Textos na Categoria 'O Criador'

O Criador É Uma Força Sem Nome

laitman_567.04Pergunta: Quais são os nomes do Criador?

Resposta: Existe um Criador e Ele tem muitos nomes. Porquê muitos? Quem Lhe deu esses nomes?

Geralmente os nomes são dados por mães e pais. Mas aqui são os nomes do Criador. Eles indicam algo ou não? Nós damos nomes a crianças arbitrariamente em nosso mundo, dependendo de qual nome está na moda. Eu me lembro quando Gagarin voou no espaço; ficou muito na moda nomear os garotos de “Yuri”.
Ainda assim, quais são os nomes do Criador?

Primeiro de tudo, o Criador é um. Então, por que Ele precisa de muitos nomes? Pode ser porque Ele realiza muitas atividades diferentes? Pode ser porque Ele tem uma personalidade muito diversa e nós lhe damos nomes diferentes? É por isso que precisamos entender de onde tudo isso vem.

De fato, o Criador é uma força totalmente sem nome, que não tem propriedades, nuances, nada. Ele é Ele mesmo, existindo isolado de tudo. É impossível dizer que Ele existe e porque não podemos detectá-Lo.

No entanto, quando Ele começa a se referir a algo material e alguma ação vem Dele, nós O chamamos pelo nome desta ação: bondoso, bom, grande, sombrio, cruel, etc. Isto é, nós O chamamos de acordo com Suas manifestações específicas em relação a nós.

Se não for em relação a nós, não podemos dizer nada. Nós O conhecemos quando O percebemos em nossas sensações e de nenhuma outra forma. Mas por Si mesmo, o que Ele realmente é, não percebemos. O que eu sinto no momento, não importa o que eu sinto, tudo vem para mim do Criador.

Da Lição de Cabalá em Russo 24/02/19

Por Que Não Podemos Sentir A Essência Do Criador?

laitman_260.01Pergunta: Por que não podemos sentir a essência do Criador?

Resposta: Não podemos compreender a essência do Criador, pois não temos as ferramentas para isso.

Semelhante a um animal que não pode compreender o nível humano, um ser humano não pode compreender o nível do Criador. Para fazer isso, carecemos das ferramentas necessárias, isto é, qualidades.

Nossas propriedades, construídas em mais e menos, são criadas pelo Criador em tal volume e em tal nível que podemos compreendê-Lo, mas somente com base nas qualidades nas quais Ele nos criou. Acima delas, não podemos compreender.

Pergunta: Este é realmente o caso ou talvez algo mais?

Resposta: Talvez haja outra coisa.

Quando no final dos 6.000 anos, e talvez até antes, nós corrigirmos completamente nossas qualidades e usarmos corretamente as propriedades positivas e negativas, então finalmente alcançaremos o nível que o Criador estabeleceu para nós: alcançá-Lo nestes 6.000 anos.

Então é bem possível que descubramos o próximo volume, o próximo vazio, que podemos compreender, pois nós mesmos ainda não sabemos nada sobre ele. Existem algumas suposições, mas são apenas suposições.

Da Lição de Cabalá em Russo 24/02/19

O Que É Atzmuto?

Laitman_632.2Pergunta: O Criador existe dentro de nós ou fora de nós? Você diz que Ele existe somente dentro de nós. O que é Atzmuto?

Resposta: Não há nada que exista “fora”, “dentro”, “do lado” ou “em algum lugar lá fora”. Simplesmente existe, e isso é tudo.

Atzmuto é algo que não alcançamos. Nós captamos algum tipo de influência sobre nós e chamamos isso de Criador porque Ele cria.

Eu me chamo de “criação” porque Ele me criou. Ao lado do Criador, que me criou, há uma essência interna e mais superior Dele. É chamada Atzmuto, isto é, Ele sozinho, sem nenhuma relação comigo.

É possível representar Atzmuto como a parte interna da força superior, e Sua atitude em relação a mim é Sua parte externa, chamada de Criador. E sou eu quem percebe isso.

Da Lição de Cabala em Russo 27/01/19

O Criador Pode Sofrer?

 238.02Pergunta: O Criador pode sofrer?

Resposta: Não podemos dizer nada sobre o Criador. Nós só falamos sobre a força de doação e amor, que Ele pode dirigir em nós para nos transformar. Nós percebemos o Criador apenas dentro de nossos sentimentos, isto é, não o Criador em Si mesmo, mas a maneira como podemos senti-Lo.

Da Lição de Cabalá em Russo em 18/11/18

O Criador Não É Uma Pessoa

Laitman_161Pergunta: Embora você já tenha dito que o Criador, como uma personalidade, não existe, você mesmo continua a falar sobre Ele como uma pessoa física que pensa, deseja, experimenta, se alegra, sofre, etc.

