Textos na Categoria 'Sociedade do Futuro'

Sociedade Do Futuro: De Mudanças Internas À Mudanças Externas

laitman_600.02Pergunta: Você fala da necessidade da transformação interna de uma pessoa. Nós também precisamos de mudanças práticas na sociedade?

Afinal, podemos continuar o trabalho espiritual nos grupos enquanto vivemos em uma sociedade capitalista, onde todos têm sua própria propriedade e há um comércio. Por que precisamos mudar para uma nova estrutura?

Resposta: Você não precisa se mover de propósito, mas você mesmo vai querer se mover.

Uma pessoa está disposta de tal maneira, e vemos isso ao longo da história que tudo o que mudamos dentro de nós é de alguma forma também refletido fora de nós. Nós construímos o mundo à nossa volta de acordo com nossos estados internos.

Nós passamos de mudanças internas para externas. Assim, tudo acontece automaticamente, não precisamos fazer nada aqui. Portanto, Baal HaSulam adverte para não se introduzir métodos contundentes.

Só é permitido um único método relativamente contundente: quando forçamos a sociedade a estudar. Nós forçamos os filhos a estudar exatamente da mesma maneira.

De KabTV “A Última Geração” 31/07/17

Sociedade Do Futuro: Tornar-Se Parceiro Do Criador

laitman_244Pergunta: No que a vida baseada no princípio “De cada um de acordo com suas habilidades, para cada um de acordo com suas necessidades” se parecerá de forma pratica? Será que as práticas como comércio e finanças permanecerão, ou se tornarão coisa do passado?

Resposta: Tudo depende de qual nível de sociedade estamos falando porque ele não será construído hoje ou amanhã. Esse é um processo muito longo e gradual que depende das pessoas.

Portanto, não pode haver limites de tempo. Depende muito do sofrimento da sociedade a partir da qual deve-se começar este caminho. Na Rússia, o sofrimento, a fome, a devastação, e assim por diante, foram impostas artificialmente. Além disso, isso foi precedido pela Primeira Guerra Mundial.

Mas, em princípio, a consciência das pessoas é necessária aqui. E a realização da possibilidade de sofrer não deve ser acompanhada pelo próprio sofrimento. Isso vem em primeiro lugar.

Em segundo lugar, é necessário implementar gradualmente uma nova educação no mundo. É obrigatório que a pessoa realmente entenda e implemente esse método em pequenos grupos e atraia a Luz superior.

Qual foi o problema dos comunistas russos? Eles tiveram que ir contra a religião. Eles não conseguiram criar o contato certo, um vínculo entre eles e a religião. Ou seja, se existe a força superior, a governança superior, então não somos nós que nos controlamos, mas alguém. Esse era o problema deles.

E a Cabalá dá uma resposta muito simples a isso. Claro, a governança superior é responsável por tudo, mas devemos nos mudar de acordo com ela, não andar debaixo de “deus” como seus escravos menosprezados, mas nos tornarmos parceiros do Criador.

De KabTV “A Última Geração” 31/07/17

O Poder Da Sociedade Espiritual

 Baal HaSulam, A Última Geração: Aquele que quiser deixar a sociedade em favor de outro não deve ser detido de forma alguma, mesmo que isso seja prejudicial para a sociedade.

Nós devemos perceber que na sociedade futura, para a qual avançamos gradualmente, o mais importante é a participação correta de uma pessoa nela.

Ela pode ser um grande especialista em algo, mas se não aceitar a estrutura da sociedade e não quiser ser igual a todos, não poderá permanecer na sociedade como especialista. Afinal, antes de tudo, nós aceitamos uma pessoa não porque ela é especialista, mas porque é um amigo.

Pergunta: Eu gostaria de entender, que prejuízo ela pode causar na sociedade?

Resposta: Ela pode impor seus pensamentos sobre os outros. Não há nada pior do que isso. Pessoas inteligentes com mentes afiadas e sentimentos afiados, mas com o egoísmo não corrigido, podem prejudicar seriamente a sociedade.

A realização do Criador vem através da conexão entre as pessoas, quando todos se tornam iguais, cada um se anulando e se ajustando; isto é, o “maior” é aquele que se torna o menor. Essas são duas qualidades completamente opostas.

