Textos na Categoria 'Trabalho Espiritual'

O Que A Árvore Do Conhecimento Do Bem E Do Mal Simboliza?

207A árvore do conhecimento do bem e do mal simboliza o governo especial do Criador quando o Criador gradualmente transfere suas qualidades para os seres criados. É exatamente o mesmo como nos comportamos com as crianças pequenas, despertando nelas todos os tipos de perguntas e curiosidades, como resultado das quais elas se desenvolvem e, assim, crescem.

Pergunta: O que os termos “bom” e “mal” significam em relação ao Criador? Sobre o que é isso?

Resposta: Em relação ao Criador, o bem e o mal são muito simples. Conexão e amor são bons e o oposto deles é mau.

Pergunta: O que significa que Adão comeu uma maçã da árvore do conhecimento do bem e do mal?

Resposta: Em princípio, tudo isso é uma alegoria, porque não estamos falando de uma pessoa em si, mas de sua alma, que consiste em duas partes: o desejo de receber e o desejo de doar.

O desejo de receber é Eva, o desejo de doar é Adão, e nossa alma consiste dessas duas partes. Devemos ter certeza de que usamos tanto a parte de Adão quanto a parte de Eva em nossa alma da maneira mais correta possível.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 14/06/22

Torne-se Digno De Ser Chamado Homem

935Pergunta: Por que a natureza do Criador é doação e amor? Por que Ele tomou precisamente esta forma e nenhuma outra em relação a nós?

Resposta: Ele criou uma qualidade egoísta, segundo a qual cada uma de Suas criações quer ser preenchida com Ele, o Criador. Tal desejo é chamado de “inanimado”, “vegetativo” ou “animado”.

Se a criação quer ser preenchida não apenas na forma de inanimado, vegetativo e animado, mas da sensação de outro, ou seja, não mais dentro de si, mas em outro, ela é chamada de “homem”.

O Criador nos sente fora de Si mesmo. E se chegarmos a tal estado e pudermos sentir algo fora de nós mesmos, seremos chamados de “Adão” (Homem) – da palavra “domeh” (semelhante ao Criador).

De KabTV, “Estados Espirituais”, 07/06/22

Aproxime-se E Alcance

276.02rPergunta: Qual é o nome certo para a força que nos governa: o Criador, Deus, o pensamento, a força superior?

Resposta: O que você quiser. O que for mais conveniente para você em cada caso.

Pergunta: Na ciência da Cabalá, está escrito que “Bore” (o Criador) vem das palavras “Bo” e “Re”  (venha e veja). Para onde ir e o que vemos lá?

Resposta: O Criador é uma qualidade que podemos nos aproximar e alcançar. É por isso que o chamamos de Bore. Se você se aproximar Dele em qualidades, você entenderá quem Ele é, o que Ele é, e você será capaz de explorá-Lo.

Pergunta: Na ciência da Cabalá é dito: “O que não alcançamos, não conhecemos pelo nome”. O que isto significa?

Resposta: O fato é que atingimos tudo em nossos sentidos e não fora deles e, portanto, não podemos nomear nada de forma objetiva. Alcançamos tudo apenas em uma condição limitada e predeterminada. Portanto, o Criador é chamado Bo-Re.

De KabTV,“Estados Espirituais”, 07/06/22

Altruísmo de Ações

565.01Pergunta: Baal HaSulam diz que é necessário considerar o Criador não como uma pessoa, mas como leis da natureza. Acontece que, se você seguir as leis da natureza, será recompensado e, se não seguir, receberá golpes. Pode ser visto desta forma?

Resposta: Sim. Não importa. Devemos tentar agir o tempo todo de tal forma que nos aproximemos do Criador no altruísmo de nossas ações.

Pergunta: Digamos que, observando as leis da gravidade, eu viva. E não importa se eu as entendo ou não. É o mesmo com o Criador? Ele diz: “Precisamos nos conectar com outras pessoas”. Eu cumpro, é isso, estou bem. Se eu não cumprir, me sinto mal.

