Textos na Categoria 'Notícias'

Bill Gates Será Culpado Novamente?

273.02Comentário: Uma teoria da conspiração está se espalhando por todas as mídias sociais de que Bill Gates está por trás do surgimento da Varíola dos Macacos.

As pessoas no Twitter estão divulgando ativamente um videoclipe de uma entrevista que Bill Gates deu no ano passado. Ele alertou os governos sobre possíveis epidemias no futuro, incluindo Varíola dos Macacos, que não é um vírus típico para a Europa. Ele começou a se espalhar nos últimos dias. Isso nós sabemos. Então, temos um grande problema aqui.

Em seus vídeos anteriores (e há muitos deles), vimos você falando não apenas sobre a Varíola dos Macacos, mas também sobre o potencial de epidemias causadas pela natureza inanimada, vegetativa e animada, basicamente de tudo o que é possível. Há uma chance de crises nucleares, etc. Eles podem culpá-lo!

Minha Resposta: Deixe-os me acusar de tudo o que puderem. Só não se esqueça do nome e do sobrenome, de quem sou e do que sou. Estou pronto!

Pergunta: Como conseguimos trazer todos esses problemas para nós mesmos: a pandemia, a guerra, Varíola dos Macacos, tudo isso?

Resposta: É muito simples. Todos os tipos de doenças emergem de dentro da humanidade internamente como resultado do desejo egocêntrico que brota.

Pergunta: Eu quero essa Varíola dos Macacos!? Eu quero esse vírus?

Resposta: Não, você não quer Varíola dos Macacos, mas a está causando dessa forma. Não significa que você quer ou não quer porque não depende do seu desejo. Depende da severidade do ego com o qual você está trabalhando, do tipo de ego em que você vive. Quanto mais grosseiro o ego em que você vive, maiores são os problemas que você traz para si mesmo das profundezas da natureza: sua própria natureza.

Pergunta: Isso é baseado em uma lei específica que existe: quanto maiores são todos os nossos egos, maiores são os problemas que acontecem conosco?

Resposta: Claro. Afinal, você faz uso desse ego. Ele se revela e é aí que todos esses infortúnios se originam.

Pergunta: Então abrimos e liberamos uma espécie de gênio? É possível que, se o ego continuar crescendo, vamos liberar algo que não podemos lidar?

Resposta: Sem dúvida! A humanidade terá que enfrentar enormes problemas.

Pergunta: Como vamos fechar essa caixa?

Resposta: Suprimindo o ego em que trabalhamos. Temos que corrigir o ego, colocando-o de volta, e não permitindo que ele saia de suas profundezas.

Pergunta: Ele pode de alguma forma ser suprimido?

Resposta: Depende de nós. Está em nossas mãos. Somente se tomarmos uma decisão coletiva de não nos relacionarmos uns com os outros de maneira que o ego seja revelado, nenhum desses problemas externos se manifestará.

Pergunta: Existe uma correlação direta?

Resposta: É totalmente direta. É a mesma coisa aqui, ou seja, o ego que é interno é a essência da natureza, e todos os problemas estão girando em torno dele: problemas relacionados à família, à saúde, biológicos, egoístas e assim por diante, você escolhe.

O egoísmo é a própria essência de nossas vidas. Quanto mais usamos o ego, maiores são os problemas que trazemos sobre nós em todos os níveis: biológico, físico, social, etc.

Pergunta: Então, você está dizendo que lidamos apenas com as consequências e não chegamos à raiz?

Resposta: Se você quer atacar a raiz disso, então é o próprio ego. Nada mais.

Pergunta: Mas por que não chegamos a isso?

Resposta: Porque não queremos! Porque é contra a nossa natureza.

Comentário: Desperdiçamos bilhões, produzimos remédios, mas nunca chegamos a isso.

Minha Resposta: Você pode fazer o que quiser, não importa. Você nunca quer chegar a isso! Mesmo que você fique cara a cara com ele, você dirá: “Não, eu prefiro trabalhar na cura do câncer, por exemplo”. O câncer é a consequência direta do ego. Direta porque as células se consomem!

Mas você não fará nada para que essas células não se formem em primeiro lugar.

No final, não teremos escolha a não ser trabalhar contra nossa própria natureza. Este é o antídoto para todos os problemas em todos os níveis.

Pergunta: O que podemos fazer para alcançar esse tipo de entendimento o mais rápido possível? Diga-nos!

Resposta: Doenças, problemas, mesmo que a humanidade seja aniquilada, não vai ajudar! Mesmo aniquilá-la não vai ajudar.

Só a consciência gradual alimentada por meio da educação, uma educação antiegoísta, é isso. Então, venham se educar.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 26/05/22

Se Você Não Quer Filhos, Devolva O Dinheiro

543.02Nas Notícias (“Neto Ou Us$ 650.000: Pais Indianos Levam Filho Ao Tribunal”): “Um casal indiano está levando seu filho ao tribunal, exigindo que ele e sua esposa produzam um neto dentro de um ano ou desembolsem quase US$ 650.000. …

“Eles esgotaram suas economias criando e educando seu filho piloto e pagando por um casamento luxuoso.

