Workshop: O Acelerador De Partículas Da Alma

laitman_934Pergunta: Depois de dois anos de reconstrução, o maior acelerador de partículas do mundo, que fica na fronteira entre a França e a Suíça, foi finalmente reaberto. Os físicos estão procurando a partícula elementar, a “Partícula de Deus”. Será que isso significa que o mundo está em busca de algo superior?

Resposta: Os cientistas acendem o interesse público nessa busca porque podem, assim, satisfazer a sua curiosidade, bem como ter a chance de trabalhar. É evidente que é impossível encontrar a “Partícula de Deus” desta forma. É impossível tocar as coisas que estão acima da matéria. Os cientistas querem descobrir a “Partícula de Deus”, mas é um paradoxo. Se for uma partícula material, não pode ser uma “Partícula de Deus”.

Deus é espiritual; não é percebido por nossos sentidos ou nossas máquinas sem vida. Portanto, é impossível perceber a “Partícula de Deus” com o acelerador que eles construíram. No entanto, eles já gastaram bilhões que poderiam ter sido utilizados para algo útil. Estas experiências são financiadas porque há uma esperança de que, graças a elas, seja possível, no final, criar uma bomba mais potente.

Pergunta: Será que não existe uma conexão entre espiritualidade e corporeidade, entre raiz e ramo? Será que não podemos descobrir o mundo espiritual através desta partícula?

Resposta: Isso é totalmente impossível. Como pode haver uma conexão entre qualquer fenômeno corpóreo que é revelado em nossa consciência egoísta e algo que existe no mundo de doação absoluta?

Não há conexão entre os mundos corpóreo e espiritual; não há nenhuma ponte. Não podemos construir uma passagem de um mundo para o outro. Há uma grande separação entre eles. Os cientistas não entendem o que é a divindade e o que significa a espiritualidade, embora houvesse grandes mentes, como Einstein e Huge Everett III que perceberam que não entendiam esta questão e que falaram abertamente sobre as limitações de suas teorias.

Pergunta: Por que é impossível descobrir fenômenos espirituais através da busca do bóson de Higgs com o Grande Acelerador de Partículas? A corporeidade não afeta a espiritualidade? Se não, por que temos círculos de discussão e acreditamos que ele tenha um efeito sobre as pessoas?

Resposta: Nós criamos um acelerador especial de correção nos círculos. Isso já é um processo totalmente diferente, que não tem nada a ver com a física quântica, mas está relacionado com a sabedoria da Cabalá. Algo novo é realmente formado dentro dele que é criado pelos pensamentos das pessoas que anulam seu egoísmo e desejam se conectar. Assim, elas se transformam num amplificador, num grande acelerador espiritual, mas todos os instrumentos físicos não podem medir essa ação. A pessoa sai do círculo muito impressionada, mas é impossível avaliar e medir tais sentimentos, que são resultado da conexão. Não há conexão entre os dois. Esses fenômenos podem ser o resultado de infinitas razões, uma vez que são apenas fenômenos fisiológicos do nosso corpo físico. Não há conexão entre corporeidade e espiritualidade. Nunca houve e nunca haverá.

Pergunta: Será que o trabalho espiritual não afeta a vida corporal?

Resposta: Eu corrijo meus vasos internos de percepção através do trabalho espiritual, e então vejo e percebo o mundo que está dentro de mim de uma maneira nova, porque os meus vasos internos de percepção mudaram. Eu vejo um mundo diferente que se reflete de maneira diferente em minha consciência. É o resultado da mudança de meus atributos, o acelerador interior que formamos no círculo, que muda os nossos atributos, e vemos um mundo melhor, diferente. Quando uma pessoa se senta num círculo, ela é incorporada numa máquina que acelera seu desenvolvimento. Ela está sob a influência da Luz, a força superior da natureza. Por isso, ela de repente descobre que é realmente possível se conectar, que é realmente bom e que deveríamos fazer isso. As pessoas saem dos círculos com um sentimento de grande euforia. Isso não é resultado da persuasão, como em algumas palestras, mas o efeito direto da Luz que age em nós e avança nosso desenvolvimento.

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 08/04/15, Escritos do Rabash

Comente