Textos com a Tag 'unidade'

Em Unidade E Conexão

laitman_232.08Conceitos que são opostos em nossa percepção existem no Mundo do Infinito em união e conexão simples. (Baal HaSulam, O Estudo das Dez Sefirot, Parte 1 “Histaklut Pnimit”)

Pergunta: O que significa que coisas opostas são unificadas? Você pode dar um exemplo da natureza?

Resposta: Einstein deu exemplos de dimensões emergentes acima do tempo e do espaço. Por exemplo, um avô e seu distante descendente se encontram centenas de anos depois. Ambos existem simultaneamente, mas com relação à nossa realização, ela é experimentada como passado, presente e futuro.

Pergunta: Isso significa que os dinossauros podem estar vagando ao nosso redor e nós simplesmente não os vemos?

Resposta: Os dinossauros não estão vagando em algum lugar; eles estão vagando dentro de você (da mesma forma que antes, a propósito). Não há nada fora de nós. Nós projetamos tudo o que percebemos para que pareça fora de nós e chamemos de “nosso mundo”. Sentimos isso apenas dentro de nós mesmos. Nós não percebemos o que está fora de nós. É como se alguns eletrodos estivessem conectados a nós e imaginamos que estamos em algum lugar conversando uns com os outros e vendo os outros como se estivessem em uma tela.

Surge então a questão: tudo isso parece existir ou realmente existe? Não podemos dizer, porque não sentimos nada fora de nós mesmos. Portanto, uma pessoa não pode reivindicar objetivamente que algo existe – ela sempre percebe subjetivamente.

Tudo o que revelamos e estudamos é puramente subjetivo, incluindo a Cabalá. Nós nunca alcançamos o quadro absoluto. Ele será revelado somente após a correção geral, quando todos nós nos unirmos e nossos pequenos sensores privados (Reshimot) se unirem em um sensor comum, nossos pequenos desejos privados em um desejo comum que resultará em percepção absoluta, Luz branca eterna. Então poderemos conversar sobre o que realmente existe. Esse estado é chamado de Gmar Tikkun: Correção Final.

Isso é tudo em relação a nós; não há problemas em relação ao Criador, já que Suas propriedades incluem tudo. Seremos capazes de alcançar este mesmo estado quando o nosso desejo se tornar totalmente integrado, incluindo todos os opostos em si. Isso é considerado amar o seu próximo como a si mesmo.

Em outras palavras, quando eu aceitar tudo o que existe em outra pessoa – todas as suas propriedades desagradáveis, estados, pensamentos – como meu, como o mais precioso, com amor, eu incluirei os desejos de todas as pessoas no mundo e serei capaz de ser objetivo, visto que todos os opostos dentro de mim serão unidos.

Pergunta: É possível dizer que o amor e o ódio existirão em mim ao mesmo tempo?

Resposta: Claro. Um não aniquilará o outro, porque eles apenas se apoiarão, de modo que entre eles eu possa sentir a acuidade da realização. É assim que funciona.

Da Lição de Cabalá em Russo 08/04/18

A Lava Fervente Da Unidade

laitman_943Nós só podemos nos unir pelo ataque. Afinal de contas, possuímos uma força que resiste à unificação de todas as maneiras possíveis. Mas essa força não nos impede de fazer nada neste mundo. O egoísmo das pessoas neste mundo não é um impedimento; só contribui para o desenvolvimento.

Portanto, o egoísmo não é uma coisa ruim. Pelo contrário, se uma criança não quisesse nada, não procurasse conquistar o mundo inteiro, seria subdesenvolvida e isso seria alarmante.

Quanto mais alguém é egoísta nesse mundo, maior é sua capacidade de ter sucesso. É necessário apenas direcionar seu egoísmo na direção certa para que não seja destrutivo e não prejudique a sociedade. Mas se, graças ao egoísmo, ele faz um ótimo trabalho e alcança muito, é apenas para benefício dele e do mundo.

Para ser mais preciso, não é nem o egoísmo, mas a força do desenvolvimento inerente ao programa da evolução, em toda a natureza, incluindo todas as pessoas. O verdadeiro egoísmo, sobre o qual está escrito: “Eu criei a inclinação ao mal, criei a Torá como tempero”, manifesta-se apenas quando aspiramos à unificação. Então, dentro da unidade, revelamos a força que a impede.

O desejo de nos unir é o nosso desejo de corrigir o sistema da alma comum, o primeiro homem, Adão, que foi destruído. Nosso dever é corrigi-lo, pois o Criador criou a separação entre nós como um lugar para trabalhar, de modo que conectaremos todas as partes quebradas.

Quando tentamos uni-las, revelamos a força que impede a unificação. Essa força é chamada de “egoísmo”. A força que se opõe a ela é chamada de “Torá”, a “Luz que reforma”. É preciso saber como revelar essa inclinação ao mal dentro de si mesmo. É uma cobra que nos impede de nos unirmos.

