Textos com a Tag 'Humanidade'

Ajudando A Humanidade A Ascender

254.02Pergunta: Se eu escolher o caminho da luz, como isso se reflete nas pessoas que seguem o caminho do sofrimento?

Resposta: Cada pessoa que escolhe o caminho da luz se torna seu condutor em nosso mundo. Nosso mundo recebe grandes nutrientes, luzes e, então, mais pessoas inconscientemente anseiam por esse caminho.

Portanto, cada pessoa que se compromete com a correção ajuda a ascender. Ela ajuda as pessoas a entender o mal antes que ele se concretize na matéria, evitando problemas, golpes e muitas guerras.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 14/07/19

A Humanidade É Uma Única Alma

933Pergunta: O que é a entrada para a terra de Israel dentro de nós?

Resposta: O homem é a criação comum, Adão. Todos nós fazemos parte de sua alma. Esta é uma imagem espiritual coletiva, que em si mesma não consiste em seres separados como nós, humanos, geralmente nos vemos.

Ela representa a totalidade de todas as nossas propriedades, especialmente as espirituais. Em princípio, tudo o que está em cada um de nós constitui, por assim dizer, uma figura espiritual chamada “Adão”.

Naturalmente, de geração em geração, todas as partes desta figura, ou melhor, suas propriedades individuais, passam gradualmente por suas correções na equivalência com o Criador.

E quando esta equivalência for totalmente completada, o estado de correção completa virá e o Criador aparecerá e preencherá a imagem de Adão, nossa alma comum, que se reunirá neste estado, começando em nosso mundo, do nível terreno, até o mais alto, incluindo todos os mundos.

Essa alma estará em todos os mundos, mas não no sentido corporal. Isso incluirá o preenchimento de todos os mundos, o que significa que chegará ao estado de correção completa (Gmar Tikkun).

No momento, estamos começando a entrar na última parte deste estado. Portanto, nossa geração é chamada de última geração, o que corrige a quebra da alma comum que ocorreu antes de nós e que fundamenta nossa existência como indivíduos.

Devemos nos unir internamente como um homem com um coração, tantos bilhões de almas em uma alma, em uma estrutura espiritual.

De KabTV, “Segredos do Livro Eterno”, 19/05/21

Românticos Não Serão Os Únicos A Trazer Felicidade À Humanidade

294.2Se você quer construir um navio, não convoque os homens para juntar lenha, divida o trabalho e dê ordens. Em vez disso, ensine-os a ansiar pelo mar vasto e infinito.
(Antoine de Saint-Exupéry)

Minha Resposta: Sim. Isso é o que estamos criando. Estamos construindo um grupo que deve cruzar essa distância – um mar praticamente infinito – embora seja chamado de Yam Suf (Mar Vermelho, em hebraico), ou seja, o mar final entre nós e o Criador. É finito porque está além do egoísmo.

O próprio grupo é um navio. Nenhum navio é necessário, exceto o grupo. O grupo é este navio em que seus viajantes navegam para o destino desejado. O navio é simplesmente um esforço conjunto para ficar juntos, dar as mãos e fazer de si mesmos um vaso ou um navio no qual possam juntos cruzar o mar egoísta.

Pergunta: E não haverá vazamento? Não haverá buracos no navio?

Resposta: Eles terão que remendar todos ao longo do caminho.

Pergunta: Ou seja, eles aparecerão de uma forma ou de outra?

Resposta: Claro, necessariamente assim. Essa é a essência da travessia desse mar final. Isto é, quanto mais egoísmo se manifesta entre eles, maior é a conexão que devem construir entre si.

Pergunta: Isso é assim na Cabalá. Mas por que isso não acontece no mundo? Os líderes carismáticos vêm com ideias empolgantes, começam a reunir as pessoas ao seu redor como se estivessem construindo um vaso, e mesmo assim tudo vai pelo ralo.

Resposta: Porque no final das contas tudo gira em torno de dinheiro.

