Textos na Categoria 'O Criador'

Um Deus – Unidade E Amor

243.07Observação: Existem alguns filmes que mostram uma invasão alienígena extraterrestre e todas as pessoas na Terra se unindo. O senso de garantia mútua aparece.

Mas mesmo agora, quando o coronavírus domina toda a Terra, vemos que ele não une as pessoas, mas as divide.

Meu Comentário: Chegamos a um estado em que nada nos ajudará a nos unir, exceto perceber que apenas a conexão nos elevará acima de nossa natureza, acima de nós mesmos. Devemos alcançar isso.

Observação: Se houvesse um Deus para todos, todos andariam sob Ele, acreditariam Nele, seria bom.

Resposta: Mas não é assim e não vai acontecer. Esse Deus não existe.

Há apenas um Deus, se O aceitarmos como Deus, e isso é conexão mútua, unidade e amor. Essas qualidades podem nos aproximar e nos unir. Pode ser considerada a propriedade mais elevada que existe na natureza. É disso que precisamos.

De KabTV, “Habilidades de Comunicação”, 25/09/20

O Local De Reunião Não Pode Ser Alterado

530Embora eu ainda não tenha revelado o mundo espiritual, estou feliz por não viver como uma pessoa comum neste mundo, mas por trabalhar em um grupo Cabalístico. O Criador me trouxe para o grupo e disse: “Escolha este bom destino!”

Em outras palavras, Ele preparou e revelou-me meu lugar no sistema eterno onde todos nós existimos. Estou honrado que o Criador propositalmente cuide de mim e segure minha mão, me trazendo ao grupo todos os dias, assim como minha mãe me levou ao jardim de infância pela primeira vez.

O Criador me leva até lá e diz: “Aqui está o seu grupo, conecte-se com eles e dentro desta conexão, você começará a Me revelar. Não posso fazer mais por você do que trazê-lo ao grupo. Tudo o mais você precisa fazer dentro dele, e nós nos encontraremos com você neste grupo. Eu estarei me revelando dentro dele de diferentes maneiras: como um professor, como um amigo, mas se você se conectar com este grupo, você começará a Me revelar e crescer na espiritualidade.

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 02/11/20, “Trabalho com Fé Acima da Razão”

Como Pode Uma Lei Da Natureza Ser Ciumenta?

592.02Pergunta: O que significa a expressão “O Criador é ciumento”? Afinal, nós O vemos como a lei da natureza. Além disso, é dito: “Se você me deixar por um dia, Eu o deixarei por dois dias”. Como pode a lei da natureza ser ciumenta?

Resposta: O Criador é o poder superior que exige nosso desenvolvimento. Portanto, se O abandonamos e não prestamos atenção a esse poder, Ele brinca conosco de tal maneira que começamos a sentir que nosso comportamento estava errado. Se o deixarmos por um dia, Ele nos deixará por dois dias para que possamos agarrá-Lo.

Pergunta: Como isso se manifesta?

Resposta: Assim como você faz com seu filho que não presta atenção em você e você pensa em como pode atraí-lo para você.

Pergunta: Sim, mas com o filho, temos órgãos comuns de sensação, e com o Criador, não temos. Como posso decifrar que o Criador me deixou por dois dias?

Resposta: Você sente que de repente parou de fazer as coisas que precisa. Você tem que lidar com elas, mas não pode, então não sente atração por elas.

De KabTV, “Habilidades de Comunicação” , 07/08/20

Como Podemos Apelar À Lei Da Natureza?

43Pergunta: Se o Criador é a lei imutável da natureza, o que significa pedir algo a Ele? Como você pode pedir algo a uma lei?

Resposta: Bem simples. Você está se referindo a um sistema absoluto que está em um estado de equilíbrio completo no qual todos estão mutuamente e totalmente conectados em seu estado corrigido final.

Isso significa que tudo o que vai acontecer conosco no final da correção já está lá. Você se volta a esse estado e pede que ele o ajude a alcançá-lo gradualmente.

No entanto, o sistema não pode levá-lo imediatamente e colocá-lo em seu estado final.

Você deve aprender isso como resultado de suas solicitações, como resultado das respostas e das relações mútuas que você construiu com o sistema certo com o qual trabalha com base na tentativa e erro.

Por fim, você inclui todo o sistema superior dentro de você, torna-se parte dele, compreende-o e conecta-se a ele. É assim que você se torna igual ao Criador.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 04/11/18

“Deus É As Leis Da Natureza?” (Quora)

Dr. Michael LaitmanMichael Laitman, no Quora: Deus É As Leis Da Natureza?

