Textos com a Tag 'unidade'

O Que É Unidade?

laitman_934Pergunta: O que significa se unir? Que estado é esse?

Resposta: Unir-se significa se identificar com os amigos que têm o mesmo objetivo que eu, o desejo de descobrir o sentido da vida.

Baal HaSulam nos diz na Introdução ao Estudo das Dez Sefirot que a busca pelo sentido da vida é o principal fator que nos leva à sabedoria da Cabalá.

Eu organizo um grupo com os amigos e nós nos unimos porque sem eles não posso subir acima do meu ego e começar a sentir o mundo superior.

Nós compreendemos que não podemos obter sucesso sem os outros porque temos que estabelecer um sistema de ações mútuas entre nós que terá os atributos do mundo superior. Então, como num espelho mágico, veremos um mundo novo, e ele será gradualmente revelado na conexão entre nós.

Essa é a razão porque eu estou procurando pessoas que compartilhem os mesmos pontos de vista que o meu; juntos nós estabelecemos uma conexão semelhante à conexão espiritual, e neste sentido, sentimos gradualmente o mundo superior, o que significa a nossa interação completa até a revelação do Criador nela.

Da Lição de Cabalá em Russo 30/10/16

Unidade E Personalidade

laitman_938_07Pergunta: Será que a unidade entre nós depende da anulação da nossa personalidade individual?

Resposta: A unidade depende apenas da anulação da personalidade egoísta, e não da anulação total da nossa personalidade individual. Se eu vejo que o ego só me prejudica, eu quero me tornar uma personalidade totalmente diferente.

A personalidade permanece e se torna livre. Hoje eu estou sob o domínio do ego e sou atraído a prazeres como comida, sexo, família, dinheiro, respeito, conhecimento e controle, e me contorço nesses desejos, sempre ansiando e, preenchê-los, tanto quanto possível. Assim eu só roubo de mim mesmo e não resta nada de mim.

Da Lição de Cabalá em Russo 17/04/16

Unidade Através Das Raças

laitman_423_03Nas Notícias (gazeta.ru): “Os Estados Unidos detiveram erroneamente um atleta negro, confundindo-o com o verdadeiro culpado. Por que os membros de outras raças ‘parecem todos iguais’ para um homem…

“No entanto, há também uma comprovação científica desse fenômeno, que não é um preconceito racista, como muitos pensam. Para esse fenômeno existe inclusive um termo especial – o efeito de ‘raças cruzadas’ (cross-race effect). Por essa frase pesquisadores entendem um fenômeno cognitivo que consiste no fato de que os membros de uma raça têm maior dificuldade de distinguir e identificar os membros de outra. …

“Ao longo do século XX, o mundo, pelo menos parte dele, tornou-se mais tolerante. No entanto, o efeito ‘cross-race’ não parou.  Por exemplo, um grupo canadense-alemão de pesquisadores, em 1995, foi capaz de confirmar experimentalmente que é muito difícil para os membros de uma raça compreender que emoções são expressas em membros da outra raça. Pesquisas posteriores só confirmaram os pressupostos que foram expressos antes. …

“De acordo com psicólogos, o efeito ‘cross-race’ deve-se principalmente ao fato de que as pessoas não costumam entrar em contato com membros de outras raças na infância….

“Além disso, o governo do estado [do Texas]… desenvolveu um curso de formação especial para a polícia. A principal tarefa… era ensinar os servidores da lei a ‘não prender os primeiros negros ou hispânicos’ com quem eles se deparavam, e a distinguir e identificá-los. O experimento falhou: a única forma eficaz era usar policiais da mesma raça como supostos criminosos. …

“No entanto, há uma maneira de salvar as crianças contra o problema de distinguir outras raças. Para fazer isso, você precisa mostrar-lhes ativamente outras raças antes da idade de nove meses. Se você perder o momento, a criança irá se juntar ao número de pessoas para quem ‘todos parecem iguais’.

Resposta: No futuro, ao trabalhar na unificação de todas as raças e povos, vamos ter que criar os filhos de diferentes raças juntos “desde o berço”, assim eles terão uma melhor compreensão mútua. Isso também pode ser resolvido em um grupo misto de adultos que trabalham na aproximação cada vez maior em revelar o atributo de conexão mútua, a fim de revelar o Criador no grupo.

