Textos na Categoria 'Sentido da Vida'

O Verdadeiro Lucro De Uma Pessoa

600.02Pergunta: A busca perpétua de crescimento econômico e prosperidade no mundo não tornou a humanidade mais feliz. Muitos cientistas e historiadores dizem que, na corrida para alcançar a felicidade, o sucesso, o desenvolvimento e a paz, a pessoa cai cada vez mais em depressão, no sentimento de inatingibilidade dessas metas. Isso leva a distúrbios e até suicídio.

O que realmente é sucesso para nós no mundo moderno?

Resposta: No mundo moderno, o sucesso de uma pessoa é ter um ambiente que lhe permita cumprir o propósito de sua missão. Ou seja, eu devo existir em meu corpo e conviver com minha família em um ambiente que me ajude a atingir o nível espiritual necessário.

Além da família e de outras necessidades, eu preciso de um ambiente dentro da estrutura do trabalho espiritual que desejo realizar em mim mesmo, a fim de me realizar espiritualmente para o benefício da humanidade.

Comentário: Muitas vezes comparamos o sucesso com a oportunidade de ganhar dinheiro.

Minha Resposta: Eu acho que isso não é mais relevante. Quem está delirando sobre riqueza e tudo isso hoje? Esses desejos são alimentados em nós pela mídia. É isso que eles nos ensinam porque alguém precisa ganhar dinheiro conosco.

Pergunta: Qual é o verdadeiro ganho de uma pessoa agora?

Resposta: O verdadeiro ganho é encontrar o sentido da vida e implementá-lo de forma consistente no dia a dia.

Pergunta: O que esses ganhos nos trarão?

Resposta: O sentimento de eternidade e a correção de sua existência. Eu desejo isso a todos.

De KabTV, “Expresso de Cabalá”, 12/07/20

Viva Na Compreensão Do Significado Da Existência

628.2Comentário: Se uma pessoa está presente no sistema geral, então, consequentemente, deve haver relações entre as partes do sistema que são construídas de uma certa maneira de acordo com um algoritmo correto.

Minha Resposta: O único algoritmo correto em relação às relações seria que cada parte do sistema existisse apenas para suportar todas as outras partes e para si mesma, ela receberia apenas o necessário para funcionar corretamente dessa forma.

Pergunta: Como as partes masculina e feminina do sistema, literalmente marido e mulher, se relacionam com isso?

Resposta: Marido e a mulher devem se concentrar em apoiar um ao outro, bem como no que é produzido de seu relacionamento.

Pergunta: Como uma mulher pode apoiar seu marido da maneira mais eficaz possível? De que forma esse apoio deve ser realizado em relação ao seu desenvolvimento, em termos de sua existência no mundo corporal, e talvez em termos de uma meta espiritual?

Resposta: Não acho que haja muita diferença entre homens e mulheres ou maridos e esposas. Ambos devem viver de acordo com a compreensão do significado de sua existência. A que fim eles deveriam chegar? Qual é a coisa mais importante em suas vidas?

Eles precisam continuar trabalhando nisso. Existem muitas opções aqui, mas todas elas devem ter como objetivo atingir um objetivo comum.

De KabTV, “Expresso de Cabalá”, 07/12/20

Esforçando-Se Para Alcançar O Criador

527.03Quando uma pessoa pergunta sobre o sentido da vida, essa pergunta a leva a uma busca. De onde eu vim? Para que eu existo? Por que eu existo? Em princípio, essa questão involuntariamente nos direciona para a revelação da fonte da nossa existência, o Criador.

O Criador não é um deus sentado em alguma nuvem. É a natureza que nos cerca e nos governa. Inconscientemente, estamos constantemente sob Seu poder e cumprimos Seus desejos, instruções e leis.

O Criador, ou a forma mais elevada da natureza, seu estágio mais elevado, é a propriedade de bondade, doação e amor; uma propriedade absoluta que inclui toda a criação. Ainda não a sentimos, mas estamos tentando revelá-la.

A questão sobre o sentido da vida leva cada um de nós a uma busca pelo Criador, pela fonte e pela razão de nossa existência. Se eu não responder a essa questão, toda a minha vida se tornará sem objetivo, sem sentido e odiosa. O que devo fazer? Portanto, eu começo a procurar uma maneira de revelar o Criador.