Como podemos entender suas declarações? Existe algum tipo de personalidade? Ou o Criador é algum tipo de força? As forças não têm componentes emocionais, portanto não podem ser usadas para descrever qualquer uma de suas manifestações.

Resposta: Eu já tive um carro antigo que me deu muitos problemas. Tentei consertá-lo sozinho e mais de uma vez levei para a oficina. Eu repreendi com palavras indelicadas o mecânico que estava consertando o carro, que se referia a ele como um ser vivo.

Quando nos dirigimos a algo, frequentemente impomos um objeto, uma força, um fenômeno, nossas propriedades, nossos sentimentos, que, naturalmente, não existem neste objeto ou propriedade. O mesmo é verdade do Criador.

Na medida em que posso criar a propriedade de doação, amor e conexão em mim mesmo, eu atraio essa propriedade “o Criador” e não mais do que isso. Mas, de fato, fora desta propriedade que eu criei, o Criador não existe.

Aqui precisamos nos posicionar corretamente e entender que é por isso que o Criador é chamado Boreh, Bo-Reh: Bo (venha), Reh (vê). Você deve vir e ver, isto é, alcançar o mesmo estado para descobrir essa propriedade. Também chamamos essa propriedade de Elokim. Ela consiste em duas partes da alma. Uma parte é chamada de AHP, a outra é Galgalta ve Eynaim.

Se estivermos falando da alma, o que o Criador tem a ver com isso? Isso também se refere a uma pessoa? Nós nem sequer falamos sobre o que existe fora de uma pessoa.

Estamos falando da realização dentro de uma pessoa quando ela alcança a qualidade de doação, a propriedade do amor.

Esta propriedade está acima do egoísmo, não é fácil de construir e desenvolver em si mesmo. Quando nós a adquirimos, a chamamos de Criador. Então podemos falar sobre perceber o Criador.

Da Lição de Cabalá em russo 23/12/18

Realização Em Seus Próprios Sentimentos

525Pergunta: Os Cabalistas dizem que a própria essência do Criador é inatingível. Nós podemos alcançar apenas Sua forma e matéria. O que isso significa?

Resposta: Isso vem de todo fenômeno físico que alcançamos. Nós não alcançamos nada que exista fora de nós.

Suponha que um certo sinal entre nos meus órgãos sensoriais. Eu não sei que tipo de sinal é. Sei que passa no ouvido, pressiona o tímpano, depois os martelos e outras partes do órgão da audição. Em seguida, ele se transforma em sinais elétricos, passa para o cérebro e é exibido em alguns conceitos.

Qual é a conexão entre o fato de que alguns pensamentos e sensações de suas palavras aparecem em meu cérebro e como as vibrações sonoras atingem meu tímpano?

Como milhares de mudanças estão ocorrendo, não posso nem dizer o que está fora de mim. Eu só alcanço o que já está em mim. Do que está em mim, começo a experimentar e descubro que tudo isso vem de fora.

Isto é, nunca atingimos o fenômeno em si, apenas alcançamos o seu reflexo em nós. É o mesmo no mundo. É exibido em nós assim. O que essas paredes, livros, pessoas, aparelhos de TV, luz e escuridão realmente significam? Eu não sei.

Pergunta: Suponha que um homem seja um mentiroso. Seu corpo biológico é a matéria, e sua forma é uma mentira. Pelo que entendi, uma mentira desconectada de uma pessoa é sua forma abstrata e não pode ser pesquisada. Isso está correto?

Resposta: Esta é uma filosofia que leva a erros.

Pergunta: Isso significa que é impossível pesquisá-lo? Mesmo os Cabalistas não podem fazer isso?

Resposta: Não, os Cabalistas podem pesquisá-lo. Eles nomeiam todos os elementos do mundo espiritual somente a partir de seu alcance.

Pergunta: Mas eles pesquisam a forma e a matéria em si e não a forma abstrata e sua essência?

Resposta: Sim. Claro. É por isso que se chama Atzmuto, isto é, um fenômeno que não podemos pesquisar nem sentir. Existia antes de entrar em nós.

Por exemplo, a onda sonora que entra em mim e depois passa por todas as transformações, a partir da aurícula até a consciência na mente sobre o que é, existe em mim. O que está fora de mim eu nunca saberei porque está fora. Da mesma forma, os Cabalistas separam claramente seus alcances daquilo que é inatingível, porque uma pessoa ainda é um ser criado.

Observação: Existe uma lei na Cabalá: não personifique ou crie qualquer imagem do Criador ou das forças superiores.