Para começar, eu gostaria que você lesse um trecho do Cabalista Yehuda Ashlag (Baal HaSulam) de seu artigo “A Paz”:

“É melhor que nos encontremos na metade do caminhoe aceitemos as palavras dos Cabalistas, que a natureza (HaTeva) tem o mesmo valor numérico (em hebraico) que a palavra Deus (Elohim): oitenta e seis. Então, eu poderei chamar as leis de Deus de mandamentos da natureza e vice-versa, pois elas são a mesma coisa, e não precisamos mais discutir isso”.

O problema com a sociedade hoje é que seguimos leis opostas às leis da natureza. A natureza humana, que é egoísta, ou seja, preocupada apenas com o benefício pessoal, é uma força destrutiva que se opõe à natureza.

Em outras palavras, enquanto as leis da natureza são leis de amor e doação, que se conectam harmoniosamente entre todas as partes da natureza e consideram o benefício do todo, o ego humano explora divisivamente outras pessoas e a natureza para seu ganho pessoal.

Portanto, em vez de seguir as leis da natureza, inventamos nossas próprias leis – ética, civil e religiosa – e descobrimos mais de 200 leis físicas.

É como se tentássemos encontrar nosso caminho no escuro e escorregássemos, nos machucássemos em objetos pontiagudos, esbarrássemos uns nos outros e derrubássemos móveis por acidente. Ou seja, quanto mais nos desenvolvemos, entramos em crises cada vez maiores, sem consciência das leis da natureza.

O que, então, significa ganhar consciência das leis da natureza?

Significa que aprendemos e exercitamos como nos conectar positivamente na sociedade para que haja um envoltório de amor e cuidado em nossas relações. Em outras palavras, ao nos conectarmos como um todo na sociedade humana, combinamos com a integridade da natureza e, então, experimentamos harmonia, felicidade, confiança e paz recém-encontradas preenchendo nossas vidas.

Especialmente em nossos tempos atuais, à medida que experimentamos uma interdependência cada vez maior em todo o mundo, precisamos que as leis da natureza ou os mandamentos de Deus – as leis do amor – se revelem entre todos. Precisamos ver essa atitude como algo fora de nosso alcance atual e que precisamos aprender e implementar em nós mesmos se quisermos ter uma vida melhor. Caso contrário, podemos esperar mais e mais dores e sofrimentos infelizes para nos levar à mesma conclusão inevitável: que precisamos aprender e exercer amor uns pelos outros.

É por isso que eu e minha organização, o Bnei Baruch Kabbalah Education & Research Institute, investimos tanto na divulgação da mensagem de conexão para o mundo. Oferecemos cursos e todo um estudo e estrutura comunitária para quem deseja estudar essas leis da natureza em um nível mais profundo. No entanto, até mesmo encontrar mensagens como artigos curtos, vídeos e outras mídias online tem valor para aumentar a tão necessária consciência da humanidade sobre as leis da natureza em nossos tempos.

Eu espero que tal consciência crescente poupe a humanidade de muito sofrimento futuro, e que em seu lugar, possamos descobrir um mundo de amor e conexão positiva, equilibrado com a natureza.

O Criador É Tudo

laitman_546.02Pergunta: O conceito de Criador é muito vago. O Criador é a força da natureza, é a luz superior, é nós, tudo isso é o Criador?

Resposta: O Criador é antes de tudo a fonte de tudo o que acontece. Ele é no que nós existimos.

O Criador é tudo o que me preenche e opera dentro de mim, exceto pelo único ponto chamado livre arbítrio, que nos permite determinar se existe alguém que não seja o Criador ou se não há outro além Dele.

Pergunta: Ele é uma força ou uma lei?

Resposta: O Criador é uma força e uma lei e tudo o que existe, o que significa que a revelação da força única pode ser sentida como unidade. Unidade significa que existem muitas forças que estão unidas. Tudo isso é revelado em relação a uma pessoa.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 24/11/19

Para Ver O Criador

laitman_583.02Pergunta: Estou pronto para acreditar que não há outro além Dele. Mas como posso ver o Criador? Não há oportunidade.

Resposta: Como assim, não há oportunidade? Há sim. Você está estudando Cabalá para ver o Criador.

Ver não significa necessariamente ver com os olhos. Existem muitas coisas e fenômenos diferentes no mundo que não vemos, mas sentimos. Portanto, devemos desenvolver um sentido que está acima da nossa matéria, então sentiremos o Criador.

