Textos com a Tag 'dicas'

Blitz De Dicas De Cabalá – 07/07/19

213Pergunta: O que significa ter o cuidado de subestimar qualquer partícula da criação e tentar ver o Criador que gerencia a criação por meio de cada partícula dela?

Resposta: A coisa mais eficaz, simples e saudável é se aproximar do atributo do Criador, estudá-lo e explorá-lo. Então você não fica confuso.

Pergunta: Às vezes, o que não desejo afeta melhor o meu desenvolvimento. Por quê?

Resposta: Claro, porque não entendo o que realmente preciso, ou seja, o que é melhor e mais benéfico para mim, porque estou em meus atributos egoístas. Portanto, é melhor fazer o que os livros de Cabalá aconselham e com certeza alcançarei a meta mais rápido.

Pergunta: Como os atributos ruins podem se transformar em atributos bons e benéficos como o Criador os planejou inicialmente? Onde entram os esforços humanos ou é um milagre?

Resposta: É claro que nossos esforços são necessários e desempenham um papel importante. Somos nós que fazemos isso e não o Criador. Na verdade, o Criador não existe.

Existem duas forças na natureza, a força negativa e a força positiva. Só precisamos usá-las corretamente. Quando as duas forças cooperam mútua e corretamente, podemos tirar o que precisamos de cada uma das forças.

Pergunta: Eu gostaria de completar três leis da dialética com uma quarta lei que pode ser expressa pelo que Hillel disse quando entrou na estrutura da sabedoria da Cabalá, “tudo que é racional é real, e tudo que é real é racional”. Se a realidade não se torna racional, ela deixa de ser realidade.

Resposta: Eu concordo. Você e Hillel estão certos.

Pergunta: Como o nível de realização de diferentes amigos na dezena afeta sua altura espiritual?

Resposta: A espiritualidade da dezena é o grau de sua unidade. Portanto, de acordo com o grau de sua unidade, a dezena inteira começa a sentir o mundo superior e o Criador que é revelado entre eles, mas cada um à sua maneira.

Pergunta: Quando a humanidade amadurecerá? Nossa sociedade é como uma fruta em uma árvore, esperando e contando os dias e meses até que amadureça?

Resposta: Quando você puder amar a todos, o doce fruto será revelado, o fruto da árvore do Jardim do Éden. Você vai pegá-lo e sentir sua doçura.

Pergunta: O sentimento do Criador, a conexão entre as pessoas, é como a sensação de acordar de um sonho?

Resposta: Sim. No começo quero perder a consciência e adormecer, depois é o contrário, quero acordar e ver.

Pergunta: A transição para o mundo espiritual está relacionada aos sofrimentos do corpo?

Resposta: Não. Claro que você se cansa do estudo. Você precisa trabalhar e estudar com a dezena e investir muito tempo e esforço nisso, mas isso não é sofrimento.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 19/07/19

Blitz De Dicas De Cabalá – Na Academia International De Cabalá

281.02Pergunta: Quantos anos você tem que passar com os olhos fechados na fé acima da razão para entender onde está?

Resposta: Assim que você puder ir com os olhos fechados na fé acima da razão, seus olhos se abrirão imediatamente.

Pergunta: É possível conectar uma situação em que amigos vão juntos em direção a uma meta espiritual e ao mesmo tempo estão engajados em algum passatempo comum, por exemplo, futebol?

Resposta: A Cabalá não considera que uma pessoa deva ser limitada de forma alguma. Mas ela deve estudar tão seriamente que possa ver que está mudando suas preferências de qualquer maneira. Sua consciência do bem e do mal muda, assim como o benefício obtido com esta ou aquela ocupação. Ou seja, uma reavaliação de valores ocorre em sua vida.

Pergunta: Como posso ajudar meus amigos a aumentar seu desejo de progresso espiritual?

Resposta: Definindo um exemplo.

Pergunta: Como podemos sentir que estamos trabalhando corretamente com os estados que o Criador nos envia?

Resposta: Se cada um dos seus estados, em última análise, leva você a uma conexão maior com o grupo e, por meio dele, com o Criador, isso é realizado corretamente.

Basicamente, todos os estados que você recebe são necessários para seu avanço espiritual. E sua realização correta ocorre apenas se você direcioná-los para uma conexão maior com o grupo.

