão elusiva. Está oculta de nós, visto que é altruísmo completo, enquanto nossa qualidade é o oposto, egoísmo total.

Então, a questão é: a espiritualidade está escondida de nós ou escondemos a espiritualidade por não termos interesse em reconhecer sua existência? De acordo com nossa natureza receptiva, desejamos apenas a realização corporal. A ideia de desfrutar puramente dando, sem receber nada em troca, é estranha para nós.

Esse é todo o problema. Ninguém e nada esconde a espiritualidade de nós. Existimos dentro de uma realidade espiritual, e se pudéssemos expandir nossos vasos de percepção e sensação, veríamos que existe apenas uma única força de amor, doação e conexão. No entanto, quando olhamos para o mundo ao nosso redor, parece uma imagem completamente oposta à imagem de amor puro, doação e conexão.

Essa oposição é para que desenvolvamos um desejo sincero de entrar em equilíbrio com a realidade espiritual que nos rodeia, para que nossas relações e atitudes uns com os outros se tornem tão amorosas, altruístas e positivamente conectadas quanto a qualidade da natureza em e por si mesma. Durante o processo de adaptação à realidade espiritual de amor, doação e conexão, não cancelamos o ego humano inato e nossos desejos corporais.

A única transformação que precisamos fazer para revelar a verdade espiritual está em nossa intenção: que restrinjam nossa intenção egoísta de desfrutar às custas dos outros e da natureza, e aumentemos nossa intenção de amar, doar e se conectar puramente “para doar”, uu seja, sem querer nada em troca. Em outras palavras, a fim de descobrir a realidade espiritual que está repleta da qualidade de amor, doação e conexão, precisamos apenas transformar nossa intenção de egoísta em altruísta e, então, entraremos em uma percepção e sensação totalmente nova da realidade: uma que é ilimitada, tranquila e completamente equilibrada.

Baseado na Lição Diária de Cabalá 17/11/10, “A Essência da Religião e Seu Propósito” Escrito/editado por alunos do Cabalista Dr. Michael Laitman.

“A Democracia É Uma Invenção Da Nossa Imaginação?” (Newsmax)

Meu artigo na Newsmax: “A Democracia é uma Invenção da nossa Imaginação?

A democracia, nós sabemos, vem do grego e significa “o governo do povo”. A atual luta pelo poder na América mostra uma coisa bem clara: não há governo do povo na América. Ou seja, pode ter havido um governo do povo na América, embora breve, mas quando você deixa o povo governar, o que você ganha é tirania. Não importa se a tirania é retratada como democrática, fingindo refletir a vontade do povo, ou como realmente é: o despotismo repressivo.

O problema com a democracia não é que seja uma má ideia. Liberdade, igualdade e justiça para todos são noções nobres. Infelizmente, não podem acontecer. Elas nunca aconteceram e nunca acontecerão até que ensinemos a nós mesmos os valores necessários para falar sobre liberdade e igualdade.

Já que nunca fomos ensinados, nunca tivemos uma democracia. Tivemos muitos governos falsos e manipuladores que fingiram se preocupar com o bem-estar das pessoas ao mesmo tempo que cuidavam da continuação de seu próprio controle. E porque nunca nos ensinaram como, ou mesmo por que deveríamos ser todos iguais e livres, sempre acabamos sucumbindo à nossa natureza básica e egoísta e arrancamos a máscara democrática da face de uma ditadura real.

Simplificando, as democracias sobem e caem porque não coincidem com a natureza humana. Quando uma estrutura social não natural é imposta à sociedade, a sociedade acaba rejeitando-a, por mais nobre que seja, e se retira para sua natureza selvagem. Se você deseja uma sociedade verdadeiramente nobre, que viva por princípios nobres, primeiro torne seu povo nobre e então eles construirão uma sociedade nobre por conta própria, pois esta será sua natureza.

Uma olhada no que está acontecendo na América hoje mostra o nível de educação para a nobreza que os americanos têm hoje. Pode ser doloroso aceitar, mas a menos que aceitemos os fatos, como seremos capazes de mudá-los?

