Textos com a Tag 'Sociedade'

Os Quatro Estados De Uma Sociedade Egoísta

631.1Comentário: A Torá examina quatro relacionamentos entre as pessoas. Um deles: “O que é meu é meu e o que é seu é seu” é considerado o pior e é chamado de “Sodoma”. E em nosso mundo isso é considerado normal.

Minha Resposta: Não. Este é um estado anormal porque corta todas as conexões entre as pessoas. Não tenho o direito de dar algo a você ou de receber algo de você. Portanto, todos na sociedade estão totalmente isolados uns dos outros. Além disso, eles até espionam uns aos outros para cumprir essa condição.

Pergunta: É contra a unidade, contra a tendência da natureza de nos levar a um todo comum?

Resposta: Isso é completamente contra a natureza porque a natureza é construída sobre a interconexão entre átomos, partículas, células e pessoas, pelo menos em algo, pelo menos de alguma forma. E aqui tudo se baseia no isolamento.

O segundo estado: “O que é meu é seu, e o que é seu é meu”. Esta é a essência da natureza de uma sociedade primitiva onde tudo é propriedade comum: esposas, filhos, moradias e animais. Este estado é característico do egoísmo subdesenvolvido, em particular, de um sistema comunal primitivo.

O terceiro estado: “O que é meu é seu, e o que é seu é seu”. Na Torá, é chamado de Chesed.

Este é um estado bom, mas incompleto, no qual estou praticamente preso em dar a outra pessoa e pensar nos outros.

Isso é bom para pequenos grupos de pessoas, para crianças, para sociedades fracas, para os enfermos e idosos, quando eu dou e transfiro tudo para eles. Mas este é um estado imperfeito no qual não há fluxo de informações e forças, nem troca. Tudo vai em uma direção, e a natureza não é construída dessa forma.

A natureza se baseia no fato de que todas as suas partes estão integralmente encerradas em um sistema comum e, entre elas, há uma troca de energia, informações e forças vitais para apoiar todo o sistema em sua interação integral e correta.

O quarto estado: “O que é meu é meu e o que é seu é meu” é chamado de “criminoso” – quando recebo da sociedade mais do que deveria.

Basicamente, todos esses quatro tipos de interação entre as pessoas existem no egoísmo. Nenhum é perfeito. A Cabalá nos eleva acima deles.

Um estado perfeito é quando estamos em completa interação uns com os outros, em inclusão um no outro. Este não é o caso em nenhum dos quatro estados.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 13/05/19

Três Partes Da Sociedade Em Termos De Trabalho Espiritual

509Nós estamos em uma sociedade cercada por muitas pessoas diferentes. Quanto ao trabalho espiritual, quando uma pessoa deseja se fundir com o Criador, o que é alcançado precisamente na intenção, a sociedade pode ser dividida em três partes.

Uma parte é o povo de Israel (Isra-El), que se esforça diretamente ao Criador.

A segunda parte são os “egípcios”, ou seja, uma sociedade de pessoas que não se importam de forma alguma com a espiritualidade. Elas naturalmente fazem o que acham que é bom para si. Elas podem não entender o que estou fazendo, e isso não importa para elas. O principal é que se sintam bem.

A terceira parte é o “Erev rav” (multidão mista), ou seja, pessoas que acreditam que se deve obedecer aos mandamentos sem intenção.

A intenção é uma imagem completamente diferente. Uma pessoa deve elevar-se acima de seu egoísmo, atrair a luz superior para si mesma, converter o egoísmo em altruísmo e mudar absolutamente tudo dentro de si mesma e começar a sentir o Criador, o mundo superior.

Esse é um trabalho espiritual enorme e muito difícil. Portanto, há pessoas que acreditam que isso não deve ser feito. Certa vez, elas caíram do nível de intenções corretas em prol dos outros e em prol do Criador em intenções egoístas para si mesmas.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 22/04/19

A Sociedade Sem Futuro

182.02Pergunta: Nos tempos antigos, as pessoas imorais eram mantidas fora da ciência. Hoje, não há nenhuma conexão entre os princípios morais de uma pessoa e sua profissão. Essa situação pode ser melhorada?

Resposta: Precisamos aumentar o nível moral de um ser humano, caso contrário, seremos forçados a abandonar nosso futuro porque iremos nos destruir no final.

Existe uma convenção que proíbe a produção de substâncias tóxicas, mas quem a observa? Não podemos ser guiados por todos os tipos de restrições que apresentamos a nós mesmos.

