Textos na Categoria 'Oração e Intenção'

Peça Ajuda

562.01No momento em que peço ajuda ao Criador, não sei de que forma Ele deve me ajudar. Além disso, eu realmente não quero saber porque esse é o trabalho Dele. Estou apenas pedindo a Ele para fazer Seu trabalho e nos levar a uma conexão.

Não é necessário ter mais compreensão de mim agora do que de uma criança. Nunca consigo pedir corretamente, caso contrário, não seria um trabalho de baixo para cima.

Portanto, não me importo como o Criador me ajuda, não digo a Ele o que fazer. Eu só quero que alcancemos uma conexão que será em prol da doação, em um nível superior ao de agora. Não planejo como o Criador fará isso, apenas peço a Ele que nos ajude a alcançar o resultado desejado.

Eu entendo que na minha condição não sou capaz de exigir mais. Se eu começar a adicionar todos os tipos de condições e detalhes a isso, simplesmente apagarei minha solicitação.

Da Lição Diária de Cabalá 04/04/21, “Pesach”

Clamem Juntos

528.01Se eu clamar apenas ao Criador, meu clamor será inevitavelmente egoísta e permanecerá sem resposta. No entanto, se eu clamar a partir do grupo, os desejos dos outros certamente serão acrescentados lá e, nessa medida, o pedido será ouvido. Portanto, não há por que se voltar apenas ao Criador, porque dessa forma a pessoa não constrói, mas se destrói.

É óbvio que precisamos nos voltar ao Criador juntos e pedir a Ele para realizar nossa conexão. A partir dessa conexão, podemos nos voltar a Ele com força ainda maior e pedir força à doação mútua um ao outro e de nós ao Criador.

Nós saímos do Egito, que fica entre nós, cruzamos o Mar Final (Yam Suf – Mar Vermelho, em hebraico) entre nós, nos movemos pelo deserto entre nós, recebemos a Torá, que estará entre nós. Assim, nós avançamos até que estejamos todos conectados em doação mútua e, à luz dessa doação, começamos a ver um novo mundo, não como o nosso atual, mas bilhões de vezes maior, infinitamente vasto.

Além disso, ele é eterno e perfeito, um mundo onde tudo sentimos e compreendemos e nunca nos sentimos cansados, avançamos sem dificuldades e sem obstáculos. Tudo isso depende apenas da conexão entre nós.

Pessach, o êxodo do Egito, o Faraó, Nachshon pulando no mar – tudo isso acontece dentro da dezena. Cada estado começa com a separação entre os amigos e termina com uma conexão completa na dezena dentro da qual, na medida de nossa unidade, revelamos a força superior, o Criador.

Quando eles falam de grandes eventos – da divisão do Mar Vermelho, vida e morte, de duras guerras – tudo isso existe apenas dentro da dezena. Não há nada além de um Partzuf espiritual das dez Sefirot que passa por todos esses estados.

Da Lição Diária de Cabalá 30/03/21, “Pessach

Radar De Doação

935Se nossa oração chega ou não ao Criador não depende nem mesmo de sua força, mas de sua qualidade, de nosso desejo de nos unirmos para ser como o Criador. Se nos unirmos como um homem, assim como o Criador é um, podemos receber uma resposta Dele, sentir como Ele reina em nós.

Como se quiséssemos captar Sua onda, gire o botão do receptor de rádio e sintonize-o para que comece a tocar dentro de nós. Desta forma, nós nos ajustamos mais e mais até nos tornarmos pelo menos de alguma forma semelhantes ao Criador, e apreendemos Sua qualidade dentro de nós. Primeiro, será a luz mais fraca de Nefesh, depois Ruach, Neshama, Haya e Yechida de Nefesh de Nefesh, etc., até chegarmos ao fim da correção quando o Criador se reveste completamente em nossa conexão. Assim, começaremos a revelar nossa conexão com as outras dezenas e com o mundo inteiro.

Nossa semelhança com o Criador, graças ao qual Sua onda pode soar dentro de nós, depende de quanto estabelecemos conexões entre nós, como se entre as partes de um receptor de rádio que deve se conectar e sintonizar com uma onda externa. Então esta onda começará a soar dentro de nós. Isso é chamado de revelação do Criador à criação.