Pergunta: Como adquirimos Hisaron (desejo) para fazer perguntas a você?

Resposta: Depende de quanto você trabalha consigo mesmo. Normalmente surgem perguntas em pessoas que sistematicamente estudam, fazem anotações, resumem e analisam. Como resultado de tais estudos, elas têm sérias dúvidas, reclamações e queixas, em geral, qualquer coisa. Mas apenas se a pessoa for séria e trabalhar consistentemente consigo mesma.

De KabTV, “Videoconferência”

Blitz De Dicas De Cabalá – 11/06/21

281.02Pergunta: A Torá frequentemente descreve como um pastor pastoreando um rebanho de ovelhas. O que isso significa do ponto de vista espiritual?

Resposta: As ovelhas representam os desejos animais do homem, que estão mais próximos dos desejos espirituais.

Pastorear ovelhas dentro de você significa que você está construindo esses desejos em si mesmo, que no final serão os desejos de doação, amor e boas relações.

Pergunta: A cidade de Sodoma estava localizada na área do Mar Morto. Quando Ló e sua esposa estavam fugindo da cidade destruída, a esposa de Ló olhou para trás e se transformou em uma estátua de sal. O que isso significa na espiritualidade?

Resposta: A esposa de Ló não queria se separar de sua vida egoísta passada e, portanto, se transformou em uma estátua de sal, que incorpora constância em seus desejos. Eles não podem ser corrigidos porque são como o sal.

Pergunta: O Mar Morto está 400 metros abaixo do nível do mar. Na Cabalá, “400” significa quatro estágios de desenvolvimento do desejo?

Resposta: Sim, essa é a profundidade total do egoísmo, Malchut, que precisa ser corrigido. Se corrigirmos o egoísmo no interior adicionando a qualidade de doação à qualidade de recepção, isso também pode se manifestar no exterior: o Mar Morto será preenchido por dentro com água limpa, peixes aparecerão nele, o deserto vai florescer!

Pergunta: Por que existem tantas histórias na Torá relacionadas a Abraão?

Resposta: Abraão é o fundador do nosso mundo. Sem ele, o mundo não poderia existir. Afinal, foi graças a Abraão que surgiram as qualidades religiosas, os princípios sociais e tudo mais. Ele foi um grande filósofo, um grande sábio.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 11/06/21

Blitz De Dicas De Cabalá – 20/03/19

281.02Pergunta: Por que o absoluto precisa de nossa correção? Se o absoluto é completo e imutável, por que Ele precisa de nós ou de nossa correção?

Resposta: A humanidade pode não entender isso, mas o absoluto, isto é, o supremo, a força do puro bem, não se preocupa com o que pensamos dele. O objetivo de criar todos os tipos de criações é elevá-los gradualmente ao nível deste absoluto, de modo que também se tornem absolutos.

Pergunta: Costumamos falar sobre o próximo. Quem exatamente é nosso próximo?

Resposta: Na Cabalá, o próximo é determinado pela meta, pelo espírito, por seu avanço. Pode ser alguém que mora na África, mas é mais próximo de mim do que meus familiares.

Pergunta: A Cabalá é proibida para as mulheres estudarem?

Resposta: Em nossa época, chegamos a um estado em que todos são controlados por um egoísmo comum; portanto, hoje tanto homens quanto mulheres, independentemente da idade, podem estudar Cabalá e alcançar a revelação do Criador.

De KabTV, “Pergunte ao Cabalista”, 20/03/19

Blitz De Dicas De Cabalá – 30/10/20

570Pergunta: O espaço pessoal e seus limites são importantes para você?

Resposta: Claro.

Pergunta: Como você evita que as pessoas cruzem seu espaço pessoal?

Resposta: Eu mostro que é aqui que nossos interesses comuns terminam.

Pergunta: Quanto tempo você consegue ficar sozinho, sem contato com as pessoas?

Resposta: Infinitamente.

Pergunta: Um Cabalista abre o acesso ao seu espaço pessoal escrevendo artigos, livros e outros materiais?

Resposta: O espaço pessoal é pessoal. Ao descrever minha vida na mídia impressa ou falando ao público, eu me revelo. Mas este não é de forma alguma meu espaço pessoal. Pessoal é onde apenas eu e o Criador estamos.

