O Desejo Não Tem Nacionalidade

chileRecebi uma pergunta: Se lermos o Livro do Zohar em outro idioma, ele continua tendo o mesmo efeito como em Hebraico ou Aramaico?


Minha resposta:
Não importa em que idioma se lê o Livro do Zohar. Todos no mundo terão que estudar esse livro e cada pessoa o lerá em seu próprio idioma.

Mesmo que o Zohar contenha partes que falam sobre os elementos que compõem as letras do Hebraico, tais como as linhas e os pontos que formam as letras, elas não são realmente letras, mas símbolos, marcas, e formas que designam forças. Não importa se você está olhando para uma letra do alfabeto Hebraico ou somente um símbolo, o que é importante é seu significado. No final, é tudo sobre o desejo da pessoa, e o desejo não possui idioma ou nacionalidade. É somente isso – um desejo.

Quando você traduz para outros idiomas as palavras “doce”, “amargo” ou “azedo” – cada leitor ainda irá sentir esses sabores. O Zohar fala sobre sensações, e uma vez que as palavras que soam diferente evocam as mesmas sensações nas pessoas, ler em outro idioma não impede o alcance de ninguém.

Comente