Devemos educar uma pessoa para que ela possa ver que tais coisas no mundo funcionam contra ela. Uma sociedade que produz substâncias venenosas se arruína. Uma sociedade como esta não tem futuro.

Comentário: A humildade é inerente às pessoas que avançaram em termos de autoaperfeiçoamento moral mais do que outras. Elas não querem dar sermões a outras pessoas.

Minha Resposta: Isso está errado. Isso é um reflexo de seu egoísmo. Elas devem se superar e divulgar suas ideias, seus fundamentos e sua filosofia, porque tudo isso é para o bem da sociedade. Não importa se a pessoa se sente bem ou mal por causa disso, se ela se sente tímida ou não. Ela deve fazer isso!

De KabTV, “Habilidades de Comunicação”, 09/10/20

Como Construir Relações Iguais Na Sociedade?

962.2Pergunta: As pessoas se sentem desiguais e exigem igualdade. Mas quando elas alcançam a igualdade formal, imediatamente tentam destruí-la e se destacar de qualquer maneira. Onde está o limite entre querer ser como todo mundo e fugir disso?

Resposta: Onde é benéfico para uma pessoa, luta-se pela igualdade, e onde não é, luta-se pela individualidade.

Comentário: Na verdade, vemos que em países onde as pessoas são iguais, todos começam a tentar se destacar de alguma forma.

Minha Resposta: É impossível. Até que uma pessoa receba a quantidade certa de educação que a levará a um entendimento correto da comunicação entre todos, isso não será alcançado.

Acontece que a desigualdade é a base da comunicação. O mundo inteiro é construído com base na troca. Receber não faria sentido se todos fossem iguais.

Pergunta: Se não somos iguais do lado da natureza, isso significa que nós mesmos devemos construir relações iguais na sociedade?

Resposta: Claro. Podemos exigir da natureza uma explicação de como somos criados e como devemos ser, com que força devemos chegar do estado presente para o estado certo, e assim por diante.

Pergunta: As pessoas sempre lutaram por direitos iguais, igualdade geral perante a lei. Devemos realmente ser iguais nisso? É como se fosse a primeira etapa, então todos deveriam investir dependendo de suas qualidades?

Resposta: Mesmo essas condições de igualdade devem ser abordadas por meio de uma lei geral da natureza, onde todos somos dependentes uns dos outros e estamos em comunicação correta uns com os outros. Não podemos simplesmente pegar uma lei e começar a cumpri-la, e até punir aqueles que não a cumprem.

Pergunta: Você é a favor de todos terem oportunidades iguais?

Resposta: Condicionalmente iguais. Existem leis de reis, leis de plebeus, leis para camponeses, para escravos, para todos! Cada nível tem suas próprias leis, porque eles nem conseguem se entender.

Uma pessoa deve ter oportunidades condicionalmente iguais com todas as outras que lhe permitam realizar-se corretamente.

O que significa igualdade? Qualquer sistema determinístico dinâmico consiste em um grande número de subsistemas, cada um dos quais com suas próprias regras, as chamadas etapas. Portanto, o próprio sistema é integral, mas internamente, um com o outro, funciona não em uma base integral, mas em uma base diferencial.

Como em nosso corpo, existem órgãos mais e menos importantes para todo o corpo. Ou seja, o cálculo é feito com o organismo geral.

De KabTV, “Habilidades de Comunicação”, 11/09/20

Modelos De Comportamento Na Sociedade

628.1Observação: Existem vários modelos de comportamento na sociedade descritos há milhares de anos. Por exemplo, algumas sociedades vivem pela lei de “o que é meu é meu, o que é seu é seu”. Isso é peculiar ao sonho americano.

Meu Comentário: Essa é considerada a pior característica – a regra sodomita. Não há nada pior do que isso.

Este caminho é vicioso e o Criador (natureza) não concorda com ele e destrói este movimento. Se os americanos permanecerem no nível de “o que é meu é meu, o que é seu é seu”, eles simplesmente chegarão a um beco sem saída.

Mesmo o estado de “o que é meu é meu e o que é seu é meu”, que é considerado a condição de um criminoso, é muito melhor do que isso porque não cancela a comunicação entre as pessoas: eu tomo de você, você toma de mim, ainda estamos em algum tipo de conexão.

Há também o estado de “o que é meu é seu e o que é seu é seu”, que é a lei da doação completa. Este é o estado de um justo absoluto que faz tudo pelos outros. Ele está pronto para ser membro de uma sociedade certa e dá um bom exemplo aos outros.

É a isso que a sociedade humana deve chegar no futuro.