Portanto, pessoas com um enorme desejo egoísta que constantemente se esforçam, mesmo inconscientemente, para avançar não pertencem a tal sociedade. Elas são apresentadas com uma condição: se forem incapazes de mudar a si mesmas e ser como todos os outros, terão que deixar a sociedade.

A pessoa pode ser insignificante, com habilidades médias, mas é um amigo e não alguém que o tempo todo salta e tenta brilhar com suas qualidades egoístas. Individualistas não são necessários.

Apenas uma massa coesa de pessoas pode produzir um resultado espiritual. Não há outro caminho! O poder de uma sociedade espiritual está em seu centro, na união de todos e na aspiração comum.

Pergunta: Uma pessoa com um grande ego pode se anular diante da sociedade? Como você fez isso?

Resposta: Eu era um grande egoísta, discordando do grupo de muitas maneiras. Eu me surpreendo como eles me toleraram. No entanto, no final, em circunstâncias muito difíceis, eu consegui entender que devia me curvar.

Comentário: Mas você tinha um professor, o Rabash. Você estava se anulando diante dele.

Resposta: Isto tornou as coisas ainda mais difíceis. Quando você tem um professor ao seu lado, que o apoia, você precisa se anular muito mais. É muito difícil.

No entanto, não há para onde fugir. Se uma pessoa é persistente e aceita tudo o que a sociedade lhe indica, ela recebe ajuda de cima no final.

Pergunta: Então, isso significa que de alguma forma é possível trabalhar com o caráter e as qualidades que lhe são fornecidos pela natureza?

Resposta: Somente se o Criador fizer isso. Se o Criador não constrói o Templo, o que significa a alma, todas as tentativas de uma pessoa são em vão.

De KabTV “A Última Geração” 19/06/17

Vanguarda E Retaguarda

laitman_749.01Baal HaSulam, A Última Geração: Nós vemos o conceito de liberdade como extremamente elevado. Ninguém o provará, exceto o escolhido pelo poder milagroso. E eles também podem fazer isso apenas através de um treinamento apropriado. No entanto, a maioria das pessoas não é capaz de prová-lo.

A maioria das pessoas também pode provar a liberdade, mas não diretamente como os escolhidos, porque as massas não podem ser a vanguarda. Na natureza, tudo é criado como uma pirâmide; isto é, um pequeno grupo faz um avanço e o resto os segue. Portanto, as massas podem obter o que este pequeno grupo irá passar a elas.

Pergunta: Baal HaSulam escreve que, a partir desse ponto, a última geração começará. Isso significa que é neste ponto que haverá a sensação da linha do meio e todos os outros terão uma sensação de liberdade automaticamente?

Resposta: Sim. Mas todos ajudarão, participarão e apoiarão a vanguarda o máximo que puderem.

Pergunta: Será que as massas, que ainda não sentem sua escravidão ao egoísmo e que estão contentes com a vida material, ainda desejarão se sentir livres?

Resposta: Em diferentes épocas e em diferentes níveis de desenvolvimento humano, a liberdade e a escravidão sempre foram sentidas de diferentes maneiras.

A busca final pela liberdade significa que a pessoa está pronta para desconsiderar todas as realizações egoístas e materiais para alcançar um objetivo maior, mesmo um que dê apenas independência do mundo material. Isso já pode ser considerado como liberdade.

Pergunta: Isso só pode ser alcançado na sociedade certa, que opera no princípio da última geração?

Resposta: Deve ser um grupo que apoia a sociedade e uma sociedade que apoia o grupo. Existe uma garantia mútua neste grupo, e todas as regras da comunicação espiritual são realizadas entre seus membros.

Observação: Baal HaSulam escreve que, por um lado, a maioria das pessoas não consegue sentir liberdade. Por outro lado, elas não querem ser escravizadas. Acontece que é um estado incerto: nem aqui nem aí.

Resposta: As massas podem negar seu estado, mas não sentem uma aspiração em direção a algo superior. Não é um estímulo, um incentivo para elas. É por isso que as pessoas precisam de um líder – um grupo mais desenvolvido espiritualmente que as façam avançar.

Nós vemos como isso se manifesta na humanidade. Há continentes inteiros que estão atrasados ​​em seu desenvolvimento, e eles devem ser liderados.

