Textos com a Tag 'ego'

Vale A Pena Baixar O Ego?

963.6Nas Notícias (Times of India): “Baixos níveis de estresse e ansiedade são observados entre as pessoas que experimentam …  na diminuição da atividade nos lobos frontais, alcançada durante a meditação. Trabalhando 24 horas por dia, 7 dias por semana, os lobos frontais, processando informações e eventos complexos o tempo todo, quando experimentam uma atividade de baixa a nenhuma durante a prática de meditação ou oração, mergulham no reino da iluminação, onde não há estresse, aborrecimento ou preocupação. A atividade mais baixa no lobo frontal está ligada aos “sentimentos de entregar-se completamente a própria vontade”, afirma Andrew Newberg, neurocientista e autor de The Metaphysical Mind: Probing the Biology of Philosophical Thought. Quando nossa mente egoísta se submete completamente a algo infinito e maior que ela mesma, ela experimenta a iluminação0.”

Minha Resposta: Certamente, porque uma pessoa apaga tudo dentro de si em geral. Ela reduz muito seu ego e meio que se dissolve.

Este é um estado incorreto porque ao mesmo tempo que anula seu “eu”, sua personalidade, ela quer estar em um estado passivo de fusão com o ambiente na forma de um elemento inanimado.

Comentário: Os cientistas, no entanto, chamam esse momento de equilíbrio e proximidade com a natureza.

Minha Resposta: Claro que se eu me transformar em uma pedra, estou perto da natureza. Pelo contrário, se eu sou um egoísta que quer conhecer, descobrir, sentir e experimentar, isso já é um “eu” existente na natureza em sua forma individual.

É errado rebaixar seu ego porque é contra o progresso, contra o desenvolvimento, contra a evolução e contra a própria natureza. Isso nos aproxima do nível inanimado. Nós simplesmente não temos saída, assim chegamos a um estado de equilíbrio, paz, um estado imperturbável.

No entanto, em princípio, é necessário avançar até o ponto em que usamos claramente todo o nosso egoísmo, tudo o que pode aparecer deve ser revelado e desenvolvido em nós, e em um pico tão egoísta de sentimentos e mente, estamos em equilíbrio com a natureza.

Pergunta: Isso significa que é o desejo que afeta o trabalho do cérebro? Quanto mais você desenvolve o desejo, mais ativamente o cérebro começa a trabalhar e servir ao desejo?

Resposta: O cérebro existe apenas para perseguir o desejo. Se o desejo tem uma tarefa a cumprir, o cérebro nos ajuda a ser preenchidos com o que desejamos.

De KabTV, “Close-Up. Anamnese”, 19/02/10

Remédio E Veneno

938.05Pergunta: Qual tópico pode capturar imediatamente as pessoas na primeira aula sobre educação integrada?

Resposta: Se as pessoas querem discutir algo de acordo com a integralidade da natureza, primeiro precisam aprender as regras do workshop, o cumprimento das regras de comportamento do círculo. Depois de se tornarem um tanto semelhantes a essa natureza, elas só ganharão com a interação adequada entre si.

No primeiro workshop, elas geralmente recebem questões para discussão para revelar a natureza do homem. “Qual é a essência básica de uma pessoa?” “Por que eu amo alguém e não outra pessoa?” “Isso vem de suas qualidades interiores ou porque eu sou muito ruim e ele é tão bom?” E assim por diante.

Por meio da discussão, as próprias pessoas chegam à conclusão de que cada um de nós é um egoísta. Esta é uma declaração do fato de nossa natureza. Embora fisiologicamente sejamos todos animais, existe um componente adicional em nós, nosso egoísmo, que é mau em tudo. Então, isso já é um diagnóstico. Mas existe uma cura para isso? O que ganhamos se formos curados?

Talvez, graças ao egoísmo, eu esteja correndo para frente, subindo, explorando, meus olhos estejam ardendo, eu queira esse prato, esse companheiro, essas férias etc. E sem ele, qual é o gosto da vida? O que significa que o ego tem lados positivos e negativos e eles precisam ser equilibrados de alguma forma.

Ao mesmo tempo, não destruímos o egoísmo de forma alguma, mas apenas o usamos corretamente para não perder. Onde ele me prejudicar, eu farei uma inversão em usá-lo e alcançarei um resultado melhor. E onde ele me ajuda, por que não? Se, olhando para você, invejo que você seja tão atlético, também começo a correr de manhã. Ou, olhando para alguém inteligente, começo a aprender. Nesses casos, o egoísmo é nosso ajudante.