De KabTV, “Habilidades de Comunicação”, 21/08/20

Sociedade Como Um Indivíduo

259.01Pergunta:  A sabedoria da multidão é um belo termo. Mas na vida real, quando encontramos uma multidão nos estádios, durante protestos ou distúrbios sociais, vemos que ela é guiada pelos impulsos mais baixos.

Existe um método para usar a sabedoria potencial presente na multidão e direcioná-la para uma direção positiva?

Resposta: Eu acho que isso só é possível se fizermos uma imagem de um indivíduo da multidão. Devemos unir pessoas que são opostas e distantes umas das outras em caráter, aspirações, compreensão, etc. para alcançar um objetivo comum pelo qual elas podem se anular e usar seu egoísmo em benefício da unificação. Quando sua conexão atingir tal unidade, elas terão sucesso.

Normalmente nos deparamos com uma contradição entre o indivíduo e a sociedade: fazer o indivíduo prevalecer sobre a sociedade ou a sociedade suprimir o indivíduo. Mas aqui precisamos fazer da sociedade uma pessoa, de modo que reúna todos os elementos dos indivíduos que a constituem em uma única imagem coletiva.

Pergunta: O que significa fazer da sociedade uma pessoa? Cada pessoa é um indivíduo com objetivos e desejos diferentes.

Resposta: Quando as pessoas se reúnem para atingir um único objetivo, elas tentam usar tudo o que cada uma delas tem para atingir esse objetivo. Então, não há contradições entre elas. Elas se unem por um princípio muito estrito: acima de todas as contradições, mesmo acima do ódio, o amor prevalecerá.

De KabTV, “Habilidades de Comunicação”, 25/09/20

O Trabalho É A Conexão De Uma Pessoa Com A Sociedade

200.04Pergunta: Você diz que uma pessoa é obrigada a trabalhar mesmo que tenha meios de subsistência. Por quê?

Resposta: É óbvio que a sociedade precisa de seu trabalho. Ela trabalha por dinheiro ou para dar à sociedade o que pode dar? Não vemos o trabalho como uma necessidade. Consideramos que é uma participação humana necessária na vida da sociedade.

Pergunta: Então, uma pessoa que tem um meio de vida deve trabalhar para se conectar com outras pessoas?

Resposta: Claro! O trabalho é uma conexão com outras pessoas, com a estrutura geral da sociedade, da humanidade. Ela é obrigada a fazer isso precisamente para ser um ser humano, para fazer parte da sociedade, não para ganhar dinheiro. O trabalho é um meio de ser incluída na comunidade humana.

De KabTV, “A Era Pós-Coronavírus”, 04/06/20

Para O Bem Da Sociedade, Não Para Você Mesmo

546.02Pergunta: Você pode explicar o princípio “de cada um de acordo com suas habilidades, a cada um de acordo com suas necessidades”? Podemos dizer que este é o princípio fundamental da nova economia?

Resposta: Naturalmente. A sociedade deve dar a uma pessoa o que é necessário para sua existência normal, nem mais nem menos. Em troca, deve exigir dela toda a participação possível na vida e prosperidade da sociedade.

Não meça o bem da sociedade pelo crescimento da produção do produto. Se você tem tudo de que precisa, não há necessidade de aumentar a produção. O homem é o mesmo animal. Ele precisa de tanto quanto pode consumir. Não mais.

Ele não deve consumir 5.000 calorias hoje se consumiu 2.000 ontem. O crescimento do bem-estar social não consiste nisso, mas em uma maior conexão entre as pessoas, a fim de revelar umas às outras as camadas superiores da natureza.

Observação: Ao dizer isso, você está cancelando a pirâmide de Maslow. É claro que os ricos não podem mais comer e dormir em três camas. Mas, por trás das necessidades básicas, há um crescimento social de desejos egoístas por honra, poder e conhecimento. Você não pode pulá-los.

Meu Comentário: Depende da sua formação. Quando eu usar esses meios para beneficiar a sociedade, eles não serão definidos como poder, conhecimento, força, fama, etc. Será chamado de outra coisa porque eu faço isso pelo bem da sociedade.

Pergunta: Do que uma pessoa vai gostar?

Resposta: Do fato de que será respeitada não pelo poder, mas por trabalhar para os outros. Ela avaliará seu trabalho de acordo com a avaliação da sociedade.

Pergunta: Então, os desejos por riqueza, poder e conhecimento ainda permanecerão?

Resposta: Eles assumirão uma forma diferente: para o bem da sociedade, não para o seu próprio bem.

Pergunta: Os ricos ainda permanecerão?