Veja, por exemplo, o que está acontecendo com a Primeira Emenda hoje. Existe liberdade de expressão na América? Todos são encorajados, ou mesmo autorizados a expressar o que realmente pensam? A arena pública é governada por gangues de rua e gangues online, e qualquer um que saia da linha é imediatamente endireitado ou silenciado. E quando você não tem liberdade de expressão, também não tem igualdade e, portanto, não tem democracia.

Se você quer construir uma democracia genuína, tem que partir da premissa de que existe mais de uma opinião. Se houver apenas uma opinião, mesmo que seja a sua, então você deve saber que sua sociedade não é democrática. A uniformidade de opiniões deve ser seu primeiro sinal de alerta. Não há duas pessoas que tenham exatamente a mesma opinião, e certamente não um país inteiro. Portanto, quando apenas uma voz é ouvida, é, por padrão, uma sociedade não democrática.

Depois de ter duas ou mais opiniões, você precisa saber como se relacionar com elas. Você deve saber que as opiniões das pessoas diferem porque veem a realidade de perspectivas diferentes. No entanto, todas estão olhando para a mesma realidade, o que significa que estão vendo apenas uma parte da imagem e não toda ela.

Portanto, cada parte que você exclui do conjunto de perspectivas torna a perspectiva de todos mais deficiente, falha, parcial e, portanto, inadequada para tomar as decisões certas. Só quando todas as diferentes visões são valorizadas e incluídas no processo de tomada de decisão é que se chega a um resultado que beneficia todo o coletivo e, portanto, sustentável. Caso contrário, você está fadado a criar outra “democracia”, do tipo que vimos ao longo da história, que está aqui hoje e já não existe amanhã.

Por essa razão, a regra na construção de uma sociedade sustentável, baseada na verdadeira liberdade e igualdade para todos, é o cultivo da diversidade de pontos de vista, a recusa em silenciar qualquer voz e a construção de uma sociedade que incorpore todas essas diferenças e cujos membros valorizam a união entre eles mais do que suas próprias opiniões.

Compreendendo A Razão Do Estado Atual Do Mundo

254.02Pergunta: A influência espiritual sobre toda a humanidade depende apenas do seu grupo ou também depende do apoio daqueles que ouvem um pouco, leem e se interessam, mas ainda não estão incluídos nisso?

Resposta: Contamos com todos os nossos amigos que estão literalmente em todos os continentes do mundo.

O fato é que a humanidade deve, no entanto, compreender a razão de nossa destruição e de nossa terrível descida a este estado em que não vemos o futuro e todos experimentam ansiedade e depressão.

Os cientistas dizem que a ciência se exauriu. Especialistas financeiros dizem que não há mais nada a fazer e que um colapso geral está se aproximando. Os psicólogos dizem que o mundo inteiro está mergulhando nas drogas.

Em princípio, chegamos a um estado em que, de acordo com a Cabalá e todas as práticas espirituais em geral, a humanidade precisa de conexão. Portanto, por um lado, a vida nos empurrou para a necessidade de conexão e para encontrar soluções para nossos problemas. Por outro lado, ainda precisamos desenvolver a sabedoria da Cabalá, que justamente neste tópico estabelece sua visão de corrigir o mundo.

De KabTV, “Pergunte ao Cabalista”, 20/03/19

Os Extremos Da Tolerância

273.02Comentário: Às vezes, a tolerância e o politicamente correto no campo da discriminação chegam à loucura. Por exemplo, os criadores da série de animação americana Os Simpsons disseram que iriam proibir artistas brancos de dar voz a personagens não brancos.

Uma estação de rádio de Sydney acusou o xadrez de ser racista porque o branco vai primeiro. Em Hollywood, as regras estão mudando em favor da diversidade racial. E não há fim para isso.