Resposta: Não. Ruim ou bom, você não pode determinar; caso contrário, você agirá para se sentir bem e não mal.

Comentário: Em geral, se observo esta lei e de alguma forma me aproximo dos outros, devo entender que em algum lugar obterei algum tipo de recompensa por isso, embora não a veja.

Minha Resposta: Ainda é uma recompensa.

Comentário: Mas eu não a vejo.

Minha Resposta: Não importa. Você também não vê o dinheiro no banco.

Comentário: Sim, mas sempre posso sacá-lo.

Minha Resposta: Aqui também você espera que sacar.

De KabTV,Estados Espirituais”, 31/05/22

Sem Pensar Em Uma Recompensa

622.02Pergunta: Eu tenho que imaginar que o Criador é grande, que Ele quer que eu me una com outras pessoas. Onde posso encontrar combustível e esperar que, para os esforços de união com os outros, eu tenha algum prazer?

Resposta: Você não deve esperar nenhum prazer. Ele deve vir precisamente do fato de que através de seus esforços você traz contentamento ao Criador.

Você deve simplesmente imaginar. Afinal, se você realmente sentir prazer, fará tudo apenas por causa disso. Portanto, uma pessoa deve se fechar, fazer uma restrição a si mesma e não receber nenhum prazer de seu trabalho espiritual.

Pergunta: Mas não está claro onde conseguir combustível para isso?

Resposta: Você vai conseguir, não se preocupe.

Pergunta: Existem alguns recursos na natureza que podem ser usados?

Resposta: Você não tem ideia! Eles são muito maiores do que em nosso mundo.

Comentário: Não está claro o que é esse combustível altruísta.

Minha Resposta: Ele virá quando você quiser trabalhar sem nenhuma satisfação egoísta. Você verá quantas oportunidades existem no mundo para agir sem resposta, sem se realizar, sem pensar em recompensa, quando o próprio trabalho, a ação em si sem nenhuma recompensa é uma recompensa.

Se uma pessoa se liberta de pensamentos sobre si mesma e começa como se estivesse saindo de si mesma, este é o maior prazer.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 31/05/22

O Potencial Oculto Do Homem

275Em cada um de nós, de forma oculta, estão todos os desejos que se manifestarão no caminho do desenvolvimento pessoal a partir deste momento até o fim da correção. A questão é como revelá-los e realizá-los na prática para acelerar seu desenvolvimento.

Cada pessoa é como um bebê no qual estão escondidas vastas forças de crescimento. Nossa tarefa é revelar essas forças e reservas internas através do estudo da Cabalá, juntando-se a um grupo e oração, e fazendo todos os esforços para transferir essas forças do potencial para a ação, da ocultação para a revelação.

A maneira mais eficaz de fazer isso é trabalhar em grupo, porque é justamente aí que surgem essas forças ocultas. No início, todos nós existíamos como um sistema – Adam haRishon. Mas ele foi despedaçado e todos perderam todo o vasto arsenal de poderes, propriedades, conhecimentos e sensações pertencentes ao sistema completo da alma comum.

Agora todos são deixados a existir como uma pequena célula separada do corpo na qual se sente apenas sua própria vida temporária como separada das outras. Esse tipo de existência é chamado de homem deste mundo.

No entanto, tal vida não traz felicidade. Devemos retornar ao sistema único de Adam haRishon e nos realizar nele com todas as nossas forças, o que significa conectar-se com todos os outros. Agora temos a oportunidade de nos conectar com nossos amigos da dezena e retornar ao trabalho em grupo, que é o primeiro estágio de reconexão do sistema comum de Adão.