Meu Comentário: Sim. Como resultado do desenvolvimento da ciência, agora é muito mais fácil explicar do que era há 40 anos quando comecei a ensinar a Cabalá.

Hoje, você pode explicar claramente que tudo ao nosso redor é ondas, forças, não volumes ou objetos. O fato é que todos os volumes e objetos existem apenas em nossas sensações e, na realidade, são todos algum tipo de impacto sobre nós, cuja natureza não compreendemos.

Podemos falar sobre o que existe apenas de nossas sensações em nós mesmos. Portanto, hoje é muito mais fácil explicar isso para as pessoas, especialmente para a geração mais jovem, que já entende que é assim que as coisas funcionam.

De KabTV, “A Essência da Ciência da Cabalá, Parte 7”, 12/11/18

O Criador E Atzmuto

laitman_292Pergunta: Se construirmos uma rede de relacionamentos corretos, tal comunicação nos leva a um estado similar ao sistema chamado “o Criador”?

Resposta: No mundo corpóreo, nossa visão ou audição captam apenas certa faixa de ondas. Existem ondas acima e abaixo da nossa visão e ondas sonoras superiores a 20 kHz e inferiores a 20 Hz, mas não as sentimos. No entanto, sabemos que elas existem e inventamos instrumentos que nos permitem ampliar o alcance de nossas sensações.

Aqui nós não apenas expandimos, mas criamos um órgão de sensação radicalmente novo em nós que funciona não para a recepção, mas para a doação.

A força que sentimos em nosso novo órgão sensorial, a semelhança com a qual construímos a nós mesmos, é chamada Boreh, das palavras “Bo” (venha) e “Reh” (veja).

Há algo mais acima que não percebemos, chamado Atzmuto (o eu do Criador). Há uma fronteira definida para a qual percebemos algo, mas não acima. Nós claramente sentimos essa fronteira.

Pergunta: Existe alguma informação sobre Atzmuto?

Resposta: Por muitas gerações, por 6.000 anos, temos estado apenas na obtenção do Criador. Mas quando toda a humanidade chegar à Sua plena realização e entrar no órgão sensorial fora de si mesma, isto é, além dos cinco órgãos sensoriais corpóreos, e quando sentir os cinco órgãos sensoriais espirituais construídos na doação, nós passaremos para uma dimensão maior chamada Atzmuto.

De KabTV, “A Essência Da Ciência Da Cabalá, Parte 5”, 12/11/18

A Fonte De Todas As Forças Da Natureza

laitman_753Pergunta: Quem é o Criador?

Resposta: O Criador é a força superior que inclui em si todas as outras forças do mundo.

Pergunta: Está escrito nas fontes originais: “É impossível entender o Criador sem tê-Lo experimentado”. Isto é correto?

Resposta: Sim, porque tudo o que entendemos, nós aprendemos com as sensações – como uma criança que põe tudo na boca para tocar, sentir. Para ela, o paladar é o receptor mais importante, o órgão mais importante da sensação. Da mesma forma, devemos experimentar tudo em nossos cinco sentidos, incluindo visão, audição, olfato, tato e paladar.

Quando sentimos algo neles, tudo se reúne em um sistema preciso e todas as nossas ciências se originam dele. Além disso, complementamos nossos sentidos com ferramentas que ampliam o alcance de nossos órgãos sensoriais naturais: binóculos, microscópios, telescópios etc.

No entanto, existem forças no universo que nossos sentidos não percebem. A ciência da Cabalá nos permite desenvolver um órgão adicional de sensação que inclui os mesmos cinco sentidos, mas em um nível diferente.

Explorando sua natureza, revelamos sua fonte comum, chamada “Criador”, e começamos a perceber como eles nos afetam, como determinam todas as condições, forças e circunstâncias em que existimos. Então, já estudamos o sistema de forças que determina nossa vida.

Assim começa a existência consciente do homem, quando já sabemos o que foi, o que será, por que foi e por que será, se podemos mudar alguma coisa no futuro, etc. Isto é, a vida se torna não apenas consciente, mas também gerenciável. Este é o assunto e o propósito da ciência da Cabalá.

De KabTV, “A Essência Da Ciência Da Cabalá, Parte 3”, 12/11/18

Modelo Moderno De Deus

laitman_294.1Pergunta: Os cientistas se perguntam como um Deus absoluto, cujas dimensões espaciais são iguais ao zero absoluto, poderia criar e governar um mundo tão grandioso?

Eles dão um exemplo: se imaginarmos que a velocidade de um carro viajando em torno de um quarteirão, digamos a dez quilômetros, é aumentada até o infinito, então, em última análise, não veremos esse carro.