“Agora eles querem vingança.

“’Meu filho está casado há seis anos, mas eles ainda não estão planejando um bebê. Pelo menos se tivermos um neto com quem passar o tempo, nossa dor se tornará suportável”, disse o casal em sua petição apresentada a um tribunal na cidade de Haridwar, no norte da Índia, na semana passada.

Pergunta: Você acha que esse pedido dos pais é legítimo?

Resposta: Isso é um problema. Por um lado eles são egoístas. Ninguém pode obrigar um casal a ter filhos. Eu os entendo. Mas, em princípio, não existe tal lei que um casal seja obrigado a dar à luz filhos, e como se, por solicitação de seus pais.

Comentário: “Então devolva o dinheiro que foi investido em você”, dizem os pais.

Minha Resposta: “Vocês queriam que eu me casasse para terem netos?” Acontece que é assim. “Eu não me inscrevi para isso”.

Estou apenas me colocando na posição de vítima. “Eu não me inscrevi para isso”. Mas, por outro lado, os pais também podem ser compreendidos.

Eu acho que há uma necessidade de uma sociedade que deva afetar os jovens – para influenciá-los de alguma forma, para que eles finalmente tenham filhos para si mesmos. Para si e para seus pais. Especialmente na Índia.

Comentário: Você esteve na Índia; você já viu. Há um grande número de crianças e pessoas, e ainda assim elas dão à luz. Um bilhão e meio!

Minha Resposta: Depende do tipo de sociedade. Se são pessoas ricas e com bom estado civil, dão à luz dois ou três filhos, não mais.

Pergunta: Então você acha que o pedido dos pais é egoísta, e seus filhos também são egoístas?

Resposta: Os pais não são egoístas. Eles realmente querem netos e eles podem ser compreendidos. Mas os filhos, é claro, são egoístas. Eles não querem fazer nada de bom para seus pais, eles não querem se sobrecarregar, e eu também os entendo nisso, se sobrecarregar com a criação dos filhos. Mas é necessário, de alguma forma, chegar a um acordo, afinal. O caso foi para a justiça. Então não é fácil. Eles precisam inventar alguma coisa.

Pergunta: Isto é o que está acontecendo no mundo agora. Muitas pessoas particularmente não querem dar à luz.

Resposta: Pelo menos um ou dois filhos. Sem isso, uma pessoa não é considerada uma pessoa. Se não tem filhos e não se importa com a procriação, é uma pessoa inferior. É considerado assim.

Pergunta: Mas isso não se aplica se a saúde não permitir e assim por diante, certo?

Resposta: Isso é compreensível.

Pergunta: Então, marido e mulher que não têm filhos não são uma família?

Resposta: Em primeiro lugar, tal família não é uma família. Definitivamente deve haver um menino e uma menina na família. De preferência os dois. Mas há casos em que ter os dois não dá certo.

É necessário ajudar a elevar o status de ter filhos. Também temos um problema com isso, tanto no Estado quanto nas pessoas; hoje as pessoas não querem ter filhos.

A Torá diz: “Sejam frutíferos e multipliquem-se”. Mas, na verdade, por que procriar, muito menos multiplicar?

Pergunta: Por que tudo isso está acontecendo agora? Por que há um desejo tão repentino de não dar à luz?

Resposta: As pessoas querem cuidar de si mesmas. Isso é tudo. Por outro lado, as crianças também são muito egoístas. Você investe nelas por 20 ou 30 anos e depois elas vão embora. Bem, por que então investi meu capital, meu trabalho, meus fundos, meus nervos e minha força? Para onde foi tudo isso? É um negócio não lucrativo.

Pergunta: E o que fazer nesses casos?

Resposta: Não faça nada. Aprenda com os erros. Tudo depende da educação.

E a educação deveria ser assim: “Você deve!”

De KabTV,Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 26/05/22

A Primeira Palavra De Deus

226Comentário: Você disse recentemente: “Primeiro havia a palavra, e era a palavra de Deus”. Qual foi a primeira palavra?

Minha Resposta:Bereshit”. Existem explicações Cabalísticas para a palavra “Bereshit” que ocupam milhares de páginas. Milhares de páginas! Tratados inteiros explicam o que significa Bereshit. Porque esta palavra “Bereshit” contém absolutamente tudo! Fora isso, o resto é consequência disso.

Pergunta:Bereshit” pode ser traduzido como “no princípio”?

Resposta: Sim.

Pergunta: Você pode comprimir essas milhares de páginas de tratados em poucas frases?

Resposta: Esta palavra “Bereshit” contém a essência do Criador, o propósito da criação e seu programa completo de desenvolvimento, até o último estado.

Pergunta: Qual é a essência do Criador?

Resposta: A essência do Criador é o bom que faz o bem.

Pergunta: Qual é a essência da criação que Ele criou?

Resposta: O desejo criado pelo Criador, que anseia por adesão com o Criador, por se aproximar do Criador é chamado de criação.