Comentário: Você nem disse: tudo é sobre o ego.

Minha Resposta: Não, é ainda pior. Muito mais baixo. Apenas dinheiro.

Pergunta: Você acha que todos esses líderes que acendem faíscas, tudo o que veem é dinheiro?

Resposta: Claro! Eles não podem pensar de outra maneira.

Comentário: Há um fato bem conhecido na história: os revolucionários chegam, há um período romântico em que as pessoas se aglomeram em torno deles, começa a luta pelos ideais, e tudo se transforma em derramamento de sangue e morte.

Minha Resposta: Então tudo isso é discretamente assumido por pessoas sérias, não românticas, para ganhar um bom dinheiro e poder com ele.

Pergunta: Mas como os românticos se vendem? O que está acontecendo com eles?

Resposta: Eles não têm cérebro. Eles funcionam puramente na paixão.

Pergunta: E existe tal espírito para fazer a humanidade feliz? Você entende esse espírito – trazer felicidade às pessoas?

Resposta: Esses são românticos. Você não trará nenhuma felicidade às pessoas. Porque as pessoas não precisam da sua felicidade romântica. As massas seguirão alegremente não o romântico, mas o pragmático.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 08/04/21

Dois Anjos Acompanham A Humanidade

631.1Uma vez que o homem chega ao Egito, com o tempo ele adquire lá um desejo de receber cada vez maior. No início, ele aceita esse desejo com alegria. Ele se sente bem com o fato de estar se desenvolvendo, enriquecendo e compreendendo o mundo.

É assim que todo o nosso mundo tem se desenvolvido até recentemente. Mas, de repente, descobrimos que todas as nossas conquistas não são boas para nós. Na verdade, construímos uma prisão para nós, uma verdadeira escravidão da qual não podemos escapar. O egoísmo está nos enterrando, amarrando nossas mãos e pés. Mesmo que tenhamos feito tantas coisas aparentemente boas para nós mesmos, elas de repente começam a nos dominar e nos controlar.

Primeiro, eu trabalho para adquirir coisas, depois tenho que continuar trabalhando para manter minhas aquisições, desenvolvê-las e melhorá-las. Estou trabalhando cada vez mais para pagar uma casa maior, um carro, uma escola melhor para as crianças e muitas outras coisas.

Uma pessoa vê que está na escravidão. Anteriormente, ela pensava que estava organizando a vida para seu próprio benefício. Agora ela não pode descansar e aproveitar a vida. Ela está trabalhando cada vez mais. Seu cônjuge também está trabalhando agora e eles ainda não conseguem se livrar das dívidas. Essa é a verdadeira escravidão, que não tem fim à vista.

Além disso, a pandemia do coronavírus aconteceu, e quem sabe quantos mais golpes desse tipo nos aguardam adiante. Estamos começando a perceber que construímos uma vida que não é boa. No entanto, há um aspecto positivo nisso porque é agora que a sabedoria da Cabalá pode ser revelada e as pessoas podem ouvi-la. É por isso que está sendo revelado.

Então, essas duas forças que aparecem na natureza: o Faraó de um lado e o Criador do outro, nos ajudam a avançar para o fim da correção, “… os dois anjos que acompanham a pessoa na véspera do Shabat [sábado]…”.

Da Lição Diária de Cabalá 04/04/21, “ Pessach

A Humanidade Na Escravidão Egípcia

592.04Pergunta: Por que é preciso primeiro ir ao Egito para sair do estado egoísta?

Resposta: A fim de perceber quem você é, que você é totalmente o oposto do Criador, que você não é um ser humano, mas um animal controlado apenas pelo egoísmo. Isso só é possível se você estiver em um estado chamado “Egito”.

Pergunta: Podemos dizer que toda a humanidade ainda está no Egito?

Resposta: Sim. Toda a humanidade está no estado de Mitzraim (Egito), quando a pessoa não percebe que é controlada apenas pelo egoísmo.

