Textos na Categoria 'Oração e Intenção'

Em Que Se Baseia as MAN (Oração) Corretas?

Pergunta: Em que se baseia as MAN (oração) corretas? Como podemos sentir seus fundamentos?

Resposta: É muito simples, as MAN não podem ser para você. Podem ser para um amigo, e melhor ainda para todo o grupo. Em vez do meu desejo, pego o seu desejo e começo a pedir por você, só isso.

É bom que todo o grupo faça isso. Dizem que uma pessoa não pode se libertar da prisão, mas apenas seus amigos podem libertá-la. É o mesmo para cada um de nós, pois cada um de nós tira todos os outros da prisão. Podemos nos livrar da prisão egoísta apenas se os amigos orarem por nós.

Orar significa pedir ao Criador para corrigir meu amigo, e cada um deve fazer isso. Se eu pedir por nove amigos entre dez, necessariamente serei o décimo. Não preciso pedir para mim mesmo, porque as nove Sefirot determinam tudo e Malchut é derivada delas.

Portanto, tudo o que é dado a uma pessoa não é dado para que ela peça, mas para que ela não peça. Isso é chamado de “elevar-se acima de si mesmo”, restringindo-se (tzimtzum). Em vez disso, devo aceitar as primeiras nove Sefirot, ou seja, todos os desejos de meus companheiros. Se eu me reconstruir dessa maneira, crio um bloqueio de mim mesmo que pode se voltar ao Criador. É chamado de Partzuf .

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 06/02/19

Recorra Constantemente Ao Criador

567.04Pergunta: É apropriado recorrer constantemente ao Criador ou apenas em momentos muito difíceis?

Resposta: Devemos ter certeza de que é sempre relevante, que sempre temos um motivo para recorrer a Ele.

Pergunta: Procuramos uma razão para isso?

Resposta:  Não espere por isso, mas realmente siga em frente, e você sempre terá motivos para se voltar ao Criador. Ele está interessado em ser abordado constantemente.

Pergunta: Ele é capaz de aceitar todos os pedidos de bilhões de pessoas ao mesmo tempo?

Resposta: Acho que sim. Estamos sob Seu controle completo e tudo depende apenas de nossos desejos, de nossos pedidos.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 04/03/19

Dezena: Dissolvendo-Me Nos Outros

939.02Pergunta: A revelação do vaso espiritual depende do pedido de toda a dezena ou eu apenas peço nossa unidade e me revelo no vaso?

Resposta: Ou eu peço ou todos perdem ou cada um pede individualmente e tudo isso vem junto. O principal é que eu peço por todos e para todos.

Claro, o que os outros fazem me afeta. Eu quero que venha de outros também. De um modo geral, basta pedir a todos. Essa é a oração de muitos e essa é a pré-condição para isso.

Nada ajudará sem a oração de muitos. Você pode bater com a cabeça na parede, gritar e chorar por dias e não obterá resposta. Infelizmente, é assim que milhões de pessoas em todo o mundo passam suas vidas. Hoje existem menos pessoas assim, mas por muito tempo houve muitas.

Por que o Criador não responde a elss? Porque elas não apelam a Ele corretamente. Ele não pode ouvi-las. Ele está em todo lugar, mas por “todo lugar” nos referimos a uma dezena organizada, o que significa um Partzuf. A sabedoria da Cabalá nos fala sobre isso. Essa é a razão pela qual muitas pessoas negam a existência do Criador em nosso mundo, e é verdade, porque Ele não existe da maneira que o imaginamos.

O Criador é o preenchimento comum, animando-nos o poder interno da natureza, consistindo de desejo.

O Criador é a força interna da natureza que nos preenche e nos sustenta, que consistimos em desejo. O Criador preenche esse desejo, mas podemos apelar a Ele apenas com um desejo total de nos assemelhar a Ele. A semelhança elementar com Ele é uma dezena. Ele nos criou por meio das quatro fases da luz direta, então essa é a única maneira de apelarmos a Ele, não há outra maneira.

Pergunta: Quando chegamos a uma Convenção, a cada lição temos uma nova dezena. O que devemos fazer nesta situação para não nos apegarmos à dezena física?