A pessoa precisa apreciar essa força que resiste à conexão e não destruí-la. Precisamos reunir todas essas forças e tentar superá-las. Então descobriremos que não podemos fazer isso sozinhos porque esta é a força criada pelo Criador, e é por isso que precisamos da Torá, que é a Luz da correção.

Somente aquelas pessoas que perceberam a necessidade de unidade precisam da Torá, que é a Luz mais elevada que nos leva à unidade e correção.

Apesar da enorme força de resistência do ego, o poder da Torá une nossos corações de pedra, aquece-os, derrete-os e transforma-os em uma lava fervente, numa única força. Então chegamos a um vaso espiritual ( Kli ) das dez Sefirot , ao Partzuf , à parte de Adam HaRishon que o Criador criou e partiu em pedaços.

É assim que avançamos e tudo começa com o nosso desejo de nos unirmos. Você não deve procurar a inclinação ao mal em nenhum outro lugar, mas apenas dentro da união. Neste caso, ela será revelada. Nós não procuramos o mal. Buscamos bondade, conexão e união, e depois revelamos o mal.

Nós sempre nos movemos na linha direita, e se a linha da esquerda se revelar nela, significa que precisamos dela e ela deve estar paralela à linha direita. Então devemos trabalhar na linha do meio para usar corretamente as linhas esquerda e direita como um todo.

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá, 08/06/18, Lição sobre o Tópico: “Atacando a Conexão”

Diferentes Raízes Da Unidade

laitman_293Observação: Se você olhar para as estatísticas econômicas, a sociedade está num beco sem saída, e a resposta para isso provavelmente será o fascismo. Nós vemos o que está acontecendo no mundo, e entendemos que, de fato, tudo está indo numa direção muito ruim.

Meu Comentário: O fascismo também é a conexão entre as pessoas, mas é egoísta, não altruísta. Os Cabalistas chamam de reflexão reversa. Naturalmente, o desenvolvimento em nosso mundo irá levar a ele.

Pergunta: Nos últimos vinte anos, a situação no mundo não melhorou; está piorando em todos os parâmetros econômicos. O que falta para que as mudanças ocorram?

Resposta: Nós não transmitimos informações suficientes para todos os setores da sociedade, não apenas sobre o estado da sociedade, mas sobre o que devemos alcançar, e por que deve ser assim da perspectiva da natureza, ou do Criador, que é o mesmo.

A palavra “Criador” destina-se a pessoas religiosas, e a palavra “natureza” é para pessoas não-religiosas. Mas, de forma técnica, as pessoas devem entender que é o mesmo, e todos devem chegar a isso.

Quanto aos fascistas, eles, entre outras coisas, também esperavam encontrar uma esfera superior, eles buscaram suas raízes superiores no Himalaia. Eles sentiram que a unidade era o coração da sociedade certa. Mas que tipo de unidade? Eles cederam ao seu egoísmo natural.

Observação: Eles pensaram que se atraíssem essa força, poderiam conquistar o mundo inteiro.

Meu Comentário: Sim. Mas para que? Eles estavam procurando as raízes: onde está a força superior que pode ser alcançada colocando o mundo inteiro a seus pés. Isto é, o egoísmo é uma ideologia muito ampla, que tem suas raízes.

Pergunta: A unidade é o núcleo da lei dentro do qual todos nós estamos?

Resposta: Claro. Somente nesse caso, é absolutamente o oposto da Cabalá, mas é assim que se revela. Portanto, o fascismo está por vir.

Observação: Mas nós esperamos poder preveni-lo de alguma forma.

Meu Comentário: Para isso precisamos fazer o que a Cabalá nos ensina.

Observação: Nós falamos sobre isso há cinco a sete anos, e hoje já podemos ver claramente como isso começa a se fechar sobre a humanidade. Mas a sociedade está exatamente onde estava antes.

Meu Comentário: Porque nós recebemos o tempo e a oportunidade de tentar avançar não de forma fascista, mas de forma Cabalística.

De KabTV “A Última Geração” 31/07/17

O Ganho Da Unidade

laitman_942Pergunta: O que eu posso obter da unidade que não consigo alcançar de forma individual?

Resposta: Você não poderá descobrir o Criador individualmente. Há muitos “homens sábios” que estiveram conosco e partiram, e que estão se juntando a nós agora que pensam assim, mas não conseguem avançar. Você deve se anular porque o Criador só pode ser revelado no desejo em que você se anula.

Pergunta: Como você pode se convencer de que sua alma está nas outras pessoas?

Resposta: Você não poderá se convencer se não acredita no que os Cabalistas dizem. Você alcança a sabedoria da Cabalá quando procura a resposta sobre o sentido da vida. Você começa a ler livros sobre a estrutura da criação, sobre a estrutura da natureza.