Mitzraim (Mitz Ra) em hebraico significa concentração do mal.

Pergunta: Então, para revelar o amor, é preciso entender o ódio. Acontece que o exílio egípcio é uma garantia de que a pessoa algum dia adquirirá propriedades altruístas no futuro?

Resposta: Sim. Tudo isso já foi planejado e só deve assumir sua aparência material.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 26/03/21

Trabalho Para Toda A Humanidade

582.03Comentário: Hoje, muitos países se deparam com a questão do que fazer com o iminente desemprego em massa. Afinal, essa é uma camada enorme de pessoas que precisarão ser apoiadas.

Minha Resposta: Já existe trabalho para elas: aprender a se reunir em um único coletivo, como se contentar exatamente com o que é necessário para a existência na corporeidade e na espiritualidade, a se unir no “ama ao próximo como a si mesmo”, e neste movimento de amigo para amigo, começar a compreender a força superior.

Portanto, há trabalho para que todos se unam. É melhor se for dividido em muitos indivíduos. Eu acredito que as pessoas precisam fazer exatamente isso. Portanto, o mais importante é o trabalho social, que deve ser feito com todos.

Pergunta: Que benefício a elite verá com esse trabalho das massas?

Resposta: A elite, é claro, também deve se reorganizar. Haverá muito mais problemas até que ela, delirando com o desejo de lucro, poder, conforto, apoiando-se mutuamente, criando a chamada “Hollywood”, e assim por diante, não passe a realização do mal de sua natureza, a inutilidade de sua existência.

Acho que para isso precisamos mostrar a ela que está se enganando. Ela não apenas distribui drogas às massas, mas, em princípio, ela própria está sob a droga da riqueza, do poder e das feiras de vaidade.

Precisamos sacudi-la com o fato de que sua vida é temporária, sem valor. Bem, ela viverá de 10 a 20 anos a mais do que o resto, e depois? Podridão? Aqui ela recebe algo completamente diferente, para trocar sua falsa liberdade, poder e vaidade pela eternidade e perfeição.

De KabTV, “Desafios do Século XXI”. 24/04/19

O Destino Da Humanidade

254.02O propósito do homem na Terra é atingir o próximo nível supraegoísta de sua existência. Vemos que o egoísmo nos levou a um beco sem saída.

Como você alcança um novo nível? Isso é ensinado pela sabedoria da Cabalá, que diz que devemos nos elevar acima de todas as crenças, religiões e costumes. Mas eu acho que durante esse tempo, eles também passarão por mudanças sérias.

Gradualmente, a humanidade se convencerá da necessidade de atingir o próximo grau de sua existência. Mas surge a pergunta: “É mais fácil para nós alcançá-lo quando somos muitos de nós (bilhões) ou poucos de nós (milhões)?”

De acordo com a Cabalá, não temos o direito de regular a massa humana. Devemos estar engajados apenas na obtenção da força superior que nos controla, para conhecê-la, para entrar em contato com ela. Essa força é chamada de “natureza”.

A natureza integral e global inclui não apenas o nosso mundo, mas também outras formas dele que não conhecemos. Não podemos alcançá-las ainda porque somos muito limitados por nossa visão de mundo e sentimentos egoístas. A realização de todo o universo será o objetivo da existência da humanidade.

Para fazer isso, precisamos de muitas pessoas para dividir essa tarefa enorme e difícil nas menores partes, cada uma das quais pode fazer seu próprio trabalho, e colocar todas as peças juntas.

Portanto, sou a favor de não destruir ninguém e não pensar nisso, mas apenas em como direcionar as pessoas a buscarem a força superior e se tornarem como ela – cada um e todos juntos.

De KabTV, “Desafios do Século XXI”, 24/04/19

Sacuda A Humanidade

961.2Comentário: Cada país tem seu próprio egoísmo, suas próprias reivindicações. Entre os países existe o chamado darwinismo vulgar: eu estou melhor e você está pior.