Resposta: Você pode não estar apegado à dezena, mas deve apelar ao Criador apenas por meio de sua dissolução concreta nos outros. Na verdade, uma dezena se refere à dissolução de si mesmo nos outros.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 06/02/19

Peça Ajuda Ao Criador

562.02Comentário: A Cabalá diz que quando uma pessoa não pede ajuda ao Criador, é uma transgressão.

Minha Resposta: As pessoas que aspiram ao objetivo da criação e desejam alcançar o estado correto devem compreender que suas aspirações consistem em duas direções.

Uma é mover-se em direção ao outro. A outra é o entendimento e compreensão de que é impossível fazer isso porque nossa natureza não permite e não permitirá que façamos isso. O Criador fica no caminho entre nós e não permite que nos aproximemos uns dos outros, e causa todos os tipos de problemas para que a pessoa entenda que sem a participação do Criador, ela não pode se aproximar dos outros.

Nem o homem, nem uma nação, nem um país, nem a totalidade da humanidade alcançará nada a menos que comece a se mover em direção a se aproximar um do outro com a ajuda do Criador.

É quando uma ação como um mandamento, ou seja, uma boa ação ocorre quando tento me aproximar dos outros e pedir ao Criador para participar disso. Então posso definitivamente contar com o sucesso.

De KabTV,  “Estados Espirituais”, 19/11/18

Oração Por Você Mesmo

249.03Comentário: A Cabalá diz que quando uma pessoa ora por si mesma (em princípio, isso é natural para uma pessoa comum), é um pecado.

Minha Resposta: Se uma pessoa pensa em si mesma, ela meio que se separa dos demais e não se aproxima deles. Naturalmente, isso a afasta do Criador porque o Criador nos vê todos unidos em um todo comum, como éramos antes da divisão em indivíduos separados.

Pergunta: O Criador não pensa em si mesmo? Ele não tem esses pensamentos?

Resposta: Primeiro, Ele não pensa em si mesmo. Em segundo lugar, Ele não pensa em cada pessoa porque nos sente como um todo.

Pergunta: Digamos que estou olhando para uma pessoa. Ela consiste em bilhões de células. Não estou me dirigindo a uma célula, estou me dirigindo a uma imagem. E assim o Criador não nos vê individualmente?

Resposta: De maneira nenhuma! Ele não faz o menor cálculo com uma única pessoa. Ele nos criou em uma qualidade egoísta em que nos sentimos existindo separadamente uns dos outros, opostos a Ele mesmo,

Pergunta: E o que devo entender disso? Que o Criador não me considera de forma alguma? Ele nem sabe que existo?

Resposta: Se Ele sabe ou não, é outra questão. Ele não leva em consideração seus movimentos pessoais individuais, exceto para o movimento em direção a se aproximar Dele por meio de se aproximar dos outros.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 19/11/18More

Ações Externas E Intenções Internas

559Pergunta: Eu sei que a Cabalá se envolve em examinar a intenção, que é, de seu ponto de vista, ação. Como a intenção e a ação devem ser combinadas, uma vez que nem sempre é possível por meio de uma ação determinar como a intenção é boa?

Resposta: Devemos educar uma pessoa para que ela aja de acordo com suas intenções. Então, por meio de suas ações externas, começaremos a entender sua intenção interna.

Pergunta: Ainda assim, devemos avaliar uma pessoa por suas ações?

Resposta: Não podemos. Não sabemos realmente quais são suas intenções.

O Rabash dá um bom exemplo disso: uma criança está chorando, rolando histericamente no chão, e seu pai está parado por perto, sem fazer nada. Os transeuntes perguntam: “Por que você trata a criança assim?” O pai responde: “Meu filhinho está pedindo um alfinete para cutucar o olho. Estou pronta para levá-lo ao médico, mas ele não quer ir”.

Neste exemplo, vemos que a compreensão externa de uma ação externa não diz nada.

Pergunta: Então, a intenção está escondida de nós. Não podemos determinar a moralidade humana por ações externas. E qual é a solução?

Resposta: A solução é chegar a um estado em que possamos sentir os desejos, intenções e ações internas das pessoas, não de fora como as vemos neste mundo, mas de dentro. Para fazer isso, precisamos subir ao nível do mundo superior, e assim veremos as intenções de uma pessoa e não suas ações físicas.

