O Que é o Inferno?

O Zohar, capítulo Vaishlach, item 16: “Aquele que se considera um escravo inútil é melhor do que os que são em vão, o qual, priva-se de pão.” Isso fala da má inclinação, para que constantemente acuse o povo, enchendo de orgulho e desejo o coração do homem.  E o homem segue com a cabeça erguida, até que a inclinação do mal paire sobre ele, levando-o para o inferno.

Isso descreve um estado que temos que experimentar. Os cabalistas sabem porque eles já passaram por isso.

É impossível para uma pessoa revelar algo que não seja através de sua própria experiência. Isso significa que cada pessoa deve experimentar o inferno? Sim, deve! Mas o que é o inferno?

O inferno é quando eu revelo o mal dentro de mim, que me governa e me coloca longe do Criador. É um sentimento terrível, como se estivesse envolto por chamas de vergonha. Eu vejo o quanto estou perdendo, mas eu não posso me ajudar.

Este estado deve ser vivido por cada pessoa, como está escrito: “O homem não deve realizar um mandamento sem quebrá-lo primeiro”, e “Não há uma pessoa justa no mundo que não tenha pecado.”

O verso “Eu criei a inclinação do mal e a Torá para a sua correção” significa que eu sempre devo revelar primeiro a má inclinação. Devo ir dentro dela, mergulhar nela, para depois descobrir que ela é má.

Inicialmente, não vemos que é maldade, pois se nós a vissemos, como poderíamos mergulhar nela? Inicialmente, ela nos chama com uma aparência brilhante e cintilante. Parece boa e maravilhosa, e é assim que a maldade nos engana.

Uma pessoa que avança no caminho espiritual “cava” dentro de sua alma, tentando revelar a forma de doação ao Criador. Ela tem que passar por um estado de confusão e, por meio desta confusão para descer ao estado de “inferno”. Este estado existe em todos os graus, mas somente experimentando é que uma pessoa pode escrutinar o mal contido dentro dela.

Tudo que os cabalistas escrevem vem de sua própria realização interior, de acordo com a regra, “Um juiz tem apenas o que os olhos podem ver.” Os autores do Zohar pessoalmente experimentaram tudo acima escrito.

Esperemos que nós também alcançemos tais estados, e passemos por todo o caminho espiritual, o qual encompassa tudo.

Comente