Textos na Categoria 'O Criador'

O Criador É A Força Geral Integral

522.01Pergunta: De acordo com o que você diz, o Criador não existe. Em caso afirmativo, para quem estamos elevando MAN?

Resposta: Quero dizer que o Criador que as pessoas acreditam não existe. O Criador é a força comum da natureza que nos impele a nos unir. Esse é o seu único propósito.

Portanto, a definição correta de Criador é que Ele é a força geral e integral dentro da qual tudo existe. A sabedoria da Cabalá diz que essa força inicialmente quebrou tudo o que foi criado, e agora a criação gradualmente anseia por se unir como um quebra-cabeça.

Cada partícula deve ocupar seu devido lugar em relação às outras e, em sua integração mútua, elas descobrirão cada vez mais a força superior. Portanto, se digo que o Criador não existe, quero dizer: não tente encontrá-Lo em qualquer outra coisa, mas na força da conexão. Ele não faz mais nada e não há necessidade de esperar por mais nada.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 19/07/19

A Força Superior Precisa De Nós?

292Pergunta: A força governante superior precisa de nós?

Resposta: A força governante superior precisa de nós, porque dessa forma sentimos sua atitude para conosco. Ela quer que nos tornemos semelhantes a ela em oposição a ela, como ela nos criou, para nos tornarmos como ela quer nos ver – como ela quer nos ver, do oposto a ela – como ela nos criou.

Ao nos transformarmos em pessoas semelhantes a ela, começamos a revelar essa força, compreendê-la, nos aproximar dela e literalmente aderir a ela.

Pergunta: Ela recebe algo disso?

Resposta: Não, ela não precisa disso de forma alguma. Tudo é feito apenas para o nosso bem, porque a força superior é a bondade absoluta.

Pergunta: De quem vem esse poder? Tem alguém por trás disso?

Resposta: Há uma raiz que não foi alcançada, mas suas ações foram alcançadas; a ciência da Cabalá fala sobre isso. Ela nos ensina a alcançar as ações do Criador, mas não o próprio Criador.

De KabTV, “Expresso de Cabalá”, 19/07/21

Se Deus Não Existe, O Que Existe?

610.2Pergunta: Foi feita uma pergunta que preocupa muita gente: “Por que você diz que não acredita em Deus? Além disso, você diz que Deus não existe. Pelo que entendi, esse é um truque especial, porque então você continua dizendo: ‘O Criador, o poder superior e a natureza’. Você nos confundiu”.

Resposta: Isso mesmo. Não o confundi, foi você quem inicialmente ficou confuso e eu quero esclarecê-lo. Mas, para resolver isso, precisamos que você veja como você está confuso. Então você entenderá como voltar das ideias imaginárias para a verdade.

Se você e eu tentarmos dar alguma definição geral do que é Deus, você descobrirá que o Deus que você imagina agora não existe. E o que estou dizendo está lá.

É a natureza, a força superior da natureza. A diferença é muito grande: eu me relaciono com toda a criação, com Deus, com o Criador, com a natureza, como algo que existe na realidade, fisicamente, que devo revelar por mim mesmo, sentir em meus sentimentos? Ou é algo tão amorfo que eu apenas digo “Deus, meu Deus” e nada mais. Ainda temos que determinar isso.

Pergunta: Ainda assim, você pode dizer às pessoas se existe um Deus ou não?

Resposta: A única força de toda a natureza em todos os mundos, incluindo o nosso mundo imaginário chamado de “olam demyoni” – “mundo imaginário”, a força superior, que inclui absolutamente tudo e naturalmente também nós, é chamada de Criador.

Pergunta: E como devemos interagir com Ele, com essa natureza, com o Criador?

Resposta: Isso é o que a Cabalá ensina. Você chegou a uma linha reta: “Como ainda posso me voltar ao Criador? O que devo fazer? Como posso encontrá-Lo? Como posso equilibrar meu estado em relação a Ele? Em geral, o que devo fazer da minha vida? Como devo viver? E se de repente eu obter algo por isso?”

Aqui precisamos entender o que é o Criador. A Cabalá lhe diz como agir para que você não se sinta mal. Isso é tudo.

Pergunta: Então, uma pessoa não se sentirá mal?

Resposta: Sim. E por que você ora?

Comentário: Para que eu me sinta bem e todos ao meu redor se sintam bem, meus parentes, meus filhos.

Minha Resposta: Estamos falando de realmente sentir o painel de controle do mundo e começar a controlar realmente o seu destino. Isso é dado ao homem. E a força superior que conhecemos, o Criador, quer que cheguemos a isso.

Pergunta: O Deus em que muitos outros pensam, não existe?

Resposta: Ele não existe.