Pergunta: Você pessoalmente nunca olha para as ações externas de uma pessoa? Elas não são importantes para você?

Resposta: São as ações externas de uma pessoa que são importantes para mim porque vivemos em um período de correção em que essas ações também afetam todas as outras pessoas e as conduzem na direção certa. Portanto, você precisa verificar até que ponto elas mostram aos outros o caminho certo.

De KabTV, “Habilidades de Comunicação”, 09/10/20

A Quem Agradecer O Quê?

237Pergunta: Os psicólogos desenvolveram uma técnica das sete gratidões que ajuda a lidar com a ansiedade. O segredo da técnica é muito simples: é preciso agradecer. A quem agradecer? A você mesmo, sua família, o mundo, o universo, Deus, a pessoa pode escolher. Quando agradecer? De preferência de manhã e antes de dormir. A que agradecer? Pelo fato de você ter tudo. Como você gosta dessa teoria?

Resposta: Para uma pessoa comum e normal, é muito bom.

Pergunta: Mas uma pessoa não tem a sensação de que tem tudo. Ela pode dizer: “Obrigado por ter tudo”?

Resposta: “Tudo o que você me deu é suficiente para mim e eu te agradeço”. Claro, é bom para a pessoa comum.

Pergunta: Este sistema funciona se você for grato?

Resposta: Experimente você mesmo. “Quando os pecadores dormem, é bom para eles e bom para o mundo”.

Pergunta: Chama-se sonho quando a pessoa diz: “Eu tenho tudo?”

Resposta: Sim. E você adormece em paz se for à noite. E se for durante o dia, você não corre para lugar nenhum. De qualquer forma, tudo que eu preciso virá para mim. Isso é bom. As pessoas não devem correr para algum lugar, é tudo por causa do mal.

Pergunta: Isso significa que você gosta desse sistema de gratidão?

Resposta: Gosto de pessoas preguiçosas, embora também não seja assim.

Pergunta: Por que você gosta de pessoas preguiçosas?

Resposta: Elas causam pouco dano ao mundo.

Pergunta: Mas realmente, você não gosta de rebeldes e revolucionários.

Resposta: Dentro de você. Dentro de você, faça o que quiser. Faça revoluções e guerras, dentro de você. E tudo mais, deixe a natureza viver em paz, não a turve.

Veja o que a natureza, esse vírus, está fazendo conosco. Vá calmamente para fora da cidade, compre uma casa em vez de seu apartamento na cidade e viva em paz. Esposa, filhos, o que mais uma pessoa precisa?

Comentário: Mas, mesmo assim, todas as orações são baseadas na gratidão inicial e então há algum tipo de pedido.

Minha Resposta: Para alcançar seu maior propósito: tornar-se igual ao Criador!

Comentário: Não há paz nisso. Existe um movimento constante.

Minha Resposta: Paz interna! Porque tenho absoluta certeza de que assim ainda alcançarei a meta. Eu me entrego ao Criador e nisso vou com Ele. E Ele pode fazer o que quiser. Eu permaneço em paz absoluta.

Pergunta: Mas o movimento em direção a Ele não é uma ansiedade constante, trepidação?

Resposta: Isso não é ansiedade. Não há nem mesmo muita trepidação nisso. Se estou confiante Nele, se tenho fé que estou em Suas mãos, eu sou simplesmente como um bebê nos braços de sua mãe. Realizado e isso é tudo. Segurança total, paz.

Mas eu me verifico toda vez para ter certeza de que estou em Seus braços com mais vigor, chego mais perto Dele apesar do meu ego. E eu não preciso de mais nada. Eu estou neste casulo.

Então, para onde correr? Além disso, com outras pessoas para fazer alguns cálculos: quem é maior, quem é melhor, quem é superior …

Pergunta: E quanto ao nosso egoísmo sempre crescente? Você está constantemente falando sobre isso.

Resposta: Isso é para nos dar a oportunidade de estar em proximidade dinâmica com o Criador o tempo todo.

Pergunta: Ou seja, voltar ao estado novamente, em Suas mãos?

