Textos na Categoria 'Oração e Intenção'

O Criador Ouve A Oração De Todos

Laitman_153Pergunta: O que significa: “O Criador ouve a oração de todos”?

Resposta: O Criador é o sistema superior, o sistema de Bina, chamado Elokim.

Esse sistema escuta todos os nossos argumentos porque somos sua consequência. Nós vivemos dentro de Bina – não em sua altura, mas dentro dela – já que ela nos gera, cuida de nós e apoia nossa existência para que desejemos ser assim. Ela é completamente doadora e todos nós somos receptores. Foi assim que fomos criados.

Bina nos gera e cuida de nós, e gradualmente chegamos a um estado onde achamos que somos opostos a ela. Não nos importa que sejamos opostos a ela; nós sequer identificamos que isso é assim, mas uma aspiração para alcançar esse grau de Bina desperta em nós.

Essa aspiração é chamada de ponto no coração. Esse ponto nos desperta porque o grau de Bina sempre está funcionando em nós. Isso continua até que comecemos a nos voltar a ele, desejando aproximar-se dele. De repente, sentimos que ele é importante. Nós aspiramos a ele como se desejássemos voltar para casa, alcançar nossa fonte.

A que aspiramos? À raiz de nossa vida, o lugar onde ela se origina. Nós aspiramos a nossa fonte para encontrar respostas às perguntas – “De onde venho? Por que existo? Para que propósito?” – porque a raiz contém tudo. Não sabemos sobre o futuro, mas a raiz existe, sem dúvida.

Portanto, nós aspiramos à Bina, já que temos uma centelha a partir daí. Essa centelha nos conecta com o grau de Bina. Nosso desejo de receber está completamente no grau de Malchut, que Bina gerou.

É assim que existimos dentro de uma sensação interior entre dois mundos: entre o grau de Bina, o mundo superior e o grau de Malchut, o mundo inferior. Isso já está contido em nós. Agora, nosso trabalho é constantemente respeitar, despertar e desenvolver essa centelha. É o que fazemos com a ajuda do trabalho no grupo.

Da Lição Diária de Cabalá 05/12/17, “Trabalhando com Distúrbios”

Um Verdadeiro Pedido Ao Criador

laitman_239Parece-nos que um pedido ao Criador é um meio para corrigir o Kli, o vaso da alma, enquanto, como resultado do nosso trabalho, começamos a sentir que o pedido ao Criador é o próprio Kli e não um meio de corrigi-lo.

E se o meu apelo ao Criador, o desejo que eu suscito em relação a Ele, for verdadeiro, constante e crescente em sua incessante aspiração a Ele, eu sentirei esse pedido como uma correção completa.

Quais são as correções? É o aumento do desejo, não a resposta à oração para satisfazê-la. Aumentar o desejo pelo Criador já é o fim do trabalho. Assim, eu expresso minha atitude em relação a Ele. Eu recebo algo Dele? Pode ser que eu não receba nada. E o que devo receber se eu me voltar a Ele? Somente meu apelo ao Criador já existe em si mesmo – tudo. Não preciso de mais nada.

Se eu não ficar no Kli que recebe para si mesmo, então eu quero ter apenas um pedido ao Criador. E se em resposta eu não ouvir, não entender, não sentir, e não ver nada, você é bem-vindo; é ainda melhor! Então, no meu esforço, no poder da doação, eu sinto o quanto sou semelhante ao Criador.

Da 3ª parte da Lição Diária de Cabalá 05/12/17, “Trabalhar com Distúrbios”,

Intenção E Ação

laitman_628.2Pergunta: É suficiente ter uma intenção para relacionamentos espirituais ou também precisamos de ações?

Resposta: Ações também são necessárias para relacionamentos espirituais. Afinal, se não há ações, isso significa que não existem relacionamentos. Se eu me relaciono com alguém com amor, quero mostrar-lhe que o amo através das minhas ações.

