Um Professor Permanente No Mundo De Atzilut

Dr. Michael LaitmanVocê não pode chegar ao estado final de imediato, já que, daí, você não seria independente. Você mesmo tem que recriar e construir os laços com as outras almas. As conexões desaparecem, o quadro fica totalmente apagado para você, e você tem que restaurá-lo várias vezes. Através disso, você constrói sua personalidade independente.

O estado final corrigido não é importante: ele já existe! Seu estado atual também não tem importância,  pois ele é imaginário. O que importa é somente seu esforço, o desejo de antever esse sistema e colocá-lo em ação, parecido a quando uma criança brinca como se fosse adulta. Através desse jogo você constrói seu “eu”.

O estado no qual você está constantemente sendo jogado é chamado de “esse mundo”. O estado corrigido depende somente a que nível de conexão você se eleva: Assiya, Yetzira, Beria, Atzilut, ou o mundo do Infinito.

A cada vez você entra e sai do mundo espiritual, mesmo nos níveis mais elevados, onde todo esse sistema se torna claro para você e somente alguns detalhes pequenos e mesmo imperceptíveis permanecem obscuros. De repente, você está sendo expulso completamente, numa completa escuridão, e você tem que voltar.

E o trabalho se torna cada vez mais difícil, como se ele fosse para gente grande. Aliás, quem é considerado um grande especialista? A pessoa que é capaz de executar tarefas difíceis e resolve problemas que ninguém mais consegue lidar.

Portanto, ela trabalha mais arduamente que os outros e, consequentemente, ganha mais dinheiro (“Kesef ”– cobertura, tela), fama, e status do que todos os demais.

Da 4a parte da Lição Diária de Cabalá 13/12/10, “A Serva que é Herdeira de Sua Senhora”

Comente