Nossa atitude não é iogue nem nada semelhante a isso, onde tudo é colocado na supressão do ego. Não o suprimimos ou anulamos, mas apenas o usamos corretamente. Então acontece que existe um remédio dentro do egoísmo, como em uma cobra: remédio e veneno.

De KabTV, “Através do Tempo”

Quando Não Usamos O Ego

610.2Pergunta: Existem instruções claras sobre quais atributos egoístas correspondem a qual nível? Em outras palavras, em que nível precisamos corrigir certos atributos egoístas?

Resposta: Os mesmos atributos egoístas que são revelados em uma pessoa em nosso mundo a cada momento precisam ser restritos e não devem ser usados.

Se uma pessoa faz isso, ela começa a sentir que está em um certo estado egoísta, no atributo de doação. Agora ela já pode aumentar este atributo em relação aos outros, em relação ao Criador, e assim subir aos níveis superiores e sentir a natureza superior, Seus atributos de doação, amor e unidade.

Ela começa a entender a origem do nosso mundo e porque ele é gerenciado dessa forma particular. A pessoa vê e entende todas as causas e efeitos do que acontece aqui. Ela revela tudo isso à medida que atinge um certo nível no mundo espiritual.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 06/10/19

Precisamos Desenvolver O Ego?

600.02Pergunta: Precisamos desenvolver o ego tanto quanto possível a fim de alcançar o Criador. Mas e se a pessoa não for egoísta?

Resposta: Não precisamos desenvolver o ego. Isso está totalmente errado. O ego se desenvolverá por si mesmo.

Não precisamos nos preocupar em nos tornarmos malvados. Ao contrário, precisamos tentar ser bons e então nos tornaremos malvados, porque atributos negativos cada vez maiores começarão a aparecer em nós para que possamos corrigi-los.

Por outro lado, se eu não tiver sucesso nessa correção, não receberei mais atributos negativos porque não posso lidar com o que já tenho.

Pergunta: Se compararmos o ego a um nervo em nosso dente sem o qual o dente não pode viver, se compararmos os Cabalistas aos dentistas, eles terão que curar o dente dolorido ou removê-lo?

Resposta: Você não pode removê-lo. Ainda precisaremos corrigir o ego e nada mais nos ajudará. Simplesmente sofreremos de uma “dor de dente” por muito mais tempo.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 18/08/19

O Mistério Da Unificação Do Masculino E Feminino, Parte 6

232.06Aprendendo A Controlar O Ego

Pergunta: Como a Cabalá recomenda resolver as contradições entre nós?

Resposta: A natureza não quer resolver as contradições, muito pelo contrário, quer nos colocar em tais conflitos e contradições que não seremos capazes de resolver e então iremos destruir uns aos outros ou ascender ao próximo nível acima da nossa natureza.

A natureza nos pressiona de maneira muito clara, sistemática e séria, e nos mostra que não seremos capazes de continuar existindo egoisticamente. Nosso ego nos gerencia e não é para o nosso benefício. Devemos aprender como gerenciá-lo.

O Criador, que nos criou como egoístas e gerencia nosso destino, aparentemente diz: “É hora de deixar o ninho. Quero que você se gerencie, seja responsável ​​por sua própria vida, por seu próprio destino. Você deve começar a controlar seu ego, e estou lhe dando esta oportunidade. Mas, para fazer isso, você precisa restaurar perfeitamente a conexão Comigo porque Eu sou a conexão positiva e você deve controlar o ego com a ajuda desta conexão”.

O que significa controlar o ego? Restringi-lo, trabalhar com ele não para que desperte desejos em nós, mas de fato propositalmente. Isso significa que, a partir deste momento, quero seguir em frente para poder me controlar. Não que o Criador deva me gerenciar, mas que eu deveria gerenciar a mim mesmo.

Cada um de nós pode imaginar o que significa deixar a casa dos pais. Chega um momento em que deixamos nossos pais e começamos a construir gradualmente nossa vida. Leva tempo. Por um lado, queremos ser livres, mas por outro lado, é bom quando nossos pais cuidam de nós.

Assim, deixar os pais é desagradável: ou vamos para outra cidade, vamos para a universidade, entramos para o exército ou algo mais acontece em nossas vidas. Mas, de modo geral, é uma ruptura.

Esta é a razão pela qual o Criador aparentemente diz: “Vocês cresceram, se desapegaram e agora precisam começar a trabalhar em si mesmos de forma independente”. Este trabalho é chamado de trabalho do Criador, quando podemos pegar as duas forças controladoras do Criador, a força egoísta e a força altruísta, e começar a nos controlar como com duas rédeas.