Isso leva milênios; as pessoas se envolvem em todos os tipos de sistemas de estudo, incluindo filosofia, bem como outras práticas espirituais. A humanidade se perdeu nisso porque existem cerca de 2.800 tipos de religiões, crenças e ensinamentos. Nenhum deles é baseado em nada; destinam-se a uma pessoa se convencer de sua alegada verdade e, assim, ser capaz de existir.

No entanto, existe uma ciência muito interessante chamada “a ciência de revelar o Criador”, que visa revelar o Criador a um homem em nosso mundo. Nem outras ciências, nem religiões, nem outras crenças ou métodos definem tal objetivo para si próprios. Isso é conhecido como a ciência da Cabalá.

As pessoas que vêm já estão preparadas ou parcialmente preparadas para isso. Mas, elas também estão dentro do processo. À medida que começam a estudar Cabalá, passam por muitos estágios diferentes que as peneiram como se por uma peneira. Apenas algumas realmente alcançam a revelação do Criador. Mas, em nosso tempo, isso, em princípio, foi preparado para todos. Portanto, todos estão convidados.

De KabTV, “Cabalá – Ciência da Vida” 01/03/18

Implantar Um Chip E Despertar

202.0Pergunta: Ultimamente, as pessoas na Suécia começaram a se interessar muito pelo Biohacking. Biohacking está implantando um chip do tamanho de um grão de arroz sob a pele, no qual todos os dados de uma pessoa são registrados: o número do cartão de crédito, o número do passaporte e outras informações e documentos pessoais. Os escandinavos afirmam que é muito mais simples viver assim.

Para onde essa tendência crescente nos leva?

Resposta: Eu acho que isso levará as pessoas a determinar e discernir o grande vazio dentro delas, e elas serão forçadas a fazer algo a respeito. Os chips não as ajudarão mais e elas terão que procurar uma fonte que as preencha.

Uma pessoa enfrentará a eterna questão de “Onde estou? Para que estou vivendo? Para que serve tudo isso? Todos os chips, todas as telas de computador e telefone, a que tudo isso me trouxe? Tenho tudo e, na verdade, posso ver o mundo inteiro em uma tela pequena ou grande e posso me comunicar com todos, mas o que vem a seguir? E para que serve tudo isso? Aqui estou eu, sentado em frente a uma tela em branco, sem saber como me conectar comigo mesmo e com os outros”.

Isto é uma coisa boa. Isso nos levará a buscar a resposta certa e verdadeira para a pergunta: “Para que serve tudo isso?”

Pergunta: Uma pessoa que se faz esta pergunta consegue uma resposta?

Resposta: Ela deve encontrar uma resposta. Não imediatamente, ela sofre no caminho e busca, mas esse é o caminho certo. Ela buscará uma resposta sobre si mesma! “Onde estou? Onde é o meu lugar neste mundo?” É sobre uma busca incrível e sobre ficar mais sábio!

Pergunta: Onde está a felicidade de alguém aqui?

Resposta: A felicidade está em encontrar uma resposta. Uma pessoa de repente descobrirá que existe uma tal força, tal pensamento, que está esperando por essa pergunta e que está pronta para respondê-la. Esse é um encontro, um encontro com seu espírito.

Pergunta: A pessoa vai entender que é realmente esse espírito que a levou a esse encontro?

Resposta: Sim. Então ela verá e compreenderá tudo. Será como a revelação do mundo, desde o início de sua criação até o fim, e tudo junto! Tudo ficará claro.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman” 27/01/18

O Desejo De Compreender O Sentido Da Vida

198Para realizar o plano da criação, para se aproximar do Criador, para revelá-Lo e estar junto com Ele em consentimento, prazer e conexão mútuos, a criação deve passar por várias ações.

A primeira é a compreensão de que a existência no simples egoísmo, quando recebemos do Criador apenas algo pequeno e terreno, nos limita. Esses são os pequenos prazeres por comida, sexo, família, riqueza, fama, conhecimento. E pronto.

Como resultado da evolução humana e social, chegamos a um estado em que esses preenchimentos não nos servem mais. Então há o anseio por algo mais, um desejo de realizar para que fomos criados.

