Textos na Categoria 'Trabalho Espiritual'

Quando Alcançamos A Terra De Israel?

laitman_747.01Pergunta: Por que, depois do êxodo do Egito, o povo de Israel estava constantemente reclamando e não estava satisfeito com esse progresso?

Resposta: É assim que o presente é avaliado em relação ao passado e a liberdade de escolha é selecionada nos dois estados.

Isso acontece em todos os graus, a cada passo, já que o egoísmo sempre está crescendo e nós precisamos nos elevar acima dele. Maior egoísmo e maior ascensão. Isso continua até entrarmos na terra de Israel. Ao longo dos 40 anos de peregrinação no deserto, todos nós subimos o Monte Sinai.

Anteriormente, apenas Moisés subiu, mas agora estamos empurrando todos junto conosco. Isso significa que ele está conduzindo o povo do outro lado do deserto.

A subida ao Monte Sinai, ou seja, a subida acima do ódio mútuo, é o propósito da vida do homem. Esse é o começo da doação, do amor, da conexão mútua e da união de todos em um único todo e, nesse sentido, o Criador é revelado.

A terra de Israel é alcançada apenas no final quando você alcança o amor. Mas toda a subida reside em elevar-se acima do egoísmo. Isso é chamado de “ter a qualidade de Hassadim“.

Chesed é misericórdia: quando você está preocupado com os outros da mesma forma que eles estão preocupados com você.

Nesse período, no nível que você está, sempre há uma supressão de suas necessidades, reavaliando as necessidades dos outros como mais valioso, mais necessário. É como uma mãe que cuida de um bebê, valorizando suas necessidades mais do que qualquer coisa. É assim que estamos em relação a todos.

É como se você deixasse outra pessoa dentro de você, liberar completamente um espaço para ela nesse nível. Quando você faz isso, o egoísmo do próximo nível começa a surgir imediatamente em você. É tão forte que você nem percebe essa pessoa, e se a vê, ela irrita você e é repulsiva para você. Então você começa a trabalhar nisso novamente até ela se tornar mais próxima de você do que você de si mesmo.

Isso significa que você entrou em um novo nível. E continua uma e outra vez.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 25/03/15

“Aquela Alma Será Extirpada Do Seu Povo”.

Laitman_002Torá, Levítico 07:21: E uma pessoa que tocar em alguma coisa impura, seja impureza de um ser humano ou um animal impuro [carcaça] ou qualquer impuro [carcaça de uma] criatura abominável, e depois comer a carne de uma oferta de paz ao Senhor, aquela alma será extirpada do seu povo.

Um cadáver simboliza um desejo egoísta não corrigido. Ele morreu por si só, mas ainda não foi corrigido.

Em outras palavras, há a vida e a morte. Após a vida egoísta de um desejo vem a morte do ego e, em seguida, a sua mudança para o altruísmo. Ele se move como uma onda: mais-menos, mais-menos. Você mergulha para o menos (egoísmo), chega a zero, e então traduz o egoísmo para o altruísmo. Mas um zero ainda não significa nada. Você pode lidar apenas com o espiritualmente vivo.

“Tocar os impuros” significa entrar em um contato interno com um desejo egoísta, estar com ele em adaptação, entendimento, em um estado mútuo. Isto é, se você pode dizer espiritualmente que “eu entrei em contato com alguém”, então você está no mesmo estado que ele. E se ele é um corpo morto, você está no mesmo nível.

Está escrito: “E uma pessoa que tocar em alguma coisa impura… e então comer a carne de uma oferta de paz ao Senhor, aquela alma será extirpada do seu povo”. Você não pode abençoar, não pode fazer tais atos.

Isto se refere às leis de incompatibilidade ou leis de semelhança, porque tudo no universo é construído sobre a propriedade da semelhança.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 10/12/13

Uma Arte Cabalística

laitman_942Pergunta: Como você pode tocar de forma prática o coração de sua dezena durante um workshop?