Por exemplo, a África; embora tenha sido libertada da chamada escravidão há 70 a 80 anos, os habitantes deste continente fizeram algo por si mesmos? Eles são trabalhadores muito bons e algumas pessoas progridem na ciência e na cultura, mas todo o continente precisa de um grupo de líderes visionários. Caso contrário, sempre há um líder entre eles que os devora no sentido literal da palavra.

O mesmo acontece em outros países. Nós vemos que existem nações que precisam de um grupo que os conduza.

De KabTV “A Última Geração” 19/06/17

Sociedade Do Futuro: Glória De Doar

laitman_939.02Pergunta: Está escrito que a última geraçãoterá muitos livros metódicos de sabedoria e moral que comprovem a glória e a sublimidade da excelência em doar aos outros, até o ponto em que toda a nação, da menor a maior, se envolva neles de todo o coração”. (Baal HaSulam, A Última Geração). Que comprovação é essa?

Resposta: Somente aqueles que adquirem qualidades de doação e amor têm a comprovação.

Uma inversão da percepção da realidade ocorre em uma pessoa que recebe as qualidades superiores. Ela começa a sentir todos mais próximos do que ela mesma, mais importante do que ela, e acima de si mesma. O conhecimento, sentimentos, pensamentos, abordagem, princípios e decisões deles se tornam mais importantes para ela do que suas próprias bases comportamentais.

Através dos outros, ela começa a ver o mundo fora de si mesma e, no final, percebe que há uma força comum, única e gentil no mundo que mantém todos em si mesma e permeia todo o universo. Ela preenche o mundo com bondade, amor, inter-relação e o sentimento de eternidade e perfeição.

Isto é o que é revelado a uma pessoa que adquire as qualidades de sentir o seu próximo.

Ela gradualmente expande seu círculo que começa a partir da dezena que consiste em pessoas que estão perto dela em espírito, metodologia e propósito. Depois, a esta dezena, ela atrai dezenas externas que estão estudando no âmbito da Cabalá do Bnei Baruch, depois ela se move para o povo de Israel porque esse povo estava no estado de amor mútuo há 2.000 anos antes da destruição do Templo, isto é, antes da interrupção das boas relações entre as pessoas.

E somente depois disso ela se move ao resto das nações do mundo, como está escrito: “Minha casa será chamada de casa de oração para todos os povos”.

De KabTV “Última geração” 26/06/17

Quem Pode Se Envolver No Trabalho Espiritual?

Laitman_032.02Baal HaSulam, A Última Geração: Nem todos devem se aprofundar na espiritualidade, mas apenas alguns escolhidos de acordo com as necessidades de mudança. Haverá um Supremo Tribunal e todos os que desejam participar da vida espiritual, devem primeiro ser autorizados a fazer isso por este tribunal.

A permissão para se envolver no trabalho espiritual deve ser emitida por um tribunal composto por pessoas que veem que a pessoa é digna disso. Por exemplo, hoje, as portas de nossa organização estão abertas para todos que desejam vir. Mas, no futuro, isso deve ser mais limitado.

É impossível chamar todas as pessoas para se envolverem no desenvolvimento espiritual porque isso não está de acordo com o quadro do desenvolvimento da sociedade. A sabedoria da Cabalá explica que existem pessoas que não são adequadas para isso. Elas têm uma alma subdesenvolvida ou, mais precisamente, têm diferentes tipos de alma. Elas não precisam da Cabalá. Nós vemos isso hoje: apenas alguns milhares de pessoas de sete bilhões são atraídos a isso.

É assim que deve ser. Portanto, é necessário limitar estritamente a recepção de pessoas que estão tentando se envolver nessa sabedoria. Embora não haja restrições em princípio, entre elas, há aquelas que simplesmente não precisam disso. Elas apenas estão se enganando.

Além disso, não só os alunos, mas também os professores – todos até a última instância mais elevada – precisarão receber permissão para estar no seu papel espiritual.

Pergunta: Se eu, como residente da última geração, tenho algumas ideias sobre como elevar a sociedade a um nível superior, eu preciso recorrer ao Supremo Tribunal para que ele considere minha proposta?