É quando não podemos mais nos preencher e desfrutar dos prazeres egoístas terrenos que começamos a nos perguntar: “Qual é o sentido da minha vida? Para que eu existo?” Muitas pessoas hoje fazem essas perguntas. É por isso que a depressão é tão comum.

Mas, em princípio, nos faz pensar sobre o verdadeiro sentido da vida e entender que não consiste apenas em desfrutar dentro da própria estrutura da nossa vida. Há mais do que isso.

Esse desejo por algo mais surge em nós depois de termos passado por todos os períodos de desenvolvimento em nosso mundo e chegarmos ao fim de nosso desenvolvimento terreno.

De KabTV, “Cabalá – Ciência da Vida”, 01/03/18

Como Surge A Necessidade De Saber O Sentido Da Vida?

232.01Pergunta: No momento, não há consenso entre os cientistas sobre o conceito de “vida”. Existem apenas alguns critérios que ele atende. Primeiro, a vida é sempre uma organização bem ordenada, uma estrutura altamente organizada. Em segundo lugar, o metabolismo ou a presença de energia mantém essa ordem. Terceiro, o crescimento, a capacidade de se desenvolver, de ir de um estado a outro, de se adaptar e reagir a alguns impactos externos, estão presentes. O quarto é a reprodução e a presença de algum componente de informação permanente. E outro critério diz que o período do nascimento à morte pode ser chamado de vida.

Mas todos esses critérios, que determinam a vida como tal, devem ter algum propósito. No entanto, a pessoa não sente o propósito da vida. Como se chega a isso?

Resposta: A questão é se é necessário esse propósito. Afinal, nesses parâmetros que você listou, não há necessidade de nenhum propósito superior. De “A” a “Z”, eles estão dentro dos limites de nossa vida material, aquilo em que focamos, o que nos guia, o que buscamos. Estes são os problemas egoístas habituais que enfrentamos, que tentamos resolver para nos sentirmos o mais confortável ​​possível em cada momento da nossa existência animal. Esse é o sentido da vida do corpo físico humano.

Pergunta: Por que a necessidade de saber o sentido da vida está oculta para a pessoa?

Resposta: Porque isso não nos é dado explicitamente. A manifestação de tal pergunta em uma pessoa depende da carência de um sentido do sentido da vida. E ela não a busca dentro da estrutura de nosso mundo: profissão, riqueza, fama, conhecimento e assim por diante. Ela não está interessada nisso, mas no conteúdo superior, que está além do escopo de nossa vida, fora do que ela pode compreender aqui.

Ele precisa de algo acima deste mundo. Ela não está interessada em fama ou riqueza ou mesmo conhecimento, nada! Ela quer entrar em contato com o que está além da vida e da morte. Ao mesmo tempo, ela não tem medo da morte, ela precisa de uma conexão com a raiz superior. Depois que ela descobrir por si mesma que esse é o estágio da existência que a atrai, então, é claro, não há nada para ela fazer em nosso mundo.

Então ela deve alcançar a conexão com a raiz superior. Existem pessoas que procuram por isso nas religiões, na ciência, em qualquer outra coisa, e não conseguem encontrar.

Aos meus olhos, apenas a Cabalá estuda isso. Ela dá a uma pessoa tal desenvolvimento que ela começa a sentir o mundo superior, o sentido de sua existência, mesmo enquanto vive neste mundo. Mas, para fazer isso, ela deve mudar sua natureza de receber egoísta para a de dar altruísta. Altruísmo, não nas definições do nosso mundo, mas acima do que existimos hoje.

Em princípio, a Cabalá diz que o mundo inteiro, toda a humanidade, inevitavelmente chegará a esse estado. Mas quando é questão de tempo.

De KabTV, “Expresso de Cabalá”, 07/12/20

A Energia Que Nos Alimenta

565.01Pergunta: Uma pessoa faz parte de um grande sistema complexo. Naturalmente, precisamos de energia interna e força para manter as relações sistêmicas. Qual é a fonte de energia que nos alimenta?

Resposta: Essa é a realização egoísta em todos os níveis: inanimado, vegetativo, animal e humano.

Se quisermos chegar ao próximo nível, precisamos usar essa energia para nutrir nossos corpos apenas na extensão necessária para sua existência, e preenchemos nosso “eu” com a qualidade de doação e amor pelos outros. Então, começaremos a receber um novo tipo de satisfação, preenchendo-nos com doação. Esse será um sentimento completamente diferente de consciência da existência.