Dependendo do quanto queremos nos complementar, nos unir, construímos, portanto, um receptor capaz de captar o Criador. A conexão com o Criador só é possível através da conexão entre nós, como se diz: “E do amor aos amigos a pessoa pode alcançar o amor ao Criador”. O amor é o nível mais alto de conexão.

E quando nos comunicamos uns com os outros conectando todos os detalhes do nosso receptor de rádio, começamos a revelar a voz do Criador dentro de nós. O mesmo princípio se aplica tanto ao trabalho espiritual quanto à tecnologia. A única diferença é que nós mesmos servimos como partes deste receptor que deve se unir e se sintonizar com a onda do Criador, ou seja, para doar.

Se quisermos estar em doação mútua e, a partir dela, em doação ao Criador, o Criador faz uma correção ao nos sintonizar para que possamos nos unir corretamente e permitir que Ele seja revelado em nossa união. Então, podemos captá-lo como um radar.

Da Lição Diária de Cabalá 22/03/21, “ Pessach

A Missão Dada Pelo Criador

239Toda a humanidade está se movendo em direção à correção global e está começando a sentir a conexão universal, pertencendo a um sistema, e a influência mútua como benéfica ou prejudicial. Toda a humanidade é uma pessoa, Adão, que deve ser semelhante ao Criador.

Portanto, quando trabalhamos na dezena, não devemos esquecer de toda a humanidade que somos obrigados a puxar conosco. Recebemos do Criador o desejo de nos conectarmos com Ele para atrair o mundo inteiro atrás de nós. Esta é a nossa missão, para a qual o Criador deu um anseio espiritual para nós e não para os outros.

Não há nada de excepcional em nós, exceto esta tarefa dada pelo Criador. Ele poderia ter dado esta tarefa a outras pessoas, mas visto que Ele a confiou a nós, somos obrigados a cumpri-la tanto quanto possível, a ligar todas as pessoas deste mundo a ela. Cada parte do sistema geral é tão importante quanto todas as outras porque este sistema é perfeito.

Espiritualidade é perfeição, e se o vaso comum carecer de pelo menos uma célula, não estará mais completo. Portanto, a meta é chamada de fim da correção (Gmar Tikkun), e devemos orar por todo o mundo e apenas no final por nós mesmos. Depois de incluir toda a humanidade, todas as pessoas, em sua oração, você tem o direito de adicionar a si mesmo e pedir ajuda ao Criador. Caso contrário, sua oração não será perfeita e não alcançará o Criador.

Da Lição Diária de Cabalá 22/03/21, “Pessach

Momento Mais Feliz Da Vida

583.01Comentário: Não é segredo que as pessoas querem ser felizes. Algumas dizem: “Felicidade é quando você é compreendido. Felicidade é quando você ama. Felicidade é quando você é amado. A felicidade é quando todos ao seu redor estão saudáveis”. Todo mundo tem sua própria compreensão da felicidade.

O grande Cabalista Baal HaSulam diz isso de tal forma que a pessoa fica perplexa: “Não há estado mais feliz no mundo do homem do que quando ele se encontra desesperado com suas próprias forças. Ou seja, ele já trabalhou e fez tudo o que poderia imaginar que poderia fazer, mas não encontrou remédio. É então que ele está apto a uma oração sincera por Sua ajuda, porque sabe com certeza que seu próprio trabalho não o ajudará.

“Enquanto ele sentir alguma força própria, sua oração não será completa porque a inclinação ao mal se apressa primeiro e diz a ele: ‘Primeiro você deve fazer o que puder, e então será digno do Criador’”.

Minha Resposta: Sim. Felicidade é quando dei o meu melhor até o fim e me assegurei de não ter forças. Em geral, não sou ninguém e nada, estou no nada e em lugar nenhum. Aqui, por causa disso, tenho a oportunidade de me voltar ao Criador.

Isso vem do pensamento da criação. Depois que uma pessoa está convencida de que não tem nada em suas mãos, mas ela tem um longo caminho que veio, buscou e sofreu, tentou fazer algo por si mesma e vê que não é capaz, ela se volta ao Criador .

Você sente que não tem nada além do Criador. Você deve se voltar a Ele e persuadir, rogar, implorar ou simplesmente forçar, forçar, exigir revelação.

