Textos na Categoria 'O Criador'

A Essência E A Raiz Da Unidade, Parte 4

laitman_567.01Por Que Devemos Nos Unir?

Pergunta: “Natureza” e “Criador” em Gematria têm o mesmo significado numérico. Você pode chamar de “natureza”, pode chamar de “Criador”, pode chamar de “leis da natureza” ou “leis ou mandamentos do Criador”. Todos são iguais. Qual é o propósito da natureza?

Resposta: A natureza tem um único objetivo: trazer as criações, que ela criou especialmente como se tivessem sido repelidas, não na mesma coordenação e sistema integral com a natureza, para que, dessa maneira, possam gradualmente determinar, através de seu desenvolvimento, que a união entre si e com a natureza é no melhor estado.

Pergunta: Acontece que existem duas tendências ou duas forças que nos desenvolvem. A primeira força emana e se integra, a segunda recebe e absorve. E assim por diante em todos os níveis.

No nível inanimado, os átomos se unem em moléculas, e essas moléculas se combinam em organismos mais complexos. A mesma integração ocorre no nível humano, onde pessoas de pequenas formações tribais se integram em megacidades.

Por outro lado, vemos que há um crescimento constante do egoísmo. Isto é, a matéria constantemente se torna cada vez mais complexa, diversificada, dividida e aprimorada. Por que é importante entender essas duas tendências? Por que devemos nos unir?

Resposta: Devemos nos unir porque precisamos nos tornar como a natureza geral. Ela é integral e global em todas as suas manifestações. Vemos que, embora as galáxias se afastem, as estrelas explodam, os planetas se formem, tudo isso acontece em uma tendência geral.

Primeiro, está tudo interconectado. Portanto, se em algum lugar do universo algo acontece mesmo com a menor partícula, quase todo o universo sente isso. Afinal, tudo vem de uma raiz e sob a influência de uma força chamada “Big Bang”.

Não importa o que aconteça, tudo tem sua raiz emanada do Big Bang. Tudo se espalha do Big Bang para fora. Assim, todas as partes da matéria que são conhecidas e desconhecidas para nós, em todos os níveis, todos os eventos, todas as leis, estão interconectadas.

Na cosmologia, esse processo que ocorreu após o Big Bang é chamado de processo de grande unificação, quando todos os elementos começaram a conectar, integrar e formar todos os tipos de matéria.

De KabTV, “Análise Sistemática do Desenvolvimento do Povo de Israel”, 24/03/19

A Terra De Israel: Dispersão E Assimilação, Parte 2

laitman_944Para A Conexão Absoluta

Pergunta: Quando as pessoas se aproximam conscientemente, elevando-se acima do egoísmo, então, como resultado, elas começam a sentir a única lei da natureza. O que é essa lei?

Resposta: Nós existimos em um único sistema chamado “Natureza” ou “O Criador”. Na medida em que, apesar do nosso egoísmo, somos semelhantes a esse sistema, sentimos uma comunicação entre nós e esse sistema e podemos existir de maneira sensata e boa.

Este é o conjunto da Cabalá. Devemos alcançar a interação correta entre nós, a fim de começar a sentir esse vasto sistema, ou seja, este mundo superior em que existimos, e gradualmente nos tornar cada vez mais semelhante às leis, princípios e regras deste mundo. Em outras palavras, devemos interagir um com o outro para que possamos chegar ao estado de conexão absoluta.

Quando começamos a nos unir, sentimos a manifestação dessa lei única, a força única, entre nós. No entanto, se não fizermos isso, a segunda lei completamente oposta é ativada: a força negativa que nos empurra para a unidade. Este é o lado oposto do Criador.

De KabTV, “Análise do Sistema do Desenvolvimento do Povo de Israel”, 08/08/19

“Como Ateu, O Que Você Pensa Sobre A Cabalá?” (Quora)

Dr. Michael LaitmanMichael Laitman, no Quora:Como Ateu, O Que Você Pensa Sobre A Cabalá?

A Cabalá difere do ateísmo e das religiões em geral, pois facilita a realização clara do Criador, de modo que você O sentirá como se fosse um amigo seu, e até mais. Portanto, não há espaço na Cabalá para crer em algo que outros lhe disseram. Em vez disso, você deve atingir por si mesmo, o mundo inteiro e todas as almas, e dentro deles – o Criador em Sua totalidade.

O ateísmo é uma crença de que o Criador não existe, enquanto a religião é uma crença de que o Criador existe. Por outro lado, a Cabalá é a revelação do Criador, investigando a Natureza dentro de você ou dentro de suas percepções.

