“Qual É Um Exemplo De Que A Natureza Pode Ser Tão Cruel?” (Quora)

Dr. Michael LaitmanMichael Laitman, no Quora: Qual É Um Exemplo De Que A Natureza Pode Ser Tão Cruel?

Não existem tais exemplos, porque embora eu entenda como as pessoas podem perceber a natureza como sendo cruel, a natureza não é cruel de forma alguma.

A natureza é a qualidade de doação e amor absoluto, sem um fragmento de interesse próprio. Quando sentimos a natureza em nossa qualidade oposta de interesse próprio egoísta, experimentamos o lado oposto da natureza.

Quando eu era criança, minha mãe me irritava por tirar notas baixas na escola. Isso a deixava ansiosa e angustiada, mas embora eu a achasse cruel naqueles momentos, ela estava de fato agindo com amor e carinho em relação a mim, desejando que eu me desenvolvesse da melhor maneira possível.

A natureza é altruísmo total e a nossa qualidade é o egoísmo. Nós nos sentimos contrários à bondade e ao amor da natureza, na medida em que pensamos e agimos contrariamente à natureza. Essa é a fonte de todos os nossos sentimentos negativos e sofrimentos, e é por isso que nos percebemos como vivendo em um mundo ruim.

No entanto, a natureza não faz nada de mal. Ela mantém uma atitude benevolente constante e, devido à oposição da natureza humana à natureza em si, nós sentimos uma série de fenômenos da vida como ruins e maus. Não precisamos culpar a nós mesmos ou à natureza por isso, é simplesmente uma determinada situação em que nascemos.

No entanto, nos foi concedida uma qualidade egoísta a fim de sermos capazes de corrigi-la e nos tornar tão altruístas e completos quanto a natureza. Além disso, quanto mais evoluímos, mais nosso ego cresce e mais sentimos nossa oposição à natureza como aquela que causa cada vez mais sofrimento em nossas vidas. Esse desenvolvimento visa nos levar a um ponto em que desenvolvamos um desejo sincero de autotransformação: mudar nosso modus operandi egocêntrico e voltado para si mesmo em um que seja equilibrado com a natureza – altruísta, atencioso e amoroso. O processo de nos transformarmos para nos tornarmos mais parecidos com a natureza é chamado de “processo de correção”, e nós recebemos um método pelo qual podemos passar por essa correção com mais consciência e compreensão do que se fôssemos deixados por nossa própria conta.

Por enquanto, porém, não temos essa consciência e somos como a criança que não entende por que nossos pais estão gritando conosco.

Foto de Milada Vigerova no Unsplash

Comente