Como Podemos Agradar ao Criador?

Pergunta: Como podemos agradar ao Criador? Como é que vamos descobrir o que o agrada?

Resposta: O Criador recebe prazer quando gostamos de nós mesmos. É por isso que precisamos atender o desenvolvimento de nossos desejos. Não é o suficiente para permanecer no grau de “doação por causa da doação” (Bina), e especialmente sobre os níveis miseráveis ​​deste mundo, o nível inanimado da espiritualidade (Domem de Kedusha). Não se pode estar satisfeito com isso.

Estar no grau inanimado da espiritualidade significa ainda não ter uma própria iniciativa, para não se desenvolver. Mas a finalidade da criação é para receber tudo o que o Criador quer dar. Está escrito: “A vaca quer alimentar o bezerro mais do que o bezerro quer mamar”, por isso, se ele é bom e quer dar-me bem, devo desenvolver somente os meus desejos infinitamente.

No entanto, posso atingir um vaso irrestrito espiritual sob a condição de que vou receber por causa da doação. Então eu me abro completamente para a Luz. Mas quando eu recebo prazer egoísta, eu sou incapaz de receber mais do que uma centelha de Luz chamada de “vela fina”(NerDakik), que é a nossa vida neste mundo. Esta é a realidade que se revela no meu desejo egoísta.

 

No entanto, uma realidade espiritual, mais evoluida, pode existir no zero, no nivel do “inanimado”, quando uma pessoa reprime a si mesma, deixa de receber, e se contenta com pequenas coisas. Este é o chamado “nível inanimado de santidade”, o início do desenvolvimento.

Mas a obtenção dos níveis vegetativo, animal e humano da espiritualidade dependerá do desenvolvimento do grau do “medo”, o desenvolvimento do desejo de doar . E este desenvolvimento é gradual: Nós desenvolvemos o medo dentro de nós, ou seja, o grau de doação, e recebemos por causa da doação.

Então, o nosso desejo de receber prazer começa a crescer. Vemos que nos falta trepidação e mais uma vez começamos a cultivá-la. Tal é o processo de desenvolvimento”..

O primeiro “mandamento” que pertence a nossa correção é descrito no Zohar: no mandamento de Trepidação, medo”.

[47316]

Da parte 1 da Lição Diária de Cabalá, Shamati # 38

Um Comentário

  1. Não entendi.
    Como podemos agradar ao Criador? Como é que vamos descobrir o que o agrada?
    Gostaria de saber na vida diária, na prática em como praticar atos em benefício ao Criador. O que devo fazer para doar contentamento ao Criador??
    A resposta acima diz:
    “O Criador recebe prazer quando gostamos de nós mesmos”.
    Isso não soa egoismo? Gostar de nós mesmos? O tempo todo o foco da cabalá está no próximo. Amar ao próximo vem antes de amar a nós mesmos.
    Gostaria de uma resposta para a referida pergunta com mais clareza. Obrigado

Comente