A este respeito, a Cabalá é semelhante a outras ciências. Entretanto, as outras ciências revelam o mundo dentro dos sentidos que já possuímos, enquanto a Cabalá faz isso em um sentido adicional – a alma, que você primeiro precisa desenvolver dentro de si. De qualquer forma, assim como qualquer outra ciência, a Cabalá fala apenas das coisas que estão presentes nos sentidos! Não está interessada em nada imperceptível e que não possa ser investigado, repetido e testado, e considera essas coisas irreais. Essa abordagem a torna uma ciência por definição. Veja a definição de Cabalá no artigo de Baal HaSulam, “A Essência da Sabedoria da Cabalá” – “Cabalá é o método da revelação do Criador a uma pessoa em nosso mundo” – a cada pessoa e a todos juntos.

Como todas as ciências, a Cabalá usa o método ou instrumento científico (embora os cientistas achem difícil concordar com isso porque estão acostumados a investigar o mundo apenas através do corpo animado). O método científico pressupõe que:

  • Toda declaração científica deve ser comprovada por experimento.
  • Toda declaração científica pode ser provada errada.
  • Não faz sentido discutir uma ideia que não pode ser verificada na prática. Por exemplo, aqui está uma opinião científica sobre a existência de Deus: Immanuel Kant mostrou que não se pode provar que Deus existe tão bem quanto Ele não existe. A própria noção de um Deus inatingível e Todo-poderoso não está sujeita a experimentos, porque se Deus é Todo-poderoso, é capaz de controlar o resultado do experimento. As pessoas não aceitam Deus através de evidências, mas através da fé. Portanto, a ideia de Deus está além da ciência. Qualquer pergunta do tipo, “Por que é assim e assim?”, pode ser respondida: “Porque é a vontade de Deus”. (Foi assim que a religião obrigou as pessoas a responder a todas as perguntas e, portanto, diminuiu o progresso científico.) A Cabalá permite revelar o Criador e Suas ações na prática. No entanto, é tão indiferente às coisas que não podem ser verificadas na prática quanto as ciências terrenas.
  • Toda declaração científica deve ser lógica e não contradizer as leis que já são conhecidas. Geralmente, as leis antigas se tornam casos particulares das novas leis.
  • Toda declaração científica deve indicar seus “pontos fracos”; deve mencionar quais constituintes estão sujeitos a dúvidas e objeções.

“Quem É O Deus Da Cabalá?” (Quora)

Dr. Michael LaitmanMichael Laitman, no Quora:Quem É O Deus Da Cabalá?

Deus na Cabalá significa a força geral da natureza, onde, além dessa força, nada existe.

Por si só, consideramos Deus um conceito abstrato e não podemos discutir algo que existe fora da nossa percepção. Ninguém nunca sentiu isso. Esse estado de Deus, também chamado de “o Criador”, não pode ser percebido por nós e, portanto, essa força é chamada de “Atzmuto“, ou seja, “Sua essência”.

Tudo o que alcançamos e o que é possível alcançar são as ações da força superior em relação a nós. A sabedoria da Cabalá lida com a revelação dessas ações em relação a uma pessoa.

Chamamos essa força superior de “o Criador” porque Ele criou o ser humano e todas as nossas qualidades, dentro das quais sentimos nosso mundo e podemos explorar o Criador através de nossos sentidos. Podemos explorar por que Ele nos criou com tais qualidades, limitações e habilidades, e o que Ele quer de nós.

Ao progredir nessa exploração, começamos a alcançar o Criador. Não atingimos a essência ou o “eu” do Criador (Atzmuto), mas o Criador em relação a nós. Está escrito sobre isso: “Nós O conheceremos por suas ações”. Exploramos as ações do Criador, como Ele criou nosso mundo e todos os outros mundos, como um sistema de conexões entre Ele e nós. Esse sistema de conexões em graus que cascateia até nós é chamado de “mundos”, e esse sistema nos influencia em todos os momentos de nossas vidas.

Ao estudar esse sistema, esses mundos, estudamos o Criador e a nós mesmos, tanto a nossa natureza quanto a natureza do Criador, e progredimos no entendimento de quais estados nos conectamos a Ele. Podemos mudar nosso comportamento e nossas ações de acordo com isso, a fim de nos elevarmos a conexões superiores, para nos conectarmos diretamente com o Criador.

Em outras palavras, podemos ver que tipo de reações nossas ações produzem Nele e, inversamente, que reações as ações Dele produzem em nós. Podemos alcançar uma conexão absolutamente completa, aberta e bidirecional.