Segundo o famoso cientista Kapitsa, quando formos 11 bilhões de nós, a necessidade dos países desaparecerá por si mesma.

Minha Resposta: Não acho que o número de pessoas na Terra aumentará para uma qualidade diferente. Ou seja, há mudanças nas pessoas, mas são internas, não quantitativas.

Afinal, vemos como a nova geração não quer nada. Eles não estão interessados ​​em nada, exceto em seus telefones. Eles veem sua vida apenas neles. Eles nem mesmo falam um com o outro.

Ainda assim, tenho esperança de que a humanidade, estando neste estado, possa ouvir algo. Não devemos desistir, devemos fazer algo.

Acho que podemos sacudir aquelas pessoas que sentem desapego e vazio e mostrar-lhes que existe uma oportunidade de se elevar acima de nossa natureza egoísta porque ela nos enterra em si mesma.

Nossa principal tarefa é nos conectarmos uns com os outros, acima de todas as divergências, sem políticos e presidentes. É a conexão que revelará a força positiva que falta em nosso mundo. Isso vai mostrar e completar nossa força interna, egoísta e negativa. Então podemos encontrar um paradigma do desenvolvimento correto de uma pessoa.

De KabTV, “Juntos sobre a Coisa Principal”, 18/07/18

Humanidade Versus Adão

600.04Comentário: As nações do mundo ainda acusam Adão de cair no pecado, e agora estamos supostamente atormentados por causa do que ele fez na Terra.

Minha Resposta: Não estamos falando de uma pessoa em nosso mundo, mas da construção espiritual de Adam HaRishon. Nós somos sua consequência, suas partes, como sua alma despedaçada em muitas almas e esses fragmentos existem em cada um de nós.

Comentário: Ou seja, a humanidade se engana no fato de ser ela a culpada por todos os nossos problemas. Na verdade, tudo o que aconteceu deveria ter acontecido.

Minha Resposta: Quem pode falar sobre isso?! O que a humanidade entende sobre a construção de Adam HaRishon (o primeiro homem) e sua queda do nível espiritual para o nosso mundo?

Tudo isso está no nível do mundo de Atzilut. É necessário estudar a estrutura dos mundos superiores, seu sistema, seu funcionamento e a maneira de manter o equilíbrio. Esses são enormes sistemas autogovernados, dos quais todos os sinais de controle descem sobre nós, que recebem nossas reações e são reorganizados de acordo para nos conduzir constantemente para a frente.

Esse é um sistema enorme, contra o qual nossa Terra e nosso universo não são levados em consideração, embora seja o centro das atenções de todo o sistema. Nós somos os menores.

Portanto, dizer que podemos culpar alguém usando nosso cérebro, nosso entendimento, é tolice. É como se uma criança repreendesse os pais, dizendo: “Mamãe é má, ela não me dá isso!”

De KabTV, “O Poder do Livro do Zohar” # 7

No Aperto Da Teia De Forças

424.01A humanidade luta por diferentes formas de liberdade há milhares de anos, mas no final vemos que não a temos. O homem começa a perceber que não nasceu livre e não morrerá livre. “Contra a sua vontade você nasce; contra a sua vontade você vive, e contra a sua vontade você morre”.

O conceito de liberdade é bastante relativo. Eu posso ir para a direita ou para a esquerda, fazer o que estou predisposto a qualquer momento. Mas isso não é liberdade, porque não posso imaginar como estou preso na rede de forças e controle.

Cada um de nós é influenciado por seus genes, sociedade, formação e a geração em que nasce. Assim, uma pessoa tem apenas a ilusão de liberdade. Dentro da estrutura dessa ilusão, existimos e lutamos por ela.

Dar ao homem a oportunidade de estar nesta ilusão, em geral, é a preocupação de todos os soberanos e governantes, em como satisfazer as pessoas para que elas fiquem satisfeitas, mas na verdade sejam completamente controladas. Isso é o que resta para as pessoas e seus líderes.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 29/04/21