Resposta: Obviamente, sim. No entanto, em princípio, você não precisa de um tribunal superior para isso. Afinal, você existe em uma determinada estrutura; você estuda em algum lugar. Entre em contato com pessoas nesse local. Você não precisa ir imediatamente ao Supremo Tribunal. O tribunal local será suficiente, como nos dias de hoje.

No entanto, uma pessoa deve percorrer o corpo de inspeção, porque o tribunal a dirige, a apoia, a obriga e fornece uma base para quem quer progredir espiritualmente envolvendo-se na sabedoria da Cabalá. Caso contrário, não há outra maneira de alcançar a revelação do Criador. O objetivo da vida espiritual é a realização do Criador por uma pessoa neste mundo.

De KabTV “A Última Geração” 12/06/17

Eleve O Ideal Acima Do Nível Material

laitman_214.01Baal HaSulam, A Última Geração: A ética não pode confiar unicamente na educação e opinião pública, porque a opinião pública exige apenas o que é em favor do público. Assim, se alguém vier e provar que a moral é prejudicial ao público e a vulgaridade é mais benéfica, eles imediatamente descartarão a moral e escolherão a vulgaridade, como testifica Hitler.

Essa é uma atitude muito simples e prática. Nós devemos elevar o ideal acima do nível material. A humanidade não deve trabalhar para si e para a sociedade porque não encontraremos a verdade dentro da sociedade e dentro de nós mesmos. Ela só pode ser encontrada elevando-se acima de nós mesmos, isto é, em unidade com a força superior da natureza.

Se nos esforçarmos pelo ideal no plano do nosso mundo, então Hitler virá e todos irão segui-lo, porque em nosso mundo não existe um ideal que esteja acima de nós.

Pergunta: Inclusive se inundarmos a sociedade com educação e ideias éticas?

Resposta: Nada ajudará. Precisamos da Luz superior para isso, e só podemos atrair sua influência através da conexão correta de acordo com o método Cabalístico.

Pergunta: Baal HaSulam não nega completamente a educação no nível deste mundo? Ele acredita que ela ainda irá levar ao nazismo de uma forma ou de outra.

Resposta: Sim. Nós vemos que hoje tudo se volta novamente para isso. Especialmente no nosso tempo em que o egoísmo, enquanto trabalha constantemente, nos leva de volta ao nazismo.

De KabTV “A Última Geração” 26/06/17

Obter Liberdade Tornando-Se Um Escravo Do Criador

Laitman_712.03Baal HaSulam, A Última Geração: Existem duas escravidões no mundo, seja a escravidão ao Criador, ou a escravidão às Suas criaturas. Uma delas é uma obrigação. Mesmo um rei e um presidente necessariamente servem ao povo. De fato, o gosto da total liberdade é apenas para alguém que é escravizado apenas ao Criador, e não a nenhum ser no mundo. A escravidão é necessária, pois a recepção é obscena; é a besta. E a doação, a questão é “A quem?”

É muito claro e acentuado. Por nossa natureza, somos opostos ao Criador. O egoísmo nos limita e nos reduz a um pequeno ponto animal.

Portanto, só se nós o escravizarmos e domesticarmos, o unirmos dentro de nós, fizermos uma restrição sobre ele e construirmos nossa existência acima dele, alcançaremos a qualidade do Criador. Nesse caso, nada nos impede; nos tornamos ilimitados e absolutamente não sujeitos a qualquer tipo de restrições.

Essa é, de fato, a conquista do infinito, porque se eu me elevar acima do meu egoísmo, nada me restringe e eu continuo avançando apenas na conquista do Criador. E o Criador é todo o universo: tanto do ponto de vista da matéria quanto do ponto de vista do seu preenchimento.

Pergunta: No entanto, uma conotação negativa prevalece na palavra “escravo”. Por que um cidadão da última geração se sente como um escravo e não como um cúmplice do Criador?

Resposta: Esse estado não pode ser expresso de forma alguma senão como um escravo do Criador.

Hoje somos escravos do nosso egoísmo, e até mesmo escravos duplos porque não estamos conscientes disso. O egoísmo nos escraviza tanto que não sentimos a nossa escravidão.

Imagine que exista um planeta onde as pessoas trabalham o tempo todo por um mestre maligno que fica no alto de uma montanha; eles, drogados pelo gás do riso, estão cheios de felicidade e trabalham para ele com prazer e grande devoção. Isso é nós hoje.

