“O Mundo Vai Mudar Para Sempre Por Causa Do Coronavírus?” (Quora)

Dr. Michael LaitmanMichael Laitman, no Quora: O Mundo Vai Mudar Para Sempre Por Causa Do Coronavírus?

O coronavírus está nos convidando a fazer uma mudança significativa.

Cabe a nós, no entanto, se iremos experimentar a mudança iminente como positiva ou negativa.

Qual é a principal mudança que o coronavírus causa em nós?

É que nós mudamos nossas atitudes um para com o outro, para pensar positivamente um sobre o outro, a fim de construir uma nova sociedade que esteja mais bem conectada e equilibrada com a interconexão e interdependência da natureza.

Se víssemos a tendência da natureza de nos desenvolver para nos tornarmos cada vez mais conectados, com laços de responsabilidade e consideração mútuas, veríamos que precisamos apenas implementar mais cuidado e consideração um pelo outro para realizar positivamente nossa transição.

Deixar de tomar qualquer iniciativa para melhorar nossas conexões geraria mais sofrimento. Isto é, se não conseguirmos atualizar nossas atitudes, sentiremos a crescente distância entre o nível de dependência que a natureza exige de nós e o que nós mesmos implementamos como várias dores e complicações. Vacinas e outros medicamentos seriam inúteis, pois o coronavírus opera em um nível totalmente novo que ainda precisamos reconhecer.

Provavelmente, parece absurdo que o coronavírus exija uma mudança em nossas atitudes uns com os outros mais do que qualquer outra coisa, e que não conseguiremos derrotá-lo com meros meios físicos, mas os efeitos a longo prazo do coronavírus exigirão nossa descoberta de atitudes mútuas atualizadas por falta de outras opções.

Em outras palavras, através do coronavírus, a natureza nos deu novas condições pelas quais passamos por mudanças fatais. Por exemplo, se quisermos ensinar a nossos filhos um novo idioma, meras explicações desse novo idioma são insuficientes para que eles o absorvam. Mas se os colocarmos em condições em que eles encontrarão o idioma cada vez mais, como postar palavras em post-its em vários móveis e dispositivos da casa, além de manter horários regulares quando falamos o novo idioma juntos, então a mudança prática de condições ensina o novo idioma mais do que qualquer explicação.

Portanto, através das novas condições interdependentes mais rigorosas que a pandemia de coronavírus nos revelou, seria sensato tentar desenvolver nossas atitudes, para corresponder à nossa nova interdependência em conformidade.

Um exercício que podemos realizar nessa direção envolve as máscaras. Como os departamentos de saúde de todo o mundo solicitaram o uso de máscaras em locais públicos, podemos verificar nossa atitude em relação a essa condição: usamos as máscaras ou ignoramos as diretrizes? E se usamos máscaras, é porque não queremos ser infectados por outras pessoas ou porque não queremos infectar outras pessoas, caso sejamos portadores assintomáticos do vírus?

Esse último discernimento é definitivamente o mais altruísta e mais próximo da atitude da natureza para conosco.

Esse é apenas um exercício em que podemos verificar nossa atitude para com os outros e procurar melhorar nossa atitude para um nível em que o benefício aos outros se torne tão importante, se não mais importante, do que servir aos nossos estreitos interesses próprios.

Foto acima da Agência de Fotografia de Macau no Unsplash

Comente