Pergunta: Por que as pessoas têm necessidade de tocar outras pessoas, de violar o espaço pessoal de outra pessoa?

Resposta: Querem uma reaproximação, querem transmitir as suas emoções, embora nem sempre seja acolhida favoravelmente pelo interlocutor.

Pergunta: Como nos relacionamos com uma pessoa que reage muito fortemente à violação do espaço pessoal? Por exemplo, ela é contra um abraço de boas-vindas.

Resposta: Precisamos colocar algum tipo de barreira entre nós e eles para não violar esse espaço. Talvez para você seja menos que um toque, mas para ele uma distância de um metro já está entrando em sua zona.

Pergunta: A redução da distância entre as pessoas consiste na correção da sociedade. De que distância você está falando?

Resposta: Estou falando sobre uma compreensão geral da meta da criação, a meta do desenvolvimento.

Pergunta: O que deve preencher o espaço entre nós?

Resposta: Amor.

Pergunta: Como toda pessoa, você provavelmente tem alunos próximos e distantes. Como você divide as pessoas nessas categorias?

Resposta: Por devoção. Não só para mim, o principal é o objetivo.

Pergunta: A sabedoria da Cabalá diz que todas as pessoas devem se tornar uma. Isso significa que não haverá distância alguma entre as pessoas?

Resposta: Não haverá. Embora sejam todos muito diferentes, não haverá distância.

Pergunta: O distanciamento social ajudará a conter a disseminação do coronavírus?

Resposta: Não. O coronavírus desaparecerá, como todos os outros problemas que surgirão, apenas se as pessoas começarem a se aproximar umas das outras em seus corações.

De KabTV, “Habilidades de Comunicação”, 30/10/20

Blitz De Dicas De Cabalá – 09/10/20

281.02Pergunta: Por que um comportamento é aprovado socialmente e outro condenado? Qual é a origem das normas morais?

Resposta: O egoísmo, quão benéfico é para a sociedade.

Pergunta: Os idosos sempre pensam que os jovens são imorais. O que você acha?

Resposta: Acredito que os jovens percorrem seu próprio caminho de desenvolvimento, o que os leva a um desenvolvimento moral ainda maior do que a geração anterior.

Pergunta: Como a moralidade deve ser avaliada do ponto de vista da evolução: como um conjunto de regras culturais inventadas ou outra coisa?

Resposta: A moralidade é nosso relacionamento mútuo no único organismo da alma que devemos avaliar, definir e cumprir.

Pergunta: Os animais têm algum padrão moral?

Resposta: Eles não são morais, mas instintivos, naturais.

Pergunta: Qual é a diferença entre os conceitos de moralidade, ética e espiritualidade do seu ponto de vista?

Resposta: Nenhuma. Se essas condições forem atendidas corretamente, elas serão todas iguais.

Pergunta: Existe uma diferença entre a moralidade masculina e feminina?

Resposta: Não. Isso é expresso apenas no nível animado pelo cumprimento dessas condições morais e nada mais.

Pergunta: Como você se sente em relação às pessoas éticas e morais que seguem todas as regras?

Resposta: Eu as trato como crianças.

Pergunta: Você já fez algo que vai contra seus padrões morais?

Resposta: Obviamente, sim.

Pergunta: O que, em sua opinião, tem mais probabilidade de estimular o comportamento moral das pessoas?

Resposta: O exemplo.

Pergunta: O que deveria ser maior: os interesses do Estado expressos em regulamentos legais ou a visão de mundo do próprio homem, sua visão de comportamento justo em uma situação particular?

Resposta: A opinião pública. Eu devo obedecê-la mesmo se estiver em conflito com ela.

Pergunta: Como a moralidade e a ética afetam a inteligência humana?

Resposta: Na medida em que posso ser orientado pela ética e a moralidade do meio ambiente e meu espaço pessoal, nessa medida vou direto ao objetivo mais elevado.

Pergunta: É possível ter tal estado na sociedade quando cuidar de si mesmo é considerado imoral?

Resposta: Tudo o que não beneficia a sociedade é imoral.

Pergunta: Qual você acha que pode ser a moralidade pública do futuro nos países desenvolvidos?

