Textos com a Tag 'CABALÁ'

Três Postulados Da Cabalá

laitman_219.01Pergunta: Quais são as três leis básicas do método da Cabalá?

Resposta: O primeiro postulado é que existe uma única força superior da natureza, chamada de “Criador” ou “Natureza”. Nós não atribuímos nenhuma propriedade especial a ela além de ser uma força comum que inclui absolutamente tudo o que existe na criação.

O segundo postulado é que a força superior criou os níveis inanimado, vegetativo, animal e humano da natureza, que são automaticamente controlados pela força superior, sem qualquer possibilidade de livre arbítrio. Em tal situação, a pessoa é parte da natureza que pode, consciente e independentemente, reagir aos seus sinais. “Humano” em hebraico é “Adam” (da palavra “Domeh” [“semelhante”]), que significa “semelhante ao Criador”.

Semelhante a como o Criador tem Sua liberdade de ação, há a oportunidade de agir independentemente, quando a pessoa se eleva acima de sua natureza e pode agir acima de sua própria natureza.

O terceiro postulado é que, como resultado de ações e exercícios especiais, todos podem alcançar a equivalência de forma com o Criador, de modo que teremos a liberdade de agir de maneira semelhante ao Criador.

Da Lição de Cabalá em Russo, 02/04/18

Cabalá E Mentalidade

laitman_627.1Pergunta: Suponha que uma pessoa se estabelece em algum lugar geográfico e adquire seu caráter e mentalidade. Tudo isso é determinado de cima?

Resposta: Sim.

Pergunta: Existe um conceito de mentalidade na Cabalá?

Resposta: Não, propriedades humanas terrestres têm uma pequena influência nas características da alma já que no mundo superior a pessoa começa a adquirir propriedades inteiramente novas, novos estados.

Juntamente com isso, ela vê os limites de sua inclusão no sistema geral de Adão e, ao mesmo tempo, seus estados animais, especialmente suas fraquezas materiais e inclinações. Mas isso não importa realmente para a correção espiritual.

Da Lição de Cabalá em Russo 31/12/17

Se Eu Não For Por Mim, Quem Será Por Mim?

281.01Pergunta: Qual é o significado do princípio Cabalístico: “Se eu não for por mim, quem será para mim?” Parece ser tão corpóreo…

Resposta: Uma pessoa é egoísta. Há apenas o ego trabalhando dentro de nós. Ele primeiro nos empurra para fazer tudo por nós mesmos. Depois, esse mesmo egoísmo, percebendo que sua melhor aplicação está em doar aos outros, nos leva a fazer tudo para o benefício dos outros.

Segue-se, em qualquer caso: “Se não eu, então quem?” De que outra forma eu posso estar conectado a todos os outros para dar, trabalhar em benefício deles, se não através do meu egoísmo? Nada de novo acontece, apenas a técnica de aplicação do ego muda.

Além disso, o trabalho para os outros não é feito em benefício de um indivíduo, mas em benefício de todo o sistema; quando eu entendo que ele é universal, começo a me envolver nele e, portanto, meu presente e meu futuro dependem apenas da extensão do meu envolvimento nesse sistema.

Aqui tudo acontece diferentemente do nosso mundo, onde pregamos: “Vamos viver juntos e colocar tudo em um pote comum”, enquanto cada um pensa em como arrancá-lo e tudo o que sai dele é de pouca importância. Ao estudar Cabalá, nós revelamos o sistema da natureza e entendemos que existimos nele de forma plena, integralmente interconectados.

Portanto, ao dar ao sistema universal, eu dou a mim mesmo e faço isso da melhor maneira possível, eterna e perfeitamente. Se, aparentemente, eu tomo algo para mim, isso vai contra o sistema e eu vejo que causo danos a mim mesmo. Segue-se que o egoísmo funciona nos dois sentidos: bom e ruim.

