“Nada Lhe Ficou De Resto No Cerco E No Aperto”

167Torá, Deuteronômio 28:55: … que não dará a nenhum deles da carne de seus filhos, que ele comer; porquanto nada lhe ficou de resto no cerco e no aperto, com que o teu inimigo te apertará em todas as tuas portas.

Uma vez os profetas escreveram que, se não nos movermos por meio da aceleração do tempo, passaremos por estados terríveis, até que “mães misericordiosas comam seus filhos”. Os profetas falam desse estado verdadeiro que pode se manifestar. Houve tais exemplos na história.

No entanto, na Torá, trata-se do estado interno. Uma pessoa comerá a carne de seus filhos, não no sentido físico, embora isso também seja possível.

O principal é que ela mesma devorará toda a sua continuação, todo seu sonho de alcançar o estado superior, em seu egoísmo, destruindo seu futuro. Isso é pior do que a morte; afinal, na morte ainda há alguma esperança de renovação.

“Nada lhe ficou de resto no cerco e no aperto, com que o teu inimigo te apertará em todas as tuas portas”. O egoísmo devorará absolutamente tudo. Você queima seu futuro sem qualquer esperança de renovação, de um novo nascimento.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 21/12/16

Comente