Pergunta: Este momento é um momento de felicidade?

Resposta: Sim. Todo o caminho foi em direção à revelação do Criador, porque tudo o que você queria em seu caminho espiritual era adquirir a propriedade de doação e amor. Só que você não podia se voltar ao Criador corretamente. Agora você conseguiu.

Hoje as pessoas já estão atormentadas e é possível ouvirem. Se não nos enganássemos com a mídia e com todos os outros, poderíamos explicar discretamente o que é felicidade.

Todo o caminho – a pessoa vai pela oração. Porque, primeiro, nós mesmos não temos essa propriedade e, segundo, só temos a propriedade egoísta de receber (negativo). Não temos a segunda propriedade – dar aos outros (positivo). Para existir em todo o universo normalmente, corretamente, precisamos dessas duas propriedades. Além disso, existe um equilíbrio entre elas para que possamos entender como agir.

Então com a ajuda de negativo e positivo, recebendo e dando, em todos os níveis, em todos os estados, seremos capazes de nos regular adequadamente e nos sentiremos em um estado de equilíbrio absoluto.

Pergunta:  Todo o nosso caminho é para ganhar um positivo? Temos um negativo?

Resposta: Compre um positivo. Mas, ao adquirir um sinal de positivo, devemos, ao mesmo tempo, adquirir uma metodologia para usar essas duas forças – a chamada linha média.

Pergunta: Isso é o que é chamado de movimento em direção à propriedade de doação e amor? Esta é realmente a correção do mundo?

Resposta: Sim.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 04/01/21

Meus Pensamentos No Twitter 17/03/21

Dr Michael Laitman Twitter

O homem existe no mais alto grau de desenvolvimento. Quando ele começar a corrigir seus relacionamentos com outras pessoas, os outros graus – inanimado, animado e vegetal, instantaneamente entrarão em equilíbrio. O mundo se acalmará e se tornará maravilhoso e integral. #ambiente

Estamos confiantes de que realizando projetos “verdes”, estamos preservando a natureza. No entanto, não é a natureza global que devemos corrigir – em vez disso, devemos corrigir a pessoa. Toda a natureza é integral e interconectada em todos os graus.
#clima #sustentabilidade

A principal saída para qualquer #tragedia deve ser a compreensão do mal em nossos relacionamentos.

Precisamos de mais energia, pois queremos produzir uma maior variedade de produtos desnecessários. Fazendo o cálculo correto, teríamos economizado nos excessos. Mas o ego não permite que façamos isso. Saber que morreremos em um ano não nos ajudará a mudar nosso comportamento.
Estou gostando agora – e isso é o suficiente!
#consumismo #energia

Já se passaram 10 anos desde a tragédia na usina #nuclear de Fukushima, mas a humanidade não aprende lições com as tragédias. Ela aprende apenas com golpes. Todos os golpes que a humanidade sofreu em tempos de guerra, catástrofes e tsunamis, aceleraram o desenvolvimento negativo.

O Poder Infinito Da Oração

236.01Tudo é alcançado pelo poder da oração. Todo o nosso futuro, nosso estado, tudo em geral depende de nos voltarmos à força superior.

O homem nasce animal porque em nosso mundo não há nada além dos níveis inanimado, vegetal e animal. E se continuarmos a nos desenvolver no mesmo plano, nunca deixaremos o nível animado, como se diz: “Somos todos como animais mortais”.

O homem pode ascender do nível animado ao nível humano se mudar o modo de sua existência. Ou seja, ele deixará de atuar como o mestre da vida, mudando o mundo com a ajuda do poder animal que lhe foi dado pela natureza, que a humanidade tem feito ao longo de sua história.

A revolução consiste no fato de que o homem deixaria de usar a força egoísta que lhe foi dada desde o nascimento, que ele desenvolveu de todas as maneiras possíveis, e mudaria para outra força, a altruísta. Ele vê que não é mais possível permanecer no egoísmo. A experiência de vida mostra que as pessoas nascem e morrem, e uma pessoa não tem poder sobre sua vida e morte.

E o mais importante, ela não entende para que vive e que todos os esforços são em vão. Gradualmente, ela começa a sentir e perceber sua dependência da força superior, ou seja, que existe um certo poder superior em nossa vida que nos controla.

