Textos na Categoria 'Oração e Intenção'

A Evolução Dos Desejos, Parte 10

laitman_423.03O Que Determina As Intenções?

Pergunta: A sociedade controla nossos desejos. Determina com o que eles serão preenchidos. Somente a força superior pode alterar as intenções?

Resposta: As intenções também são determinadas pela sociedade. Mas se uma pessoa deseja mudar suas intenções contrárias à sociedade em que se encontra, ou seja, não quer permanecer nela, mas quer se elevar acima dela, então ela praticamente não tem oportunidade.

Portanto, a pessoa deve ir além dos limites dessa sociedade, remover-se fisicamente de sua influência ou atrair a influência de outro poder superior sobre si mesma. Então, ela pode mudar a si mesma. Caso contrário, a pessoa falhará.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 03/12/18

A Evolução Dos Desejos, Parte 7

Laitman_024O Que É A Intenção?

Pergunta: O que é a intenção e como ela está relacionada ao desejo?

Resposta: A intenção determina o desejo. Se a intenção está diretamente relacionada ao desejo, este é o tipo mais primitivo de desejo. Se não posso realizar diretamente o desejo, eu desenvolvo um programa inteiro de sua implementação em mim mesmo. O programa da realização do desejo chama-se intenção.

Suponha que eu queira alcançar algum tipo de meta. Mas para isso preciso tomar um certo caminho, certas ações, atrair pessoas para isso, para eu mesmo fazer algo. Tudo isso é investido em minhas intenções para alcançar o objetivo final. Na verdade, essas intenções também são ações, mas com relação ao objetivo final, elas são intenções.

A intenção é o objetivo final, que está presente em todas as minhas ações intermediárias.

Pergunta: Então uma pessoa tem um desejo, uma intenção e um cérebro que processa informações para servir a esses desejos?

Resposta: Sim. O cérebro controla o chamado coração: desejos. Ele os concentra, interconecta-os em várias combinações para atingir o objetivo final.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 12/03/18

Ore Pela Deficiência, Não Pelo Preenchimento

laitman_963.1Todo o universo é uma falta de realização, o desejo de desfrutar, crescer e realizar-se. Este desejo funciona instintivamente em toda a criação: na matéria inanimada, plantas, animais e seres humanos; portanto, eles estão buscando, desejando e lutando uns com os outros pela sobrevivência. Essa é a tendência de todo ser criado.

O Criador está se aproximando do ser criado e este começa a sentir algum tipo de desconforto, sem entender de onde vem. O ser criado não sabe exatamente o que está faltando, mas começa a buscar a realização. O Criador inicia a aproximação aproximando-se do ser criado, e o ser criado sofre com isso, quer eliminar esse sofrimento e, portanto, busca a realização. Isso é o que acontece na vida cotidiana.

No entanto, há pessoas que são capazes de avançar para a meta por meio da aceleração do tempo (Achishena). Elas mesmas tomam o processo de seu desenvolvimento em suas próprias mãos, despertando gradualmente uma sensação de deficiência em si mesmas. Depois de muitas subidas e descidas, movendo-se mais longe ou mais perto do Criador, elas percebem exatamente o que fazer. Sua vida, então, se torna mais voltada para o propósito. Elas entendem o que está acontecendo e como agir, como se tornarem parceiras do Criador.

O Criador não as avança mais instintivamente como todos os outros seres criados que não compreendem o que estão fazendo, mas simplesmente reagem de um modo predeterminado à influência do Criador de acordo com o instinto inerente a eles. Nós vemos esse comportamento em toda a natureza. Embora uma pessoa tenha mais complexidade que outra, não há nada de especial nela que a torne uma criatura independente. O Criador, a força da natureza, age em tudo.

Se as pessoas aspiram a descobrir qual meta devem alcançar e por quais meios, elas podem acelerar seu desenvolvimento, despertando em si mesmas um desejo de sentir a falta e sua realização. Com a ajuda dessas duas forças, elas podem andar, como em duas pernas, e acelerar significativamente seu caminho.

