Textos na Categoria 'Trabalho Espiritual'

Coletando Os Pedaços Da Alma Comum

117Pergunta: Está escrito no Livro do Zohar: “Quão bom e quão agradável é que irmãos vivam juntos”. Isso significa ser amigos: que na hora em que se sentam juntos, eles não se separam um do outro.

No início, eles parecem ser pessoas em guerra, querendo matar um ao outro, então, novamente, eles retornam ao amor fraternal. O Criador diz sobre eles: “Quão bom e quão agradável é que irmãos vivam juntos!” Mas, além disso, o próprio Criador está atento às suas falas, e tem prazer e se alegra por eles.

Como pode ser que pessoas que estão dispostas a se matar, no entanto, se juntem e o amor fraternal surja entre elas?

Resposta: Isso é realmente incrível, porque viemos de uma única alma. Este sistema foi criado como um desejo comum, um único organismo. Então foi deliberadamente quebrado em pequenos pedaços.

É assim que um mosaico de Lego é construído: primeiro, uma imagem é feita e, em seguida, um selo especial a corta em pedaços para que as crianças possam aprender a montar uma imagem a partir de seus componentes.

Nossa alma comum é criada de maneira semelhante. Visto que está quebrada em pedaços menores, devemos encontrar tal conexão entre nós, tal justaposição que todas as nossas almas novamente se reúnam em um grande quadro, em uma única alma.

Essa alma é chamada de Adam, da palavra “Adomeh – semelhante” ao Criador. Na medida em que nos aproximamos um do outro para montar um grande quadro, nos tornamos Adam, humanos.

Isto é, o humano em nós não é nosso corpo animal e nem nossas inclinações animais naturais originais, mas é a medida de nossa semelhança com o Criador.

De KabTV, “O Poder do Livro do Zohar” # 3

Em Direção À Percepção Ilimitada

592.03Pergunta: Você diz que o mundo superior não pode se abrir para uma pessoa. Isso significa que não é perfeito, mas o mundo espiritual é perfeito. Qual é a contradição aqui?

Resposta: Não, isso não é uma contradição. O fato é que o mundo espiritual se revela na sensação correta de uma pessoa. Em nosso mundo, a sensação de uma pessoa é egoísta, fechada e limitada. Portanto, simplesmente não somos capazes de absorver toda a enorme imagem da natureza.

Devemos tornar nossa percepção ilimitada e, para isso, precisamos aprender a sair de nós mesmos. A saída de si mesmo se realiza em um grupo no qual todos podem se unir aos demais e, assim, criar em si um desejo ilimitado de realização, em combinação com os outros.

Quando uma pessoa, por meio da unificação com os outros, pode expandir seus desejos e capacidades às custas deles, ela se torna ao mesmo tempo um verdadeiro órgão de percepção do espaço espiritual, uma vez que ele não é limitado em nenhum período triaxial. Ou seja, é um espaço completamente n-dimensional. Mas como você começa a perceber isso? Para fazer isso, você precisa se ajustar, mudar.

Aqui surge um problema. Precisamos trabalhar em nós mesmos para criar um senso de percepção do ambiente que não introduza erros por parte da pessoa que percebe, mas seja totalmente selecionado corretamente em suas sensações: o objeto e o que ela percebe.

Em outras palavras, precisamos atingir um nível de percepção em que nossa sensação e a sensação do mundo ao nosso redor sejam iguais. Para isso, você precisa trabalhar muito no seu egoísmo, sair dele e se elevar acima dele.

De KabTV, “Pergunte ao Cabalista”, 20/03/19

Veja Um Belo Mundo Eterno

712.03O Livro do Zohar, “Cântico dos Cânticos”, Item 483: Para conhecer e observar o segredo da alma. O que é a alma dentro dele? De onde ela vem e por que vem a este corpo, que é uma gota asquerosa que está aqui hoje e amanhã no túmulo? 

Pergunta: Por que a alma precisa descer a um corpo fétido cujo lugar é, em última análise, o túmulo?

Resposta: A alma não tem nada a ver com nosso corpo. Simplesmente existimos neste pequeno desejo egoísta, como pequenos animais. E a alma não tem nada a ver com isso.

A alma desce ao corpo pútrido significa que atinge o estado egoísta mais baixo e está nele para corrigi-lo.

Quando eu corrijo meu egoísmo, não a carne, não nosso corpo animal que permanece o mesmo, mas meu corpo interior, e gradualmente, com a ajuda do poder recebido do Livro do Zohar, eu o transformo em doação e amor pelo meu próximo, então metamorfoses totalmente incríveis acontecem comigo.

Eu começo a sentir todo o universo porque não me limito, não me afasto de tudo e sinto tudo o que se passa no mundo.