A pessoa sente que não consegue controlar sua vida e é forçada a estabelecer contato com o poder superior. E isso apesar do fato de que as pessoas modernas são altamente educadas em ciência, tecnologia, filosofia, e é difícil para elas admitir que algumas forças intangíveis governam nossa vida.

Até mesmo pertencer a uma religião é antes uma tradição cultural que não leva a uma conexão real com o Criador, que é sobre o que a ciência da Cabalá fala.

A pessoa sente necessidade de encontrar a fonte da vida. Ela não está aqui entre nós, no plano material, e é impossível revelá-la melhorando nossos sentidos naturais. Requer atributos superiores inerentes à força que nos deu origem. Portanto, eles existiam mesmo antes de nós e acima de nós.

E depois de muitos anos de tais buscas, a pessoa se desespera e percebe sua total impotência e incapacidade de administrar sua vida. Ela entende que tudo depende de seu apelo à força superior por meio da dezena. E se o Criador não a ajudar, não há chance de encontrar a fonte da vida, o que significa que ela nasceu como um animal e vai morrer da mesma forma.

Mudar do desejo egoísta, com o qual uma pessoa nasceu, para o desejo oposto de doação, isto é, adquirir o poder do Criador, só é possível se ela realmente quiser se voltar ao Criador, fizer isso e não deixar ao Criador outra saída senão ajudá-la e dar-lhe o poder de doação de Seus poderes.

Da Lição Diária de Cabalá 05/03/21, “Tudo É Obtido pelo Poder da Oração”

O Segredo Da Realização Espiritual Eterna

527.03No mundo corporal, a satisfação extingue o prazer. Se estou com fome e começo a comer, gradualmente satisfaço minha fome e perco meu apetite, e junto com o apetite, o prazer desaparece. Como resultado, permaneço vazio, um zero completo, e assim é com tudo.

O amor fervoroso que se acendeu no início aos poucos torna-se rotina e esfria. O hábito embota o gosto do prazer e, finalmente, o mata, o que leva à morte.

Mas a vida espiritual é eterna e perfeita porque antes mesmo de entrarmos nas ações espirituais, aprendemos como torná-las eternas e perfeitas, ou seja, nosso desejo não desaparece, mas apenas cresce. Você deve entender que o desejo é o principal, e deve trabalhar constantemente em seu crescimento e qualidade.

Portanto, o progresso espiritual é determinado por quão desenvolvido e multifacetado é nosso desejo, que inclui todos os tipos de tons de propriedades preparadas para nós pelo Criador quando Adam HaRishon foi quebrado.

E nós acalentamos esse desejo para que nenhuma partícula desapareça dele. Asseguramos que todos os desejos existam e se apoiem, que cresçam enriquecendo-se mutuamente, e é por meio disso que alcançamos a plena luz de NRNHY, o fim da correção.

A diferença entre o mundo corpóreo e o espiritual é que nas ações corpóreas, a satisfação extingue o desejo. E na espiritualidade, aprendemos como aumentar o desejo cada vez mais recebendo prazer.

Portanto, o desejo é o principal para nós, não a satisfação. Afinal, a realização depende inteiramente do crescimento do desejo e do seu correto posicionamento. Eu começo a gostar do próprio desejo, do fato de que ele cresce e fica mais forte.

Esse é um trabalho completamente diferente porque não me importo em realizar meu desejo. Afinal, sempre há conteúdo infinito no mundo superior, e eu só preciso me preocupar em ter o desejo certo o tempo todo e aumentá-lo o máximo possível.

Portanto, nossas orações, pedidos e louvores ao Criador são tão importantes, qualquer apelo a Ele, porque eles determinam nosso estado e realização. Na verdade, eu gosto do desejo que tenho em mim.

É por isso que os tormentos do primeiro amor são tão doces. São eles que dão prazer, não satisfação corporal. A satisfação vem e vai e deixa o vazio para trás. É o anseio que é capaz de preencher a alma e fica na memória.

Vemos que todas as obras de arte falam de angústia mental, aspirações e orações. Portanto, não devemos esquecer que a satisfação genuína vem do anseio pela pessoa amada.

Se a realização apenas aumenta o desejo, é sinal de que estamos na espiritualidade. Somente quando me esforço para doar de mim mesmo, não suprimo o preenchimento, mas expando o espaço para ele e o aumento.

