“Os Estados Desunidos Da América Hoje” (Newsmax)

Meu artigo na Newsmax: “Os Estados Desunidos Da América Hoje

A amarga divisão política da América está afetando as relações pessoais. Enquanto metade da nação comemora exuberantemente, a outra metade está deprimida e frustrada com as questões de fraude no processo eleitoral. As divisões sobre a liderança, direção e visão da nação se aprofundaram e estão causando a separação social em dois campos opostos.

Será possível encontrar um terreno comum nas atuais circunstâncias? Certamente é possível porque não temos outra alternativa. É uma questão de importância existencial.

Uma pesquisa recente conduzida por um instituto de pesquisa independente revelou que 8 em cada 10 republicanos acreditam que o Partido Democrata foi tomado por socialistas, enquanto 8 em cada 10 democratas acham que o Partido Republicano foi tomado por racistas. Ambos os lados, cada um a partir de sua própria perspectiva, consideram que os valores centrais e o caráter da nação não estão apenas em jogo, mas em risco.

Amigos foram separados por causa de diferenças políticas. O mesmo aconteceu com famílias cujos membros têm visões opostas sobre qual candidato e partido têm as qualidades e políticas mais adequadas para ocupar o cargo mais alto nos Estados Unidos. A corrida presidencial de 2020 mostra que as opiniões sobre quem é mais adequado para se tornar não apenas o comandante-em-chefe, mas o chamado “líder do mundo livre”, destruíram até relacionamentos fortes e de décadas.

Sinais de erosão nas relações pessoais como esses foram identificados em uma pesquisa realizada pelo Pew Research Center antes das eleições. A pesquisa revelou que a maioria dos eleitores de Trump e Biden disse ter “apenas alguns” ou “nenhum amigo” que apoiava o candidato do outro partido político.

Embora seja verdade que nosso ambiente influencia nossas opiniões e decisões, no fundo cada pessoa nasce com tendências e preferências específicas. Desde o nascimento, nós nos inclinamos por natureza para um lado específico, esquerdo ou direito. A humanidade foi criada com esta divisão simétrica natural em que cada lado acredita de todo o coração que sua perspectiva é a certa e o outro lado está completamente errado.

Resumindo, não existe uma única ideia no mundo adequada para conectar todas as pessoas. A verdade comum só pode ser encontrada no meio-termo entre os opostos.

Assim como a Terra tem um Polo Norte e um Polo Sul, a natureza divide as pessoas em dois campos iguais (como estamos vendo agora nos EUA, por exemplo) por um propósito. Tanto a esquerda quanto a direita se fortalecerão em suas posições opostas. Por quê? Porque essa polaridade entre a direita e a esquerda finalmente revelará aos americanos a necessidade de construir juntos seu futuro comum, a necessidade de descobrir o caminho entre os dois polos que permitirá que todos prosperem.

As posições contrastantes revelarão juntas um denominador comum que não existe agora. Na verdade, a raiz de toda a realidade será revelada – uma força capaz de equilibrar os lados opostos para abrir espaço para uma coexistência pacífica.

Todas as formas possíveis de realidade devem complementar as outras mutuamente, em vez de apagar as outras. A realização para todos só é possível no meio-termo que surge entre os opostos. Se as pessoas compreenderem que o avanço geral de todos é possível apenas nesta “linha média” ou meio-termo, elas perceberão seus oponentes de forma diferente.

Se eu vir que cada ocorrência negativa e positiva acontece apenas para me impulsionar em direção a uma meta mais elevada, tratarei ambos os lados com igual respeito, como os sábios escreveram, “o amor cobrirá todas as transgressões” (Provérbios 10:12). A reconciliação no atual estado de oposição política pode estar em encontrar um “ponto ideal” comum para benefício mútuo, onde ninguém desiste, mas todos cedem, a fim de realizar o ideal comum de uma nação próspera e uma sociedade harmoniosa.

Comente