Elas entendem para onde estão indo e com quem estão lidando e, portanto, o caminho se torna mais claro, mais emocional e consciente para elas. Elas descobrem as forças agindo sobre elas e entendem o sistema no qual existem, isto é, revelam o mundo superior. Tudo depende da nossa atitude em relação aos estados pelos quais passamos e das forças que nos governam.1

Você pode esperar até sentir o sofrimento ou procurar a deficiência antes mesmo de começar a sentir. Se eu quiser eliminar o problema que já foi revelado, é uma reação natural. A verdadeira deficiência não é aquela que é revelada por si mesma, mas a que eu desperto sozinho, querendo descobrir isso em mim. Isso significa que eu mesmo desperto a escuridão que precede o amanhecer.2

O mal pode ter muitas formas. Talvez eu esteja de mau humor, e isso é mal. Ou me desiludi com o caminho espiritual e não entendo no que estou desperdiçando minha vida – isso também é mal. O Criador não se revela para mim, os amigos não me ajudam e se esquecem de mim – também mal. Então descubro que todo o mal está dentro de mim. Mas o Criador me criou assim.

Uma pessoa decide por si mesma o que considerar como mal. Você deve ser muito sensível a que tipo de mal você sente; afinal de contas, o avanço está precisamente nisto: quantos tipos de mal posso distinguir e começar a examinar.

Ou eu revelo o mal por mim mesmo ou o Criador o revela para mim. O importante é o que é considerado mal. Se o Criador, a força de doação e amor, se aproxima de mim, um egoísta, sinto-me mal. Afinal, essa força é oposta a mim e sua aproximação me traz sofrimento.

O Criador não é revelado ao meu desejo de receber como a força do amor. Este amor está acima do meu egoísmo, acima da razão, e se o Criador se aproximasse abertamente de nós agora, seria muito desagradável para nós. A força de doação seria revelada, a qual não pertencemos de forma alguma. Pedir que essa força me preencha completamente é pior que a morte para o meu egoísmo. Portanto, estamos prontos para aceitar qualquer estado, mas não a força de doação.

Devemos pedir unidade, conexão com os outros e orar pelo Kli comum, não pelo seu preenchimento. Se a nossa conexão for revelada, seremos capazes de tolerar a força de doação dentro dela.3

Talvez eu tenha medo de revelar até que ponto sou oposto ao desejo de doar. Portanto, inconscientemente, instintivamente, eu me protejo, não me deixando aproximar dele. Eu acho algum tipo de órbita externa que me permite manter o equilíbrio: eu participo um pouco no grupo, mas realmente não participo disso, eu não vou além das minhas habilidades.

Aqui surge a pergunta: o grupo pode me empurrar, me puxar para perto, então eu sentiria que não há saída e que deveria pedir força aos amigos para me ajudar a ser incluído no grupo acima da minha natureza. Isso é o que significa despertar a escuridão antes do amanhecer: apesar da escuridão, da rejeição, do medo, da falta de vontade e da confusão, ir em direção à conexão e seguir em frente.4

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabala, 11/07/19, Oração
1 Minuto 0:20
2 Minuto 24:30
3 Minuto 38:15

O Amor Cresce Constantemente

laitman_276.05Precisamos entender que o desejo de receber nunca será preenchido porque não é o egoísmo que é preenchido, mas a intenção de doar. Nós nos voltamos para o Criador na fé acima da razão. Em vão, esperamos nos preencher com a sensação do Criador, para alcançar Sua revelação. De fato, devemos formar Sua imagem dentro de nós mesmos; isso é o que nos preencherá.

A diferença é que não é o Criador que vem e me preenche, mas eu estou cheio do desejo por Ele, construindo Sua imagem dentro de mim pelo fato de que quero me assemelhar a Ele.

Nós não podemos ser preenchidos com amor. Se eu recebo conteúdo de alguém que amo, o amor desaparece rapidamente, queima e pode até se transformar em rejeição e ódio. Amor significa que eu constantemente desenvolvo o desejo para com o ente querido e isso sustenta o meu amor. Então eu posso ser preenchido com ele para sempre. Esse anseio, essa paixão, é chamado de luz refletida.

Isso significa que nossa oração deve nos preencher. Ao pedir ao Criador, não esperamos receber nada: o próprio apelo para Ele já será um preenchimento. Acima de todos os tipos de perturbações e obstáculos, queremos desenvolver um apelo ao Criador, fazer uma restrição ao nosso egoísmo, à tela e à luz refletida. Eu não exijo mais nada, sentindo a imagem do Criador que eu construí na luz refletida e isso me preenche. Mas nós nunca alcançamos o próprio Criador.

