Como É Difícil Começar A Falar Com O Coração

Dr. Michael LaitmanPergunta: O último workshop foi mais difícil do que o anterior, pois em vez de uma pergunta curta você leu um parágrafo inteiro de um artigo e, depois, pediu para discutirmos o assunto. Mas não ficou claro o que exatamente deve ser discutido.

Resposta: Eu fiz isso de propósito, a fim de forçá-los a falar com o coração, de dentro dos sentimentos. Se durante a leitura vocês me seguem com seus sentimentos, vocês não precisam se ​​lembrar da questão e pensar. Vocês simplesmente sentem e dizem algumas palavras sobre ela. Isso é o suficiente!

Isso é exatamente o que eu queria alcançar: direcioná-los a penetrar emocionalmente o texto, para que juntos sentíssemos o que está escondido lá, por trás das palavras. Se tentarmos seguir os sentimentos que vêm após as minhas palavras e não olharmos para a resposta através da mente, então isso funciona.

Eu não quero vocês discutam com a mente, mas que comecem a se conectar entre si através das impressões que receberam do que ouviram. Em cada parágrafo houve algum desenvolvimento emocional. E juntos vocês tinha que encontrar a sua impressão geral dele. A construção de um Kli (vaso, desejo) mútuo significa chegar a uma impressão compartilhada.

Em geral, o grupo é uma impressão compartilhada em Kelim (desejos) separados, que se conectam para agir em conjunto. Quando eles estão prontos para essa impressão compartilhada, isso é revelado neles.

Da 3ª parte da Lição Diária de Cabalá 30/07/12, O Estudo das Dez Sefirot

Comente