Você percebe como isso tudo faz sentido, quão sábio e em que grau é tudo na base de todo o conhecimento humano. Você entende que este é o conhecimento principal da humanidade, que é a origem de tudo; afinal, todas as ciências e religiões foram criadas a partir dos ensinamentos da Cabalá, o estudo do Criador.

Então, se você quiser, você pode agir, e se não quiser, então não. Você recebeu uma explicação. Nada está escondido de você. Não lhe dizem: “Bata sua cabeça contra a parede, ore até que funcione”. Em vez disso, você é informado sobre leis precisas: por que elas são como são, como elas operam em nosso mundo e no mundo espiritual, etc. De um modo geral, é uma abordagem muito realista.

Comentário: Nossa teoria é realmente muito prática e sensata, mas quando se trata de implementá-la de forma prática…

Resposta: A implementação prática significa que você simplesmente precisa se tornar um zero.

Da Lição de Cabalá em Russo 19/02/17

O Poder Da Unidade

Unity, The Way To A Good FuturePergunta: Qual é o poder do atributo milagroso da unidade?

Resposta: O poder da unidade é derivado de pessoas que se elevam acima de seu ego. A ideia não é a unidade em si. Em vez disso, é a pessoa que a alcança elevando-se acima de seu ego, e em contraste a isso, ela conecta seu desejo com os desejos dos outros. Com esse desejo único e unificado que é criado a partir da unidade acima do ego, a pessoa alcança o maravilhoso atributo da unidade.

No entanto, uma tensão muito forte é criada entre as características egoístas que querem cortar a conexão entre nós e as características altruístas que nos conectam acima do ego. Essa diferença potencial entre o positivo eo negativo cria um estado chamado Kli espiritual, dentro do qual o Criador é revelado.

Da Lição de Cabalá em Russo 19/02/17

Um Gosto Da Unidade Espiritual

laitman_939_02Pergunta: Qual é a conexão entre unidade e prazer da realização espiritual? Eu tenho muitos amigos, e entendo o que é o prazer da amizade. Isso é algo semelhante?

Resposta: Eu nunca tive muitos amigos. Na infância e na juventude, tive alguns amigos e, mais tarde, nenhum. Eu tinha um amigo com quem estudei a sabedoria da Cabalá, mas já tinha trinta anos.

Eu não sei o que é um amigo ou amizade no sentido mais profundo da palavra. Eu certamente posso imaginar isso para mim, mas nunca senti ou experimentei. Eu estive bastante sozinho a maior parte da minha vida. A questão sobre o sentido da vida me incomodou e atormentou de modo que não tinha aspiração de me comunicar ou estar em contato com as pessoas.

A sabedoria da Cabalá nos ensina a ter um tipo diferente de conexão: aproximar-se com uma conexão sincera, internamente, e não como acontece no nível físico.

A Cabalá abre o coração de uma pessoa e ela começa a entender o que significa estar conectado com os outros como um todo único. Mas isso está em um nível espiritual. Em nosso mundo, não há sensações desse tipo. Eu não as senti nem as experimentei e também sinto que outras pessoas também não, porque não entendemos o que significa estar junto com outros com uma conexão sincera, íntima e interna.

O gosto da unidade espiritual é uma dissolução recíproca entre si. Não são expressões poéticas, mas um estado físico real.

Da Lição de Cabalá em Russo 20/11/16

Jerusalém: Um Símbolo De Unidade

Unity, The Way To A Good FutureJerusalém, no sentido espiritual, é o ponto de conexão entre as almas e o sistema superior. A cidade real é completamente original e tem um status especial em Israel porque é a localização do Monte do Templo, onde o Templo esteve uma vez: o símbolo da conexão entre este mundo e o mundo superior.

Jerusalém é o símbolo da unificação. Sabe-se que a unificação é o que torna o povo de Israel especial e escolhido. Sem ela, nossa nação não teria atingido o grau de Bina, de doação (simbolizado pelo número 40, os quarenta anos de pregrinação no deserto), e a terra de Israel, que significa “direto ao Criador” (Israel, Yashar-El).

Tudo isso foi possível por meio do trabalho que eles realizaram enquanto passavam por subidas e descidas, superando todos os tipos de obstáculos ao longo do caminho. Quando nós trabalhamos na unificação contra o egoísmo, atingimos um desejo dirigido ao Criador, que é geralmente chamado de “terra de Israel”. Então chegamos a uma “cidade perfeita” (Yira Shlema), chamada Jerusalém (Yerushalayim).

Há uma montanha (Har) dentro dela, isto é, dúvidas (Irurim) especiais, por meio das quais obtemos um vaso para receber em prol da doação. Esse é o Primeiro Templo, seguido do vaso de doação em prol da doação, o Segundo Templo.

