Textos com a Tag 'garantia'

Trabalhar Em Conjunto Com A Luz

A sabedoria da Cabala descreve a criação a partir do nível da Infinidade (Ein Sof).  Na Infinitdade tudo existe e o “Infinito” existe em relação ao Criador. No Infinito, a Luz e o vaso são encontrados em uma unidade maravilhosa, pois são iguais, apóiam um ao outro, e formam um ao outro, porque não há luz sem um vaso e não há nenhum vaso sem Luz. Eles existem em um estado permanente.

E, em continuação, a fim de adquirir um vaso que foi criado no Infinito e é encontrado em unidade com o Criador, em consciência e compreensão do seu estado, cinco mundos (ocultações) foram criados: Adam Kadmon (AK), Atzilut, Beriá, Yetzira, e Assiya (ABYA). E esse mundo é encontrado em todos os mundos, destacado deles. Estamos completamente separados do sistema espiritual, sem entender absolutamente onde estamos e o que acontece lá.

A fronteira que passa acima de nós é chamada a Machsom. Ela determina a realidade dentro da qual todos nós nascemos e vivemos, o nível atual do desenvolvimento, de geração para geração. Um único Infinito preenche todo o Infinito. E a Luz do Infinito outorga a nós na forma de Ohr Makif (OM), que nos desperta para evoluir. Nós dependemos disto, e no atual estágio, cabe a nós aprender a encontrar uma linguagem comum com isto. [Leia mais →]

Positivo Em Vez De Negativo

Pergunta: Como pode uma pessoa abrir seus desejos ante os amigos a nível corporal, bem como a nível espiritual?

Resposta: Todos devem sentir que estão em sua própria família onde você pode ter certeza de que não importa o que aconteça, é tudo seu. Todos os problemas, as explosões, as divergências com os filhos ou o cônjuge são todas suas e você tem que consertar as coisas, não importa o quão difícil seja. Então tente tratar os amigos dessa meneira e ver; verifique o seu coração para ver se está realmente inclinado a responder dessa maneira, se ele tem esta inclinação e esteja preparado para isso.

Temos de desenvolver nossa conexão até chegarmos ao nível da garantia mútua. Garantia mútua é quando eu estou pronto para responder desta maneira a tudo pelo bem de todos, como uma mãe no que diz respeito a seus filhos. Ela está pronta para ser responsável e prover seus filhos com tudo o que eles precisam. Isto é natural e todos entendem isso na nossa vida comum. Eis porque vivemos no mundo corporal. Mais tarde este mundo irá desaparecer e vamos ver as forças em vez de corpos. Este mundo é chamado fictício, porque em vez de forças e qualidades, sentimos o corpo como a natureza inanimada, vegetativa, animada e as pessoas, que são toda a matéria. Mas depois veremos que isso são forças de receber e doar. [Leia mais →]

Conexão é Vida

A “matéria” de nosso desejo é “pó”, e isso não muda. A única coisa que muda é o nível de ligação entre as partículas dessa “poeira”. Então, primeiro de tudo, temos que perceber a nós mesmos não apenas como o desejo de receber. É porque esse desejo possui 613 diferentes formas especiais, e em cada uma delas queremos aproveitar apenas para nós mesmos.

Isto é bastante claro:  Todo mundo quer desfrutar de algo e desta forma separar e romper o grão de seu desejo em 613 partículas de auto-apreciação. Claro, ninguém pode contar com esse número e nós o usamos como uma figura de linguagem.

Então o trabalho da nossa ligação com outras pessoas começa. Essas “migalhas” na verdade permanecem sem vida, como é dito: “ Do pó vieste e ao pó voltarás” O que conta é a ligação especial entre as partículas, o que lhes dá vida.

Os cientistas não conseguem ainda entendê-las e não podem transformar a natureza inanimada em vida. Eles tentam usar descargas elétricase outros meios, mas uma pessoa não pode fazer tal coisa. Não é alquimia; é muito mais complexo, uma vez que a força superior tem que ser revelada em uma forma real da vida.

Uma pessoa pode fazer isso somente se ela invoca a ação da Luz que Reforma. A fim de transformar a natureza inanimada para o nível vegetativo, o nível vegetativo para o nível animado, e assim por diante, deve haver uma parte da Luz que Reforma em cada vez.