Resposta: Ele estará sempre localizado em todos os pontos, literalmente espalhado por todo o volume. Como diz Einstein: a massa se aproximará do infinito.

Pergunta: O que é Deus, onde ele está? Como Ele governa o mundo, estando em um estado completamente incompreensível?

Resposta: Francamente? Deus não existe.

Deus é o poder que detém toda a matéria superior e inferior. Essa força comum do universo é chamada de Criador. Apenas em relação a nós, podemos explorá-lo e percebê-lo como um Criador, mas nada mais. Acima disso, não podemos compreender, Ele não se aplica mais a nós. O que Ele tem além de nós e como Ele pode ser chamado lá, não sabemos nada disso. Nós só sabemos sobre nós e o chamamos de “nosso Criador”, “o Criador”.

É apenas um pensamento, um projeto. Esse pensamento é o poder da criação, criou tudo, inclusive nós. Estamos neste pensamento, neste plano, que é chamado de plano de criação.

Nós somos suas partes que existem dentro dele e realizamos todas as ações (pensar, não pensar, nem mesmo entender o que e como), tudo o que essa ideia nos dita, como ela se realiza em nós … É assim que agimos.

Esse pensamento está absolutamente em todos os lugares. É tudo o que existe. Além disso, tudo o mais só parece existir porque não o compreendemos, esse pensamento, essa intenção. Se compreendêssemos, então, em primeiro lugar, não haveria mais nada a pedir, entenderíamos que não há outro além Dele.

Pergunta: O Criador controla o poder do que e como Ele governa?

Resposta: O Criador é a força universal, que em particular controla tudo: regras, controles e programas! Ele também cria todas as ações em nós e recebe todas as reações de nós. Ele é absolutamente tudo!

Nos é dada apenas uma única oportunidade: pensar em como podemos compreendê-Lo. Tudo o mais é feito por Ele, e esta nossa qualidade, para alcançá-Lo, é livre Dele, para que o façamos de uma forma totalmente livre.

Pergunta: Como uma pessoa pode aprender a ler os pensamentos do Criador, esse pensamento global de que você está falando?

Resposta: Para ler Seus pensamentos, compreendê-Lo e senti-Lo, é preciso elevar-se ao nível do Criador, é preciso adquirir suas qualidades.

Pergunta: Como você pode fazer isso?

Resposta: Isso já é tecnologia: como posso fazer de mim uma criação capaz de entender o Criador, senti-Lo e interagir com Ele? Para fazer isso, eu preciso mudar a mim mesmo, para determinar exatamente quais qualidades em mim se opõem a Ele, ao contrário Dele, e como posso mudá-las para que elas sejam semelhantes a Ele.

Pergunta: Qual é a lista das qualidades do Criador para que possa ser comparada?

Resposta: Não há necessidade de uma lista grande. Existe apenas uma qualidade. Sua qualidade é amor absoluto e minha qualidade é ódio absoluto. Então, para alcançar o Criador, eu preciso mudar minha qualidade de ódio absoluto para amor absoluto.

Pergunta: Como alguém concorda que a qualidade de uma pessoa é ódio absoluto? Ele se considera bem decente.

Resposta: Este é o período de reeducação, chamado a revelação do mal da sua própria natureza egoísta.

Pergunta: E como ele pode ir do ponto de entender a si mesmo até o ponto do Criador?

Resposta: Na medida em que compreendo a mim mesmo como uma qualidade totalmente egoísta – uma qualidade que se preocupa e pensa apenas em si mesma e gosta do quanto é maior do que os outros ou como pode humilhar os outros -, com base nas propriedades opostas, posso imaginar o que significa ser o Criador ou estar no lugar do Criador, e tenho que me mover em direção a isso.

Pergunta: Existe algum ponto chave aqui?

Resposta: O ponto-chave é o despertar de perguntas em uma pessoa sobre o sentido da vida, o significado da existência, sua falta de valor, etc. Neste caso, você já pode falar sobre mudar sua atitude em relação ao mundo, a vida, a si mesmo, e ao Criador.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 09/12/18

Como A Pessoa Deve Perceber O Criador?

laitman_282.01Pergunta: Como devo perceber o Criador através de um professor: como uma espécie de mente ou como pessoa?

Resposta: Definitivamente não como uma pessoa! Se tais imagens surgirem, devemos descartá-las imediatamente.

O Criador é uma força comum em todos nós sem exceção. Ela nos unifica e nos preenche. É um campo comum em que existimos. A qualidade deste campo é amor e doação absolutos. Nada mais.

Da Lição de Cabalá em Russo, 12/02/18