Sem A Ocultação, Não Poderíamos Revelar A Perfeição

Dr. Michael LaitmanShamati # 174 “Ocultação”: Quanto a ocultação, que é uma correção, se não fosse por ela, o homem teria sido incapaz de atingir qualquer perfeição, já que ele não seria digno de alcançar a importância da questão.

Nós fomos criados pela Luz como o desejo de desfrutar, e, portanto, estamos inteiramente em seu poder e não nos sentimos como existentes. Hoje, nós ainda não sentimos a nossa existência. O que nós sentimos é uma sensação enganosa, porque só podemos nos sentir separados, distantes e afastados, com a condição de que você é oposto àquele que você está afastado.

Mas nós não sentimos que somos opostos ao Criador, à Luz, e, portanto, não podemos nos considerar existindo. Afinal de contas, somos obrigados a perceber tudo no contraste dos opostos: como “eu” e algo fora de mim. Então, em relação a este que está “fora”, eu serei capaz de determinar quem eu sou.

Mas, enquanto isso, eu continuo sozinho, apenas um objeto dentro de mim. Eu não posso dizer nada sobre mim, porque não há ninguém em relação a quem eu possa medir-me.

Portanto, antes que a pessoa possa parar e realizar uma restrição em seu ego, ou seja, “atravessar a Machsom” (a fronteira para o mundo espiritual) e ficar diante do Criador, ela ainda não é chamada de criação. Isso é chamado de período de preparação, quando estamos inteiramente governados pelo alto.

Somente depois que estamos prontos para aceitar a ocultação que surge entre nós e o Criador, nós nos afastamos Dele e recebemos uma existência independente. A ocultação torna-se o objetivo mais importante para mim. Na medida em que eu quero alcançar esta qualidade e sou incapaz, porque ela está oculta, é o quanto eu sinto a sua importância.

Finalmente, eu chego ao ponto onde começo a valorizar a ocultação, porque ela se transforma em meu vaso para a Luz. Porque está escrito: “A Sabedoria (Hochma) é dada ao humilde”. Porque eu torno o meu desejo de desfrutar humilde, eu sou capaz de alcançar a Luz de Hochma que está diante de mim, aceitando-a na Luz Refletida, em prol da doação.

Portanto, a ocultação expande meu vaso espiritual “620” vezes e me dá uma nova necessidade: ao invés de prazer, eu quero atingir a importância do Doador. Todas as qualidades do vaso espiritual estão presentes na ocultação verdadeira.

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 21/07/11, Shamati #174

Comente