No Limiar Da Revelação

Dr. Michael LaitmanPergunta: Se nós estamos no estado mais inferior e não há nenhum lugar para onde continuar caindo, então que tipo de desenvolvimento de eventos falam as profecias do Baal Hasulam, onde ele escreve sobre a possibilidade de uma terceira e quarta guerra mundial e etc.?

Respost a: Isso é só a revelação do nosso estado, a revelação do mal, ao invés de uma subida. Se nosso estado pode ficar ainda pior, ele é simplesmente a revelação dos “pecadores”, isto é, dos Kelim ou desejos quebrados, ou Reshimot (registros de informação) que estão ainda mais quebradas.

Após a quebra no Mundo de Nekudim, nós estamos em um Kli ou desejo completamente quebrado, mas as Reshimot se revelam a partir dele gradualmente, passo a passo. Primeiro as Reshimot mais sutis são reveladas, e depois as mais grosseiras, até que no final, as piores Reshimot são reveladas.

Nós agora estamos na camada mais inferior desse desejo, onde as piores Reshimot estão se revelando. Essas Reshimot pertencem ao nível humano e são muito pesadas, razão pela qual os estados mais difíceis estão sendo agora revelados.

Porém, exatamente essas Reshimot podem nos despertar para a correção. Inclusive, se nós não as realizarmos corretamente, isso nos levará a grandes catástrofes. E mais, isso não é considerado correção, mesmo que em relação à espiritualidade a revelação do mal seja revelação, crescendo próxima.

Nós ainda estamos na escuridão. Se a escuridão começa a ficar mais esclarecida, já é a Luz brilhando e esclarecendo-a. Mas, se nós não esclarecermos nada, é a pior coisa possível.

Quando a Luz começa a brilhar no nosso estado atual, nós começamos a ver escuridão. Sentir a escuridão ainda é o lado oposto da Luz. Em aramaico “noite” é chamada “Orta”, que vem da palavra hebraica “Luz”. A Esscuridão é oposta à Luz, mas a própria Luz ilumina nossas falhas e por isso sentimos escuridão. Isso já é a revelação.

Da 2a parte da Lição Diária de Cabalá 22/12/10, Talmud Eser Sefirot

Comente