Comentário: E há um Deus, como você diz, que se chama …

Minha Resposta: O Criador, a força superior. Essa é a força mais elevada da natureza, que inclui toda a natureza. O próprio Criador é Deus. A própria natureza é Deus. Só que não é a natureza do nosso mundo, mas um mundo que tudo abrange, que já podemos revelar a tal ponto que podemos nos fundir com ela, com essa natureza. Podemos até governá-la. O Criador quer que estejamos neste nível, para que nos tornemos parceiros Dele.

Pergunta: O que você quer dizer com a palavra “natureza”?

Resposta: Quero dizer todos os mundos. Nosso mundo nem conta, é claro. Todos os mundos, que incluem cinco mundos, que em geral são incluídos e governados por uma única força, uma única lei, é essa lei da unidade que é o Criador.

Pergunta: Existe um Deus para você?

Resposta: Existe um Criador para mim. É aquele que criou tudo e você, e quer que você cumpra seu destino – alcançar o nível Dele, ser como Ele.

Portanto, uma pessoa é chamada de “Adão” da palavra “Domeh” – “semelhante” ao Criador, a qualidade de doação, a propriedade da criação e a qualidade de governar todos os mundos. Esse é o estado que uma pessoa deve alcançar, absolutamente todas as pessoas em nosso mundo! É incompreensível para a mente? Sim. Mas cada pessoa chegará a isso. Quer ela queira ou não.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 26/11/20

Por Que A Natureza É Chamada De Criador

226Pergunta: Seu trabalho Conceitos Básicos de Cabalá descreve em grande detalhe a metodologia que nos aproxima do Criador.

Porém, muitos gerentes e supervisores modernos estão muito longe do conceito do Criador e de Sua influência sobre a nossa realidade. Poderia haver uma abordagem fundamentalmente diferente aqui?

Resposta: Não vamos chamar tudo isso de Criador, mas de natureza. É a mesma coisa. O Criador é o que chamamos de governo superior porque não é desprovido de consciência no sentido de que tem seu próprio propósito ou seu próprio plano. Portanto, dizemos: “Essa é a força superior, o Criador.” Afinal, Ele tem um plano, um programa que é executado com clareza. Em todos os outros aspectos, você pode simplesmente chamá-la de “natureza”, uma natureza vasta e perfeita que controla cada uma de suas partes e as impulsiona para atingir sua perfeição.

Portanto, podemos remover os termos “Criador” e “Cabalá” e escrevê-los em termos técnicos e científicos totalmente claros.

Eu ficaria muito feliz com isso porque não me considero uma pessoa religiosa, pois a Cabalá não tem nada a ver com religião ou Judaísmo, ela fala da natureza. Muitos Cabalistas eram de várias nações do mundo.

Em contraste com a atitude para com a natureza que existe na ciência, aqui a atitude para com a natureza é que ela tem um plano, uma meta e as forças da implementação desse plano. É por isso que chamamos a natureza de Criador.

De KabTV, “Videoconferência Sobre a Ciência da Gestão”

Todo O Universo É A Manifestação Dos Nomes Do Criador

239Pergunta: Dizem: “Ele e Seu nome são um”. Ele é o maior poder, o Criador. E o que é o nome?

Resposta: Seu nome é o estado entre nós em que o Criador se manifestará. É chamado de nome porque assim começamos a compreendê-Lo e senti-Lo. Da mesma forma que você entende uma pessoa quando fala sobre ela, a chama pelo nome. Afinal, você pode senti-la.

Pergunta: Cada vez que construímos uma certa conexão, o Criador se manifesta e damos a Ele esse nome?

Resposta: Sim. Portanto, dizemos: “Fulano de Tal, Fulano de Tal”, isto é, damos a Ele nomes diferentes. É por isso que se diz que o Criador tem muitos nomes. Praticamente todo o universo são apenas os nomes do Criador, Suas manifestações.

Pergunta: Então, todas as palavras da Torá são Seus nomes. O nome é uma manifestação do Criador na conexão entre nós?

Resposta: Tudo o que está escrito na Torá é uma manifestação de alguns sentimentos e propriedades entre as pessoas, cujo propósito é alcançar um relacionamento bom e correto entre si. Então elas sentem, elas manifestam o Criador entre si e escrevem sobre isso.

De KabTV, “Estados Espirituais. Ele e Seu Nome São Um”, 24/05/21

Tudo É Percebido Nos Sentimentos

962.2O Criador é uma qualidade do mundo superior. Sua principal característica é a qualidade de doação.

Não podemos dizer quem Ele é ou o que Ele é. Apenas falamos sobre a maneira como O percebemos. Na medida em que começo a sentir a qualidade de doação, começo a alcançar o Criador.

Da mesma forma, não posso dizer nada sobre uma mesa, por exemplo. Posso dizer que me parece em meus sentimentos como tal e tal. O mesmo é verdade sobre o Criador.