Eu sinto como sou capaz de estar fora do meu corpo, fora dos limites do meu “eu”. Começo a sentir meu “eu” espalhado por todo o universo. Esse é um novo sentimento. Não é familiar para nós. E quando começamos a adquiri-lo, a pessoa se sente livre. Ela de repente deixa sua pequena jaula em que existia.

Os Cabalistas dão um exemplo muito interessante disso. Eles comparam uma pessoa a um verme que se encontra em um rabanete podre e sente que todo o seu mundo é tão amargo quanto esse rabanete. E quando ele finalmente põe a cabeça para fora e vê o sol, o ar, tudo cantando, tudo em flor, ele diz: “Eu pensei que o mundo inteiro era como o rabanete em que nasci, e agora vejo um grande, lindo e maravilhoso mundo diante de mim!”

Nós também. Quando colocamos nossa cabeça para fora do nosso egoísmo, vemos um mundo enorme, lindo e eterno.

De KabTV, “O Poder do Livro do Zohar” # 2

Sinta O Criador No Contato Com As Almas

938.03Pergunta: Tenho um grande desejo de atingir a sabedoria da Cabalá, mas não tenho nenhum desejo de me conectar com pessoas que vivem apenas de acordo com os valores corporais. Quando penso no mundo, fico tomado pela sensação de falta de sentido desse tipo de atividade, e esse é o motivo da minha resistência. Como devo construir a linha esquerda?

Resposta: Por que você deve se conectar com pessoas que não têm nenhum desejo de alcançar o mundo superior? Conecte-se a elas nas estruturas e relacionamentos comuns no trabalho e na família. Se sua esposa, por exemplo, não quer estudar a sabedoria da Cabalá, não faz diferença, mantenha as relações cotidianas normais com ela.

O trabalho espiritual é realizado apenas com os amigos do grupo. Somente com eles você pode ser alma a alma. Portanto, não tente encontrar parceiros para o caminho espiritual na sociedade secular comum e não se preocupe se eles não estiverem lá.

Você precisa encontrar um grupo e sentir o Criador no contato de suas almas. Este é um atributo celestial incrível.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 25/11/18

Um Ímpeto Para Se Voltar Ao Criador

528.02Pergunta: Para ver uma única força por trás de todos os objetos e fenômenos, tenho que encontrar desejos que sustentam essa ideia dentro de mim?

Resposta: Não, você não será capaz de encontrar esses desejos em si mesmo. Você deve estar no grupo apropriado para recebê-los.

O fato é que nenhum de nós deseja a unificação. Não há desejo de doação em nós. Mas quando nos reunimos em um grupo e vemos o quão egoístas somos, o quanto não queremos e até desprezamos toda essa unidade, começamos a entender o quão longe estamos da qualidade espiritual, a qualidade do Criador.

Então, não temos escolha a não ser tentar todos os tipos de técnicas artificiais para nos aproximarmos uns dos outros, a fim de alcançar o estado de pedir ao Criador para nos unir.

Todo trabalho em grupo consiste em dar o exemplo de luta pela unidade uns aos outros. Embora não tenhamos essa aspiração natural, quando fazemos isso artificialmente, damos um exemplo para nossos amigos.

Como resultado, chegamos a um estado em que parecemos estar lutando pela unificação, mas, na verdade, não a alcançamos. É aqui que surge a diferença entre o estado desejado e a realidade. Essa diferença cria um ímpeto para que nos voltemos para o Criador.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 15/04/19

Mudança De Autoridade

214Estamos sempre sob a autoridade do Criador, embora não a entendamos e não a sintamos; em outras palavras, não a aceitamos nem em nossa mente nem em nosso coração. Viemos a este mundo e começamos a crescer completamente imersos em nosso egoísmo, escravizados por uma força especial que nos retrata uma imagem enganosa, como se não houvesse controle sobre nós, mas que nós mesmos estamos administrando o mundo.

O bebê se transforma em criança e depois em adulto, mas não para de pensar que o mundo é controlado por pessoas como ele. É necessário apenas derrotar os outros nesta luta pelo poder.

No entanto, se quisermos revelar o Criador, devemos renunciar ao nosso controle, decidir que não queremos governar ou administrar o mundo, querer suprimir essa inclinação egoísta dentro de nós. Então descobrimos que o egoísmo também não pertence a nós, mas pertence à força superior. Eu costumava pensar que o egoísmo sou eu: quero controlar e tomar decisões, tudo sou eu-eu-eu!

Acontece que não é assim. Se tento sair um pouco do sentimento do meu “eu”, sinto que não sou eu, mas o Criador. Não é bem o que eu costumava imaginar. Portanto, minha atitude em relação ao meu egoísmo e ao Criador muda. Eu preciso começar a me posicionar entre os dois, anular meu egoísmo, a primeira força superior, e desejar que a segunda força, o Criador, governe em seu lugar. Entre as duas, no confronto, eu me coloco.