Mas o que significa gerenciar a nós mesmos? Suponha que eu me sente em uma carruagem segurando as rédeas e haja um cavalo na minha frente (meu ego) e eu o controle. O ser humano em mim controla a besta em mim. Infelizmente, não tenho muito sucesso nisso. Eu esqueço, e realmente não quero isso.

Em princípio, o Criador nos leva a isso. Você vê, um homem é este conceito quando eu quero ascender acima da besta em mim e me assemelhar ao Criador.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 03/03/19

Quando O Ego Cresce

568.01Pergunta: Quando me sinto ótimo e tenho um desejo por novos conhecimentos e um interesse pela espiritualidade, sou repentinamente lançado ao nível dos desejos mais baixos e não consigo entender por quê? É possível que isso aconteça para despertar desejos?

Resposta: Isso é bom! Significa que você já vê que depois de desejos, sonhos e impulsos sublimes, um anseio pelos amigos, pelo grupo e pelo Criador, pela exaltação do espírito interno que o preenche, há um colapso repentino. É como se todo o ar tivesse sido retirado de seus pulmões e você sentisse que não tem desejo de seguir em frente e que não há nada para seguir em frente de forma alguma. Este é um sinal de que você recebeu outra parte do ego.

Na espiritualidade, avançamos ao longo de duas linhas, a linha direita e a linha esquerda, e entre elas está a linha média. A linha esquerda é o ego, a linha direita é a doação e a linha média é o Criador.

Suponha que você esteja na fase 1, na qual tudo está bem. Então você recebe outra porção do ego e sobe para a fase 2, mas ela é egoísta. O mundo inteiro de repente se torna vazio, escuro, sem valor, sem esperança, estressante e deprimente. Agora você precisa começar a trabalhar em grupo para ascender a um estado semelhante no nível da luz.

A única maneira de fazer isso é por meio de seus esforços para se conectar ao grupo: ∑, o sinal de soma.

No momento em que você atingir uma certa conexão entre vocês, receberá imediatamente a luz.

É assim que você ascende ao estado que já é seu próximo nível espiritual; você começa com a linha esquerda e avança ao longo da linha direita até a linha média. É a partir desse nível que você começará a receber outra porção do ego, e a partir dele passará para um estado de doação e mais uma vez ascenderá ao próximo nível espiritual. É assim que você ascende até perceber em certo ponto que o Criador é revelado entre vocês.

Então você verá que já tirou sua camisa e a jogou no cesto de roupa suja, o que significa que você entrou no nível espiritual, e que seu corpo físico não tem sentido, que você está neste mundo por enquanto a fim de difundir o método da Cabalá para outros, e você já sente a crescente conexão com o Criador na linha média.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 20/01/19

Renda-se Para Vencer

197.01Se fôssemos capazes de derrotar a inclinação ao mal que nos confunde, se pudéssemos nos levantar contra ela como heróis e fôssemos capazes de doar, se pudéssemos capturar nosso desejo de receber e dobrá-lo, apenas aumentaríamos nosso egoísmo. Ele teria inflado ainda mais!

Portanto, não há maneira de alcançar a doação, exceto por meio de uma transição especial. Descobrimos que o desejo de receber não vale nada, mas não podemos superá-lo.

Portanto, dependemos da força superior, que está fora de nós. Nós nos apegamos a essa força superior e queremos crescer apenas com sua ajuda, como se entrássemos no útero do grau superior como um embrião e lá nos anulássemos completamente, desejamos que o superior nos molde em qualquer forma que deseje.

Desta forma, já estamos começando a crescer do outro lado do Machsom na qualidade de doação.

Não há escolha. Devemos desistir e levantar as mãos, como está escrito: “E aconteceu que os filhos de Israel suspiraram por causa da obra e clamaram e seu clamor por causa da obra subiu a Deus … e Deus ouviu seus gemidos”. No entanto, isso só acontece depois de termos feito todo o possível e termos chegado a um colapso total, o ponto em que não podemos continuar assim. O que podemos fazer é apenas clamar ao Criador. E será um grito perfeito porque temos certeza de que dependemos apenas da força superior e não temos chance de alcançar o que queremos com nossas próprias forças.

Esse clamor é na verdade do trabalho malsucedido, ou seja, ele requer pelo menos um grupo, uma dezena, e só então podemos chegar a um clamor verdadeiro e receber a ajuda da força superior, a luz que reformado, que nos tira da intenção para nosso próprio benefício para a intenção de doar. Assim, escapamos do Egito.