Os genes de informação (Reshimot) estão escondidos em cada um de nós e todo o nosso caminho desde hoje até o fim da correção está neles até a revelação do sistema completo de Adam haRishon. Nós somos obrigados a realizá-los. E a luz superior continua a agir, revelando-se cada vez mais quebrados se não acompanharmos a correção do sistema antes do tempo. Acontece que estamos passando por estados cada vez mais difíceis de quebra neste mundo.

Mas se nos esforçarmos para nos unir, descobriremos que nossa condição está melhorando. O objetivo de toda evolução é nos devolver a um estado corrigido.

Não Há Realmente Nenhum Outro Caminho?

962.7Comentário: Alesya pergunta: “Você diz que é necessário inclinar sua cabeça diante do Criador e dizer: ‘Eu concordo’. Mas como você concorda com o que Ele está fazendo? É Ele quem está fazendo isso! É realmente impossível nos tratar de uma maneira diferente, de uma maneira gentil?”

Resposta: É possível nos tratar com gentileza, mas não entendemos. Portanto, é necessário que o Criador, em Sua atitude de absoluta bondade para conosco, forçosamente, gradualmente, introduza em Sua qualidade de absoluta bondade a qualidade do sofrimento, o sentimento de falta; caso contrário, não reagimos.

Pergunta: Existe uma expressão assim: “Atraia com bondade e afaste com sofrimento”. Você diz que “atrair com bondade” não é suficiente? O que significa que não ouvimos essa atração com bondade?

Resposta: Nós não sentimos isso. Todos os dias, da manhã à noite, a cada segundo, temos oportunidades de nos tratarmos com gentileza: conectar, unir e tentar sentir uma boa força entre nós que acabará se acumulando e se manifestando como a força superior, como uma qualidade de bondade e amor.

Mas não a ouvimos. Talvez nos conectemos por um minuto e pronto. Então nos desconectamos disso e novamente pulamos em todos os tipos de brigas entre nós.

Pergunta: É por isso que você diz que as ações do Criador são apenas para impor?

Resposta: Não. Ele age da mesma forma com bondade. Mas nessa bondade, algumas ações se manifestam mais e nos parecem duras, amargas e assim por diante.

Pergunta: E o que há em nós que transforma esses atos de bondade em sofrimento aparente? Parece que a bondade é dirigida a você, mas você está sofrendo. O que é que temos em nós?

Resposta: Nosso egoísmo! O Criador quer nos mostrar a cada segundo como a qualidade egoísta nos afasta um do outro e leva a todos os tipos de arrependimentos e sofrimentos. Isso fica claro a cada segundo de nossa existência.

Em geral, é terrível quando você vê isso!

Pergunta: Então, até que Ele nos leve ao ponto em que vemos isso, isso não vai parar?

Resposta: Não, claro que não. Devemos ver esse mal em nós e tudo começará imediatamente a mudar.

Pergunta: Vamos querer sair disso, sentir esse bem que é dirigido a nós afinal?

Resposta: Você tem que imaginar antes mesmo de ver. Você não precisa ver nada! Imagine tudo o que é dito, e isso será suficiente para romper com o egoísmo.

Pergunta: Imagine que apenas um fluxo de bem chega até nós?

Resposta: Sim, que existe um enorme egoísmo entre nós e precisamos de alguma forma superá-lo e nos conectarmos uns com os outros acima do egoísmo. Esta é a principal obra do homem.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 02/05/22

Eu E O Universo Somos Um Todo Comum

707Pergunta: Qual é a diferença entre o estado distorcido atual e o estado corrigido ao qual temos que chegar?

Resposta: Nosso estado atual é corrompido, temporário e instável. Ele nos causa sofrimento a cada segundo porque nos obriga a chegar à harmonia global.

A harmonia global é quando todas as partes da natureza estão interconectadas e se complementam. Hoje esta necessidade está começando a se desdobrar em nosso mundo.

Portanto, a diferença entre o mundo presente e o mundo do futuro é que, corrigindo nossos desejos de receber, de egoísmo, para doação e amor, começamos a sentir nosso mundo, nosso universo e todos os outros mundos espirituais juntos como um todo comum totalmente conectado conosco. Ou seja, eu e tudo isso somos um todo comum.