Não sentimos a nossa escravidão ao egoísmo, e estamos satisfeitos por estarmos trabalhado para ele cada vez mais. Trabalhamos duro para desfrutar e parece que gostamos, simplesmente não vemos onde tudo desaparece. No entanto, tudo entra no egoísmo e, ao longo do caminho, praticamente nada nos resta.

Portanto, a percepção de que você é um escravo do egoísmo é uma ótima visão que não chega facilmente a uma pessoa.

Sair da ignorância só é possível com a ajuda da Luz superior, a energia especial que permite que você se eleva, saia do egoísmo e sinta que está de repente deixando-o. Anteriormente, você não imaginava que ele estava em você ou que você estava nele. Você trabalhava constantemente para ele e todos os seus pensamentos, sentimentos e sentidos estavam completamente nele.

É como sair da atmosfera. Você nunca sentiu a sensação e, de repente, sente que pode sair. É quando você começa a sentir: “Sim, eu era um escravo”.

Mesmo em nosso mundo, não é simples sentir a escravidão. As pessoas que eram escravas nas gerações anteriores não consideravam que suas vidas eram ruins. Elas achavam que era certa, que nasceram desse jeito e iriam morrer dessa maneira. Elas concordavam plenamente com isso até o próprio egoísmo começar a crescer e levá-las ao próximo estado.

O desenvolvimento do egoísmo ocorreu sob a influência da força superior, o Criador, uma vez que o Criador queria levar a humanidade pelo estágio da escravidão física.

Agora, nós chegamos a um estado em que devemos entender completamente nossa escravidão espiritual interna que nos obriga a relacionar tudo apenas ao egoísmo em todas as nossas sensações e a compreender o mundo em que vivemos. O egoísmo nos controla em tudo: como sentir o mundo, como interagir com ele e o que desejar.

Surge uma questão: como removemos esse programa egoísta de nós mesmos e começamos a olhar para o mundo corretamente? Como substituir o egoísmo por uma escravidão diferente e tornar-se escravos do Criador e nada mais? Afinal, o que podemos fazer? Só podemos substituir uma coisa por outra porque o ponto de escolha é entre esses dois estados. E nós começamos a sentir que ao escolher a escravidão ao Criador, escolhemos a liberdade acima do egoísmo.

Assim, a última geração é a transformação da sociedade e da consciência, a libertação de seu programa anterior de funcionamento em pensamentos e sentimentos, como no computador, quando você apaga completamente o programa anterior em si mesmo e começa a carregar um novo.

Pergunta: Então, a habilidade máxima é que eu comece a me sentir como escravo do meu egoísmo?

Resposta: Você começa a se sentir assim porque o programa anterior de repente deixa de funcionar; é obsoleto e já não pode resolver novos problemas. Isso impede sua existência e precisa ser alterado.

É por isso que hoje nós sentimos a nós mesmo e o mundo em crise. ”Crise” traduzida do grego antigo significa “nascimento”. Esse é realmente o nascimento de um novo programa.

De KabTV “A Última Geração” 19/06/17

Nascimento De Um Novo Programa Para A Vida

laitman_537.jpgPergunta: Você disse que hoje somos duas vezes mais escravos do egoísmo. Por que duas vezes?

Resposta: Porque realizamos todas as exigências do egoísmo e não estamos conscientes de ser escravos dele; isto é, estamos em dupla ocultação.

Pergunta: Por que uma pessoa ganha liberdade absoluta quando se torna escrava do Criador?

Resposta: A questão é que não estamos falando do nosso corpo animal. Porque se você é meramente uma criatura que consiste de desejo e razão, de coração e mente, não há nenhum programa de ação independente que exista em você.

Mas quando eu pergunto: “Por que existo?”, essa não é mais uma questão do corpo, mas uma questão que vem de algo mais elevado do que a existência animal. Ao fazer essa pergunta, eu penso em qual programa estou realizando, qual programa escolho para mim, para que?

O egoísmo é construído apenas com o propósito de me manter em uma existência animal inferior e diz: “Você existe para preencher seus desejos materiais, enquanto esses desejos existem”. E eu os preencho continuamente. Mas com o tempo, esse programa começa a diminuir suavemente, diminuindo lentamente em importância e a pessoa começa a sentir que sua vida está terminando.