Da Lição Diária de Cabalá 11/03/21, “Pessach

“Quando O Ego Apodrece” (Linkedin)

Meu novo artigo no Linkedin: “Quando O Ego Apodrece

Desde que conseguimos nos lembrar, o ego tem sido nosso aliado. Ele nos rendeu grandes conquistas: saímos das cavernas, desenvolvemos a agricultura e aprendemos a produzir nossa própria comida, nos tornamos senhores da terra e do céu, derrotamos pragas e permitimos que cada pessoa na terra tivesse potencialmente uma vida quem, apenas séculos atrás, eram dignos de reis.

Nas últimas décadas, o ego assumiu tudo o que fazemos, e nossos relacionamentos com os outros agora são baseados não apenas no desejo de construir a nós mesmos, mas em grande medida, senão principalmente, na aspiração de machucar, humilhar, e até mesmo destruir outros. Uma vez que o ego começa a se concentrar na destruição, ele estraga tudo. Quando isso acontece, é hora de nos despedirmos antes que ele nos arraste para outra guerra mundial.

Mas não chegamos a esse ponto. Enquanto alguns de nós desfrutam de uma riqueza inimaginável, outros estão em situação pior do que seus ancestrais jamais estiveram; eles morrem como moscas sem comida, água ou dignidade. Poderíamos ter derrotado as pragas, mas parece que nós mesmos nos tornamos uma praga que está infestando o mundo com bile e repulsa por nossos semelhantes, por toda a vida e por nosso planeta. O ego, que nos deu tudo o que temos, parece ter apodrecido e agora está destruindo tudo o que conquistamos por meio dele.

Enquanto usamos o ego para crescer e se desenvolver, ele funcionou a nosso favor. Sempre usamos o ego não apenas para o desenvolvimento, mas também para derrotar inimigos e rivais, mas não o deixamos assumir o controle. Nas últimas décadas, o ego assumiu tudo o que fazemos, e nossos relacionamentos com os outros agora são baseados não apenas no desejo de construir a nós mesmos, mas em grande medida, senão principalmente, na aspiração de machucar, humilhar, e até mesmo destruir outros. Uma vez que o ego começa a se concentrar na destruição, ele estraga tudo. Quando isso acontecer, é hora de nos despedirmos antes que ele nos arraste para outra guerra mundial.

Ainda não vemos isso; ainda pensamos que o ego é nosso amigo, mas como todos os pais dizem aos filhos: “Fiquem longe de más companhias!” O ego agora é uma má companhia porque não procura nada além de problemas, para lutar com todos e destruir todos, então devemos nos afastar dele ou ele nos arrastará junto com ele.

Existe uma alternativa: o caminho a seguir é juntar as mãos e unir forças. O ego pode não ficar satisfeito dessa maneira porque não destruiremos ninguém, mas nós, ao contrário de nossos egos, ganharemos segurança, alegria e confiança em nosso futuro. Hoje, apenas uma sociedade unida pode prosperar. Somente quando pessoas de diferentes origens, crenças e ideologias se unem, elas podem criar uma sociedade vital e flexível que pode se ajustar às circunstâncias em mudança no mundo. Quando reina apenas uma ideologia, ela rapidamente se torna rígida e frágil e logo entra em colapso. Basta olhar para o que aconteceu na Alemanha nazista, na Itália fascista e na União Soviética Comunista para perceber que, para ter sucesso, a diversidade é um requisito, e a diversidade não pode prosperar onde o ego reina. É hora de destronar o ego.

Como O Ego Crescente Nos Ajuda?

261Pergunta: Qual é o valor das decisões do homem se todas elas derivam do ego?

Resposta: Elas são necessárias para descobrir que você não pode obter a verdade do egoísmo. Mas você ainda avança graças ao ego. Por um lado, muitos sentimentos e experiências aparecem em nós que alcançamos com a ajuda do ego.

Por outro lado, começamos a perceber que não alcançaremos a verdade dessa forma. Precisamos ascender acima do egoísmo e então começaremos a pensar sobre o que significa fé acima da razão.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 15/12/19

A Resistência Do Ego

507.03Comentário: Venho estudando com você há muitos anos, mas algo dentro de mim resiste a entrar totalmente no grupo.

Resposta: Não é “algo”. É o seu ego, seu orgulho. Tente estabelecer uma meta para si mesmo e se dissolva no grupo pelo menos uma vez.

Você sentirá e saberá o que significa quando “Eu não existo”. No momento em que você não existir, você começará a sentir o mundo superior e o Criador.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 02/12/18