Quando começamos a alcançar essa oportunidade, a revelar e alcançá-la gradualmente, naturalmente mudamos nosso comportamento de acordo com o que revelamos e entramos em um estágio completamente diferente do nosso desenvolvimento, onde começamos a sofrer mudanças para nos tornarmos cada vez mais semelhantes ao Criador.

Ao mesmo tempo, nosso mundo e nós mesmos nos transformamos radicalmente e nosso estado se torna cada vez mais confiável, conveniente e verdadeiro.

Tudo Está Dentro De Nós

281.01Pergunta: Tudo é alcançado pelo oposto. Existe uma ferramenta maravilhosa – perto/longe – e o Criador a usa muito bem em relação a nós. Podemos usar a mesma ferramenta em relação à força superior?

Resposta: É claro que podemos distanciar o Criador de nós ou aproximá-Lo.

Pergunta: É assim que Ele sentirá isso?

Resposta: Não existe “Ele”. O Criador é uma construção especial dentro de nós.

Pergunta: Nós nos afastamos e experimentamos isso nós mesmos?

Resposta: Sim. Não há nada fora de nós, tudo está apenas dentro de nós.

Até o que você sente e experimenta agora – o mundo ao seu redor, com todos os seus amigos e tudo o que você pode imaginar – existe em você, em sua consciência e nada mais.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 15/12/19

Mundo – Realidade Ou Ilusão? Parte 12

Laitman_096O Criador É A Única Realidade

Pergunta: Nós somos uma realidade integral junto com o Criador?

Resposta: Não, de maneira alguma somos uma única realidade com o Criador. A única realidade é o próprio Criador. Nós como que existimos fora Dele.

Isso é algum tipo de fantasma, algum tipo de “espírito” que supostamente existe fora do Criador, a fim de começar a sentir-se, posicionar-se corretamente com o Criador e aproximar-se Dele.

De KabTV, “Fundamentos da Cabalá”, 15/09/19

Criando o Criador

laitman_939.02Pergunta: Como podemos dizer que estamos criando o Criador?

Resposta: Lógico, nós criamos o Criador. Existe uma força superior ao nosso redor chamada Atzmuto (em Si mesmo). Esta nem é o Criador, mas simplesmente uma força superior sob cuja influência a criação aparece no universo, um Kli (vaso), o desejo de receber.

Não lidamos com Atzmuto em si, porque esta é uma força abstrata chamada “a causa principal”, que criou uma segunda força. A segunda força é o Criador, a luz, o desejo de doar.

Atualmente, a criação está totalmente dividida em 600.000 componentes principais, que por sua vez são fragmentados ainda mais em bilhões de partículas.

Se nos unimos, gradualmente, conforme a nossa conexão, começamos a sentir o Criador dentro de nós. Isto é, “criamos o Criador”, O manifestamos dentro de nós. E fora de nós, nem sabemos se Ele existe ou não.

Portanto, tudo se resume em criar um sistema entre nós que permita que o Criador se manifeste.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 28/07/19

Blitz De Dicas De Cabalá – 12/02/19

laitman_571.03Pergunta: Existem situações em que um tsunami de emoções e sentimentos o domina, e você senta e não entende o que está acontecendo com você! Você certamente entende que tudo está vindo do Criador. O que se deve fazer em situações como essas? Devo continuar sentado, sair ou tentar extinguir isso dentro de mim? Ou devo simplesmente me render às emoções e seguir o fluxo?

Resposta: Não sei dizer o que fazer; você deve escolher. Mas cada vez que você tentar agir, estará em conexão máxima com o Criador como a fonte da qual sua situação atual depende.

Pergunta: Eu ou nós na dezena temos algum tipo de influência no processo de subidas e descidas em outras dezenas ou grupos?

Resposta: Estamos todos em um único sistema e, portanto, até certo ponto, você naturalmente influencia todos. Se uma dezena real surgir em nosso grupo mundial que trabalhará constantemente com o Criador, todos sentiremos isso. Espero que isso aconteça em breve.

Pergunta: Existe uma diferença entre um pensamento, uma oração e chegar fisicamente a uma Convenção e apoiar um amigo? Ou ambos são necessários?

Resposta: Não posso dizer porque cada circunstância precisa ser considerada individualmente, mas em todos os casos é aconselhável tirar proveito de todas as possibilidades.

Pergunta: Uma dezena é um estado de prontidão para se aproximar?

Resposta: Uma dezena é um esqueleto, uma estrutura de tudo o que o Criador criou.

Pergunta: Como você pode trabalhar com pensamentos nos quais deseja fazer algo ruim a alguém e não pode se livrar deles, mesmo se entender que eles são do Criador?