“Se eu não for por mim, quem será por mim?” É a atitude mais saudável porque a pessoa sabe que deve fazer e ganhar alguma coisa. A questão é apenas em como usar seu egoísmo. É por isso que Cabalá, em hebraico, significa “a ciência da recepção”. Ela explica como receber tudo de bom, justo, eternidade e perfeição que existe no mundo.

Pergunta: Como combinamos as abordagens: “Se eu não for por mim, quem será por mim?” e “Não há outro além Dele”? Nós agimos de forma consecutiva ou simultânea?

Resposta: Nós temos que agir simultaneamente porque estamos todos em um sistema no qual o Criador é ativado pelo pedido de uma pessoa, e a pessoa é ativada pelo Criador. Segue-se que somos parceiros, mas de lados diferentes da criação: nós estamos no fundo e o Criador está no topo. O sistema de conexões entre nós é chamado de “mundos”.

Da Lição de Cabalá em Russo 03/12/17

Existe Punição Na Cabalá?

laitman_547.05Pergunta: Existe punição na Cabalá?

Resposta: Na Cabalá, diferentemente do nosso mundo, todos os problemas precisam ser resolvidos na linha média. O tumor purulento deve ser aberto e tratado até se tornar um organismo normal e saudável.

Pergunta: Mas no nosso mundo ainda temos tribunais, prisões, etc.?

Resposta: Eles não resolvem nada. Nós vemos como a prisão não ajuda em nada. As pessoas são isoladas da sociedade. Qual é a função? Não é uma correção. Uma prisão deve ser um sistema de correção de uma pessoa. Não deve funcionar sob a forma de punição.

Observação: O Baal HaSulam escreve que a punição é uma censura da sociedade.

Meu Comentário: Sim, mas somente se a sociedade estiver preparada para tratar um transgressor de uma maneira que ele se sinta rejeitado. Então, de fato, se tornará sua correção.

Da Lição de Cabalá em Russo 17/12/17

Cumprindo As Leis Espirituais

laitman_284.03As definições da sabedoria da Cabalá não são exatamente como as definições que usamos na linguagem falada comum. As “nações do mundo” são o desejo de desfrutar para si mesmo. “Judeus”, o povo de Israel, são desejos com o objetivo de doar.

Portanto, cada pessoa pode ser dividida em nações do mundo e Israel: em desejos que buscam apenas satisfazer a si mesmos e desejos visando o amor ao próximo e, daí, ao amor ao Criador. Com base nisso, todos podem determinar a que parte do desejo geral, isto é, a que criação pertence.

Religião (Daat) é o método da Cabalá que ajuda a pessoa a alcançar a linha média (Sefirot Daat-Tifferet-Yesod), e, dessa forma, aponta seu desejo de desfrutar da doação. Se, ao lermos fontes Cabalísticas, as percebermos através dessas definições, não nos confundiremos e atribuiremos tudo ao desejo de desfrutar, o material da criação e suas várias propriedades. Então poderemos identificá-los corretamente e entender onde estamos: em um estado corrigido ou corrompido. 1

Os desejos de Israel, dirigidos diretamente ao Criador (Yashar-El), não sentem satisfação até alcançarem a correção. Tal pessoa sente inquietação interna. Se ela é atraída para a revelação do Criador, para a correção, ela não pode estar satisfeita com a vida civil comum, mas deve alcançar a revelação do Criador. Somente nisso ela encontrará conforto, tranquilidade e satisfação. 2

Se nos é dado o desejo de alcançar o Criador e não o desenvolvermos, não o promovermos em direção à revelação, nós infligimos grandes problemas a nós mesmos porque estamos rebaixando os céus até a terra. Por isso, causamos a queda das gerações que foram chamadas para corrigir seus desejos. Afinal de contas, em vez de ascender à Luz superior e ser preenchidos com ela, eles querem receber abundância abaixo sem qualquer correção, e por isso causam escuridão e todos os desastres no mundo.