Da Lição de Cabalá em Russo 11/06/17

 

Enfrentando Uma Lei Absoluta Da Natureza

624.02Pergunta: O recebimento de prazer e benefícios materiais também deve ser feito com a intenção de agradar ao Criador ou isso só se aplica a questões espirituais?

Resposta: Em princípio, tudo o que nos acontece em nossas vidas, em cada segundo e com cada sensação, de preferência deve estar completamente conectado ao Criador.

Pergunta: Então, como é possível justificar as ações do Criador?

Resposta: Ele não precisa ser justificado! Eu simplesmente preciso entender que estou enfrentando uma lei absoluta da natureza. Se eu a sigo tanto quanto posso, recebo uma existência satisfatória e chamo isso de recompensa, mesmo que ninguém me recompense. Eu mesmo crio essa experiência. No entanto, se eu não aderir às condições em que existo, eu mesmo crio a punição para mim. Ninguém mais me castiga.

Pergunta: Então, onde a humanidade conseguiu esse tipo de atitude em relação ao Criador?

Resposta: As pessoas inventaram tudo isso porque querem ver o Criador como um rei, como uma espécie de imagem divina.

Pergunta: Mas isso também não vem do Criador? Não significa que isso também é necessário para o nosso desenvolvimento?

Resposta: É necessário para o nosso desenvolvimento até que comecemos a entender que nada disso funciona. Olhe o que está acontecendo no mundo hoje, que tipo de aumento na religião! Esse já é o último impulso, já está desaparecendo, como quando um incêndio irrompeu antes de apagar.

Pergunta: Isso significa que não há ninguém para orar? Existe uma lei e devemos simplesmente segui-la?

Resposta: Quando você ora, ora para si mesmo. Isso provavelmente o ajuda. Mas quando você orar ao Criador, você deve pensar no que está pedindo e para quem está pedindo.

A oração é chamada de manifestação do desejo. Se você decide que precisa realizar seu desejo, isso significa que precisa organizar sua oração. Se você precisa apontar seu desejo para um objetivo específico, isso significa que você precisa orar sobre uma condição específica. Caso contrário, não há motivo para você orar. Para expressar seu desejo, você precisa coletar seus pensamentos, formular e organizá-lo, e assim poderá trabalhar com ele. Desta forma, a Luz superior poderá afetar o desejo de forma concentrada.

Da Lição em Russo, 21/05/2017

Para Quem Oramos?

laitman_562.01Pergunta: Se o Criador não existe no sentido interpretado pelas religiões e nós O criamos, para qual Criador dirigimos nossas orações?

Resposta: Para aquele que você cria, para aquele que você está se dirigindo.

Pergunta: Da Cabalá, eu ouço que, se você não orar pelo que precisa, está se prejudicando. Isso é verdade?

Resposta: Sim. Por um lado, se você pedir algo para si mesmo, você só se prejudica porque está exigindo uma realização egoísta. Mas, por outro lado, você é corrigido; tudo é perdoado, como uma criança pequena.

Da Lição de Cabalá em Russo 12/03/17

Ódio Das Pessoas

laitman_236_02Pergunta do Facebook: Como o meu ódio das pessoas pode ser explicado?

Resposta: Essa é uma característica humana natural!

Não há necessidade de se alarmar com isso ou se desculpar por isso. Na sabedoria da Cabalá está simplesmente escrito: “Vá ao artesão que me fez” (Ta’anit 20b), Ele irá corrigir tudo. Dependendo do grau de desacordo com o que Ele fez com você, você deve recorrer a Ele. Não é culpa sua que o Criador tenha feito você assim, você precisa se dirigir a Ele, então Ele irá mudá-lo, e se você pedir para ser mudado para melhor, terá uma conexão com Ele.