Portanto, com a ligação entre as nossas partículas escuras descobrimos a vida nesta ligação. Elas permanecem no desejo de receber da natureza inanimada, mas o respeito mútuo que elas criam entre si, a garantia mútua, a concessão mútua, a rede que queremos construir com a ajuda da Luz, transforma-se no nível vegetativo e nele flue

m as forças da vida, que provêm da fonte da vida, do Criador. Em seguida, a partir do nível vegetativo elas mudam para formas mais complexas do animado e os níveis de fala da natureza.

Devemos entender a estrutura básica, a essência deste sistema:  As partículas continuam a ser os mesmos desejos que foram criados como a existência de ausência, e a conexão entre eles é a existência da existência.

[83990]
Da  4 ª parte da Lição Diária de Cabalá de 26/7/12, “Introdução ao Livro do Zohar”.

Material Relacionado:
Um Ponto Que Contém O Infinito

 

Garantia Mútua é uma Lei sem falhas

Se somos fiadores uns dos outros, somos fiadores em tudo, na alegria e na tristeza. Isto porque a garantia mútua não é apenas a assinatura de um documento. Nós nos unimos para que todos os estados venham até nós como um único todo. Esta é a forma que uma garantia funciona em um banco: Se uma pessoa não pagar, você paga, sem nenhum argumento.

E para nós é mais do que isso.  Você deve amar o seu amigo mais do que você. Afinal, o mandamento de amar o teu próximo exige que você coloque outro no lugar do seu precioso eu. Isso é garantia mútua: uma promessa de que é impossível retirar-se.

A Luz superior sabe como organizar a unidade, mas temos que preparar o caminho para nós mesmos.  No começo nós nos tornamos parceiros e conectamos uns aos outros. Mas tudo isso ainda é “nós”: muitos e não um. E depois o nosso desejo vai se fundir num só, e este todo completo estará acima de nós, como um bebê no qual todos se preocupam.

Está  escrito “O olho do Criador está sobre aqueles que o temem, sobre aqueles que esperam a Sua amorosa bondade “(Salmo 33). Estamos constantemente olhando para o bebê e constantemente apoiando-o com todo nosso coração, esperando que ele só cresça, de que ele seja forte e saudável, que ele seja feliz e se sinta bem.

Esta é a forma como olhamos para o nosso bebê que está acima de nós e pertence a todos nós. Todos nós, em nossa mente e alma, estamos lá, em um desejo. Queremos descobrir dentro de nós o espírito da vida: o Criador.

[72761]
A partir da 4 ª parte da Lição Diária da Cabala, 14/03/2012

Material Relacionado:
Foco Na Garantia Mútua
O Que É A Garantia Mútua?

O Necessário E O Suficiente

Dr. Michael LaitmanPergunta: Eu estou num grupo virtual. Se a garantia de dois amigos é obrigatória para participar da convenção, quem pode assiná-la para mim?

Resposta: Por enquanto, preocupe-se com isso.

Além dos homens que saíram do Egito, havia também mulheres, crianças e idosos. Você entende que vai para a convenção como uma “mulher”, uma “criança” ou um “idoso”? Você entende que sua missão é a anular-se tanto quanto possível? Você não sabe como se conectar com os amigos porque uma mulher não pode se conectar. Mas você realmente quer que isso aconteça, porque a mulher tem que apoiar esta união em todos os sentidos.

Talvez você seja um “escravo”, isto é, você obedece ao seu egoísmo, mas está disposto a servir e ajudar no que for necessário. Está à procura de ganho pessoal, quer a espiritualidade para si mesmo, e não consegue se desconectar da preocupação egoísta com o seu próprio bom futuro. No entanto, você está ciente disso e entende que é um escravo do amor-próprio, e ainda assim você quer se juntar ao ataque espiritual.

Um “escravo” está sob o poder externo; o Faraó ou o Criador o governam, o que é o mesmo, porque o Faraó é o meio do Criador. E se você ainda quer participar, você vem para a convenção consciente do seu grau e coloca todos os seus esforços para estar com os amigos.

De qualquer maneira, você está fazendo todos os esforços, e suas possibilidades não dependem de você: elas são categorizadas por graus. Se você tiver se esforçado um pouco, você é uma “criança”, se for mais, você é um “escravo”, mais ainda, um “idoso”, mais, uma “mulher”, e ainda mais, um “homem”. Você recebe a força do Alto, mas você tem que aplicá-la completamente, a fim de tentar se manter, se envolver. Não é o nível que importa.