Além disso, eu sinto isso como “eu e todos os outros estamos conectados”. Ninguém e nada desaparece; todos esses objetos, todas as propriedades, desejos e pensamentos tornam-se apenas um todo comum, um corpo único interconectado, complementar e harmonioso chamado Adão.

Essa construção espiritual, na qual tudo está harmoniosamente conectado, é chamada de mundo do infinito, o mundo da existência infinita, perfeita, harmoniosa e eterna. Chegaremos a isso porque todas as partes desse sistema se complementam, constantemente transbordando, trocando e assim por diante.

Não há nada que morreria, seria destruído ou agiria às custas do outro. Tudo é baseado na adição mútua, o mesmo que em um corpo saudável.

De KabTV, “Close-Up. Ramo de Sakura”, 15/05/11

No Sistema De Conexão Comum

557Pergunta: Eu vivo neste mundo e estou conectado com outras pessoas. Quanto minhas ações erradas influenciam as punições de outras pessoas?

Resposta: Eles influenciam. Eu não posso explicar o quanto, mas influenciam. E as ações incorretas delas influenciam você.

Pergunta: Digamos que eu compreendo as leis da natureza, procuro observá-las, faço esforços. No entanto, existem vários bilhões de pessoas que, consciente ou inconscientemente, não querem cumpri-las. Eu recebo punição por elas?

Resposta: Claro. Estamos todos conectados em um único sistema.

Pergunta: O que podemos fazer nesta situação?

Resposta: Tente corrigir a si mesmo e aos outros através de você.

Pergunta: Então, não para corrigi-los, mas a mim mesmo?

Resposta: Claro.

Pergunta: Mas eles existem de qualquer maneira. Qual é a conexão se eu me corrigir e eles não forem corrigidos?

Resposta: Você deve orar por eles.

Pergunta: Por que deveria haver tal responsabilidade?

Resposta: Porque é um sistema comum.

Comentário: Mas todas essas punições coletivas aparentemente sobreviveram à sua utilidade. Uma pessoa deve ser responsável por si mesma.

Minha Resposta: Nada sobreviveu à sua utilidade. Esse sistema existe e sempre existirá. O Criador criou um único Kli, desejo, e esse desejo deve atingir o nível do Criador.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 31/05/22

Esforços São A Recompensa

600.01Pergunta: Seu professor Rabash escreveu que na medida dos esforços que uma pessoa faz, ela recebe uma recompensa; ou seja, os próprios esforços tornam-se uma recompensa. Por quê?

Resposta: Os próprios esforços são a recompensa porque, em princípio, eles vêm do Criador, mesmo que pareça a uma pessoa que eles são seus próprios esforços. A medida dos esforços feitos determina o status espiritual de uma pessoa, a magnitude de sua ascensão e sua proximidade e adesão ao Criador. Ou seja, ela define sua espiritualidade por isso.

Se o Criador exige que façamos apenas um esforço, para nos conectarmos com os outros, fazendo esforços para nos aproximarmos de pessoas diferentes que eu posso até odiar, essa ação em si será uma recompensa.

Pergunta: Digamos que se uma pessoa fizer um esforço, de onde virão os prazeres do esforço?

Resposta: Pelo fato de que ela faz isso por causa do Criador, aproxima-se Dele e traz-Lhe contentamento.

Pergunta: Neste caso, o Criador e Sua grandeza devem ser revelados a uma pessoa?

Resposta: Não. Se for revelado, a pessoa agirá por revelar a grandeza, por realização, por sua elevação.

Isso é ocultado de propósito para que ela realize todas as ações não de acordo com seu desejo e objetivo egoísta, mas de acordo com o altruísta quando o faz sem nenhuma recompensa, não querendo nada para si mesma.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 31/05/22