Afinal, o Criador intencionalmente criou você como o mal, cheio de todos os tipos de corrupções. Se você pedir a Ele que o mude, peça apenas isso; é o que Ele fará. Ele foi criado para isso. Ele está esperando que você peça. Ele intencionalmente criou todo o mal em mim, de modo que eu pedirei para mudar tudo isso para melhor. Desta forma, uma conexão mútua é formada entre nós; compreensão, proximidade, objetivos comuns e trabalho comum são criados.

Pergunta: Você pode dar um exemplo de um pedido como esse?

Resposta: Suponha que eu adore roubar e fui pego muitas vezes. Eles me bateram e me colocaram na prisão, e cheguei à conclusão de que isso estava me causando mal.

Eu começo a pedir ao Criador que eu pare de roubar, e vejo que isso realmente não me ajuda. Penso na razão disso. É evidente para mim que não estou pedindo para ser melhor; em vez disso, estou pedindo que seja melhor para mim, e Ele não é tão útil com isso. Mas se eu pedir para ser verdadeiramente mudado na direção do bem, Ele me ajudará. Isto é, tudo depende do grau em que o meu pedido é “limpo”, o quão geral e separado é do meu egoísmo.

Pergunta: Quando eu peço que as coisas sejam melhores para mim, não há resposta, e quando peço para ser melhor, há uma resposta?

Resposta: Sim. Isso é assim porque quando eu peço que as coisas sejam melhores para mim, mas não pelo “roubo”; de fato, isso também é roubo. Ele não vai ajudar com isso. Quando eu pedir para ser transformado para ser melhor em meus relacionamentos com os outros, quando o roubar dos outros me machucar, tudo irá funcionar.

Em outras palavras, se eu odeio alguém, peço ao Criador que corrija essa característica em mim em sua característica oposta.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman” 03/07/17

O Caminho Para O Prazer Ilimitado

Dr. Michael LaitmanPergunta: O que é a intenção? O Criador a criou? Ou nós mesmos a criamos?

Resposta: Especificamente porque uma pessoa tem a possibilidade de estar em estados opostos e contrários, um estado é intencionalmente expresso em relação ao outro.

Se eu quiser algo, isso indica que tenho a intenção de receber um prazer particular para mim. Em geral, chamamos essa intenção de desejo. A questão é de que maneira eu quero aplica-lo: é para mim ou para os outros? Aqui, uma intenção já aparece a partir do próximo nível em relação ao Criador. Nós definimos a palavra “intenção” como a realização de cada desejo num formato único. Em todos os desejos ou intenções, existem muitos níveis.

Pergunta: Se a minha intenção é dirigida em prol de outra pessoa ou em prol do Criador, isso se chama altruísmo. Uma intenção desse tipo atinge uma pessoa a partir do Criador?

Resposta: Sim, ela vem do Criador, porque é a partir disso que uma pessoa aprende como deve doar.

Pergunta: É verdade que um Cabalista está constantemente fazendo cálculos? “Para quem estou bebendo? Por quem vou agora?” Afinal, é possível ficar louco assim!

Resposta: Não. Quando você faz isso internamente, dentro do desejo, isso não exige energia, pelo contrário, você recebe energia com isso.

Pergunta: Bem, isso é uma luta constante! De acordo com a minha natureza, eu quero beber chá para o meu benefício, mas preciso beber em benefício do Criador. Eu sempre me encontro nessa guerra?

Resposta: Uma pessoa recebe enorme prazer adicional da doação, não apenas prazer do chá que bebe, mas porque está fazendo isso por alguém. Suponha que sua mãe lhe peça para beber uma xícara de chá; uma impressão é deixada em você de que você fez isso por sua mãe, e então o prazer se torna egoísta. Eu recebi isso e gostei.

E o que vem depois? É necessário avançar. Agora depende de você receber um prazer ainda maior e novamente construir uma intenção.

Pergunta: Isso se refere aos prazeres, como tomar chá, café e coisas do género?

Resposta: Por que não? O mesmo prazer que se encontra em uma xícara de café, se é possível chamá-lo de prazer, é encontrado na Luz eterna e infinita. Existe apenas uma fonte de prazer, o Criador, e nós somos um desejo que foi criado para desfrutar ao receber Dele.

