Feliz Veleiro Da Família!

Dr. Michael LaitmanPergunta: Existe um método de tratamento em que dois psicólogos peritos, um homem e uma mulher, trabalham com um casal, e, portanto, a cooperação mútua é criada entre os dois casais. Como isso lhe parece? Será que valeria a pena começar o trabalho em educação integral, especificamente em pequenos grupos como este?

Resposta: Não. Eu acho que antes de tudo, precisamos separá-los, mas não em grupos diferentes. Precisamos alcançar uma situação em que cada um de nós é um egoísta em separado e agora nós criamos uma comunidade, onde não existem casais, nada. Há apenas nosso “eu” mútuo com 10-15 participantes. Não importam quantos.

Depois, da mesma forma que nós nos conectados juntos e entendemos que esta é a razão da subida, e para isso nós existimos, agora vamos ver como é possível formar um grupo como este na família e sempre estar incluído nele?

Isto é, parece que a família não existe para apoiar mutuamente a obtenção de alimentos, a reprodução, o apoio ao lar, que é tudo num nível básico, mas para apoiar uns aos outros na ascensão espiritual, apesar de todas as nossas contradições. Nós temos um número suficiente delas, e somos gratos que elas aparecem constantemente, já que graças a elas, somos capazes de perceber o crescimento espiritual.

Mas isso vai acontecer quando nos livrarmos de todos os nossos problemas atuais. Quando formos capazes de encontrar a nossa integração mútua, vamos entender que, na verdade, nossa família está num estado maravilhoso. Isto significa que nos foram dadas oportunidades para o avanço muito rápido e sem fim. Agora nós só vamos continuar em cada família o que fizemos no grupo.

Pergunta: Para realizar este trabalho, será que devemos agrupar essas pessoas ou não?

Resposta: Quando reunimos alguns casais casados num grupo, primeiro realizamos uma conversa preliminar com eles, o que deve lhes dar orientação psicológica para que parem de sentir que são casais. A pessoa precisa “desmantelar” o seu relacionamento, e elevar-se acima dele e criar uma comunidade, um grupo.

Depois que o grupo foi criado e todo o material absorvido, todos entendem que só assim é possível resolver os problemas. Visto que marido e mulher é também um grupo, tente agora descer ao seu nível corporal e começar a elevar o seu problema ou simplesmente não despertá-lo. E tente a partir deste momento resolver cada problema, e até mesmo o menor deles, como um meio de reforçar o seu vínculo, acima de você.

Desta forma, você os envia numa viagem libertadora, em que você lhes dá o sentimento de união e um sistema de elevação acima de todos os problemas.

Da “Discussão sobre Formação Integral” 31/05/12

 

Comente