Pessoas que tinham a capacidade de fazer uma correção e ascender, tornando-se um canal para o mundo superior para todos os outros, mas falharam em fazer isso e não perceberam o desejo que lhes foi dado de revelar o Criador, sofreram com isso, e também condenaram outras que não podem fazer nada sozinhas e dependem delas. Portanto, as nações do mundo sofrem com o fato de que Israel falha em cumprir sua missão, de corrigir a si mesmo. Esta é a razão da existência do antissemitismo. 3

Em vez de subir os graus de doação e amor ao próximo e conduzir a Luz às nações do mundo, o que já era possível do Primeiro Templo, o povo de Israel absorveu os desejos corpóreos das nações do mundo e adotou seus costumes. Em cada geração apenas alguns poucos Cabalistas permaneceram. 4

Existem leis da natureza que atuam nos níveis inanimado, vegetativo e animado. Se uma pessoa não os segue, recebe punição porque são leis da natureza física. Existem também leis da natureza espiritual que se relacionam com a equivalência de uma pessoa com o Criador. Essas leis atuam seletivamente, de acordo com o degrau de uma pessoa, como o sistema de justiça que não pune uma criança, dá apenas uma punição parcial pela mesma ofensa a um adolescente, mas pune integralmente uma pessoa adulta.

A escada espiritual é criada na atitude da Luz superior para com o desejo de desfrutar, a matéria da criação. De acordo com isso, uma lei espiritual age em cada nível. A lei é uma proporção entre a Luz superior de certo degrau e o desejo de desfrutar correspondente a ele, quando eles são iguais e podem se conectar.

Portanto, se em certo degrau não vemos e não sabemos nada, isso significa que é para nosso benefício, porque a escada de degraus é construída de tal maneira de cima para baixo. Não podemos reclamar que isso é injusto. 5

Tudo o que sentimos neste mundo é uma influência das forças que nos guiam com amor e cuidado máximo na direção certa. Onde quer que eu falhe em ver isso, eu preciso me corrigir para concordar com essa governança. 6

Da 3ª parte da Lição Diária de Cabalá 17/4/18, Baal HaSulam, “Exílio e Redenção”

1 minuto 0:40
2 minuto 3:05
3 minuto 6:45
4 minuto 12:00
5 minuto às 23:00
6 minuto 26:10

Quando A Cabalá Captura Uma Pessoa

laitman_571.03Pergunta: Se o método da Cabalá nos eleva acima dos problemas, será que a pessoa, ao se libertar da terra e pairar nas nuvens, deixa de resolver seus problemas no nível corpóreo?

Resposta: Não, isso só pode acontecer no início quando a pessoa descobre pela primeira vez o método.

De repente, ela encontra a ciência, pessoas, livros, e o ensino – todo o sistema que explica como tudo é organizado em nosso mundo. Algumas pessoas são atraídas especificamente a isto, outras são atraídas para a oportunidade de subir acima de seus problemas e entrar em estados diferentes, um terceiro grupo quer entender o que a vida e a morte são, um quarto grupo quer descobrir o que acontece com as almas e suas reencarnações, e assim por diante.

Em outras palavras, as pessoas comuns têm um monte de perguntas que são resolvidas quando se deparam com a Cabalá. Quando esta captura a pessoa, ela pode até mesmo abandonar sua família, o trabalho, ou qualquer outra coisa. É necessário agir com muita cautela aqui pois a descoberta de tal sistema surpreende as pessoas.

Portanto, a Cabalá não é revelada em toda geração, ou sem uma razão. No entanto, em nossa geração, ela pode ser revelada porque a humanidade tem estado envolvida em muitos estados diferentes, e, na prática, a humanidade dificilmente pode ser surpreendida por alguma coisa.

Da Lição de Cabala em Russo 17/12/17

O Principal Princípio Cabalístico

laitman_219.01O principal princípio Cabalístico é o “Não há outro além Dele”. Ele continua sendo o tema recorrente do desenvolvimento espiritual, que é construído na revelação do Criador.

O Criador é revelado como o único que existe, governa e determina. Ele está em constante comunicação conosco, enviando-nos todos os tipos de pensamentos e desejos que parecem surgir em nós do nada: de repente, eu quero algo, um pensamento aparece de repente e eu não entendo de onde ele vem.