Minha Resposta: A questão é que ninguém está trabalhando na raiz do problema. Então, digamos que a indústria cinematográfica de Hollywood use várias mudanças mecânicas externas nas quais o mesmo número de afro-americanos e europeus, ou mulheres e homens, estaria envolvido nas filmagens. Tudo isso é puramente externo para eles não serem culpados. E o que acontece internamente não é importante para eles. Assim, no final, o mundo não muda.

Pergunta: Quem deve determinar isso? O Estado, as pessoas?

Resposta: Eu acho que isso deve ser determinado pelas pessoas, e o Estado deve ouvi-las, deve confiar na opinião da sociedade e gradualmente introduzir leis federais.

Comentário: A propósito, às vezes há um ponto de vista de que apenas pessoas pertencentes ao mesmo grupo devem estar envolvidas no ensino de determinados grupos étnicos.

Minha Resposta: Talvez. Acho que isso ainda importa em nosso tempo. No futuro, tudo mudará. Seremos completamente indiferentes a quem está ensinando. Tanto que não notaremos nenhuma cor de pele ou rosto.

De KabTV, “Habilidades de Comunicação”, 16/10/20

Em Que Se Baseia as MAN (Oração) Corretas?

Pergunta: Em que se baseia as MAN (oração) corretas? Como podemos sentir seus fundamentos?

Resposta: É muito simples, as MAN não podem ser para você. Podem ser para um amigo, e melhor ainda para todo o grupo. Em vez do meu desejo, pego o seu desejo e começo a pedir por você, só isso.

É bom que todo o grupo faça isso. Dizem que uma pessoa não pode se libertar da prisão, mas apenas seus amigos podem libertá-la. É o mesmo para cada um de nós, pois cada um de nós tira todos os outros da prisão. Podemos nos livrar da prisão egoísta apenas se os amigos orarem por nós.

Orar significa pedir ao Criador para corrigir meu amigo, e cada um deve fazer isso. Se eu pedir por nove amigos entre dez, necessariamente serei o décimo. Não preciso pedir para mim mesmo, porque as nove Sefirot determinam tudo e Malchut é derivada delas.

Portanto, tudo o que é dado a uma pessoa não é dado para que ela peça, mas para que ela não peça. Isso é chamado de “elevar-se acima de si mesmo”, restringindo-se (tzimtzum). Em vez disso, devo aceitar as primeiras nove Sefirot, ou seja, todos os desejos de meus companheiros. Se eu me reconstruir dessa maneira, crio um bloqueio de mim mesmo que pode se voltar ao Criador. É chamado de Partzuf .

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 06/02/19

Desenvolvendo A Inveja Construtiva

559Pergunta: Como desenvolvemos a inveja construtiva de nossos amigos?

Resposta: Isso é muito difícil, mesmo na vida comum, muito menos em um grupo Cabalístico. A inveja deve motivar uma pessoa, excitá-la, induzi-la a realizar algumas ações.

Pergunta: Às vezes, acontece naturalmente. Como podemos fazer isso acontecer conscientemente?

Resposta: Além do ambiente certo, do grupo, do ambiente certo, não vejo nenhum outro meio de despertar inveja em uma pessoa, seja boa ou ruim. Depende da companhia em que se está.

Pergunta: O que deve fazer parte deste ambiente? Que mecanismos funcionam lá?

Resposta: Vendo como os outros se esforçam para progredir, como eles gostam disso, como eles me mostram exemplos bons e positivos em relação ao objetivo, uma boa inveja é despertada em mim, a força do progresso aparece e eu sigo em frente.

Comentário: E se eu não vir?

Resposta: Tudo depende de como eles mostram isso a você.

Pergunta: Então, podemos precisar criar artificialmente esses relacionamentos para demonstrar a importância da meta. E mesmo que não esteja realmente lá, ainda terei inveja automaticamente porque não sei se eles estão agindo ou não?

Resposta: Há uma antiga parábola de um homem rico que contrata pessoas para agir em torno de seu filho de forma a despertar nele o desejo de conhecimento, de profissão, de promoção. É possível.

Afinal, para ser um bom músico ou qualquer outra pessoa, preciso de algum tipo de exemplo. Se tais exemplos existem diante de mim, tudo compensa mais tarde. Vale a pena investir.