A pessoa que está tentando dar o seu melhor para estar conosco, semelhante a uma criança agarrada a adultos, não interfere de forma alguma, mas só ajuda. Assim, onde quer que você esteja, venha.

Pergunta: Em que condições é que a pessoa vai para a convenção como um “homem?”.

Resposta: Se a pessoa participa de todas as aulas matinais, paga Maaser (dízimo), participa das reuniões de amigos, em todas as atividades do grupo, e está totalmente envolvida na disseminação em massa, então ela segue o conselho dos Cabalistas. Estas são as mínimas condições físicas, ainda não relacionadas com o trabalho espiritual. Isto é necessário.

Além disso, será que ela realmente se anula perante o grupo, a fim de sentir a necessidade de união? Essa necessidade deve dar lugar ao seu grito de socorro, para que a Luz superior responda.

Assim, as condições externas não dizem nada sobre o nível espiritual, pois elas são necessárias, mas não suficientes. Elas podem ser observadas, independentemente dos estados espirituais. Além disso, existem condições suficientes que devem ser executadas internamente.

Da 4ª parte da Lição Diária de Cabalá 20/02/12, “Conselhos para a Convenção de Arava”

Espiritualidade está Só Entre Nós

Baal Hasualm, “Arvut (Garantia Mútua)” (versão resumida): O Senhor falou “Agora, pois, se quereis dar ouvidos à Minha voz, de fato, e guardardes a Minha aliança, então sereis Meu próprio tesouro dentre todos os povos, e vós sereis para mim um reino de sacerdotes e uma nação santa”. E todo o povo respondeu, e disse:” Tudo isso, faremos”. “Essas palavras não parecem cumprir o seu papel, porque o senso comum dita que se um amigo se oferece a outro para fazer algum trabalho, e ele quer que ele concorde, ele deve dar-lhe um exemplo da natureza do trabalho e sua recompensa. Só então o receptor o examina, seja para recusar ou aceitar”.

“Quando começamos a trabalhar com os vasos, eles não estão redondos ainda, porque eles estão divididos em três partes: Cabeça, internalidade e fim. Como um todo, nossa realidade está na forma de uma pirâmide que é feita de cinco camadas de aspereza: raiz, um, dois, três e quatro. Esta é toda a realidade.

O ponto no coração (*) desperta nos vasos mais puros e ele pode atender a correção sobre os níveis de raiz, um e dois. Juntos, eles compõem a parte chamada “GalgaltaEynaim”,(GE), ou “Israel”, que vem das palavras em hebraico “KelYasher” significado “direto para o Criador.”  Por sua natureza, eles são os vasos de doação. [Leia mais →]

A Disseminação É Nossa Garantia

Dr. Michael LaitmanAlgumas pessoas pensam que se elas ouvirem nossas aulas, lerem meu blog, e trocarem e-mails, elas participam do avanço geral. Na verdade não há participação prática aqui.

Quanto mais você espalha a nossa mensagem no mundo, mais você avança. Não se esqueça disso. Se você não disseminar, você está parado, você não está avançando. Assim, calcule suas ações no final do dia: você fez alguma coisa ou não? Somente ações concretas podem ser medidas. Não espere que outra pessoa as faça por você.

Ser um membro do Bnei Baruch significa disseminar a sabedoria da Cabalá ou a mensagem da Arvut (Garantia Mútua), realizar o verdadeiro trabalho de disseminação e ser capaz de trazer números e relatórios que você possa apresentar. Mas, se você simplesmente faz o download da aula, é inútil.

Na convenção nós alcançamos o ponto de conexão. Nós conseguimos isso graças ao fato de que todo o mundo exige isso de nós. A questão é:  nós estamos prontos para responder a sua exigência? Podemos fazê-lo avançar e dar a ele o método de correção e conexão? Nós só podemos avançar ao cumprir essa missão e de nenhuma outra forma.

O objetivo da criação exige o mundo inteiro, não somente por nós. Nós somos o meio para o avanço geral. Se o meio cumpre sua missão, então está certo, e ele também avança com todos os demais. Se ele não cumpre, outro meio será encontrado. Não há garantias.

Olhe para os grupos que não disseminam, ou para ser mais exato, ao que resta deles. Como você pode avançar sem cumprir o conselho dos Cabalistas que alcançaram as leis da criação? Isso não é só um capricho meu, está escrito nas fontes.