Portanto, nossa primeira tarefa é começar a nos concentrar no fato de que “não há outro além Dele”, que é a fonte de tudo que acontece comigo e dentro de mim.

Em segundo lugar, este princípio significa que o que eu faço é praticamente feito pelo Criador.

Em terceiro lugar, se penso que atuo sozinho, então estou enganado. Mas existem tais estados quando posso pedir ao Criador que me deixe agir. Se essas ações são dirigidas contra a minha natureza, contra o meu ego, eu peço a Ele que as substitua por outras.

É meu pedido, e não a ação em si, que em qualquer caso vem Dele sob a influência da Luz superior, que pode surgir com o processamento adequado da minha interação com o ambiente.

Acontece que todos os meus sentimentos e tudo o que parece vir de mim, na verdade, vem do Criador, embora isso esteja oculto de mim.

Eu posso, no entanto, me conectar com meu ambiente e receber dele excitações positivas e negativas em pensamentos e sentimentos, nos quais eu mesmo começarei a gerar algo além do que o Criador faz através de mim. Então essas ações serão minhas. Nestas ações, pensamentos e desejos, eu serei eu.

O que significa “eu”? Quando um ser humano (Adam) aparece? Acontece quando ele começa a interagir com seu ambiente de tal forma que recebe dele a oportunidade de trabalhar apesar do Criador, contra o Criador. Então ele ganha poder e age. Isso é chamado “Meus filhos me derrotaram”.

Pergunta: Como devo relacionar o processo da vida atual com o princípio “Não há outro além Dele”?

Resposta: Para fazer isso, você deve se envolver seriamente na Cabalá porque somente a Cabalá realiza o princípio “Não há outro além Dele” em todos os mundos.

A Luz governa todos os mundos, a pessoa e a humanidade, causando todas as nossas ações, perguntas, etc. Portanto, toda a sabedoria da Cabalá se encaixa praticamente em um princípio – a conclusão de que não há outro exceto a única força unificada da natureza.

Da Lição de Cabalá em Russo 19/11/17

Blitz De Dicas De Cabalá – 22/10/18

laitman_282.02Pergunta: O que significa buscar uma solução no próximo nível, se ele está oculto? Como podemos identificar o próximo nível de concordância entre nós?

Resposta: Vocês só precisam se esforçar em seu anseio pelo próximo nível, e a Luz superior corrigirá tudo.

Pergunta: A “inteligência comum” que nasce em um círculo é limitada de alguma forma?

Resposta: Ela é limitada apenas pela nossa capacidade de nos aproximarmos uns dos outros, e não de qualquer outra forma. Quando nos aproximamos de forma séria, alcançamos a inteligência do Criador, que é a característica máxima de doação e amor que se veste em nós.

Pergunta: Como a pessoa deve reagir a um participante do círculo que está inclinado a duvidar do método do workshop em si, que fala sobre a inutilidade das pessoas sentadas ao seu redor, e considera o que elas dizem ser uma loucura que não quer ouvir?

Resposta: A sabedoria da Cabalá diz que você deve “embotar seus (do egoísmo) dentes”. Se uma pessoa se opuser às regras gerais que os Cabalistas nos ordenaram a manter, ela deve nos deixar. Essas regras gerais já existem há milhares de anos; se ela não quiser realizá-las, deve sair. Sobre este tópico, não há nada para discutir.

Pergunta: Qual é o princípio que você usa para escolher as perguntas para um workshop?

Resposta: Eu sei aproximadamente qual é o nível geral de desenvolvimento compartilhado do grupo mundial, e dou aos membros do grupo uma tarefa que é um nível mais alto. Não é mais do que um nível, porque, do contrário, a questão não seria entendida e os colocaria em um estado de depressão que não levaria ao resultado desejado. Os membros do grupo precisam fazer um esforço para entender a questão através de sua conexão, que pode até ser a resposta.