Como um casal apaixonado, vendo que seu amor está gradualmente desaparecendo, eles pensam em como despertá-lo. Mesmo que ainda não tenha desaparecido, eles tentam aumentar seu amor, porque se você não o reacender, ele desaparecerá. Então eles chegam à conclusão de que isso é impossível; é impossível lutar com a natureza, com o hábito.

A pessoa é incapaz de amar para sempre. Gradualmente, o amor se torna um hábito e o hábito não traz satisfação. Só há uma saída: aumentar o anseio, o desejo, o desejo um pelo outro. Então o amor pode queimar para sempre.

O sentimento entre dois amantes deve sempre se desenvolver. Isso é possível apenas desenvolvendo um sistema acima do desejo egoísta; esta já é uma área espiritual na qual a ciência da Cabalá está envolvida.

A espiritualidade é uma continuação do desenvolvimento corpóreo, mas em uma direção eterna quando o amor cresce constantemente e não se desvanece. Ao mesmo tempo, o sinal de mais e o sinal de menos não se anulam, mas se apoiam mutuamente.

Em essência, estas são as mesmas forças da natureza, apenas organizadas de novas maneiras. Dizem que o Criador não criou nada de novo.1

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 05/07/19, Oração

1 Minuto 38:48

Ocultação E Proximidade Do Criador

laitman_962.6Voltar-se à força superior, o Criador, é a coisa mais importante que temos. Um trabalhador do Criador, isto é, uma pessoa que quer avançar no caminho espiritual mais rápido do que o habitual, distingue-se pelo fato de que pede para avançar. Todo mundo avança, toda criatura, tudo está retornando à sua raiz, à completa adesão que já existe, mas que está oculta de nós e precisa ser revelada. O curso natural do desenvolvimento requer muito tempo, sofrimento e golpes ao longo do caminho. No entanto, uma pessoa tem a oportunidade de buscar o progresso por si mesma.

Inicialmente, ela não sente tal necessidade em si mesma; caso contrário, todo mundo estaria pedindo e implorando por isso. Devemos procurar a deficiência correta e, se descobrirmos essa deficiência pelo Criador, estaremos avançando mais rápido do que pelo caminho habitual do sofrimento. Este caminho de aceleração (Achishena) não depende do tempo, mas apenas de nossos esforços, de nosso desejo de nos conectar e revelar o próximo estado desejado, de querer que ele seja revelado.

Ao elevar nossa oração, nosso pedido, aceleramos o tempo, e é por isso que somos chamados de Israel; de outra forma, somos considerados nações do mundo. Essa é toda a diferença entre Israel e as nações do mundo. Israel é apontar diretamente para o Criador (Yashar-El), ansiar por revelá-Lo e aderir a Ele acima do tempo, isto é, mais rápido do que foi estabelecido pela natureza. Ao acelerar o tempo, nos tornamos obreiros do Criador.

Há períodos de tais descidas quando concordamos com tudo o que vai acontecer, perdendo qualquer esperança. Nós caímos no estado de uma pessoa comum, mas depois acordamos novamente pela influência de cima. Então, nos movemos através de descidas e subidas, isto é, uma relativa desconexão e conexão com o Criador. Na descida, chegamos a um acordo com tudo o que temos, caindo no grau de uma besta. No entanto, durante a subida, assim que o Criador nos desperta, estamos preparados para investir esforços, buscando como nos fortalecer e avançar mais.

Os estados estão mudando constantemente: uma faixa preta, depois uma branca. O Criador aparentemente nos ajuda mais, depois menos, e precisamos elevar nossa oração. Em todas as descidas e subidas, nossa participação é minúscula, mas é precisamente o que está incluído na correção e nos desenvolve. Na espiritualidade, não importa quão grande ou pequeno você seja, mas o quanto você adicionou aos seus desejos e os desenvolve.1

A verdade não é como imaginamos de acordo com nossa mente e sentimentos. “Eles têm olhos e não veem; eles têm ouvidos e não ouvem”. Acontece que nunca seremos capazes de descobrir o Criador diretamente, mas somente através da ocultação, pela fé acima da razão.