Unidade, O Caminho Para Um Bom Futuro

Unity, The Way To A Good FuturePergunta: No curso da história do povo judeu, nós já passamos por situações complicadas: êxodo para a terra de Israel, estabelecimento da nação, e manutenção de relacionamentos com aliados e inimigos.

Como podemos explicar o fato de que o mundo apoiou a criação do estado de Israel em primeiro lugar, ao passo que agora esse apoio acabou, e o povo de Israel é obrigado a lutar o tempo todo?

Resposta: Em primeiro lugar, as nações do mundo esperavam que os judeus começassem a realizar a sua missão histórica, de ser como se diz na Torá, “uma luz para as nações” (Isaías 49: 6), o que significa que seríamos um exemplo de unificação para toda a humanidade.

No passado, na antiga Babilônia, os judeus começaram a realizar essa missão sob a liderança de Abraão, e hoje cabe a nós terminá-la. Na sabedoria da Cabalá é dito que, especificamente, neste momento, nós estamos começando a realização do estado final da humanidade.

Portanto, ao longo da história, coube a nós avançar gradualmente em direção a um estado de unidade. Quando conseguimos isso, foi bom, seguro e confortável para nós. Quando não podíamos fazer isso por causa de conflitos internos entre nós, sofremos uma queda em estados terríveis, como no exemplo do Holocausto.

Pergunta: O grande Cabalista do século XIII, Nachmanides (Ramban), disse que nós fomos ordenados pela Torá a governar na terra de Israel que o Criador deu aos nossos antepassados, que não devemos deixá-la na posse de outras pessoas, e que não devemos deixá-la totalmente sem cultivar dentro de todas as suas fronteiras, que o Criador jurou aos nossos antepassados, sem deixar até mesmo parte dela.

Nós sabemos que o conflito Israel-Palestina se tornou uma moeda de troca no mundo atual. Nesse contexto, como você interpreta a declaração, “e não deixá-la na posse de outras pessoas”?

Resposta: Do ponto de vista da Cabalá, eu poderia dizer apenas uma coisa: Se o povo judeu não começar a se unir, pelo menos dentro de Israel, sem mencionar o mundo inteiro, não teremos êxito na realização de nossa posição nessa terra e seremos novamente expulsos da aqui. Se podermos nos unir acima de todas as nossas contradições, não só vamos manter a terra de Israel, mas ninguém vai reclamar a posse dele.

Além disso, os palestinos vão se referir a nós com lealdade e começar a cooperar conosco felizes. Tudo depende apenas de quanto nós nos conectamos. Na verdade, através da conexão entre nós, vamos começar a gerir as boas forças que podem ser descobertas em nosso mundo. Nós não temos outra maneira de alcançar um futuro melhor.

A sabedoria da Cabalá fala sobre a estrutura interna do mundo e sobre as forças que atuam dentro dele. Essa é a parte oculta e secreta da Torá, que fala sobre o que está oculto das pessoas comuns. A pessoa que quer atingir a essência da existência pode aprender a sabedoria da Cabalá e entender que somente a unificação abre o caminho de um bom futuro para nós.

De KabTV “Dia da Independência de Israel” 03/04/16

Em Nome Da Unidade

laitman_629_2Pergunta: De que forma a sabedoria da Cabalá pode ajudar os cidadãos da Rússia que estão preocupados com seu local de trabalho por causa da crise no país e vivem com medo por causa de uma guerra antecipada?

Resposta: Eu não tenho medo da guerra e não acho que sua ameaça será realizada em breve. Embora o ISIS (Estado Islâmico) esteja minando a segurança de Israel, Europa e Rússia, causando tensão em todos, nós não precisamos temê-lo, tentando combatê-lo diretamente; em vez disso, devemos entender de onde ele vem. É certo nível de desenvolvimento humano: o egoísmo, que cresceu tanto, quer conquistar o mundo e escravizá-lo.

Portanto, cabe a nós definir uma força ideológica contra ele, não uma força militar. Por enquanto, a humanidade não compreende isso, e um poder ideológico não está na área das forças armadas e da nação.

