Textos na Categoria 'O Criador'

Respostas Às Suas Perguntas, Parte 186

laitman_622.02Pergunta: Se não existe um Criador fora da pessoa, “onde” o Criador sofre mais do que nós? Também é dentro e fora das sensações de uma pessoa?

Segue-se que um Cabalista perceberia em seus sentidos que o Criador sofre mais do que ele, mas essa é basicamente uma sensação falsa, uma vez que o Criador não existe fora de suas sensações. O Criador “sofre” apenas quando a pessoa sente isso? A pessoa é verdadeiramente capaz de dar satisfação ao Criador através do avanço espiritual ou é um autoengano?

Resposta: O Criador existe acima e fora de nossos estados, mas nós falamos Dele como alguém que é como nós porque não podemos imaginá-Lo de nenhuma outra forma.

Deus É Bom Ou Mau?

laitman_566.02Pergunta do Facebook: O Criador é Criador a fim de criar o mal? Se é necessário conhecer Deus através do infortúnio, da morte e do sofrimento, então Ele é o Criador? É isso que as pessoas adoram? A fonte do amor e da bondade está Nele?

Resposta: Sob nenhuma circunstância o Criador cria o mal. Ao Se revelar gradualmente a nós, Ele nos mostra o quanto somos opostos a Ele. E isso é experimentado por nós como dor, maldade e sofrimento.

Mas, se nos desenvolvermos corretamente, sob orientação correta, educação e influência, experimentaremos Sua revelação gradual como um incentivo para obter uma maior realização Dele, e não como um mal que vem Dele.

Ao Se revelar, o Criador nos monstra o mal em nossa natureza, porque ela é oposta a Ele. E, fazendo isso, Ele nos empurra para a correção da nossa natureza, para uma maior equivalência com Ele. E quando nossa natureza se torna semelhante ao Criador, descobrimos bondade, prazer e satisfação absolutos.

Pergunta: Em outras palavras, o mal que aparentemente vem Dele é realmente o mal em mim. E Ele é constante nessa influência?

Resposta: O Criador é constante em Sua influência, mas faz da seguinte maneira: Ele se revela a uma pessoa nas menores micro doses. Isso é experimentado como desconforto ou dor pela pessoa, mas, ao mesmo tempo, existe a possibilidade de começar a trabalhar gradualmente para se corrigir para se assemelhar ao Criador.

Quando a pessoa alcança equivalência de forma com Ele, até o menor grau em que o Criador se aproximou dela, ela descobre que o Criador é amável e é a única influência sobre ela. Depois de fazer este trabalho dentro de si, descobrindo um pouco do Criador, aproximando-se um pouco Dele, o Criador se revela ainda mais. Mais uma vez, a pessoa sente uma sensação negativa da oposição de suas qualidades ao Criador e, novamente, deve se corrigir para alcançar equivalência de forma para revelar o Criador.

Pergunta: Quando a pessoa realmente sente como se o mal viesse do Criador, o que ela deveria fazer primeiro?

Resposta: Ela deve participar do trabalho regular do grupo. Lá, tudo será explicado a ela. Ela será apoiada e guiada. Mais importante: encontre um grupo.

O conselho individual não ajudará porque cada pessoa existe sob um tipo específico de influência do Criador e, o mais importante, essas influências precisam ser abordadas coletivamente.

Pergunta: Então, você acha que essa é a ação do Criador, para empurrá-la a se mover em direção aos outros?

Resposta: Certamente. Está escrito assim, e é assim que ela deve agir, quer queira ou não. Uma pessoa pode não entender isso, mas essa é a única maneira pela qual isso é realizado.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman”, 10/08/17

Para Quem Oramos?

laitman_562.01Pergunta: Se o Criador não existe no sentido interpretado pelas religiões e nós O criamos, para qual Criador dirigimos nossas orações?

Resposta: Para aquele que você cria, para aquele que você está se dirigindo.

Pergunta: Da Cabalá, eu ouço que, se você não orar pelo que precisa, está se prejudicando. Isso é verdade?

Resposta: Sim. Por um lado, se você pedir algo para si mesmo, você só se prejudica porque está exigindo uma realização egoísta. Mas, por outro lado, você é corrigido; tudo é perdoado, como uma criança pequena.

Da Lição de Cabalá em Russo 12/03/17

Elokim É Natureza Em Gematria

laitman_275Pergunta: Você diz que Elokim (Deus) em Gematria (numerologia) = HaTeva (Natureza). Por quê?

Resposta: Elokim e a natureza são a mesma coisa. Toda a natureza em nosso mundo e no mundo superior, e tudo o que existe na criação, inclusive nós, é chamado de “Elokim“, a natureza, o Criador.

Portanto, estudar a natureza ou estudar o Criador é o mesmo. Não é necessário pensar no Criador como algo limitado; é uma força que inclui tudo dentro dela.