Resposta: Sim. E está tudo bem.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 21/09/20

Trabalho No Coração

236.01A oração é chamada de trabalho no coração porque a mente resiste a ela e eu tenho que ir contra ela. Isto é, eu peço ao Criador algo que toda a minha natureza resiste; portanto, cada oração requer um trabalho especial no coração, porque quero ir contra minha mente e razão, que provam o contrário para mim.

No entanto, não quero entender com minha mente que vale a pena trabalhar para o Criador. Quero trabalhar apenas com fé acima da razão.

É interessante como isso funciona porque eu sinto que tudo dentro de mim resiste: não quero conexão, estudo, ações altruístas, disseminação e conexão com amigos. Não quero usar nenhum meio que possa me aproximar do Criador.

Essa resistência interna se torna mais e mais explícita a cada dia, mas a cada vez tenho que agir exatamente da maneira oposta. Vejo essa relutância dentro de mim e sei exatamente onde está no meu egoísmo, mas por fora, devo fazer exatamente o oposto.

Não há nada que me atrai a isso e me obriga, ninguém está me forçando, mas eu mesmo tento encontrar a força para fazer algo em prol da doação acima da minha razão. É assim que ocorre a transição da razão para acima da razão, acima do desejo. Essa é a transição do mundo corporal para o mundo espiritual. Todo o mundo espiritual é construído acima da razão, acima do meu desejo normal.

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 22/11/20, “Trabalho com Fé Acima da Razão”

“O Que É Uma Oração? ”(Quora)

Dr. Michael LaitmanMichael Laitman, no Quora: O Que É Uma Oração?

Nós nascemos e crescemos em uma percepção e sensação autocentrada do mundo, que leva ao acúmulo de problemas em nossas vidas. Nosso encontro com todos os tipos de problemas é para nos dar o desejo de nos elevarmos acima de nossa percepção e sensação atuais e descobrir um novo mundo, um mundo de amor, cuidado e conexão positiva entre todos.

A transformação de nossa percepção e sensação egoísta inata para uma nova percepção altruísta é realizada por meio de um ato chamado “oração”.

O que é oração?

Oração não significa recitar palavras de um livro, não importa o quão sagrado o livro seja, nem significa pedir a um poder superior para mudar algo no mundo, ou para se beneficiar individualmente. Em vez disso, uma vez que toda a nossa percepção da realidade é egocêntrica, onde pretendemos obter satisfação dentro de nós mesmos a cada momento, a oração é um pedido sincero para transformar nossa abordagem egocêntrica da realidade e nos tornarmos benéficos para todos e tudo que nos rodeia.

Em outras palavras, a oração é um pedido de autotransformação, onde em vez de desejar egoisticamente absorver, receber e explorar os outros para ganho pessoal, como fazemos por padrão, desenvolvemos uma vontade genuína de pensar e desejar em uma direção oposta: para dar, doar e usar a nós mesmos para o benefício dos outros.

O resultado de uma oração honesta pela autotransformação do fundo de nossos corações é escrito pelos sábios no mandamento: “E amarás o teu amigo como a ti mesmo” (Levítico 19:18). Ou seja, nossa oração deve nos levar a um estado em que sentimos os outros como sentimos a nós mesmos, invertendo e corrigindo a intenção no nosso ego para uma de dar.

Portanto, oração significa alcançar um desejo verdadeiro de amar os outros como amamos a nós mesmos, bem como uma revelação de até que ponto realmente amamos a nós mesmos. Se nosso desejo for verdadeiro, do fundo de nossos corações, então seremos premiados com a ajuda de um poder superior que corrige nosso ego, concedendo-nos a capacidade de amar os outros na medida de nosso próprio amor-próprio.

A Quais Perguntas O Sistema Espiritual Responde Mais Rapidamente?

546.02Pergunta: A quais perguntas o sistema espiritual responde mais rapidamente?

Resposta: Às perguntas que são feitas de forma correta, precisa, qualitativa e quantitativa, ou seja, perguntas que são feitas com maior força solicitando a correção do ego.

Se um grande egoísta, e eu diria mesmo que um “criminoso”, se volta ao Criador, o Criador responde ao seu pedido mais rapidamente do que ao pedido de um bom menino. Tudo depende da gravidade do pedido.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 04/11/18