Portanto, hoje, pela primeira vez em dois mil anos, a sabedoria da Cabalá está sendo revelada e declara que tem uma solução para esse problema, que se encontra no plano ideológico, não no plano militar, porque as organizações terroristas estão especificamente ganhando por meio da ideologia.

As organizações terroristas atraem as pessoas para si devido a sua consolidação em torno de uma ideia com princípios particulares, e é isso que as tornam atraentes e inspiradoras para os jovens.

Nós ainda não sabemos o quanto de apoio eles têm em todas as nações ocidentais, na América do Norte e Austrália. Muitos deles vêm de boas famílias. Isso está acontecendo porque a humanidade terminou seu antigo paradigma e não pode continuar existindo de acordo com o seu antigo pequeno egoísmo.

Comentário: A impressão é criada de que a humanidade está entediada com o mundo culto por isso eles querem tentar algo novo.

Resposta: O mundo culto de hoje não fornece satisfação às pessoas. As pessoas não querem se casar e ter filhos, não querem nada. E isso é um problema. Elas simplesmente existem devido ao poder da inércia porque não podem morrer.

Muitas consumem drogas, sofrem de depressão, e assim por diante. Por quê? Porque não têm uma resposta para o sentido da vida. O bem-estar imaginado resumido pelo trabalho, família e a criação dos filhos não fornece mais nada à pessoa. O que você pode dar-lhes? O que pode alimentá-las?

Portanto, os jovens estão indo para o ISIS. E eles são mais fortes do que qualquer um. Eles não têm medo de nada, porque preferem morrer a existir sem sentido.

A sabedoria da Cabalá se opõe a eles com a ideia da conexão e unidade boa, que elevam todos nós ao próximo nível de desenvolvimento, e não se envolvem na destruição mútua. Essa ideia não é construída no egoísmo e ódio mútuo, mas no bem e na coesão.

Pergunta: Se todos nós seguíssemos o seu conselho e as ideias da sabedoria da Cabalá, com que rapidez poderíamos derrotar o terrorismo no Oriente Médio?

Resposta: Eu estou certo de que dentro de alguns meses, veríamos mudanças incríveis no mundo. O que temos a perder? Nós estamos falando da necessidade das pessoas simplesmente se aproximar umas das outras.

Essa direção é justificada econômica, política e socialmente e está ligada à tendência geral da natureza, que mutuamente nos conecta e torna toda a humanidade uma única pequena aldeia global. Nós não estamos indo contra os princípios de ninguém aqui.

Comentário: Se todos se aproximassem e se unissem em pequenos grupos e tudo fosse se resolvesse, segue-se que as nações já não precisariam de liderança política.

Resposta: O mundo vai chegar a não ter fronteiras entre as nações. Quando as pessoas começarem a se aproximar, vão ver por si mesmas que não há diferença entre si e não haverá qualquer necessidade de fronteiras.

Sem preparar a população para isso, sem educá-lo no espírito da conexão mútua, nada terá êxito. Por exemplo, a Europa criou um mercado comum, em vez da unidade entre os povos; na verdade, há um banco comum, mas onde está a unidade? A aliança entre os líderes é feita para seu próprio lucro e não para a unidade e equilíbrio. A Europa não está unida por uma ideologia e educação comuns.

Pergunta: Se nós derrotarmos o ISIS e as fronteiras entre as nações caírem, toda a humanidade viverá feliz?

Resposta: É impossível derrotar o ISIS sem contrabalançá-lo através da força do bem, o poder da Luz. A ideologia dessa organização é muito forte e controlada por uma força que não é equilibrada pela força do bem.

Nós damos a ele o direito de existir e um sopro de vida, sempre que não o contrabalançamos através da proximidade e conexão entre as pessoas. Se começarmos a implementar a ideologia da bondade da unidade, eles virão a nós mesmos e trabalharão em parceria conosco pela unidade e o bem.

Cabe a nós agradecer-lhes por aquelas forças que nos forçam a unir. Afinal, é por isso que eles foram criados. É da natureza nos mostrar quem somos através da força negativa que nós mesmos criamos através de nossa inação.

Mas eu estou certo de que podemos contrabalançar essa força negativa com o método de correção da Cabalá. Ela lançou as bases para o princípio: “E amarás o teu amigo como a ti mesmo” (Levítico 19:18) cerca de 3500 anos atrás. Essa é a lei primária da natureza. E nós vamos alcançá-la juntos. De preferência, isso será feito o mais rapidamente possível e com pouco derramamento de sangue.

