Para Não Se Separar Novamente

Dr. Michael LaitmanPergunta: Eu sou convidado para uma noite de celebração, mas já sei que tão logo ela tenha terminado, todo o prazer terá desaparecido. Existe alguma permissão para manter o prazer?

Resposta: É impossível manter o prazer nos desejos (Kelim) egoístas. Não é nem um prazer, mas uma simples centelha que se esfrega um pouco em nós e morre.

O prazer não é senão a Luz! E se você quiser mantê-lo, você precisa preparar seus vasos (Kelim), que possam ser adequados a ele. Se o desejo for de doação, você experimentará um prazer enorme e eterno nele, que se expande continuamente e sem parar. Caso contrário, não há nenhuma chance de manter o prazer mais do que alguns minutos ou segundos.

Isso também depende do prazer em si: quanto mais exaltado ele for, mais agudo e rápido ele termina. Um prazer simples pode durar por um tempo. Você pode ficar na cama por algumas horas e desfrutar de descanso, ou colocar um doce na boca e saboreá-lo por alguns minutos. Mas se o prazer for exaltado e poderoso, ela vem na forma de um pico e desaparece rapidamente.

Na verdade, isso não é um prazer, mas sim um encontro com uma centelha de Luz que é considerada como uma “pequena vela” (Ner Dakik). Se você quer que o prazer nunca morra, é preciso oferecer-lhe um desejo que coincida com ele: o desejo de doação.

O prazer vem do Doador, e o seu desejo também deve vir de um doador. Assim, eles se encontrarão e se unirão, aderidos para nunca mais se separar!

Da 4ª parte da Lição Diária de Cabalá 30/12/1 , “A Sabedoria da Cabalá e a Filosofia”

Comente