Da Lição Diária de Cabalá 08/03/21, “Tudo É Obtido pelo Poder da Oração”

Só Podemos Pedir

558O homem deve estar convencido de sua total impotência, deve ter perdido toda a esperança de alcançar a espiritualidade por suas próprias forças. Essa é uma conclusão muito importante, e leva muito tempo para ele entender que não há nem mesmo uma qualidade nele com a qual possa ter sucesso, exceto pela única chance que o Criador deixou: a conexão com Ele.

A única coisa que uma pessoa pode fazer é pedir e nada mais! Em tudo o mais, sou apenas um animal e apenas um pequeno fio me conecta com o Criador. Agarrando esse fio tênue, posso subir do grau de um animal ao grau de homem.

Essa descoberta pode levar anos para uma pessoa entender e começar a perguntar. Ela pede apenas uma coisa: pela força de doação. Eu quero doar aos meus amigos, doar ao Criador; não quero continuar a ser um animal, quero ser um homem.

E aqui surge uma pergunta. Por que preciso do grau de homem? Qual é a minha intenção? É desagradável para mim estar no nível animado ou quero doar? Talvez eu espere que no nível espiritual seja melhor para mim, para o meu egoísmo? Isso ainda precisa ser esclarecido a fim de cruzar a fronteira do mundo corporal para o espiritual.

Da Lição Diária de Cabalá 05/03/21, “Tudo É Obtido Pelo Poder da Oração”

No Labirinto

239O Criador organiza todos os estados do homem de tal forma que todos eles o direcionam para a busca pela força superior, a fonte da vida. Ele projeta tudo para que o homem tropece constantemente contra uma parede.

Depois de muitas batidas na parede, este labirinto finalmente o leva ao apelo correto. A pessoa aprende como se voltar ao Criador e com que pedido, e em troca, o Criador lhe dá a força de doação de Suas próprias forças.

É quando uma pessoa se torna um homem, Adão, ou seja, semelhante ao Criador de acordo com a força que recebeu Dele. É assim que ela começa a sair de seu egoísmo, como um broto brotando do solo, e a se construir corretamente com compreensão e consciência.

No entanto, o Criador constantemente estabelece novas condições para ela contra esse crescimento, e a cada vez a pessoa deve encontrar uma maneira de transformá-las em condições favoráveis ​​e avançar até atingir a meta.

O mais importante é ver que todas as condições que recebemos tanto na espiritualidade quanto na corporeidade, individual e coletivamente, vêm de cima, do Criador, a fim de nos organizar e nos conduzir através do labirinto que leva à entrada do mundo espiritual.

É importante descobrir em cada estado que nada conseguiremos por meio da força de nosso desejo egoísta. Somente nos separando dele espiritualmente e confiando totalmente no Criador, em Sua força de doação, a segunda força que existe na natureza, e conectando nossa vida espiritual com ela, podemos avançar passo a passo. O Criador colocará obstáculos em nosso caminho a cada vez, colocando novas condições, e nos voltaremos a Ele repetidamente acima desses obstáculos.

Todos os estados devem ser percebidos como estágios necessários, graus pelos quais devemos passar para construir o apelo correto e condições externas de acompanhamento. Tudo está organizado de forma ideal para nos conduzir ao pedido correto. Como está escrito: “E aconteceu que os filhos de Israel suspiraram por causa do trabalho”, da escravidão, de estarem sob o controle do egoísmo.

É quando saímos do controle do egoísmo, ou seja, do exílio egípcio, entramos no mundo superior e alcançamos a revelação do Criador aos seres criados. O Criador nos dá a força de doação, a força da fé acima da razão acima da força de recepção.

O principal é perceber cada vez mais claramente que tudo depende apenas do Criador. As dificuldades, sua resolução e as respostas corretas, tudo vem do Criador. Só uma coisa depende de nós: não desistir de nossas tentativas, mas pressionar o Criador através da dezena, pedir e exigir que Ele nos dê Sua força para nos assemelharmos a Ele. Então nos tornaremos os “… filhos do Senhor vosso Deus”, tendo recebido a força de doação, como a que Ele tem.

Da Lição Diária de Cabalá 05/03/21, “Tudo É Obtido Pelo Poder da Oração”