Do Programa de Rádio “O Eco de Moscou” 25/11/15

O Fogo Da Unidade Irá Iluminar Nossas Vidas

laitman_943Pergunta: Qual é o significado Cabalístico do feriado de Chanucá?

Resposta: Chanucá é um feriado de Luz. Nós celebramos um estado onde a Luz entra em nossas vidas, as ilumina, aquece e nos une. Tudo o que é exigido de nós é sermos melhores uns com os outros, não brigar e disputar.

Comentário: Isso me lembra as instruções que minha mãe me dava quando eu era criança.

Resposta: O que você pode fazer se você não ouviu essas palavras até hoje ?! Essa é a descoberta da nossa inclinação ao mal egoísta. Durante o feriado de Chanucá nós celebramos a chegada da Luz, que reina em nosso ego e faz com que seja possível ouvir que devemos nos conectar e unir, e desta forma expulsar a escuridão.

A escuridão é nossa separação, os conflitos, os argumentos, a competitividade, e o desejo de explorar e dominar os outros. E nós queremos ser bons amigos que se alegram com os sucessos uns dos outros; nós compartilhamos tudo: a alegria geral como se nós pertencêssemos a um único corpo. Se dermos pelo menos o passo mais ínfimo nesta direção, vamos ver como uma pequena lâmpada, o menor frasco de óleo, acenderá um fogo forte, quente e bom que ilumina todas as nossas vidas.

Pergunta: Como é possível explicar o milagre daquele jarro de óleo que queimou por oito dias às pessoas que não acreditam em milagres?

Resposta: Um milagre é uma força, a ação de uma lei da natureza que, por enquanto, é desconhecida para nós. Portanto, nós percebemos essa força como um milagre. Mas, na verdade, ela existe na natureza e não há milagres.

Para nós, parece um milagre que estamos nos aproximando de uma Luz natural que é revelada desde cima; é a força da mente, a força da Luz e da vida que nós mesmos adquirimos graças à nossa unidade. Dessa forma, nós eliminamos todos os inimigos que estão dentro de nós que não nos deixam unir. Essa é a guerra dos Macabeus em prol da nossa unidade. Se tivermos sucesso em expulsar os “Helenistas” (gregos), os nossos desejos egoístas individuais encontrados entre nós, e nos conectarmos, descobriremos a Luz em nossas vidas. E o feriado Chanucá é dedicado a isso.

Do Programa da Rádio Israelense 103FM 06/12/15

A Solução Para O Terror, Parte 1: A Arma Secreta da Unidade

laitman_943Pergunta: Você diz que o único meio contra o terror é a conexão e a unidade do povo judeu através do método da Cabalá. Isso significa que em vez de soldados precisamos de pessoas religiosas que estudem a Torá?

Resposta: Baal HaSulam explica a diferença entre aqueles que estudam a Torá no sentido religioso comum e aqueles que estudam a verdadeira parte interior da Torá, ou seja, a sabedoria da Cabalá, pela qual corrigem o mundo.

Não se trata de manter as Mitzvot (mandamentos) corporais, mas da principal Mitzva da Torá, que é o amor ao próximo: o amor de todo o povo de Israel. Nosso trabalho principal está na nossa intenção.

Baal HaSulam divide a nação de Israel em indivíduos não-religiosos e aqueles que estão conectados à força superior. Estes últimos são divididos entre aqueles que se ocupam com a parte interior da Torá, ou seja, a sabedoria da Cabalá, e aqueles que se ocupam com as Mitzvot corpóreas.

Quando falamos sobre o método de unir o povo de Israel, falamos apenas sobre a intenção interna, e não sobre as Mitzvot corpóreas.

Pergunta: Você não acha que há uma solução muito mais simples, como fechar Gaza, que irá pôr fim ao terror?

Resposta: Eu não sou um especialista em estratégia militar, mas só sei de uma coisa: mesmo se tivéssemos todas as armas e todo o dinheiro do mundo, e o resto do mundo não tivesse nada exceto o ódio que eles sentem em relação a nós, também não seríamos capazes de viver em segurança.