Resposta: Os países desenvolvidos são aqueles que constante e consistentemente desenvolvem e adaptam o “amor ao próximo” como a maior lei de desenvolvimento de suas sociedades.

De KabTV, “Habilidades de Comunicação”, 09/10/20

Blitz De Dicas De Cabalá – 07/10/20

959Pergunta: Qual é a diferença entre uma comunidade virtual e uma espiritual?

Resposta: Uma comunidade virtual tem muitos objetivos diferentes. E a comunidade espiritual busca um objetivo que é muito claro, distinto e estabelecido por seus grandes professores. E nós, como alunos, estamos avançando em direção a esse objetivo.

Pergunta: O que você recomendaria aos proprietários de redes sociais como Twitter, Facebook e YouTube?

Resposta: Eu os aconselharia a orientar o desenvolvimento das redes sociais na direção certa para dar às pessoas a oportunidade de se comunicarem da forma mais aberta entre si, e a humanidade rapidamente perceberá isso.

Mas hoje, essas redes operam de uma forma que impede as pessoas de se conectarem adequadamente. Elas devem permitir que as forças da natureza conduzam as pessoas ao objetivo certo. Mas elas interferem, e este é o seu maior mal.

Pergunta: Que tipo de tecnologia você poderia sugerir para desenvolver a comunicação entre as pessoas? Você tem alguma ideia?

Resposta: Não. Acho que todas as ideias surgirão assim que houver necessidade.

De KabTV, “Habilidades de Comunicação”, 07/10/20

Blitz De Dicas De Cabalá – 14/08/20

616.1Pergunta: Quais propriedades uma pessoa que fala publicamente deve ter?

Resposta: Ela deve simplesmente saber seu assunto e o que ela diz deve ser útil para as pessoas.

Pergunta: Há um ditado: “Um bom professor revela uma parte e cobre duas partes”. O que isto significa?

Resposta: Este é um princípio espiritual. É difícil aplicá-lo no mundo comum.

Pergunta: Quais habilidades você desenvolve ao trabalhar com um público? Você trabalha nisso de uma certa maneira? Você usa alguma tecnologia?

Resposta: Não, eu não uso nenhuma tecnologia além do computador para transferir informações, imagens e sons.

Pergunta: Como podemos verificar se estamos influenciando o público ou não? Como podemos ter certeza de que o influenciamos bem?

Resposta: Eu vejo isso nas perguntas e respostas, nos workshops.

Pergunta: Quais são as vantagens e desvantagens de dar palestras um a um e em pares quando um complementa o outro?

Resposta: Não sei. Esta é a sua experiência. Mas acho interessante.

Pergunta: Existem diferentes técnicas para desenvolver a voz, o tom e o volume da apresentação. Dizem que afeta muito as pessoas, principalmente o timbre. O que você acha?

Resposta: Isso deve ser aprendido. Mas não posso fazer isso. Meu aparelho de fala não pode mais ser usado dessa forma.

Pergunta: O que determina o sucesso de um discurso: o tema, o palestrante, as necessidades do público?

Resposta: Tudo isso.

Pergunta: O que o inspira a fazer tantos discursos públicos?

Resposta: Eu me sinto responsável. Mas agora estou começando a reduzir gradualmente todos os tipos de conversas e quero reduzi-las a quase zero, exceto as conversas com meus escritores e jornalistas.

Pergunta: Você tem alguma técnica específica para públicos diferentes? É importante para você quem está sentado à sua frente?

Resposta: Não, mas devo ver com quem estou falando: jovens ou idosos, pessoas sem educação ou cientistas, etc. Essa é a diferença. Mas nada mais.

Pergunta: Como você se sintoniza com as pessoas à sua frente com as quais falará agora?

Resposta: Não estou sintonizando, mas simplesmente tento transmitir a elas que tipo de ciência eu conheço.

Pergunta: Que coisas engraçadas aconteceram com você durante seu discurso público? Houve algo fora do comum?

Resposta: Não. O mais importante é que as pessoas que vêm à palestra tenham uma ideia do que será discutido.

Pergunta: Que conselho você daria se o público começar a se distrair e parar de ouvir?

Resposta: Provavelmente precisamos aperfeiçoar. Você não pode fazer nada.

Pergunta: Você é contra discursos frontais?

