O Segredo Essencial Dos Judeus, Parte 21

Do livro: O Segredo Essencial dos Judeus, M. Brushtein,

“Princípios Fundamentais da Teoria Integral”

Haverá o socialismo?

Muito se fala sobre o fracasso do socialismo. O Dicionário de Ciência Política descreve isso da seguinte maneira:

“A dominação do sistema totalitário levou a uma crise econômica, política e espiritual, ficando atrás de países desenvolvidos, isoladas da cultura do mundo. “(Dicionário Acadêmico)

Outro dicionário acrescenta:

“A incapacidade das autoridades em controlar a situação levou à destruição do socialismo e da União Soviética, uma queda na produção, e muitas outras graves consequências”. (Dicionário Acadêmico)

O problema com estas explicações é que elas estão, em essência, falando das consequências e não das causas. Qual a raiz do problema é que essas explicações não conseguem deixar claro. Além disso, estas e outras interpretações semelhantes apareceram depois que a União Soviética entrou em colapso. Como você sabe, é fácil ser sábio após o evento.

No entanto, não está claro. Se a humanidade está se movendo de forma constante para a unificação, por que o sistema, que foi baseado em valores coletivistas, falhou?

Esta pode ser a causa:

“Se a sociedade não se desenvolve na medida do necessário, a governança coletiva se tornaria o pior regime para ela. “(HaUma http://www.kabbalah.info/rus/content/view/frame/4573)

Pode parecer verdade, porque isso foi escrito quando a ex-URSS estava em seu auge – em 1940. No entanto, talvez o autor não gostasse do socialismo? Acontece que é exatamente o oposto.

“A ideia socialista, que consiste na distribuição equitativa e justa, parece-me como a mais verdadeira”. (HaUma http://www.kabbalah.info/rus/content/view/frame/4573)

“… as dificuldades na Rússia não conseguiram provar que a ideia socialista é inerentemente injusta … O que as prejudica não é outra coisa senão o seu desenvolvimento inadequado, e, consequentemente, seu despreparo para essa ideia”. (HaUma http://www.kabbalah.info / rus / content / view / frame / 4573)

Se tudo é bom, por que é tão ruim?

Portanto, as pessoas não estavam prontas para a ideia. E daí? As pessoas também não estavam prontas para outras ideias. Por exemplo, as ideias religiosas. Bem, ao usar a cenoura e o bastão, as religiões se espalharam com sucesso e criaram raízes. No entanto, o autor chama a atenção para o que ele tem em mente.

“… Elas não levaram em conta que, no final, também precisavam da mentalidade do proletariado para que ela funcione; que era necessário criar a propriedade do altruísmo, a qual teria provocado a realização dos slogans. E é absolutamente impossível”. (Yehuda Ashlag “A Solução”, http://www.kabbalah.info/rus/content/view/frame/3812)

Então, é um beco sem saída?

Comente