Afinal, o ódio que o mundo sente em relação a Israel é inflamado desde cima, a fim de guiar toda a criação rumo à adesão com o Criador. Portanto, qualquer ação neste mundo, seja econômica, social ou militar, não vai ajudar, exceto uma: a nossa intenção de unir todo o povo de Israel.

Um grupo que acrescenta a intenção correta de dar satisfação ao Criador, isto é, concretizar o Seu desejo de fazer o bem às Suas criaturas, deve liderar este processo unidade. A fim de fazer isso, nós precisamos nos voltar a toda a humanidade e conectar todos com a força superior, como está escrito: “A Minha casa será chamada casa de oração para todas as nações”.

Da 3ª parte da Lição Diária de Cabalá 05/11/15, Escritos do Baal HaSulam

No Limiar De Uma Terceira Intifada – Parte 2 “Unidade Como Defesa Contra A Calamidade”

laitman_936No Talmude está escrito que “Todas as calamidades vêm ao mundo somente para o bem do povo de Israel” (Yevamot 63a), para nos forçar a realizar a própria liberdade de escolha, para escolher o bom caminho e atrair o mundo inteiro a nós.

Isto é porque nós devemos ser uma “Luz às nações” (Isaías 42: 6), mas, de acordo com o nosso comportamento hoje, não estamos trazendo nenhuma Luz e não somos considerados o povo de Israel. Israel são aqueles que mantêm a regra geral: “E amarás o teu amigo como a ti mesmo” (Levítico 19:18).

Comentário: Mas as nossas pessoas tentam se comportar mais humanamente!

Resposta: Nós estamos num sistema de leis da natureza, e é preciso esclarecer exatamente o que precisamos fazer para sermos compatíveis a elas. A sabedoria da Cabalá é a sabedoria do mundo, e “Deus” é a “Natureza”; portanto, nós devemos examinar a natureza e entender exatamente o que é exigido de nós, e não apenas tentar.

É necessário examinar de forma precisa: nós nos conformamos com as exigências que são impostas a nós ou não? Nós temos que alcançar a unidade entre nós, a regra geral “Ama o próximo como a ti mesmo”. Se conseguirmos isso, vamos resolver os nossos problemas.

No livro Meor VeShemesh, está escrito que “A defesa essencial contra todas as calamidades é o amor e a unidade. Enquanto o amor, a unidade e a amizade habitam Israel, nenhum problema pode dominá-lo, e todas as difamações más e o sofrimento se afastam deles”.

Pergunta: Como é possível que, devido à nossa união, nós nos protejamos de problemas?

Resposta: A ideia é que o nosso mundo é “redondo”, fechado. Todas as partes da natureza (inanimada, vegetal e animal) e a humanidade estão conectadas num único sistema que se revela de geração em geração como uma rede de conexões rígidas.

Nosso sucesso é determinado por nosso grau de acomodação a este sistema, e todos os nossos problemas podem ser explicados como a falta de adaptação a ele. Hoje nós nos encontramos num mundo em que nenhum líder entende de acordo com quais leis o mundo funciona e como é necessário governá-lo para alcançar algum tipo de sucesso.

Algumas décadas atrás, na época de Churchill e Truman, não havia nada assim. Por isso, ainda era possível governar o mundo com sistemas autoritários agressivos como Stalin.

Hoje um método como esse não funciona mais; o que vai funcionar é apenas a mesma atitude “idêntica” para com o mundo, como tudo isso é em si. Isso ocorre porque a rede geral foi revelada, e nessa situação nada vai ajudar se o povo de Israel, que têm o método de associação, não trouxer o mundo inteiro à unificação.

Um círculo é associação. Nós estamos descobrindo que todos nós estamos conectados uns com os outros, que queiramos ou não. Nós estamos vivendo num mundo integral e global que está mutuamente conectado. Não há nada a ser feito sobre essa conexão, exceto se unir e conectar as pessoas; esta é a coisa principal.

Este segredo, que é a base da sabedoria da Cabalá, é a posse do povo de Israel. Ele possibilita conectar e unificar as pessoas; sem ele ninguém vai conseguir fazer isso, e através desta conexão e consolidação, todos os problemas são resolvidos. Portanto, está escrito: “Todas as calamidades vêm ao mundo apenas para o bem do povo de Israel”, para nos mostrar que ainda nos unimos e não trouxemos o mundo inteiro à unificação muito aguardada.