Da Lição de Cabalá em Russo 12/03/17

Características Do Criador

laitman_567.01Pergunta: Quais são as propriedades do Criador, como poder, orgulho, bondade e bondade?

Resposta: Em relação a nós, o Criador é a propriedade única de doação e amor absoluto revelada de diferentes maneiras. Todas as nossas características surgem e são desenvolvidas sob a influência da Luz superior. Essas características não existem no Criador. Mas quando O alcançamos, nós as atribuímos a Ele.

Em relação a nós, o Criador é absoluto e o oposto completo de nós.

Nossa característica principal e única é o desejo de receber, de ter todo o tipo de necessidades despertadas em nós, como se não tivéssemos nada, enquanto o Criador tem absolutamente tudo. Além disso, ele não sente nenhuma falta, pelo contrário, é o desejo absoluto de dar, preencher.

Mesmo que Ele tenha uma necessidade, é apenas a necessidade de doar, preencher. Como uma mãe que está constantemente preocupada com seu filho, constantemente querendo dar-lhe algo, ajudá-lo com algo, preencher algo, é assim que é com o Criador em relação a nós. Esse sentimento é revelado em nós quando O alcançamos.

Portanto, é possível dizer que Ele tem a necessidade de “derramar-Se” e não pode. Do nosso lado, somos o oposto; queremos receber e não sabemos como, de quem, e de que maneira. Portanto, há um problema em criar contato entre o nosso desejo de ser preenchido e o desejo do Criador de nos preencher.

Esse contato só é possível se nossos desejos ser preenchido forem direcionados para dar satisfação a Ele e causar-Lhe prazer, assim como o desejo Dele de nos preencher desperta prazer em nós.

Portanto, cabe a nós corrigir a nós mesmos. Mas essa não é a correção do desejo, pois ele deve ser tão grande quanto possível; é a intenção – preencher o desejo de prazer não para mim, mas para dar prazer ao Criador.

Neste caso, a ideia não é sequer sobre desejos e intenções; em vez disso, é a maneira pela qual nos assemelhamos ao Criador como resultado de nossa correção. Então nos elevamos ao nível do Criador e continuamos com nosso desenvolvimento a partir desse nível. E com relação ao que acontece depois, falaremos sobre isso quando a alcançarmos. Isso se refere a uma substância completamente diferente e circunstâncias completamente diferentes.

Mas mesmo o início do movimento em direção ao Criador, do primeiro ponto para cima, ele nos dá um sentimento de eternidade, infinito e plenitude absoluta.

Da Lição de Cabalá em Russo 04/02/17

Quem Quebrou A Alma?

Laitman_702.02Pergunta: Existe apenas o Criador e a criatura no sistema, então quem quebrou a alma geral?

Resposta: O Criador, Ele disse: “Eu criei a inclinação ao mal; Eu criei a Torá como um tempero, uma vez que a Luz nela Reforma”. “Corrija a quebra e você receberá uma recompensa. Eu criei você pequeno e você pode chegar ao Meu nível, eternidade, perfeição, conhecimento e prazer. Tudo está diante de você!”

O Criador poderia ter nos criado no estado de totalidade. Mas somos obrigados a querer alcançar esse nível por nós mesmos para usarmos nosso livre arbítrio.

Pergunta: E o que ganhamos com nosso livre arbítrio?

Resposta: Ele nos dará um sentimento de realização, revelação e preenchimento. É tudo eu!

Imagine alguém que nasceu príncipe, em comparação com alguém que alcançou o status por si mesmo e se tornou um rei. Essa é toda a diferença.

Da Lição de Cabalá em Russo 23/04/17

Quem Criou O Criador?

laitman_239Pergunta: Quem criou o Criador?

Resposta: O homem. O Criador é chamado de Boreh, “Bo u-reh – Venha e Veja”. Tudo o que uma pessoa alcança em seus vasos corrigidos (Kelim) é chamado de Criador. Portanto, a realização do Criador depende das ações da pessoa. Assim, a pessoa cria o Criador.

Eu crio um vaso pequeno ou grande em diferentes níveis nos quais a Luz superior entra. O vaso com a Luz que o preenche – HaVaYaH que é preenchido com a Luz de NRNHY (Nefesh, Ruach, Neshama, Haya, Yehida) – é chamado de Criador.

Quem criou o vaso? Eu criei com meus esforços. Portanto, o Criador é chamado de venha e veja.

Portanto, quem é o Criador? Aquele que eu criei. A força que existe acima de nós e nos permite atingir a nós mesmos é chamada de Atzmuto, isto é, Ele é Ele mesmo Nele mesmo.

Pergunta: E essa é a mente superior?

Resposta: Não podemos falar sobre a mente. É simplesmente Ele.

Da Lição de Cabalá em Russo 12/03/17

O Criador Tem Uma Mente?

