“E O Multarão Em Cem Siclos De Prata”

laitman_592_01Torá, Deuteronômio, 22:19: E o multarão em cem siclos de prata, e os darão ao pai da moça; porquanto ele divulgou má fama sobre uma virgem de Israel. E ela será sua mulher; em todos os seus dias ele não a poderá despedir.

Uma pessoa quer “se casar”, quer desenvolver seu desejo, ver seus descendentes, todos os tipos de realizações e prazeres. De repente, ela entende que não pode fazer nada. Ela não pode seguir este caminho e superar esse desejo. Ele não é dela e é completamente estranho a ela.

Ela quer aproveitar a vida, e esse desejo a chama para outra coisa, indica que ela deve se mover em direção ao Criador, renunciar aos seus prazeres e planos. Ela não quer tal desejo, tal esposa. No entanto, ela deve corrigir exatamente esse desejo que se manifesta nela de maneira tão egoísta. Mais tarde ela terá que voltar a ele e corrigi-lo.

No entanto, agora ela sobe e entra em contato com o próximo nível, embora tenha pago uma centena de siclos de prata por isso, ou seja, recebeu um castigo decente na frente de todos, como a vergonha, vários medos e ódio.

Assim, ela se conectou com o próximo nível superior, e sem essa renúncia, ela não seria capaz de simplesmente tomar seu desejo e começar a corrigi-lo. É a fuga da correção que é uma condição necessária antes que ela possa cuidar dele e corrigi-lo.

Não há para onde fugir! Portanto, nós vemos como a humanidade está sendo lentamente empurrada para condições difíceis, e nós, do nosso lado, desenvolvemos cada vez mais nosso método, nos tornamos mais próximos da humanidade, disseminamos e certamente nos encontraremos em algum lugar. Esta é a lei do nosso desenvolvimento.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 05/20/16

Comente