O Criador é um campo. Você sente um campo magnético, por exemplo? Não. Mas se você tivesse um instrumento que pudesse detectar esse campo, você o sentiria. O Criador também é um campo, mas inclui tudo nele!

Para senti-Lo, você precisa desenvolver um sentido especial, um instrumento especial que perceberá esse campo e, então, verá que o atributo que você chama de Criador preenche tudo.

A sabedoria da Cabalá se envolve nisso e permite que cada indivíduo revele o Criador.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 24/11/19

Ein Sof (Infinito): A Atitude Do Criador Em Relação Aos Seres Criados

712.03Baal HaSulam, Shamati # 3, “A Questão da Realização Espiritual”: Ein Sof se refere ao pensamento da criação, que é “Seu desejo de fazer o bem às Suas criações”. Isso é considerado Ein Sof, e é a conexão existente entre Atzmuto e as almas. Percebemos essa conexão como um “desejo de encantar as criaturas”.

Ein Sof é determinado como a atitude do Criador em relação aos seres criados. O Criador é infinito em Seu desejo de trazer satisfação às Suas criaturas e dar-lhes prazer eterno, completo e absoluto.

O ser criado pode entender isso apenas na medida em que deseja desfrutar em qualidade e quantidade. Uma pessoa recebe do Criador e determina Sua atitude para com ela e sua atitude para com o Criador.

Assim, “Por suas ações O conhecemos”, o que significa que não podemos dizer nada sobre o Criador, mas apenas algo sobre Suas ações dentro de nós. É a partir dessas ações que estabelecemos nossa impressão Dele.

As pessoas que estão no mundo espiritual sentem o Criador como o bom que faz o bem, e assim O chamam de fonte de tudo que é bom. Nós, por outro lado, que ainda não alcançamos a realização certa, não sabemos como defini-Lo. Cada um define-O de maneira diferente a cada momento.

Pergunta: Você diz que o Criador é bom. Esse já é o nome do Criador para aqueles que O alcançam?

Resposta: Para aqueles que O alcançam, sim. “O bom que faz o bem” é o nome real do Criador. É uma impressão do Criador, e é assim que O revelamos ansiando por Ele.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 08/12/19

Uma Definição Autonegociável

laitman_610.1Pergunta: O Criador é um sistema fechado e, portanto, limitado?

Resposta: Sim. O Criador ou a natureza é um sistema limitado fechado que é sentido como tal em nosso egoísmo, em nosso desejo.

Pergunta: Isso significa que a própria pessoa limita a natureza, o Criador?

Resposta: Naturalmente. Se eu crescer, permitirei que a natureza cresça e se manifeste cada vez mais até alguns limites. E a que limites, veremos mais adiante. Na prática, esse é um limite infinito, mas parece um que tem os limites do infinito. Essa é uma definição que se nega.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 10/05/20

A Essência Do Criador É Inatingível

laitman_276.02Baal HaSulam, Shamati # 3, “A Questão da Realização Espiritual”:

Portanto, com relação à realização espiritual, a realidade em geral é dividida em três discernimentos:

  1. Atzmuto [Seu Eu]
  2. Ein Sof [infinito]
  3. As almas

1) Não falamos de Atzmuto visto que a raiz e o lugar das criaturas começam no pensamento da criação, onde são incorporadas da maneira: “O fim de um ato está no pensamento preliminar”.

A essência do Criador é a substância mais desconhecida e ilusória de nós. Não falamos sobre ela porque não podemos alcançá-la.

Na medida em que mudamos, podemos falar do Criador e de Seu impacto sobre nós, como resultado de nossas mudanças. Portanto, determinamos que o resultado de uma ação é inerente ao seu plano original: “Por Suas ações O conhecemos”. Nós sempre chamamos o Criador de acordo com a ação que Ele executa sobre nós, e isso se relaciona à Sua essência.

Mas não compreendemos Sua essência, assim como não compreendemos a força da gravidade, por exemplo. Todos nós a experimentamos, podemos medir, estamos dentro e trabalhamos com ela, mas não entendemos a essência da força da gravidade. Por que um determinado corpo atrai outros corpos em sua direção? Qual é a essência desse fenômeno?

Da mesma maneira, existe um Criador que podemos sentir de alguma forma, mas não compreender. Dizem que a essência do Criador está totalmente escondida de nós.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 08/12/19