Resposta: Essa é uma arte Cabalística: como concordar com os amigos na dezena, criar tal compreensão mútua, relações mútuas e inclusão para que eles vejam o objetivo que queremos alcançar como o mais importante.

Os Congressos são bons porque não estamos distraídos com nada. Eu vim aqui e para mim não há ninguém exceto os amigos com quem estou agora. Não quero pensar em mais nada. Neste momento, quero alcançar a sensação de que estamos nos adicionando na dezena onde vou revelar o Criador.

Nada me impede, exceto eu. E meus amigos agirão como eu. Eu tenho que acreditar que o Criador os controla e os torna as melhores figuras para mim. Ele joga comigo através deles.

Se eu constantemente tento trabalhar em mim mesmo, ajustar-me a eles, adicionar a eles, e juntá-los em um único todo, então, dentro deles, revelarei o Criador entre nós.

Da Convenção em Vilnius, “Do Caos à Harmonia”, Dia 1, 03/11/17, Lição 1

A Raiz Espiritual Da Fofoca

laitman_600.02Pergunta: A fofoca tem uma raiz espiritual?

Resposta: Claro, isso é chamado de Lashon HaRa: má língua.

Isso mata tudo entre os amigos. Se eu falo pelas costas do meu amigo, eu traio o Criador. Eu O engano. Não pode haver mais nada aqui. Afinal, o Criador coloca a dezena com todos os seus problemas diante de mim. Pelas costas de um amigo, só podemos falar sobre como ajudá-lo e nada mais.

Da Convenção em Vilnius, “Do Caos à Harmonia”, Dia 1, 03/11/17, Lição 1

Não Há Nada De Mau Na Natureza

laitman_232.08.jpgPergunta: Se eu vejo uma propriedade negativa em um amigo, eu tenho que complementá-la. O que isso significa?

Resposta: A lei da natureza é tal que não há nada de errado com isso. E não há nada de mau no homem, nem em nenhum de nós! O “mau” veio da nossa quebra e então você tem sua quarta parte, em outra metade, e em mim uma terceira, etc.

Se reunirmos essas propriedades, elas formam uma propriedade de plenitude que consiste em um mais e um menos. Na verdade, quando a lama quebrou, as propriedades negativas foram formadas, e mesmo as positivas parecem negativas porque não há nada que possa complementá-las.

A sabedoria da correção é corrigir a separação e a distância entre nós. Nós precisamos fazer o nosso cérebro trabalhar nessa direção: não há nem mau nem bom. Separação e distância entre nós são más. Portanto, nós vemos propriedades quebradas, que sempre nos parecem negativas.

Se não há nada para se opor a uma propriedade quebrada, não importa o quão positivo for, parecerá negativa.

Da Convenção em Vilnius “Do Caos à Harmonia”, Dia 1, 11/03/17, Lição 1

Verdade E Mentira, Parte 2

laitman_600.04Pergunta: Resulta que as mentiras têm um papel muito importante: nos desenvolver gradualmente, nos aproximar da revelação da verdade. Que nível de desenvolvimento uma criança atinge quando começa a mentir aos três anos de idade?

Resposta: A criança só descobre sua natureza. A quebra está em nossa base, o pecado da Árvore do Conhecimento, pelo qual a mentira penetrou completamente em nossa natureza e reina profundamente dentro de nós. É por isso que somos incapazes de reconhecer uma mentira. Pelo contrário, consideramos a verdade como uma mentira e a mentira como verdade.

A verdade e a mentira estão tão entrelaçadas uma com a outra que nem percebemos o quanto somos enganados. Como eu posso medir o quanto do que eu disse é verdade? Relativo ao que posso avaliar?

Pergunta: De acordo com as estatísticas, uma criança de três a quatro anos de idade mente a cada duas horas, uma criança de seis anos já mente uma vez em uma hora e meia e um adulto pelo menos três vezes a cada dez minutos. Isso significa que, à medida que envelhecemos, nos tornamos mais mentirosos?

Resposta: É claro que mentimos constantemente e nunca dizemos uma gota de verdade. A única questão é se a mentira é consciente ou não? Mas é uma mentira – 100%.