Pergunta: Em nosso mundo, um desejo aparece em mim para beber chá, mas que prazer pode haver no próximo mundo a partir disso? Afinal, não há nenhum corpo lá.

Resposta: Qual é a diferença? O desejo também não é corpóreo. No mundo superior, há apenas o desejo de dar prazer a alguém e ter prazer com isso. Eu entendo que esse é um prazer mais exaltado, melhor, infinito e ilimitado, não porque seja bom para mim, mas porque quero que os outros tenham prazer. Essa é a característica que recebo da Luz superior.

Você pode perguntar: “Você dá prazer ao Criador, como se alimentasse seu bebê com uma colher?” A resposta é “Sim”. “Então não é um problema, eu também alimento meu filho pequeno com uma colher e gosto disso”.

Mas esse é um cálculo puramente egoísta. Para evitar isso, você deve primeiro odiar o objeto para o qual faz isso. Não há amor sem ódio. Tudo deve ser construído sobre duas qualidades opostas. Com isso, o ódio não é de modo algum destruído, mas apoia o amor e o amor apoia o ódio. E assim eles existem juntos.

Da Lição de Cabalá em Russo 26/02/17

Como Formar Uma Oração Corretamente

laitman_938_05Pergunta: Como a pessoa forma e compõe corretamente uma oração em grupo e como ele permanece em uma oração assim 24 horas por dia?

Resposta: Em primeiro lugar, a oração pode ser artificial porque você ainda não sente um anseio especial no coração sobre a preocupação pelo grupo, pelos amigos, pela conexão, pelo anseio compartilhado entre vocês e o Criador.

Tudo isso começa com um movimento interno bem artificial. Mas, gradualmente, sob a influência do estudo, a Luz superior irá agir em você. Você começa a sentir que suas ações mecânicas, falsas e artificiais assumem uma sombra completamente diferente: natural, correta, verdadeira e sincera.

A Luz superior que influencia você irá inserir suas características em você. Como resultado disso, sua oração se tornará verdadeira. Você sentirá que é como um único todo com o resto dos amigos.

Vocês devem conectar os pontos no coração de cada um, como dez gotas de água que estão conectadas em uma grande gota. Assim você começa a sentir dentro deles uma energia superior, um estado superior, o mundo superior! Toda a sua vida estará no mundo superior.

Essa é a sua alma. É uma para todo o grupo de dez. A pessoa deve entender que individualmente não pode se mover desse jeito. Ela deve se conectar com outros, seja de forma virtual ou física. Aqui está o seu sucesso!

Da Lição de Cabalá em Russo 21/05/17

O Que E Como Perguntar Ao Criador

laitman_236_01Pergunta: O que eu devo pedir ao Criador para um amigo e como devo fazer isso?

Resposta: Se eu não sentir as necessidades e urgências específicas do amigo, então todos nós temos uma única necessidade: nós queremos nos unir e descobrir o “Criador” nesta unidade. Isso é o que devo pedir para mim, para os amigos e para todo o grupo. Este é um voltar-se geral, comum e constante, ao Criador.

Da conversa em uma videoconferência com os alunos do Centro de Educação, 21/05/17

A Intenção É A Ação

laitman_219_01Comentário: Baal HaSulam diz que é realmente o nosso egoísmo que nos dá a sensação de tempo. Existe uma ação e seu resultado, e é o resultado que importa para nós, não o prazer da ação em si.

Resposta: O egoísmo é o desejo de receber, de tomar, de atrair para si, de esticar o ponto zero em duas direções diferentes. É assim que o conceito de tempo é sentido.

Pergunta: Se for esse o caso, não há tempo na espiritualidade porque uma pessoa só desfruta da ação e não aguarda o resultado de sua intenção?

Resposta: Na espiritualidade a intenção é a ação.

Da Lição de Cabalá em Russo 26/02/17