Resposta: Não. Não haverá pessoas ricas. A sociedade não se permitirá ter essas pessoas. Além disso, uma pessoa criada em um novo ambiente não vai querer ser assim.

Pergunta: Mas o desejo por conhecimento certamente continuará. Os cientistas serão respeitados por suas descobertas. Qual é a diferença entre os cientistas de hoje e os cientistas do futuro? O que os motivará?

Resposta: Esses e outros estão trabalhando para satisfazer seu desejo egoísta de conhecimento. Não interfere na sociedade. Tudo o que não atrapalhe a sociedade ou permita que ela avance em direção a uma maior integração é recomendável. O bem público deve servir de bússola.

De KabTV, “A Era Pós-Coronavírus”, 04/06/20

Torne-Se Um Elemento Útil Da Sociedade

284.03Pergunta: A atração de pessoas para o trabalho pode ser dividida em três métodos. O primeiro é o trabalho forçado (escravidão, servidão). O segundo é o trabalho economicamente forçado para ganhar a vida. E o terceiro é o trabalho voluntário, à vontade, quando uma pessoa, talvez, não precise de nenhum meio para existir.

De acordo com a lei aprovada pela ONU, a pessoa tem direito ao trabalho obrigatório. Em alguns países, pessoas foram até julgadas por parasitismo. Você acha que isso está correto? Se uma pessoa não trabalha, o Estado deve obrigá-la a trabalhar?

Resposta: Depende de qual Estado e a que horas. Mas, em princípio, uma pessoa é obrigada a trabalhar; caso contrário, ela cairá nas mãos da sociedade, que terá que cuidar dela.

Um parasita não será jogado fora para morrer na floresta, para ser devorado por animais selvagens. Ele deve viver em sociedade, o que significa que ela cuidará dele. Se houver muitas dessas pessoas-parasitas, precisamos combatê-las. Afinal, não permitimos que ninguém nos governe. Por que essas pessoas deveriam aproveitar os frutos de nosso trabalho?

Pergunta: Ou seja, você é a favor de que o parasitismo seja punido por lei?

Resposta: Eu defendo que cada pessoa na sociedade passe por um sistema permanente de educação e criação, que não cessa até o fim de seus dias. E com base nos resultados de sua educação, ela mesma seria atraída para ser um elemento útil da sociedade.

Pergunta: A Declaração dos Direitos Humanos das Nações Unidas afirma que todos têm o direito de trabalhar e escolher um local de trabalho. Quem deve escolher o trabalho: a própria pessoa ou a sociedade?

Resposta: A sociedade deve educar uma pessoa para que ela possa ver onde pode ser mais útil para a sociedade. Além disso, ela deve estar sob a autoridade da sociedade e agir de acordo com ela. Ou seja, a sociedade é primária e uma pessoa é secundária.

De KabTV, “A Era Pós-Coronavirus”, 04/06/20

O Que Determina A Transformação Da Sociedade?

023Pergunta: Como surgiu a sociedade de consumo? Afinal, o desejo de consumir foi criado artificialmente nas pessoas por meio da publicidade, da mídia de massa etc.

Enquanto no passado os exploradores pagavam às pessoas para que pudessem sobreviver, agora eles propositalmente pagam mais para que possam perambular nos shoppings. Certamente isso foi feito de propósito.

Resposta: É assim que o egoísmo do homem era usado. Agora ele assumiu outras formas. As pessoas mudaram. Hoje você pode fazer metamorfoses um tanto diferentes com elas.

Observação: Se os ricos deste mundo criaram esta sociedade de consumo, eles próprios devem mudá-la.

Meu Comentário: Esses capitalistas se foram. Eles também já são diferentes.

Comentário: Mas as pessoas que têm bilhões hoje podem criar uma nova sociedade da qual você está falando se virem benefícios para si mesmas.

Meu Comentário: Acho que isso não virá delas. Não espero nada de bom de pessoas que mantêm sua riqueza e poder. Elas não podem mudar porque foram criadas dessa forma.

Observação: É difícil entender como pode ocorrer a transformação da sociedade, senão a partir das alavancas que as autoridades e os ricos têm.

Meu Comentário: Ela vem de dentro. O próprio homem muda e muda a sociedade. Veja a nova geração, como ela difere da anterior. Levará mais alguns anos e tudo isso vai mudar de qualquer maneira.

Pergunta: Você acha que a economia muda porque as necessidades internas do homem mudam?

Resposta: O vírus nos ajudará. Ele vai acelerar esse processo.

De KabTV, “A Era Pós-Coronavírus”, 04/06/20