Resposta: Isso significa que você não entende que isso é intencionalmente proveniente do Criador, exatamente para que você se conecte com Ele e determine: “Não há outro além Dele” (Deuteronômio 4:35) e que o Criador não pode lhe dar maus pensamentos como estes sobre os outros.

Da Lição de Cabalá em Russo 19/12/19

Blitz De Dicas De Cabalá – 10/03/19

laitman_962.3Pergunta: Você fala sobre a educação de um único europeu, uma única pessoa. Qual será a base para a criação de um novo indivíduo? A Cabalá é o método que você propõe? Onde está a base, o conceito do seu caminho proposto?

Resposta: Você só precisa abrir os livros da sabedoria da Cabalá, onde tudo está escrito, e lê-los.

Pergunta: Quem é o Criador? Algo que não é deste mundo? Então, como alguém pode induzi-Lo para alguma coisa?

Resposta: O Criador não é deste mundo, isso é correto e preciso. Ele é o mais alto poder de doação e amor. Ele pode doar a você apenas na medida em que você deseja incutir as propriedades de doação e amor em você. Se você deseja adquirir a atitude de amor e doação para com os outros, deve recorrer ao Criador.

Pergunta: O que significa a realização de um desejo?

Resposta: A realização de um desejo significa conseguir o que quero. Em nosso estado, todos os nossos desejos são egoístas e, portanto, não recebemos sua realização. Mesmo se obtivermos satisfação, descobrimos mais tarde que nos tornamos ainda mais vazios. Isso nos ensina a não querer ser preenchido egoisticamente.

Pergunta: Os judeus poderiam ter despertado sem antissemitismo?

Resposta: Certamente não! É por isso que o Criador nos exorta a cumprir nosso destino, incitando o ódio contra Israel.

Pergunta: O que crianças pequenas de dois ou três anos de idade devem aprender em primeiro lugar?

Resposta: Aos dois ou três anos de idade, certamente é muito cedo para lhes ensinar qualquer coisa. Mas você pode tentar ensiná-las a se conectarem bem com os outros.

Pergunta: Como o Criador responde ao seu ensino? Você sente a resposta Dele?

Resposta: O Criador me aprova completamente, ele responde muito bem e eu sinto isso perfeitamente. Eu não estou brincando! Você pode fazer o mesmo e descobrir isso.

Pergunta: Eu sou um artista. Por favor, diga-me, por que as artes visuais são necessárias e serão importantes no futuro?

Resposta: Não, elas não são muito importantes e não serão importantes no futuro. Isso ocorre porque as pessoas descobrirão uma visão espiritual interna que não pode ser expressa de nenhuma maneira, mas unicamente e somente através de nossa alma.

Pergunta: Por que você deveria cuidar dos outros se precisa de amor? O que quero dizer é que não devo me preocupar antes de tudo?

Resposta: Nesse caso, você nunca será capaz de se satisfazer e nunca sentirá amor. Se você precisa de amor, precisa amar os outros. Então você começará a sentir amor por você.

De KabTV, “Respostas às Perguntas do Facebook”, 10/03/19

Cabalá E Crenças, Parte 2

laitman_214.01O Criador É Uma Constante Que Nunca Muda

Observação: A maioria das práticas espirituais afirma que o Criador muda Sua atitude em relação a uma pessoa, dependendo do comportamento da pessoa. Com base nisso, várias práticas foram estabelecidas que discutem como interagir com o Criador.

A Cabalá nos diz que o Criador é uma substância ou lei da natureza que não muda de atitude em relação a uma pessoa.

Meu Comentário: O Criador é uma constante imutável. Somos nós que mudamos, e parece-nos que o mundo está mudando em relação a nós. Na realidade, o mundo é meu reflexo e sou o único que muda.

Pergunta: Mas vemos que às vezes a força superior tem um efeito positivo sobre nós e às vezes ele é negativo. Do que isso depende?

Resposta: Isso ocorre porque eu estou mudando e a força chamada Criador é constante. O absoluto não pode mudar porque Ele é perfeito. É propriedade da bondade absoluta, conexão suprema, amor absoluto.

Eu estou mudando e, dependendo das minhas mudanças em relação ao Criador, parece-me que Ele é quem muda; assim, eu O vejo algumas vezes como bom e outras como mau.

Por exemplo, uma mãe sempre ama seu filho igualmente. Mas se você perguntar ao filho, ele lhe dirá: “A mãe está má hoje e ontem ela estava boa”. Isto é, ele está interpretando o comportamento de sua mãe de acordo com sua própria conduta.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 17/12/18