Laitman_631.5Pergunta: Nós podemos dizer que o Criador tem inteligência, uma mente?

Resposta: Tudo isso está na pessoa. Afinal, não estamos falando do Criador. Quando dizemos “Criador”, queremos dizer “Venha e Veja (Bore)”. Você fala sobre Ele na medida em que você O alcança em seus sentimentos. Mas isso está em seus sentimentos. Não sabemos nada sobre o Criador antes de O alcançarmos em nossos sentimentos.

Pergunta: Se olharmos para o que o Criador criou, para a natureza, podemos concluir que a força superior é provavelmente sábia porque Ele nos criou?

Resposta: Essa é uma abordagem infantil.

Pergunta: Isso significa que eu não posso dizer que o Criador é sábio de acordo com o que vejo?

Resposta: Você pode porque tudo na natureza foi realmente criado sabiamente e isso significa que a força interna da natureza também é sábia, e daí?

Pergunta: Isso não é uma prova para um Cabalista?

Resposta: Não. A prova é a realização, não a revelação de algo no nível do mundo corpóreo, em nossos atributos e desejos egoístas unilaterais.

Da Lição de Cabalá em Russo 12/03/17

Respostas Às Suas Perguntas, Parte 181

laitman_563Pergunta: O Criador existe como uma força independente da natureza, como alguma força cósmica que existe, mas que não conhecemos e não sentimos?

Resposta: Isso mesmo.

Pergunta: Se meus amigos e eu ainda não criamos o Criador, e Ele ainda não existe, por que devemos pensar que “Não há outro além Dele” (Deuteronômio 4:35)? Afinal, se Ele ainda não existe, Ele também não pode nos gerir, ou fazer nada….

Resposta: A intenção disso é que, em relação a você, na sua descoberta, Ele não existe. Você deve criar um Criador para si mesmo a partir de suas características corrigidas!

O Propósito Da Criação E O Desenvolvimento Do Desejo

laitman_548.02-jpgPergunta: Quais são os atributos do Criador?

Resposta: O Criador é o atributo de bondade absoluta, amor absoluto. O pensamento da criação é a criação de uma criatura que possa ser igual ao Criador, para ascender ao nível Dele.

Se tivéssemos os atributos do Criador desde o início, existiríamos Nele, sem sentir que existimos. Nós temos que sentir a nossa diferença com o Criador, a fim de simultaneamente sentir a nós mesmos e a nossa equivalência com Ele: o que somos e o que é o Criador, e toda essa distância entre nós é como um senso de distância e contradição, equivalência e igualdade.

Essa é a razão pela qual todo o sistema de criação, que opera em nós para nos levar ao nível em que nos assemelhamos a ele, foi criado pelo Criador.

A primeira coisa que o Criador criou foi o desejo de receber.

O desejo desceu do Criador de acordo com cinco fases de descenso até atingir o nível do nosso mundo no qual o desejo se desenvolve e evolui e tudo no mundo é construído: o universo, a Terra, o outros planetas e nós.

Agora nós começamos a subir de volta ao Criador. No final, alcançaremos o estado em que nos tornamos semelhantes a Ele e ascenderemos ao nível Dele. Isso acontece de acordo com a nossa ascensão, apesar dos níveis de cinco mundos ou 125 níveis.

Pergunta: Como descobrimos que nossa missão realmente se resume à ascender?

Resposta: Estando no estado mais baixo, nós começamos a sentir certa inclinação para ascender. Essa inclinação é chamada de ponto do coração, que nos puxa para a frente.

A partir desse momento, desde o momento em que a criatura começa a sentir o desejo de ascensão, ela é considerada um ser humano, Adam, de acordo com seu objetivo, porque anseia pelo ponto superior chamado Adam, o que significa assemelhar-se ao Criador (Domeh).

Assim, o pensamento da criação inclui cinco mundos, a descida da criatura, a criação da alma e, finalmente, sua correção.

Pergunta: Parece que a nossa evolução deve acabar em certo ponto?

Resposta: Nossa evolução chegará ao fim e será em breve. É um processo constantemente acelerado. Essa é a razão pela qual o primeiro espaço foi desenvolvido e depois a Terra e depois o homem. Nós nos desenvolvemos de forma tão turbulenta que cada dia é muito diferente do próximo.

O Criador criou o desejo de receber que se desenvolve, desce e se torna cada vez mais egoísta.

Assim, quando a alma é criada, o desejo adquire uma intenção. Primeiro, no ponto mais baixo, é uma intenção egoísta para o meu benefício.

Depois, o desejo começa a ascender e muda a intenção para uma intenção altruísta. O desejo sempre muda de acordo com a intenção, pois em si é indiferente, é apenas matéria, toda a matéria da natureza.

Da Lição de Cabalá em Russo 02/04/17