Se eu quiser me anular com a ajuda de um grupo e do estudo, me torno mais e mais incluído na dezena e no Criador. Essas duas forças têm o objetivo de me ajudar a substituir o controle da força egoísta pelo controle da força de doação e amor.

Vivemos na última geração; portanto, devemos revelar todas essas forças no mundo e mudar o governo nele do governo do egoísmo para um governo que ainda é desconhecido para nós. O mundo inteiro ao nosso redor está mudando de acordo com nossas mudanças internas que já fizemos ou estamos prestes a fazer.

A última geração é especial porque essas mudanças estão ocorrendo em uma grande massa de pessoas, no grupo mundial Bnei Baruch. O mundo também está passando por mudanças semelhantes, embora em um nível inferior. É como quando os pais se preocupam com todos os tipos de problemas dos adultos no trabalho e na sociedade, eles também afetam os filhos, mudam seu mundo e a situação em casa.

Portanto, na última geração, todos estão passando por mudanças qualitativas, cada um de acordo com seu grau. O mundo está passando por grandes mudanças, até a mídia está se tornando um meio de desconexão. O reconhecimento geral do mal está acontecendo, o que nos aproxima do nascimento espiritual.

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 13/01/21, “Ibur (Conceição) e Preparação para o Nascimento”

Medo Ou Temor?

32.02Pergunta: O que é “medo do Criador”?

Resposta: O medo diante do Criador significa ter um senso de cautela ao lidar com Ele. Você entende que isso é o absoluto e se você vai a Ele, é apenas com algumas sugestões e desejos que são dignos de se dirigir a Ele; seria impossível dirigir-se a Ele com indiferença ou com algo sem importância. Deve ser algo muito especial.

Pergunta: Então, é correto dizer “temor diante do Criador” em vez de “medo diante do Criador?

Resposta: Não, o temor vem primeiro. Como a Cabalá aconselha, você deve entender que o Criador, em princípio, responde apenas a um pedido de uma pessoa: o pedido para desenvolver a qualidade de doação dentro de si mesma, amor pelo outro, que o Criador tem. Ou seja, eu pediria para ser semelhante ao Criador.

Pergunta: Em geral, devemos ter medo de Deus?

Resposta: Não, não há necessidade de ter medo. É preciso sentir trepidação. O medo surge do fato de que você gostaria de evitá-Lo. Essa não é uma boa qualidade.

A trepidação, entretanto, é necessária. Afinal, você está constantemente procurando os meios de se aproximar do Criador e se dirigir a Ele, bem como receber algumas qualidades Dele e implementá-las a fim de estar mais perto Dele.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 03/04/19

Imagens E Sensações

595.06Comentário: Durante uma boa performance no teatro, o próprio roteiro e as cenas tornam-se secundários, enquanto algo interno começa a ser transmitido que é difícil de explicar em palavras – a alma da performance. Ela evoca algum tipo de inspiração, excitação de algo maior além do que você vê. A arte, na minha opinião, existe apenas com o propósito de ter um momento de descoberta, de beber de alguma fonte.

Minha Resposta: A arte nos mostra que é possível superar as considerações puramente psicológicas do dia a dia e entrar em um campo que não está conectado com o que está acontecendo no palco, mas com certa força que controla o movimento de alguns fenômenos existentes acima de nós, além do tempo e do espaço.

Devemos começar a sentir isso dentro de nós. Esse é o teatro que está dentro de nós. E em vez do grande crocodilo verde mencionado no Livro do Zohar, eu sinto uma qualidade chamada “crocodilo”.

Esta não é uma imagem teatral que certas pessoas evocam em mim. Por meio de imagens alegóricas, começo a sentir as forças espirituais que as definem e são chamadas de uma palavra particular.

Para mim, esse crocodilo não tem mais a imagem de um monstro verde. Pode ser positivo, agradável, gentil, inteligente, controlador, embora necessário e direcionado, etc.

Acontece que quando você lê O Livro do Zohar, você absolutamente não conecta palavras com suas imagens neste mundo! Depois de sair disso, você começa a se perguntar sobre como os outros percebem esse texto ou o ouvem. E isso o leva seriamente a alguma outra realidade, eu diria, à irrealidade.

De KabTV, “O Poder do Livro do Zohar” # 1

O Ponto A Partir Do Qual Começa A Saída Do Egoísmo

567.04Pergunta: O que é a saída do Egito? O que é o “Egito” do ponto de vista espiritual?

Resposta: Sair do Egito é sair do egoísmo e entrar na qualidade de doação, unidade e amor.

Pergunta: De onde começa?

