O Corpo é Transitório, A Alma Não

Recebi uma pergunta: Faz alguma diferença de como o corpo é enterrado?

Minha resposta: Primeiro, a Cabalá se engaja somente na correção da alma. Quando a pessoa vem a um grupo Cabalístico e começa a trabalhar sobre si mesma para se unir com os amigos bem como para alcançar a qualidade da garantia mútua, ela compreende que odeia os outros e é repelida por eles. Essa rejeição dos amigos é, na verdade, a qualidade egoísta que a pessoa necessita para se corrigir ao transformá-la em amor por eles.

Isso só é possível com a ajuda da Luz que influencia a pessoa enquanto ela estuda os textos Cabalísticos (especialmente aqueles escritos por Baal HaSulam e RABASH). Uma atitude correta para com o próximo, ao ponto de amá-lo, é o que forma a alma da pessoa, que se torna cheia de Luz de doação e amor: o Criador.

Segundo, o corpo humano não tem santidade. Essa atitude com respeito ao nosso corpo animal vem das religiões que são baseadas especificamente na ocultação do Criador e no fato de que as pessoas não sentem a alma e de forma errada a relacionam com o corpo animal. Parece à pessoa que há algo especial ou único sobre o corpo, uma vez que ela não sente nada exceto o corpo e percebe tudo somente através dele.

Em tempos passados, alimento, utensílios e escravos eram enterrados junto com o corpo do senhor morto, para ajudá-lo na vida futura no mesmo corpo. Para tal, o corpo era embalsamado. Os Índios Americanos (Nativos Americanos) ainda desenterram os ossos dos mortos das sepulturas, os lavam, e os devolvem à sepultura como sinal de respeito. Os Hindus escolhem uma criança para adorar e a tornam santa. A Cristandade também tem arquivo de relíquias, sobre os quais eles discutem até os dias de hoje.

Os funerais são acompanhados por uma variedade de rituais. Todos eles são baseados na ignorância e na adoração da carne. Os Muçulmanos acreditam que os prazeres do nosso mundo também existem no mundo futuro. Através dos anos, na medida em que o Judaísmo descendeu desde o sentimento do mundo espiritual e do Criador até o exílio (Gadlut), o Judaísmo se revestiu de vários rituais externos. As pessoas começaram a honrar as sepulturas e a praticar consultas da sorte e outras manipulações “espirituais”. E ainda que as pessoas tentem reconstruir o Templo, elas estão fazendo isso somente de uma forma externa, de acordo com seu estado espiritual exilado, e desse modo não vai ser mais do que um edifício comum.

Conclusão: Não há santidade (eternidade, perfeição e divinidade) em nosso mundo (nossos pensamentos, sentimentos, ações e rituais). Nosso mundo inteiro é constituído de três níveis da natureza: inanimado, vegetativo e animado. Nós precisamos alcançar o nível “humano” (da palavra “Adão”, isto é, Dome – semelhante ao Criador) através de nosso trabalho de mútua correção do ódio entre nós para o mútuo amor Através disso, nós nos tornaremos semelhantes ao Criador e assim sentiremos a eternidade e a perfeição sem relação com nossos corpos animais.

2 Comentários

  1. Gostaria de perguntar tantas coisas, acabei de chegar nesse mundo nesse novo entendimento e a cabalá me traz uma sensação de verdade de estar no caminho q eu sempre achei que devesse estar. Sempre me senti muito ligada ao mundo natural mas ligada de forma informal,admirava e olhava a vida a natureza com carinho enxergando o Criador em tudo,mas agora pesquisando mas sobre a cabalá me sinto encaixada aonde eu nunca me encaixei antes. O que eu gostaria de saber ,como posso começar do começo na cabalá. Como posso alcançar algum tipo de sabedoria e entender o que é exatamente esse estudo. Sobre a vida a MORTE as coisas,me sinto ansiosa por informações que me elevem e me levem ao conhecimento. Sei que isso é só o começo,estou recente demais no assunto mas gostaria de saber como começar mesmo,aonde fica o começo de tudo isso. Na cidade aonde eu moro (Macaé) ainda não soube de nenhum lugar que tenha reuniões de cabalá,então acho que eu devesse buscar pela internet mesmo.Gostaria muito de receber sua resposta.Desde já obrigada.

  2. Tenho a oportunidade de estudar a cabala e sinto que me preenche e desejo cada vez conhecimento, sinto uma grande necessidade de mais estudos, em Recife gostaria de me juntar a grupo de estudos

Comente