Resposta: Eu realmente não gosto deles porque é um problema trabalhar com um público despreparado que não entende o que e como. Mas, por outro lado, você não pode fazer nada. Até recentemente, eu viajava muito ao redor do mundo e dava palestras em todos os lugares: rádio, televisão, em grandes auditórios, etc.

Pergunta: Você tem medo de que lhe façam uma pergunta que não consegue responder?

Resposta: Não. Pelo contrário, eu realmente adoro perguntas incisivas.

Pergunta: Como você pode medir o sucesso de suas performances?

Resposta: Pelo número de novos alunos.

Pergunta: Hoje em dia, a aprendizagem virtual está ganhando cada vez mais popularidade quando praticamente uma pessoa ou vários professores podem ensinar para todo o mundo. A que essa tendência vai levar?

Resposta: Somente bons professores permanecerão.

Pergunta: Como você pode estimular os ouvintes a fazer perguntas para que não fiquem apenas sentados atrás do monitor?

Resposta: Eu pergunto: “Se vocês tiverem dúvidas, perguntem”. Não há evasões ou patentes especiais aqui.

Pergunta: Dizem: “Não coloque um obstáculo diante de um cego”. O que isso significa?

Resposta: Você deve apresentar o material de forma que tudo seja claro para a pessoa, agradável e de forma que ela se interesse por ele.

Pergunta: O orador deve dizer apenas o que a pessoa deseja ouvir?

Resposta: Sim, o que ela quer ouvir, o que ela precisa. Mas de uma maneira que lhe interessa, e ela leva consigo.

De KabTV, “Habilidades de Comunicação”, 14/08/20

Blitz De Dicas De Cabalá – 30/07/20

962.2Pergunta: Como você entende a expressão: “seja você mesmo”?

Resposta: Significa encontrar a si mesmo.

Pergunta: Que conselho o ajudou na vida?

Resposta: Tudo o que acontece está se movendo em direção à perfeição.

Pergunta: Qual foi sua decisão mais ousada?

Resposta: Não sei. Provavelmente ainda não aconteceu.

Pergunta: Qual foi a maior decepção que você enfrentou?

Resposta: Quando, no início da jornada, descobri que não era capaz de nada.

Pergunta: Qual foi a coincidência mais incrível que aconteceu em sua vida?

Resposta: Quando percebi que todas as pessoas são exatamente iguais a mim. Em suma, existe absolutamente a mesma oportunidade de ser justo e pecador.

Pergunta: De qual episódio da sua vida você tem mais vergonha?

Resposta: O fato é que desde que percebi que tudo vem de cima, essa pergunta não surge em mim. O sentimento de vergonha surge apenas quando uma pessoa está diante do Criador e entende que certas propriedades e situações foram dadas a ela a fim de se tornar como o Criador e ela não o fez. Em todos os outros aspectos, o Criador nos controla.

Pergunta: Qual evento causou seu maior medo na vida?

Resposta: Eu nem sei. Eu não lembro.

Pergunta: É verdade que a velhice tem suas vantagens?

Resposta: Cada idade tem suas vantagens. Tudo depende de como você percebe a juventude ou a velhice, a força ou a fraqueza.

Pergunta: Qual foi o dia mais bonito da sua vida?

Resposta: Quando me vi pela primeira vez na frente do meu professor.

Pergunta: Você tem um lema?

Resposta: Lema: “Só adiante”.

Pergunta: Quais são as maiores dificuldades que você experimentou na vida no caminho para a meta?

Resposta: Se eu não sentir qualquer resistência, se sentir que fui esquecido, que não tenho inimigos, isso é o pior de tudo.

Pergunta: O que você mudou radicalmente em sua vida e como isso foi para você?

Resposta: Deixei meu emprego anterior, minhas ocupações anteriores, mudei minha profissão e absolutamente toda a minha vida para estudar Cabalá.

Pergunta: O que aconteceria na terra se cada pessoa possuísse o máximo de inteligência? O mundo seria um lugar melhor?

Resposta: Não. Tudo isso deve ser deixado para o Criador, e devemos fazer o que nos é confiado. Ou seja, dentro da estrutura em que existimos, na qual Ele nos deu à luz, procuramos alcançar a semelhança com Ele.

