O Bom Exemplo Que O Mundo Está Esperando

Dr. Michael LaitmanPergunta: Durante a guerra, sentiu-se unidade, solidariedade e destino comum entre o povo de Israel. Mas o que estávamos perdendo a fim de unir verdadeiramente as pessoas? Muitas pessoas não se sentem como parte do conjunto geral?

Resposta: Os judeus estavam reunidos em torno de nosso pai Abraão, que clamou pelo amor e conexão dos representantes de todas as nações do mundo. Naquela época, quando nós conseguimos nos conectar, unir, e viver de acordo com a lei do amor, nós começamos a ser chamados de o “povo de Israel”.

Porém, depois nós caímos deste estado e nos distanciamos do princípio da conexão como um homem com um coração. Do nível do amor, nós caímos no ódio. Com isso, despertamos o ódio de todo o mundo em relação a nós. E as fontes de todas as nações do mundo, das quais nós emergimos, foram despertadas em nós quando entramos no grupo de Abraão.

Portanto, não é de estranhar que hoje nós não queremos ser o povo de Israel na terra de Israel, ou seja, conectados de acordo com a lei do amor. Nós nos odiamos, não amamos nosso povo, nossa nacionalidade, nosso sentimento de pertencer ao judaísmo, e queremos ser libertados dele. Este desejo está presente em todos, aberta ou secretamente.

Em todos os judeus existem fontes físicas das setenta nações do mundo e há também uma fonte espiritual. Agora nós temos que despertar essa fonte espiritual. Isso só pe possível através da sabedoria da Cabalá, que nos explica todo o sistema: de onde viemos, por que existimos, como devemos nos conectar, e como recebemos esse poder superior, que é um e que, portanto, fará um sistema único de nós.

Nós temos que dar um exemplo ao mundo de como é possível conviver com um amor coletivo. O mundo espera isso e está pronto para aprender conosco. Veja como todos sentem que dependem de nós, culpando-nos por todos os problemas e dificuldades? Então venham, vamos apresentar um bom exemplo para o mundo, para que com isso eles criem paz e tranquilidade.

Não há preferência pelo povo de Israel em relação ao resto dos povos. Pelo contrário, nós devemos nos tornar os professores e a Luz para todo o resto das nações. Assim, todos concordam com nossos inimigos que estão nos bombardeando com mísseis. Estes são como as pragas do Egito que estão nos despertando para nos afastar desse estado de exílio.

De KabTV “Uma Nova Vida” 14/08/14

Comente