Resposta: Uma pessoa começa a sentir que vive sem rumo, nenhum “deus” ou crença a preenche, eles não lhe dão uma resposta completa sobre qual é o sentido da vida, seu propósito. Ela gradualmente supera o que lhe foi ensinado e o que o ambiente ensina e se apega.

Ela sente que precisa de algo mais: saber por que uma pessoa vive, para quê e como tudo funciona. É uma questão sobre sua existência, que parece completamente sem sentido para ela.

Pergunta: Esses desejos que se desenvolvem ao longo da evolução são chamados de aspirações espirituais?

Resposta: Essa é a aspiração inicial.

Pergunta: Então a homem revela a força única da natureza?

Resposta: Não. Isso não acontece imediatamente. O fato é que ele nem sabe onde ou como procurar essa força da natureza e como ela controla uma pessoa.

Sua principal tarefa é encontrar o Criador, pois essa é a única força que controla tudo. Por você mesmo, e como se estivesse contra você, não importa como, mas sempre há apenas uma força. Revelar isso é o mais importante para uma pessoa.

Porém, a pessoa não sabe como encontrá-la. Ela vem estudar em grupo e é informada de que essa força é o oposto do egoísmo. Essa é a força espiritual que existe agora nela, em que todo o nosso mundo foi criado, e ela deve se aproximar dessa força do Criador, a qualidade de doação, amor e conexão.

Afinal, toda a nossa ação é nos unir novamente em uma única alma, que se dividiu em 600.000 partes, e nós devemos unir essas pequenas almas privadas em uma única alma.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 15/04/19

O Milagre Do Nascimento De Uma Nova Vida

509Concepção, gravidez. e o nascimento são os principais elementos de qualquer processo de desenvolvimento. Mesmo nesses processos materiais, muita coisa é desconhecida, oculta e está além do nosso controle.

É difícil entender as sutilezas do mecanismo desta obra e mais ainda controlá-lo e descobrir seu motor interno. Claro, a concepção pertence ao poder do Criador.

O nascimento do corpo humano pertence ao estágio animado, e o nascimento no nível humano é o nascimento espiritual. Estamos falando fdeuma pessoa de nosso mundo em que, graças aos seus próprios esforços e processos controlados de cima pelo Criador, a força superior, o sistema superior começa a nascer. Graças a isso, ele será capaz de se denominar humano, Addam, ou seja, semelhante a este sistema superior que se desenvolve nele, o Criador.

Nós sentimos que existe algum mistério em como uma nova vida de repente começa a se desenvolver a partir de uma célula. Isso envolve alguma força desconhecida que dá à célula um impulso para se desenvolver. Também experimentamos isso em nossa vida corpórea comum e, portanto, percebemos a gravidez e o nascimento de uma pessoa como um milagre.

E mais ainda, é um milagre na espiritualidade. O mais difícil é a primeira entrada no mundo espiritual, ou seja, na sensação das forças espirituais agindo sobre uma pessoa. Ela sente sua alma começando a se desenvolver a partir de um ponto e se conectando com as forças que agem sobre ela. Esse é o começo da alma, a concepção espiritual de uma gota de sêmen espiritual.

Leva muitos anos para chegar a essa concepção espiritual, para estabelecer uma conexão entre a força superior e as forças do homem. Quando há esse contato sensorial em alguém pela primeira vez, sua primeira conexão com a força superior, o Criador, isso muda radicalmente toda a sua atitude.

Ele começa a ver a si mesmo e ao Criador como parceiros e entende que somente no momento de prontidão para a anulação total ele será capaz de começar uma nova vida. Toda a sua atitude para com a vida, consigo mesmo e com o Criador muda.

Antes, tudo vinha de seu desejo egoísta natural. Mas agora ele sente que está pronto para romper com seu egoísmo, que tem a compreensão e a força necessárias para isso, e que está pronto para se imaginar existindo fora de seu egoísmo e agir em prol da doação. Ou seja, ele quer agir em prol do Criador sem ter nenhum benefício pessoal naquele momento.

Esse desapego do desejo de receber é um dos componentes do processo de concepção e nascimento no mundo espiritual.

Todas as ações que levam ao nascimento espiritual, uma pessoa pode realizar apenas em um grupo, recebendo através dele forças de cima, do Criador. O Criador está dentro do grupo. Na medida em que uma pessoa está pronta para se submeter a isso, ela recebe as forças de doação que a ajudam a se tornar um homem. Caso contrário, ela permanecerá uma gota morta de sêmen que ainda não começou a se desenvolver.

Todas as forças para o desenvolvimento vêm do grupo, da dezena. Portanto, somente se você souber como reunir a dezena, se unir e ser incluída nela, você pode começar a falar sobre o nascimento espiritual.

De KabTV, Lição Diária de Cabalá 11/01/21, “Ibur (Concepção) e Preparação para o Nascimento”