Pergunta: Se não sinto inveja de outras pessoas, o que isso significa?

Resposta: Você não conseguirá avançar. Se você nasceu em uma aldeia e cuida de vacas, permanecerá neste nível. Você certamente precisa de algo para movê-lo!

Pergunta: Ou seja, o grupo deve constantemente me mostrar algum benefício de revelar o Criador?

Resposta: Sim. Mas há indivíduos que naturalmente têm essa inclinação e se esforçam por isso.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 03/04/19

Brotos De Desejos Espirituais

137O Livro do Zohar, Capítulo Bo (Venha ao Faraó), Item 68: E todas as ervas crescem ao redor daquele Nilo imóvel de cada lado.

Estamos falando do nível vegetativo, do que cresce a partir do solo. Aos poucos vão surgindo os brotos das plantas, ou seja, há necessidade de algo, principalmente de crescimento.

Embora o rio silencioso não pareça dar nada, os desejos espirituais e altruístas do homem começam a se desenvolver em torno dele.

Bina é o mundo futuro. Assim, gradualmente, por baixo, ela implicitamente desenvolve em nós brotos de nossos desejos espirituais futuros, que crescem em torno dela e sobem.

Então, aquele monstro sobe até as ervas e cresce entre elas, e retorna para todos esses Nilos. As ervas são a luz que brotou da escuridão.

Assim, a qualidade da água (Bina) se desenvolve gradualmente em nós.

A água é, em princípio, uma substância inanimada, mas praticamente dá vida. Graças a ela, as plantas se desenvolvem a partir da terra porque a propriedade da misericórdia combinada com o egoísmo – a propriedade da terra – dá à terra (qualidade egoísta) aquele poder de dar vida quando novas propriedades começam a brotar dela no homem. Portanto, nosso egoísmo sozinho não é suficiente. Precisamos adquirir a propriedade de Bina, a propriedade do mundo superior.

Isso é basicamente o que O Livro do Zohar faz, porque quando começamos a estudá-lo, atraímos a qualidade da misericórdia.

E todos os quatro rios que descem do Jardim do Éden à nossa terra pecaminosa, às minhas qualidades pecaminosas, começam a me mudar. Novas propriedades espirituais nas quais a sabedoria gradualmente aumenta brotam de mim, e eu começo a me desenvolver a ponto de finalmente chegar ao Jardim do Éden, o mundo futuro, e começar a existir nele.

De KabTV, “O Poder do Livro do Zohar” nº 1

Recorra Constantemente Ao Criador

567.04Pergunta: É apropriado recorrer constantemente ao Criador ou apenas em momentos muito difíceis?

Resposta: Devemos ter certeza de que é sempre relevante, que sempre temos um motivo para recorrer a Ele.

Pergunta: Procuramos uma razão para isso?

Resposta:  Não espere por isso, mas realmente siga em frente, e você sempre terá motivos para se voltar ao Criador. Ele está interessado em ser abordado constantemente.

Pergunta: Ele é capaz de aceitar todos os pedidos de bilhões de pessoas ao mesmo tempo?

Resposta: Acho que sim. Estamos sob Seu controle completo e tudo depende apenas de nossos desejos, de nossos pedidos.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 04/03/19

Como Podemos Ensinar As Crianças A Serem Felizes?

959Pergunta: Como podemos ensinar as crianças a serem felizes? Vale a pena ensinar-lhes algo relacionado à Cabalá?

Resposta: Naturalmente, queremos ensinar as crianças a serem felizes e podemos ensiná-las. Dizemos a uma criança: “Não seja agressiva, não bata nos outros, seja gentil, seja educada”, e assim por diante, porque entendemos que dessa forma ela parece ter garantidas circunstâncias melhores.

É assim que devemos educar nossos filhos até que atinjam a idade em que possamos ensiná-los o método de conexão. Então eles definitivamente terão garantias de uma vida boa.

De KabTV “Pergunte ao Cabalista”, 31/12/18