De fato, o Criador está mais próximo de nós exatamente quando sentimos sua ocultação. Ele se aproxima de nós e descobrimos que não O sentimos, não entendemos e não sabemos. Afinal, uma certa força se aproxima, evasiva e inatingível pela nossa percepção.

Mas este não é um estado de pessoa comum que simplesmente sente e não entende nada. Sentimos a ocultação diante de nós e nossa incapacidade de revelá-lo através de nossos órgãos sensoriais. É precisamente porque o Criador está se aproximando que eu descubro que sou incapaz de alcançá-Lo. O que chamamos de ocultação, descida, é o tempo de maior proximidade com o Criador.2

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 09/07/19, Oração
1 Minuto 0:20
2 Minuto 11:00

Pegue A Onda Com O Criador

laitman_939.02Pergunta: Você disse que a pessoa pode se voltar ao Criador apenas em equivalência com Ele – através da dezena. O que isso significa?

Resposta: Você deve atingir a mesma frequência. Quando você ajusta a frequência do seu receptor-transmissor espiritual, você deve pegar a mesma onda com o Criador.

A qualidade de doação e amor vem Dele para você; portanto, uma qualidade semelhante deve ir de você para ele. Caso contrário, Ele não o ouvirá porque o Criador é um sistema que ressoa, apenas percebe sinais em equivalência com sua natureza.

Pergunta: Você também pode se voltar ao Criador com alegria?

Resposta: Não a partir da alegria, mas apenas a partir da equivalência. Alegria não é um indicador de equivalência. Ela flui disso como resultado. Em princípio, qualquer um pode sentir alegria.

Portanto, primeiro temos que entrar em contato com o Criador através de um modem, através de algum tipo de dispositivo de conexão que adapte nossas qualidades às qualidades do Criador. A dezena desempenha o papel desse modem.

Da Lição de Cabalá em Russo, 06/02/19

Por Que Se Voltar Ao Criador?

laitman_276.01Pergunta: Quando uso a força da eletricidade ou a força da gravidade, não preciso pedir nada a ninguém. Por que, para interagir com a força superior da natureza, preciso formar um pedido espiritual?

Resposta: Dentro da estrutura da natureza inanimada, vegetativa ou animada (já que nesta existência terrena também somos parte da natureza animada), permanecemos em um estado material claro. Não temos nada para pedir. Simplesmente precisamos saber como nos adaptar, aprender e usar a natureza corpórea, estudar suas leis e tentar de alguma forma implementá-las corretamente.

Quando tentamos subir para o próximo nível, para o grau espiritual de nossa existência, entramos em um relacionamento totalmente diferente: um relacionamento com o Criador. Portanto, estamos constantemente ligados a Ele. Ele nos dirige e nos voltamos a Ele.

Neste contexto, quando queremos nos tornar semelhantes a Ele, criamos uma imagem de equivalência com o Criador para nós mesmos, chamada de “nossa alma”.

Da Lição de Cabalá em Russo 16/12/18

O Que Pedir Ao Criador

laitman_625.02Baal HaSulam, Carta nº 27: Mas eu oro ao Criador para levá-lo no caminho da verdade, que você será salvo de todos os obstáculos ao longo do caminho, e que o Criador lhe traga sucesso a tudo o que você faz.

Quanto a você, você deve seguir meticulosamente os caminhos que defini para você em relação a mente e coração, saudade e orações, e o Criador certamente nos trará sucesso e logo nos uniremos em corpo e alma, neste e no mundo vindouro.

Cada professor prepara seus alunos para o que Baal HaSulam escreve. Do nosso lado, deve haver um pedido. Um pedido é uma oração.

Eu constantemente peço para estar conectado com o Criador, para sentir Suas ações dentro de mim, e que todos nós sintamos a Ele e Suas ações com relação à dezena, com respeito ao grupo.

Eu peço a Ele que me mostre um lugar nesta dezena, neste grupo, e deixe-me sentir minha inclusão neles para que Ele se revele entre nós como preenchendo todas as distâncias entre nós.