Continua…

Do Programa da Rádio Israelense 103FM, 11/10/15

Uma Explosão Atômica De Unidade

laitman_936Pergunta: Por que você diz que é preciso investir todas as nossas energias na conexão e união entre as pessoas? Eu ainda não vi nenhuma pessoa no mundo que fez isso e teve êxito.

Resposta: Receber uma boa energia e a oportunidade de superar a sensação de tempo e espaço, acima de toda a resistência negativa, como se estivéssemos flutuando no ar, só é possível com a condição que comecemos a nos conectar e unir.

Numa conexão entre duas ou mais pessoas, uma intensa energia positiva de repente começa a ser revelada que está preparada para elevá-las a níveis muito elevados acima da matéria, porque todo o nosso problema é que estamos perdendo as nossas energias em conflitos, confrontos e competições. No entanto, se nós alcançamos  unidade e compromisso, dentro desta conexão descobrimos uma enorme energia, como numa bomba nuclear.

Em princípio, de onde vem uma explosão nuclear? É simplesmente a conexão de uma massa crítica. Veja que poder é liberado dessa conexão, e no momento da conexão entre pessoas, esse poder será muitas vezes maior. Todo o poder espiritual no mundo superior, que está pronto para nos elevar acima do espaço e de nossa substância, vem somente da conexão e unidade.

Se nós estivéssemos conectados uns com os outros, então, nos pontos que nos conectam, descobriríamos o mundo superior. Ou seja, todo o trabalho se resume na nossa conexão e unidade, e é precisamente disso que toda a Torá fala.

No lugar da nossa conexão, a oportunidade de sair para o próximo nível, para uma dimensão mais elevada, para o mundo superior, nos é revelada. Lá, nós viveremos sem qualquer sofrimento ou dificuldade. Isso ocorre porque todos os nossos problemas resultam da nossa separação.

Do Programa da Rádio Israelense 103FM 20/09/15

Unidade Obrigatória

Dr. Michael LaitmanNas Notícias (eadaily.com/news): “Logo a Catedral de Notre-Dame em Paris vai se tornar a maior mesquita da Europa. Não está no poder do arame farpado e dos militares parar as centenas de milhares de pessoas que estão sofrendo. Noventa e oito por cento dos refugiados são homens jovens, aparentemente do ISIS, que ameaçam inundar as nações infiéis através deles.

“Os moradores de Munique realizaram uma manifestação de apoio à política de imigração do governo. Como resultado disso, os meios de comunicação europeus ativaram um vírus de propaganda transformando a população em zumbis. As pessoas estão perdendo gradualmente a capacidade de investigação independente do que está acontecendo. Já há algum tempo, não tem sido nenhum segredo que as instruções e dinheiro para a viagem dos refugiados para a Europa foi dado por empresas Americanas. Elas os organizam e os encaminham de acordo com caminhos requeridos; caso contrário, os migrantes não teriam atingido as fronteiras da União Europeia.

“Elas dão a cada refugiado um soldo único de 2.800 euros, uma sala mobilada e equipada (ou um apartamento para aqueles com uma família), um subsídio de 399 euros por mês, o pagamento de serviços médicos e escolas de idiomas para todo o período (até que o idioma seja aprendido). Nas escolas, cancelaram aulas de religião e removeram os crucifixos das paredes. O Imã da cidade de Hereford está exigindo a introdução de aulas em Islã para todos os alunos nas escolas, e o Ministro da Educação está pronto para concordar. Na cidade de Eschweiler eles proibiram o toque dos sinos das igrejas a pedido dos moradores, porque perturba os imigrantes. Agora eles ouvem apenas o muezim lá, e chamam o feriado de Natal de “feriado de inverno”. No mês do Ramadã eles sugerem para os trabalhadores em muitas empresas não comam ou bebam, para não constranger os muçulmanos”.

Meu Comentário: O Criador vai fazer o que for preciso para que possamos implementar o programa da criação. Se não avançarmos conscientemente à conexão e unidade, isso vai acontecer por meio da compulsão de cima.