Escape Da Escuridão Egípcia

Laitman_119Pergunta: Pessach começa com a noite do Seder (ordem) de Pessach – uma cerimônia repleta de muitos detalhes. O que a noite simboliza?

Resposta: O Seder é o fim do êxodo do Egito, o curso de ação que uma pessoa deve fazer dentro de si para romper com seu egoísmo, subir acima dele, e, depois, voltar a ele nos dias da contagem do Omer (Sefirat Omer), para corrigir todos os seus desejos egoístas.

Pergunta: Se eu fosse seu neto, que conselho você teria me dado à luz do feriado de Pessach?

Resposta: Aprenda a romper com o seu ego.

Pergunta: Mas o que está errado com o meu ego?

Resposta: Ele ofusca toda a sua vida, e você precisa deixá-lo e fugir dele. Se você não aprender a fazer isso, você estará recebendo golpes que, no entanto, vão ensiná-lo a fugir dele, mas é um estudo muito duro, amargo e longo.

Pergunta: O que é o ego?

Resposta: O ego é a sua má atitude em relação às outras pessoas. Você pode ter dez refeições por dia, ter uma família e filhos, construir um palácio para si mesmo, ser um bilionário – isso não é considerado o ego.

O ego significa que você quer usar uma pessoa, que é como você, em seu detrimento, a fim de elevar-se acima dela, de suprimi-la. O ego é medido apenas em relação ao mau uso dos outros.

Pergunta: O que é “a noite do Seder de Pessach“?

Resposta: A “a noite do Seder de Pessach” é uma quebra, uma fuga do mal uso dos outros. Esta noite simboliza que passamos a vida na escuridão egípcia e obtemos golpes por causa do nosso ego. O Faraó dentro de nós sofre golpes.

Imagine que o seu corpo recebe golpes, doenças, decepções, problemas dos filhos, da família, dos parentes, dos pais e dos netos, de tudo o que existe. O infeliz Faraó, ou seja, a sua natureza, está sofrendo tanto que você quer fugir dele: “É melhor morrer do que ter uma vida!” Esta é a escuridão egípcia.

E, de repente, desta escuridão é revelado que podemos superá-la – então, eu fujo. Eu fujo com pressa e não me preocupo com nada. Este é o êxodo do Egito. Isso é o que comemoramos: o fato de que a saída, como o buraco de uma agulha, foi aberta para nós e através dela podemos escapar de lá. É um sofrimento desse tipo!

Mas nós podemos chegar a esta vida difícil porque pensamos, entendemos e estudamos, e então podemos reconhecer um grande mal dentro de um pequeno. Da mesma forma, as pessoas ouvem palestras sobre o perigo de fumar, e percebem que não devem se envenenar e ter doenças graves; elas reconhecem este mal com antecedência e fogem. Nós podemos fazer a mesma coisa com o “Egito”. Se não, então vamos sentir a nossa vida em completa escuridão, especialmente o povo de Israel.

Vamos examinar a nós mesmos e revelar que estamos sob o domínio de nosso ego, chamado de “Faraó”, e, portanto, não vamos ter uma boa vida se continuarmos a obedecê-lo. Vamos decidir o mais rapidamente possível que devemos fugir dele, escapar do poder do Faraó existente dentro de cada um de nós, do poder do nosso ego, pelo menos para romper com ele.

Se aceitarmos essa decisão em conjunto, será muito fácil para nós, porque todas as pessoas saem do Egito. Vamos chegar a um acordo público, fugir, e nos elevar acima da atitude má para outra. Então, a nossa vida no país vai se tornar completamente diferente. Feliz Pessach!

De KabTV “Uma Nova Vida” 24/03/15

Comente