Pergunta: É por isso que eu não entendo os textos Cabalísticos, porque não tenho investido trabalho suficiente na dezena?

Resposta: Se você não entende os textos Cabalísticos, precisa lê-los repetidas vezes, muitas vezes, e às vezes copiá-los, adaptando-os dentro de você de alguma forma.

Da Lição de Cabalá em Russo 22/10/17

O Que Faz As Pessoas Temerem A Cabalá?

Laitman_198Pergunta: O que faz as pessoas temerem e odiarem a Cabalá, mesmo sabendo muito pouco sobre ela?

Resposta: Primeiro, os sentimentos de medo e ódio são inerentes às pessoas porque a propaganda contra a Cabalá existe há pelo menos 3000 anos.

Em segundo lugar, ela é contrária à natureza humana. A Cabalá fala sobre algo oculto; portanto, as pessoas se relacionam com os Cabalistas como uma “sociedade secreta” cujos membros estão envolvidos em uma gestão secreta. Afinal, a pessoa sobe ao nível de governar o mundo. Diferentes rótulos estão presos aos Cabalistas: culto, Maçonaria, Maçonaria judaica, esoterismo antigo, etc.

Pergunta: Se as pessoas interessadas em Cabalá lerem isso, podem pensar: “Por que devemos nos envolver com isso?”

Resposta: Para que isso serve? É a alma que faz essa pergunta. Uma pessoa não pode suprimir esse desejo. Se ela tiver a possibilidade de descobrir o sentido da vida, alcançar o mundo superior, ela não pode limitar ou acalmar esse desejo. A vida se torna insípida sem esse objetivo. Que tipo de gosto ela tem? A pessoa só afunda em coma.

Pergunta: Se o Criador quer trazer Sua criação a se assemelhar a Ele e dar prazer, por que é necessário seguir uma rota tão longa? Ele dá um método, depois o oculta, e todos odeiam. Por quê?

Resposta: O motivo está no livre arbítrio. Nós não entendemos como isso é realizado, mas deve ser. É impossível alcançar a revelação do Criador contra sua vontade. Você pode ser empurrado, mas simultaneamente parado, deixando você pendurado, como em um balanço. Ao atrair e repelir constantemente, você tem a chance de resolver a pergunta sobre o sentido da vida por conta própria.

Pergunta: Quem faz isso?

Resposta: A gestão superior, chamada “linha do meio”. Não há como contornar: é assim que é organizado.

No entanto, em geral, isso é muito difícil para os iniciantes entenderem, então eles reclamam constantemente. Em todo caso, muitos vêm e vão embora, primeiro aplaudindo e depois amaldiçoando. É assim que a humanidade busca o sentido da vida. E este significado está acima de nossa compreensão egoísta do mundo, em doação, em amor, na saída de si mesmo. Portanto, tudo é complicado e assustador.

Pergunta: Então você justifica essa atitude do Criador?

Resposta: Este é o sistema em que existimos, a matriz em que vivemos. É chamada de natureza. Portanto, é impossível falar sobre se é bom ou ruim.

Da Lição de Cabalá em Russo 10/09/17

Qual É O Segredo Da Cabalá?

laitman_216.03Pergunta: Se hoje a Cabalá está aberta a todos, qual é o seu segredo?

Resposta: Não existem segredos na Cabalá e nunca existiram. Todo o problema reside apenas na possibilidade da sociedade de aceitá-la corretamente, adaptando-se a ela, saboreando-a e usando-a corretamente para o seu desenvolvimento. Não há mais nada.

Por exemplo, está escrito no Livro do Zohar que dos dez discípulos do grande Rav Rabi Shimon, só o Rav Aba poderia explicar o livro corretamente para que ele fosse acessível, suave, correto e, ao mesmo tempo, oculto.

E a medida de ocultação deve ser tão especial que, quando você lê o texto Cabalístico, ele se revela a você, e talvez não ao seu próximo.

Da Lição de Cabalá em Russo 12/11/17