Pergunta: Então, de fato, uma pessoa pode receber simultaneamente dois tipos de energia?

Resposta: Sim. Eu recebo um preenchimento animal para o meu corpo e de forma absolutamente consciente, porque minha condição dita isso para mim. A maior realização é quando eu trabalho de uma maneira completamente diferente, na qualidade de doação e amor pelos outros.

Pergunta: Por que às vezes falta energia para uma pessoa?

Resposta: Ela não vê sua fonte e não sabe por que recebê-lo e como usá-lo corretamente. Portanto, os estados de impotência, falta de objetivo, desapego e niilismo são bons estados que a levam a uma correta reavaliação de seus valores tanto dentro de si como no mundo, e conduzem a pessoa ao próximo estágio.

Comentário: Do ponto de vista da abordagem sistêmica, nossa falta de energia não é muito boa para o sistema porque uma pessoa começa a ficar desequilibrada dentro dele.

Minha Resposta: Isso a empurra para frente em sua busca. Nessa busca, ela se encontra em novos estados. Se ela não tivesse essa necessidade, ela nunca teria se desenvolvido. Como se costuma dizer, “O amor e a fome governam o mundo”.

Pergunta: Como a pessoa pode ser feliz e realizada em qualquer situação?

Resposta: Isso depende do objetivo. Se ela se aproxima de você mesmo com a sensação de algumas qualidades, sentimentos e ações desagradáveis, isso não importa. O principal é que, no final, você consegue algo mais. Tudo depende do valor do que você almeja.

De KabTV, “Expresso de Cabalá”, 07/12/20

O Conceito De “Vida” Muda Com O Tempo?

962.7Pergunta: Recentemente, quando, por um lado, o mundo está sendo atingido por uma pandemia e outras crises e, por outro lado, há desenvolvimentos muito fortes em tecnologia e ciência, isso significa que o próprio conceito de “vida” está mudando?

Resposta: Está mudando. As pessoas comuns que vivem neste mundo estão começando a sentir cada vez mais que este mundo não tem nenhum sentido, que nenhum de nossos esforços nos levará a algo especial, ou seja, à realização eterna e, portanto, que realmente não precisa viver.

Isso está despertando, especialmente na nova geração. As próximas gerações estão chegando e sentirão completamente a desesperança e a falta de objetivo de nossa existência. Isso levará as massas à questão do sentido da vida. Devemos preparar essa transição para elas.

De KabTV, “Expresso de Cabalá”, 07/12/20

Um Passo Para Descobrir O Sentido Da Vida

202.0Pergunta: Se uma pessoa entende que vive sem um sentido na vida, mas ainda não tem a necessidade de alcançá-lo, como ela pode dar um passo e querer encontrar esse sentido, controlar literalmente seu destino? Como ela muda de um estado para outro?

Resposta: Isso só é possível por meio do ambiente certo. Não há outra maneira.

Na ciência da Cabalá, é explicado que se uma pessoa pertence a um grupo especial de pessoas que estão interessadas em compreender o sentido da vida, elevando-se ao seu nível mais alto, acima deste mundo, no sistema de controle da nossa vida, então ela pode revelá-lo e se tornar, mesmo durante sua vida em nosso mundo, aquela que compreende o mundo superior.

De KabTV, “Expresso de Cabalá”, 07/12/20

Todo Mundo Tem Sua Própria Felicidade

535.01Pergunta: O famoso psicólogo Viktor Frankl escreveu: “A vida nunca se torna insuportável pelas circunstâncias, mas apenas pela falta de sentido e propósito”. Algumas pesquisas hoje dizem que uma pessoa fica feliz não por ter sentido, mas dependendo de quão fácil, agradável e livre de problemas a vida é.

O que é felicidade?

Resposta: A felicidade depende do nível em que a pessoa se encontra. Em princípio, felicidade é quando todos os seus desejos não são satisfeitos, eles aguardam a realização e tudo é antecipado, como uma criança que faz aniversário em breve.

Quando você sentir que está no seu aniversário, algo vai ser dado a você, será algo bom, ou seja, você antecipa uma recompensa da vida, que é a felicidade. Cada um tem o seu.

De KabTV,  “Expresso de Cabalá”, 06/11/20