Todos esses estados são alcançados apenas pela unidade. Isso não se refere às pedras ou a uma localização geográfica, mas à Jerusalém “no coração”. Isto é, refere-se a como construir relacionamentos que são chamados de “trepidação perfeita”, “a cidade perfeita” (Yira Shlema), ou seja, o lugar de unificação entre nós e a força superior, o Criador.

Tudo se expressa por meio da unificação. Isto é, a unificação é a terra de Israel, Jerusalém, o Monte do Templo. Se não há unificação, nenhuma delas existe. Assim, será que estamos realmente na terra de Israel e em Jerusalém hoje?

Falando francamente, não estamos. Por ora, estas são noções meramente potenciais, destinadas a nos direcionar para alcançar sua essência, isto é, a unidade correta. Depois acharemos que estamos na terra de Israel, em Jerusalém, no Monte do Templo.

Baal HaSulam explica que recebemos a terra de Israel por algum tempo, como uma oportunidade para realizar nossa unidade e alcançar a redenção, isto é, a revelação da força superior. A redenção é a liberdade do nosso egoísmo, para cada pessoa individualmente e todos nós juntos. Portanto, o nosso principal trabalho é se unir contra o egoísmo. Então revelaremos Jerusalém em nosso coração, juntamente com todas as outras qualidades mais internas que se revelam dentro dele.

O Rabi Yehoshua Ben Levi disse (Talmude de Jerusalém, Tratado Hagiga): “A Jerusalém construída é semelhante a uma cidade que é unida em um, uma cidade que torna todos de Israel amigos”.

Isso significa que quando alcançamos um estado espiritual chamado Jerusalém, nos tornamos a nação unida de Israel, como um só homem. Isto é o que Jerusalém simboliza, sua essência. Nenhum outro lugar ou nação tem essa abordagem. Isto é porque tudo se revela na nação de Israel somente por meio da unificação, e sem ela, não há nenhuma nação de Israel, nem terra de Israel, nem Jerusalém.

Da 3ª parte da Lição Diária de Cabalá 24/05/17Trechos Selecionados para o Dia de Jerusalém

O Dia Das Boas Ações

laitman_547_04Pergunta: O dia de unidade dos judeus é celebrado em Israel e é chamado de Dia das Boas Ações. Como você vê isso?

Resposta: Se superamos a nós mesmos para se mostrar apenas um dia ao ano, como se estivéssemos fazendo o bem aos outros, isso não levará a nada de bom e pode até piorar as coisas.

Nós devemos entender e perceber quão egoístas somos e até que ponto temos que nos transformar. Essa é a razão pela qual existe um método de correção, de reeducação de nós mesmos. Eu estou pronto para oferecê-lo e mostrar a todos o antigo método que temos desde os dias de Abraão.

Eu realmente espero que os judeus o escutem, que se unam e sejam um modelo para todo o mundo, e assim, o mundo inteiro se tornará pacífico.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman” 27/03/17

O Que É Unidade?

laitman_934Pergunta: O que significa se unir? Que estado é esse?

Resposta: Unir-se significa se identificar com os amigos que têm o mesmo objetivo que eu, o desejo de descobrir o sentido da vida.

Baal HaSulam nos diz na Introdução ao Estudo das Dez Sefirot que a busca pelo sentido da vida é o principal fator que nos leva à sabedoria da Cabalá.

Eu organizo um grupo com os amigos e nós nos unimos porque sem eles não posso subir acima do meu ego e começar a sentir o mundo superior.

Nós compreendemos que não podemos obter sucesso sem os outros porque temos que estabelecer um sistema de ações mútuas entre nós que terá os atributos do mundo superior. Então, como num espelho mágico, veremos um mundo novo, e ele será gradualmente revelado na conexão entre nós.

Essa é a razão porque eu estou procurando pessoas que compartilhem os mesmos pontos de vista que o meu; juntos nós estabelecemos uma conexão semelhante à conexão espiritual, e neste sentido, sentimos gradualmente o mundo superior, o que significa a nossa interação completa até a revelação do Criador nela.

Da Lição de Cabalá em Russo 30/10/16

Unidade E Personalidade

laitman_938_07Pergunta: Será que a unidade entre nós depende da anulação da nossa personalidade individual?

Resposta: A unidade depende apenas da anulação da personalidade egoísta, e não da anulação total da nossa personalidade individual. Se eu vejo que o ego só me prejudica, eu quero me tornar uma personalidade totalmente diferente.

A personalidade permanece e se torna livre. Hoje eu estou sob o domínio do ego e sou atraído a prazeres como comida, sexo, família, dinheiro, respeito, conhecimento e controle, e me contorço nesses desejos, sempre ansiando e, preenchê-los, tanto quanto possível. Assim eu só roubo de mim mesmo e não resta nada de mim.

Da Lição de Cabalá em Russo 17/04/16