Portanto, o Criador é chamado de Bo-Reh. Bo, venha, isto é, de alguma forma mude a si mesmo, e Reh, veja. Bo-Reh, venha e veja. Em outras palavras, tudo é percebido precisamente em nossos sentimentos.

A sabedoria da Cabalá funciona de tal forma que forma dentro de nós a qualidade de doação, e na medida em que a pessoa já a sente dentro de si, ela começa a sentir o Criador. Ela tem novas ferramentas, os chamados Kelim, vasos, com os quais sente o Criador e o mundo superior.

De KabTV, “Estados Espirituais”

A Dezena E O Professor

942Pergunta: Durante a lição, primeiro precisamos nos conectar internamente com o professor ou com a dezena, ou isso tem que acontecer simultaneamente?

Resposta: Você precisa se conectar com a dezena para que você e a dezena sejam um todo, e então você pode ouvir o professor e implementar na dezena o que ele diz.

A dezena é o principal, mas para saber o que fazer na dezena, precisamos de um professor.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 10/03/19

O Nome Do Criador

545Pergunta: Quando eu revelo o nome do Criador, durante uma descida ou durante uma subida?

Resposta: Cada estado em que estou é feito de um desejo de receber e da luz que o preenche.

Seu acoplamento, ou seja, o vaso preenchido com a luz, é chamado o nome do Criador.

O nome do Criador é um estado que eu alcanço e chamo o Criador por um certo nome de acordo com esse estado. O fato é que Ele sempre permanece Atzmuto, Ele mesmo.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 24/02/19

Programa Com Um Bom Final

278.01Pergunta: O Criador é uma boa força?

Resposta: Com relação à criação, Ele é gentil. E não a respeito da criação, não podemos dizer nada sobre Ele. Falamos sobre Ele como sobre Atzmuto – Ele por Si mesmo – ou seja, agindo nem positiva nem negativamente.

Comentário: E como em um bom conto de fadas, claro, a boa força sempre vence.

Minha Resposta: Na verdade, este conto de fadas é gentil, e não um conto de fadas. Este é um programa planejado de criação. Seu final é visível no mundo espiritual. Quando subimos do nível do nosso mundo, das coisas que estão acontecendo nos sentidos terrestres, para um nível superior à nossa percepção, para o chamado “Lishma” (“em prol dos outros”), vemos o futuro.

Agora estamos começando a entender que o presente e o futuro fluem tanto para frente quanto para trás. Portanto, quando ascendemos ao mundo superior, podemos ver claramente seus estados futuros. Os Cabalistas veem isso.

Pergunta: Eles veem tudo em força e não como se manifesta em nosso mundo?

Resposta: Claro. Mas eles veem e nos falam sobre isso. De onde eles conseguiram isso? Como eles poderiam descrever tudo? Pelo fato de terem descoberto tudo.

De KabTV, “Estados Espirituais”

Relacionamentos Nos Quais O Criador É Revelado

962.2Comentário: Existe uma lei: “O que não alcançamos, não chamamos pelo nome”.

Minha Resposta: E como você pode nomear um objeto ou fenômeno se você não o atinge? Portanto, a força superior é chamada de Criador precisamente por causa de nossa realização Dele.

Além disso, você pode alcançá-Lo de uma forma, eu de outra, outra pessoa de outra, e assim por diante. Cada um à sua maneira. Mas, em princípio, todos os nomes do Criador, em sua conquista gradual pelo homem, conduzem-no a uma única forma onde, no final, todas as sensações do Criador se tornam abstratas. Você pode dar a ele epítetos como amor, doação completa, superior, perfeito. Mas, em geral, Ele não tem nome.

Pergunta: Então, pessoas que saíram do Egito, vagaram pelo deserto e registraram todos os relacionamentos que se manifestaram entre si, toda a gama de seus sentimentos e emoções – cada registro é uma certa sensação do Criador?

Resposta: Elas os registraram como pesquisadores. Percebendo entre si certos relacionamentos nos quais o Criador foi revelado, elas escreveram: “Tais e tais relacionamentos são iguais a tais e tais manifestações do Criador. Tais e tais relacionamentos são iguais a tais e tais manifestações do Criador”. E assim por diante. Esta é toda a Torá.

Portanto, é dito que toda a Torá são os nomes do Criador.

Pergunta: Há um número exato de nomes do Criador: 72. O que significa?

Resposta: 72 (Ayin, Bet) é a manifestação do Criador na forma da luz de Hochma, AB.

Comentário: Mas existem muitos nomes diferentes na Torá.

Minha Resposta: Cada um tem uma gradação diferente. Existem passos principais que você segue para alcançar a revelação completa do Criador e existem pequenos níveis pessoais.

De KabTV, “Estados Espirituais. Ele e Seu Nome são Um”, 25/05/21