Na realidade, nada acaba. O programa egoísta é simplesmente projetado de forma a nos levar, pouco a pouco, a um estado onde não queremos mais nos preencher e é por isso que tudo acaba. A única coisa que resta é a morte, ou seja, o fim do desejo de continuar a se preencher.

Mas também há outro programa, quando eu inicialmente não quero viver satisfazendo os desejos do meu corpo porque entendo que isso me deixa escravo desses desejos. Eu não vejo razão para existir dessa maneira e sinto que minha vida não tem sentido.

À medida que o programa egoísta se desenvolve, ele me conduz propositadamente, mostrando-me a falta de sentido, e começo a sentir que não vale a pena viver para mim. Nós vemos isso na nova geração que procura qualquer coisa que os deixe se esquecer.

É por isso que precisamos descobrir o verdadeiro sentido da vida para nós mesmos. Se esse sentido for falso, ele pode ser encontrado em qualquer coisa, porque esse mesmo egoísmo me ajudará a encontrar diversão, como o futebol, e eu vou cair em pequenos prazeres do nosso mundo e me tornar seu escravo.

Ou eu continuo me desenvolvendo ainda mais com o desejo de encontrar a verdade – algo que está acima das minhas sensações. Eu não quero me preencher de prazeres materiais e ver apenas o sentido da vida neles. Quero saber que existo acima deles. Então fico com uma grande pergunta: “O que devo fazer, como faço para conseguir isso?” Em outras palavras, eu preciso me reprogramar, superar o programa egoísta pré-programado dentro de mim e apenas me concentrar na conquista do objetivo.

O novo programa realmente permite que você alcance um novo objetivo, um novo estado, e eu estou obrigado a realizá-lo. Ele é construído no topo da rejeição do programa anterior e é por isso que, no contrabalanço entre os dois programas, na diferença entre eles, eu experimento minha liberdade à medida que sigo acima do antigo programa e me envolvo no programa verdadeiro.

De KabTV “A Última Geração”, 19/06/17

Educação Na Sociedade Do Futuro

laitman_265Baal HaSulam, Os Escritos da Última Geração: Eles têm muitos livros metódicos de sabedoria e moral que comprovam a glória e a sublimidade da excelência em doar aos outros, até o ponto em que a nação inteira, de pequeno a grande, se envolve neles de todo o coração.

Não estamos falando aqui da ética geral, que faz parte da psicologia ou da filosofia. Essas não são palavras lindas e todos os tipos de princípios comportamentais que a humanidade elevou a alturas extremas e exige que estejamos no seu nível, mas é o que devemos alcançar sob a influência da força oculta da natureza.

Em primeiro lugar, as práticas comportamentais devem ser o resultado de nossos esforços corretamente organizados pelos quais despertamos a Luz circundante, particularmente a força da natureza, que forma, une e nos leva a inclusão mútua em si, onde nossas individualidades desaparecem. Depois, começamos a sentir os outros mais do que a nós mesmos, acima de nós, como mais importantes.

Como uma mãe trata um bebê como mais importante para ela do que ela mesma, é assim que uma pessoa deve chegar à força superior que forma a relação entre a mãe e seu filho, de modo que ela fará o mesmo por nós. Isso é o que devemos pedir e exigir dela.

É por isso que precisamos realizar certo esforço para que a força superior comece a nos mudar em relação aos totalmente estranhos que estão afastados e são opostos a nós, e depois ao mundo inteiro. Assim, começamos a partir de um pequeno círculo que está mais próximo de nós em espírito, em compreensão, despertando a mesma força para os círculos mais externos que não estão em contato conosco.

Baal HaSulam enfatizou que todos deveriam estudar os textos metodológicos “dos pequenos aos grandes”, ou seja, em todos os níveis. Não estamos falando aqui da idade real de uma pessoa, pois é impossível coagir um bebê, uma criança pequena ou um adolescente para entender a grandeza do objetivo mais elevado e as maneiras de alcançá-lo.

Para isso, precisamos trabalhar entre nós e preparar a próxima geração através de creches e escolas para que, na adolescência, eles comecem a entender a virtude de seu comportamento na sociedade.

De KabTV “A Última geração” 26/06/17