Portanto, preste atenção para o fato de que você está atrasado na sua disseminação em comparação ao avanço do mundo, e você ainda procura por diferentes desculpas. Mas, não há desculpas aqui. Estamos falando de ações concretas que nada têm a ver com a pessoa, seu estado atual, com seus altos e baixos.

Portanto, não espere pela iniciativa do grupo central. Se você quer avançar, este é o caminho.

Até agora nos foi dada a chance de avançar, mas o futuro não está garantido de forma alguma. Avançamos somente graças à disseminação. Essa é nossa garantia. Assim, no final de cada dia, precisamos examinar claramente: O que eu fiz para o mundo hoje? Afinal, o mundo precisa disso, e o Criador dispôs tudo da seguinte forma: a sabedoria da Cabalá foi revelada somente a mim para que eu possa disseminá-la aos outros, de uma forma ou de outra. Eu sou o adaptador, o elo. Caso contrário, nada virá disso.

Da 1a parte da Lição Diária de Cabalá 12/12/11, Escritos do Rabash

Valores Eternos

A sociedade de garantia mútua é construída de tal forma que me obriga a ser seu participante ativo o tempo todo porque com todo esforço dirigido a beneficiá-la, recebo a realização e entusiasmo Qualquer pessoa que trabalhe para o bem da sociedade ajudando-a merece respeito e encorajamento: medalhas, prêmios e elogios, todos os que lhe dão enorme prazer.

Eu não me realizo pelos dólares que eu tenho na conta bancária na Suíça. Estou realizado pelo sentimento que eu tenho, um sentimento de dignidade, importância, utilidade, e plenitude. Isso é muito mais! E ninguém pode tirar isso de mim.

[61418]

De um programa de TV “O Mundo Integral” 30/10/2011

Material Relacionado:
O Homem Na Fase Final Do Desenvolvimento
Por Que Nós Precisamos De Dinheiro?

O Ginásio da Ascensão Espiritual

Nós não revelamos todas as coisas que desejamos revelar com nossa própria força em nosso vaso atual da percepção, ou seja, o desejo de receber prazer, mas sim, nas qualidades de doação. O mundo corporal é revelado nas qualidades de recepção, enquanto o mundo espiritual, nas de doação.

Nós não somos capazes de ver ou sentir qualquer coisa no mundo espiritual, porque não temos a propriedade de doação. Percebemos tudo o que vivenciamos no nosso desejo de receber prazer dirigido “em direção a si mesmo”, enquanto o mundo espiritual é percebido no desejo de doar quando saio do desejo de receber prazer, “fora de mim mesmo.”

Como podemos aproximar-mos disso quando essas duas formas de percepção são opostas entre si? Cabalistas dizem o seguinte: Tente usar a doação, praticá-la, fazendo a mesma ação com os outros, quando cada pessoa, juntamente com todas as outras, tentando sair “fora de si”, do seu ego, para os outros. Imagine essa aspiração tanto quanto você puder. [Leia mais →]

A Infinidade que Flui Através de Você

A garantia mútua é quando todos se unem de uma forma que todos cumprem os desejos do outro. Nenhum de nós pode se realizar por conta própria, isso é impossível no mundo espiritual. Só posso cumprir os desejos de alguém, em 100%. Se eu atingir o mundo do Infinito, isso significa que todos os vasos espirituais (desejos) estão diante de mim, e eu os realizo todos com a Luz do NaRaNHaY,que passa por mim como uma Luz infinita que flui através de mim para os outros.

E eu fiquei com a Luz de Nefesh de Nefesh presente em mim em todos os momentos. A Luz restante passa por mim e realiza o vaso externo que eu tenho ligado a mim mesmo. E é isso que todo mundo faz!

Para mim, os desejos do outro são “circulares”(Igulim), o que significa que são ilimitados. No entanto, a forma em que eu os realizo é uma “linha reta”(KavYashar), o que significa este é o trabalho com a tela. Desta forma me transformo em um desejo infinito “direto” se eu realizo o desejo infinito “circular” de outras pessoas, sem quaisquer limitações do meu lado.

Pessoalmente, estou limitado na minha capacidade de realizar o outro, mas eu sempre percebo os outros como livre de limitações. A limitação existe apenas em mim e no quanto eu sou capaz de doar a eles.

[51788]

Da 3 ª parte da Lição Diária de Cabala 18/08/11, Talmud Eser Sefirot