A Natureza É Indivisível

Dr. Michael LaitmanPergunta: Que partes conectáveis ​​devem ser destacadas no homem e na natureza? É possível lidar com a divisão do todo em partes, a fim de concentrar os nossos esforços nelas?

Resposta: Em primeiro lugar nós temos que ver a natureza como um sistema totalmente integrado no qual tudo está conectado mutuamente. Não há nenhuma partícula, átomo, força ou campo que não esteja conectado num sistema, não importa se é no nível inanimado da natureza ou nos níveis vegetal, animal ou falante, ou se é consciente ou não. Ela não deve ser dividida em partes.

Nós a dividimos em partes, porque não conseguimos entender e compreender tudo isso, assim como nós dividimos toda a natureza em diferentes ciências. Não há física, química, biologia, zoologia ou todas as outras ciências. É mais conveniente para nós estudar a natureza desta maneira: em algumas descobertas concretas. Isso só mostra a fraqueza do nosso reconhecimento e da nossa consciência.

A própria natureza é totalmente integral e nenhuma parte nela pode ser destaca. Ela está mutuamente conectada.

Mas nós podemos alcançá-la como partes egoístas que estão separadas uma da outra de forma intermitente. Então, nós podemos reconectá-las gradualmente construindo o mosaico original. Mas isso é apenas em relação a nós, uma vez que a própria natureza é integral. Ao criar este mosaico, nós gradualmente descobrimos não apenas as partículas que a compõem, mas os elementos que se conectam, formando assim o quadro geral. Portanto, ao mesmo tempo, esta imagem recebe a sua próxima existência superior. É como se pudéssemos juntar nosso corpo a partir de diferentes órgãos e sistemas, e ele começasse a agir e a vida aparecesse nele.

Nós temos que entender que ao nos aproximarmos da integração em nosso reconhecimento da natureza, nós finalmente atingimos a vida nela, que pode ser chamada de única força superior na natureza. Ela tem um plano para o nosso desenvolvimento, seu começo e seu fim. Mas só podemos abordá-la, se constantemente aspirarmos à integralidade.

Nós vamos começar a senti-la gradualmente, pouco a pouco, e depois vamos revelá-la cada vez mais claramente. Eu acho que nós não vamos começar a descobri-la somente depois de reunir todas as partes da natureza numa única imagem; porém, mesmo quando nos aproximamos, nós começamos a ter um vislumbre da imagem completada.

Nós vemos que, à medida que nos aproximamos, começamos a perceber a integralidade e vamos gradualmente atingir seu pensamento superior, não no estado absoluto revelado, mas em etapas.

De KabTV “O Mundo Integral: A Fórmula da Sociedade Integral” 01/07/12

Comente