Pergunta: A propriedade de enganar surge em nós sob a influência da sociedade ou da natureza?

Resposta: O engano reside na nossa natureza e o ambiente só nos ajuda a usar essa propriedade e a cultivá-la. Todas as nossas relações na sociedade têm o propósito de multiplicar mentiras e ter sucesso com isso.

Nós educamos os filhos com histórias que são mentiras completas do começo ao fim, todos os tipos de contos de fadas sobre animais, carros e trens que conversam uns com os outros, etc. Isso não acontece na vida! Essa é uma educação totalmente errada. Todas essas imagens enganosas são impressas na criança e quando cresce ela como se esperasse que elas se manifestassem na vida.

Não basta que sejamos naturalmente propensos a mentiras e fantasias, também educamos os filhos para que eles se acostumem a mentir. No final, eles costumam viver no mundo das mentiras. Essas não são fantasias que apenas expandem a verdade um pouco; elas são completamente falsas.

De KabTV “Nova Vida” 16/11/17

“E Subindo Moisés Ao Monte”

laitman_740.03Torá, Êxodo 24:15 – 24:18: E subindo Moisés ao monte, a nuvem cobriu o monte. E a glória do Senhor repousou sobre o monte Sinai, e a nuvem o cobriu por seis dias; e ao sétimo dia chamou a Moisés do meio da nuvem. E o parecer da glória do Senhor era como um fogo consumidor no cume do monte, aos olhos dos filhos de Israel. E Moisés entrou no meio da nuvem, depois que subiu ao monte; e Moisés esteve no monte quarenta dias e quarenta noites.

“E subindo Moisés ao monte” e desapareceu na nuvem significa que ele tinha atingido completamente a propriedade de Bina (a 40a propriedade). Quarenta é o nível de Bina com respeito a Malchut. A doação absoluta e completa é o primeiro estágio geral da ascensão de uma pessoa.

Pergunta: Por que Moisés entra na nuvem?

Resposta: Entrar na nuvem simboliza a entrada do poder do Criador nesta fase. E, em seguida, ao longo de 40 anos, Moisés sobe plenamente nesta fase e completa o trabalho antes da entrada do povo à “Terra de Israel”, no próximo estado. “E Moisés esteve no monte quarenta dias e quarenta noites”, porque não há dia sem noite e não há noite sem dia. A pessoa deve primeiro mergulhar na noite, em todas as qualidades egoístas opostas e expressá-las, e só então, com a ajuda da Luz, pode corrigi-las nas propriedades de Bina. Portanto, “e houve tarde, e houve manhã, o primeiro dia” significa que tudo começa à noite.

Moisés recebeu as tábuas, a Torá e os mandamentos; ele desceu do monte e começou a trabalhar. Isso significa que a pessoa se elevou ao seu mais alto nível, foi absorvida, apareceu no mundo como um recém-nascido, e agora precisa elevar ao novo mundo.

Para chegar a este estado, ela recebe uma instrução: uma Luz de correção que aguarda até que a pessoa precise dela.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 07/01/13

Revele Seu Potencial Espiritual

Laitman_032.01Pergunta: Pode uma pessoa viver normalmente e desenvolver-se espiritualmente caso não se sinta amada por outras pessoas?

Responda: A pessoa deve desenvolver-se a fim de revelar o seu potencial espiritual. É uma pena que a vida passe em vão. Portanto, ela não precisa prestar muita atenção a qualquer outra coisa. Se lhe é dada a oportunidade de estudar, no âmbito de nossa organização, a oportunidade de desenvolver suas qualidades espirituais, então tudo depende dela.

Nada mais é necessário. Nisto, ela não depende de ninguém. Ela pode até mesmo ficar sozinha na frente de seu computador caso não haja ninguém ao seu redor. É desejável, é claro, que ela tenha amigos, um grupo, mas se não os tiver, então a conexão virtual é suficiente para que ela corrija seu egoísmo. Corrigir significa contrabalançar o seu ego com a qualidade oposta, e com base no contraste entre eles alcançar o Criador.