Pergunta: Quando vale a pena romper um relacionamento? Como fazer isso corretamente?

Resposta: Acho que não depende da pessoa.

Pergunta: A aparência da pessoa afeta sua atitude em relação a ela?

Resposta: Sim, é verdade. Sempre presto atenção à aparência de uma pessoa, ao seu comportamento, ao seu desejo de entrar em comunicação correta.

Pergunta: Como você pode confortar as pessoas adequadamente?

Resposta: Simpatia, eu acho.

Pergunta: Qual relacionamento você mais se lembra em sua vida?

Resposta: Assistência mútua – aquela que é exigida de uma pessoa para outra.

Pergunta: Que tipo de relacionamento devemos estabelecer?

Resposta: Ao fato de não sentir a diferença, a distância, entre eu e os outros.

De KabTV, “Habilidades de Comunicação”, 30/07/20

Blitz De Dicas De Cabalá – 16/07/20

963.6Pergunta: Você se considera uma pessoa confrontadora?

Resposta: Não sei. Eu expresso minha opinião, cumpro-a e é isso. Mas também posso aceitar o de outra pessoa.

Pergunta: Com que frequência você entra em conflito e com quem?

Resposta: Muito raramente. Basicamente, não tenho com quem discordar. Existem divergências com oponentes da Cabalá, mas eu não as chamaria de conflitos.

Pergunta: Que tipo de conflito você tem mais: interpessoal ou interno?

Resposta: Nem isso nem aquilo. Eu não vivo em conflito. Eu sei o que deve acontecer de acordo com o plano da natureza e tento explicar isso aos outros. Eu trabalho, por assim dizer, em uma direção.

Pergunta: Como você se sente sobre os conflitos em geral?

Resposta: Eu acredito que um conflito razoável e correto desenvolve as pessoas e é um estímulo muito bom para o desenvolvimento.

Pergunta: Qual é, do seu ponto de vista, a solução para os conflitos?

Resposta: É quando as partes opostas tomam uma decisão ou uma pessoa que está em conflito consigo mesma toma uma decisão que a aproxima da força superior da natureza.

Pergunta: Você prefere uma estratégia de resistência ou uma estratégia de retirada no conflito?

Resposta: Não acho que se retirar seja uma coisa boa. Deve haver uma resistência razoável que leve a um resultado.

Pergunta: Você se considera um especialista na área de resolução de conflitos?

Resposta: Absolutamente não. Eles não me procuram em busca de soluções e tento não resolver nada.

Pergunta: Você criaria uma situação conflitante se isso fosse necessário para atingir o objetivo?

Resposta: Sim.

Pergunta: Como você sairia pessoalmente de um conflito? Você tem regras próprias?

Resposta: Eu tentaria seguir minhas regras pessoais.

Pergunta: O que você faz quando um aluno está com raiva de você?

Resposta: Eu entendo sua condição. Talvez ele esteja infeliz comigo e, muito possivelmente, não sem razão. Tento explicar a situação para ele.

Pergunta: Há alguém com quem você está atualmente em conflito?

Resposta: Não. Existem algumas pessoas no mundo que realmente gostariam de me irritar. Mas acho que preciso ter essas pessoas.

Pergunta: Você concorda em ceder a uma situação de conflito para manter um relacionamento, por exemplo, em uma família ou com um aluno?

Resposta: É bem possível se o conflito não puder ser resolvido naquele momento. Precisamos dar um passo atrás e esperar até que possamos resolvê-lo.

Pergunta: Você se comunicaria com uma pessoa obviamente confrontadora?

Resposta: Não me importo. Não vejo nenhum problema ou obstáculo nisso.

Pergunta: Você teve conflitos e discussões com seu professor?

Resposta: Praticamente não.

Pergunta: Para você, o fim justifica os meios para resolver o conflito?

Resposta: O fim justifica os meios.

Pergunta: Com quem alguém deve ficar com raiva ou com quem deve entrar em conflito se o Criador é a natureza e aqueles ao seu redor não têm nenhum livre arbítrio? Sobre quem poderíamos derramar toda a raiva acumulada?

Resposta: Apenas sobre o seu “burro” – o egoísmo em nós.

De KabTV, “Habilidades de Gestão”, 16/07/20