O objetivo final do meu pedido é que Ele se conecte completamente e nos preencha. Isto é de importância primordial. Assim, gradualmente, a pessoa estabelece uma conexão com o grupo e com o Criador até chegar ao estado: “Eu, o grupo e o Criador somos um”.

Da Lição de Cabalá em Russo 11/02/19

Blitz De Dicas De Cabalá – 04/11/18

laitman_281.02Pergunta: Existe um intervalo de tempo entre se voltar ao sistema e receber uma resposta dele ou um Cabalista recebe uma resposta imediatamente?

Resposta: Você recebe a resposta imediatamente. A questão é se você entende a resposta.

Pergunta: Você diria que se convencer e entender é a mesma coisa?

Resposta: Convencer-se não basta; a compreensão é um grande problema. Mas todas essas são partes da sua abordagem do Criador, do sistema superior. O supremo sistema de gestão é chamado Criador.

Pergunta: Meu pedido correto é refletido no mundo e depois eu vejo que o mundo está corrigido?

Resposta: Na mesma medida em que você começar a ser corrigido, você começará a ver o mundo como corrigido.

Pergunta: Qual é a diferença entre se voltar ao centro do grupo com uma solicitação ao Criador e, depois, o grupo levar meu pedido para cima, e voltar-me diretamente ao Criador?

Resposta: Se a sua solicitação e a solicitação de cada membro do grupo e todos eles juntos forem compatíveis, a solicitação combinada influenciará diretamente seu relacionamento com o Criador.

Pergunta: Como alguém pode não se esquecer de pedir para se assemelhar ao Criador durante situações boas?

Resposta: Para fazer isso, você deve ter um grupo que irá lembrá-lo e você irá lembrá-los. Então, em situações boas, você se lembrará de voltar-se ao Criador. No entanto, em situações ruins, não há necessidade de um lembrete, porque, então, o seu ego irá empurrá-lo.

Pergunta: Por que as pessoas que ainda não têm amplo conhecimento da sabedoria da Cabalá e de como pedir ao Criador corretamente podem se voltar com um pedido e obter um resultado, enquanto outras pessoas não podem entender porque o Criador não as ouve?

Resposta: Isso é completamente incorreto. Deixe-as pedir, deixe-as abordar como a sabedoria da Cabalá sugere, e depois vamos falar.

Pergunta: O controle imaginário sobre os outros é como controlar a si mesmo? Controlando-se, é possível ajudar os outros?

Resposta: Isso está basicamente correto.

Pergunta: O desejo de pedir ao Criador deve ser despertado primeiro ou deve-se pedir, em qualquer caso, mesmo que não se queira?

Resposta: Mesmo se você não quiser, você deve pedir de qualquer maneira. Isso irá gradualmente despertar a conexão certa em você com o Criador. Você pode começar em qualquer situação, da maneira que desejar, mas uma solicitação verdadeira e efetiva pela qual você obterá uma resposta deve passar pelo grupo.

Pergunta: O Criador nos ouve apenas se oramos sobre os problemas dos membros do nosso grupo?

Resposta: Você está pedindo para adquirir a propriedade de doação, amor aos outros, ser como o Criador; portanto, Ele ouvirá isto.

Pergunta: Como todos podem ser iguais ao Criador se todos são diferentes, mesmo de acordo com a raiz da alma?

Resposta: Em um sistema integral totalmente fechado, não há nenhum pequeno ou grande, não há perto ou longe, todos são idênticos.

Da Lição de Cabalá em Russo, 04/11/18

No Que O Criador Presta Atenção?

laitman_947Pergunta: Uma pessoa tem um período de acumulação de sofrimento. Será que uma dezena tem esse período?

Resposta: Se você está em um grupo, não precisa acumular sofrimento. Você precisa coletar as aspirações e desejos dos amigos e elevá-los ao Criador, como os pais pedem por seus filhos. É isso que todos nós precisamos fazer.

Se todos pedirem pelos outros, será um pedido sério. O Criador presta atenção não aos desejos reais que Ele desperta em nós, mas ao modo como, através de nossos esforços, deixamos nossos desejos, tomamos os desejos dos amigos e pedimos por eles. O mais importante é a qualidade do nosso apelo ao Criador.

Da Lição de Cabalá em Russo 06/02/19