Ela irá revelar o amor que preenche todo o universo. Afinal, uma pessoa que começa a se envolver profundamente na Cabalá, por vezes, recebe tal estado quando o amor que preenche o mundo inteiro é revelado a ela. Mas depois este estado desaparece, e após um tempo, ela deve atingir este estado sozinha.

Da Lição de Cabalá em Russo 06/08/17

A Essência Do Trabalho Espiritual

Laitman_101Todos os estados que passamos no trabalho espiritual são formas da nossa conexão com o Criador; cada vez eles são diferentes. Embora nos pareça que estamos no trabalho ou com a família, em casa ou na rua, indo ou voando em algum lugar – tudo isso é nossa imaginação em jogo.

Na realidade, essas são representações da nossa conexão com o Criador, que assumem diferentes formas de circunstâncias externas. Não há nada além disso!

Portanto, todo o meu trabalho é determinar o estado verdadeiro: entender que estou em conexão com o Criador e que devo descobri-Lo como o primeiro, aquele que cria esse estado para mim, e o último, a medida que tenho que alcançar o estado de “Não há outro além Dele”.

Eu tenho que determinar que Ele realmente montou esse estado para mim, organizou-O e me entregou para que, com base em todos os fatos atualmente disponíveis, conforme a quebra que se revela em mim, eu estabeleceria que tudo vem Dele, começando com a preparação e terminando com o estado onde me conecto com o Criador, o quanto for possível no momento.

Esse é o nosso trabalho.

Da 1ª Parte da  Lição Diária de Cabalá 22/11/17, Lição sobre o Tema: “O Endurecimento do Coração na Entrada de Ibur (Concepção)”

Despertado De Um Sonho

laitman_750.03Torá, Êxodo 23:31: E porei os teus termos desde o Mar Vermelho até ao mar dos filisteus, e desde o deserto até ao rio; porque darei nas tuas mãos os moradores da terra, para que os lances fora de diante de ti.

A terra de Israel, em princípio, não é grande, isto é, o desejo egoísta do homem é muito pequeno. Mas, em níveis espirituais, ele cresce gradualmente. Quando uma pessoa ascende de um pequeno nível espiritual para um maior e mais elevado, ela revela o mundo inteiro.

Esse não é o nosso universo, que em si não representa um volume espiritual sério; é simplesmente um zero, não existe. No mundo verdadeiro em que realmente estamos, ele não existe. É como o nosso reflexo.

Nós não conhecemos e não nos vemos. É como se estivéssemos dormindo agora, vivendo nossa vida material em um sonho. Nesse sonho, nós recebemos o início do trabalho espiritual, que nos ajuda a despertar.

Se despertamos com sua ajuda, isto é, entramos no mundo espiritual, vemos que tudo o que estava dentro de nós antes é apenas uma ilusão. Nós tínhamos todos os tipos de flutuações cerebrais e imaginávamos tudo em nossa imaginação. E agora somos reais, espirituais.

Portanto, a vida material em relação à espiritual é como um sonho. Afinal, não fazemos nada, não realizamos nenhuma ação material, e mesmo os desejos que alegadamente usamos não são desejos – eles não são nada.

Mas assim que você desperta, isto é, assim que nasce espiritualmente, você entende que tudo o que ocorreu anteriormente era um sonho.

Agora surge a questão: se uma pessoa desperta do sono e começa a viver em um volume espiritual, em outra dimensão, como ela, ao realizar algumas ações, aparece de repente nesse sonho e começa a ajudar os outros a sair? Como ela mergulha nisso? Em outras palavras, ela alcançou certo nível espiritual e é dito: “Você deve estar no sonho com aqueles que ainda estão nele”.

Pergunta: Isto é, um Cabalista, como um perseguidor, é enviado para despertar a humanidade do sono e levá-la a um novo estado e isso funciona?

Resposta: Claro! Na espiritualidade, você vê essa necessidade e ela se torna sua.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 26/10/16