Pergunta: Isso significa que o programa da criação deve se aproximar do Criador? Se ansiamos por nos aproximar do Criador, cumprimos o propósito da criação?

Resposta: Sim.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 20/06/22

O Que Uma Criança Precisa Para Ser Feliz?

627.1Pergunta: Alguns psicólogos listaram as condições básicas necessárias para a felicidade e a saúde de uma criança. A primeira condição é que o pai seja uma fonte de informação para a criança, e não um tablet ou laptop.

Não consigo imaginar como é possível hoje um pai se tornar uma fonte de informação. Você acha que isso é possível hoje, em nossa era?!

Resposta: Hoje tenho 75 anos. Se me lembro de alguma coisa, não é da escola, mas do que ouvi dos meus pais. Alguns pedaços, fragmentos de palavras, frases, alguns de seus comentários. Por alguma razão, isso aparece em minha mente.

Além disso, eu já não era uma criança. Começando em algum lugar a partir dos seis ou sete anos de idade até os 16-17 anos.

Pergunta: Você acha que ainda hoje a informação que vem dos pais é muito maior do que qualquer informação do computador?

Resposta: Sim.

Comentário: A próxima condição: Ensine a criança a expressar emoções. Ela não sabe como expressar emoções? O que significa ensiná-la?

Minha Resposta: É necessário mostrar a ela como ela pode se unir com outras pessoas, conectar-se com elas, influenciá-las, percebê-las e assim por diante.

Pergunta: Com outras crianças?

Resposta: Sim. Mas não estou pensando em crianças, mas sim em adolescentes.

Comentário: Em seguida, não compre a criança com novos tênis, tablets e brinquedos. Como você deve comprar uma criança?

Minha Resposta: Mostrando a ela que você é amigo dela e que supostamente está no nível dela. O quanto você tem que se refazer para isso, e mudar a si mesmo…

Pergunta: Sim. Sou eu quem tem que mudar. O que você quer dizer com a palavra “amigo”?

Resposta: Você o entende, você está pronto para ajudá-lo, para aprová-lo. O principal é entender.

Comentário: Outra coisa é não exagerar nos cursos, seções e grupos de desenvolvimento. Deixe a criança viver sua infância organicamente.

O que significa viver a infância organicamente?

Minha Resposta: Basicamente, sim. A criança deve fazer o que quiser.

Pergunta: Até que ponto?

Resposta: Afinal, ela recebe um desejo, uma opinião de seus amigos. Então, não é sua opinião pessoal. Mas ainda precisamos incentivá-la.

Comentário: Mas você disse que estava cercado de compositores, música.

Minha Resposta: Isso não me deu nada de especial.

Pergunta: Deu-lhe um ouvido para a música. Você tem um ouvido musical, é claro. Então, você acha que uma criança deve ter liberdade de escolha?

Resposta: Sim.

Comentário: A próxima condição é manter sua palavra. Diga na primeira vez, faça na segunda. Talvez seja melhor não prometer nada à criança para não enganá-la?

Minha Resposta: Não. Mas se você quer demonstrar educação, deve prometer e cumprir.

Comentário: Outra condição é permitir que a criança cometa erros. Alguns cientistas chegam a dizer que um erro é maravilhoso. E se uma criança comete um erro, podemos até dizer a ela: “Muito bem. Você cometeu um erro”. É mesmo possível usar tal movimento?

Minha Resposta: Não quero dizer “Muito bem”, mas “Encontre este erro e corrija-o. Você tem um erro aqui”. Mas isso não é uma reclamação e nem uma acusação dela.

Comentário: A próxima condição é não ter medo de amar demais seu filho.

Minha Resposta: Há um problema aqui. Em geral, todas essas questões são muito difíceis.

Pergunta: O que significa amar demais?

Resposta: Não demonstrar amor excessivo, especialmente onde possa causar danos.

Pergunta: Pode causar danos?

Resposta: Claro, tudo deve ser dosado e em equilíbrio.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 09/06/22

Não Podemos Fazer Sem Dor

508.1Nas Notícias (Financial Times): “’Startup japonesa quer causar dor na vida real no metaverso’

“A tecnologia da H2L replica a sensação do toque usando estimulação elétrica para manipular os músculos do braço e imitar as sensações…

“’Sentir dor nos permite transformar o mundo metaverso em um mundo real, com maiores sentimentos de presença e imersão’, disse Emi Tamaki, executivo-chefe e cofundador da empresa com sede em Tóquio.”

Pergunta: Você gosta dessa ideia?

Resposta: Em princípio, é claro, controlar uma pessoa com dor é algo tão antigo quanto o mundo.

Pergunta: Mas criar realidade, metarealidade, como se levasse uma pessoa dessa dor para outra dor? Com dor de novo?

Resposta: Naturalmente. Não podemos ficar sem ela. Caso contrário, não podemos nos definir — onde estamos, quem sou e se existo. Se você remover as sensações de dor de uma pessoa, tudo desaparecerá.

Estou sentado em uma poltrona agora. A poltrona me pressiona, sinto dor, pressão. E a pressão é boa para mim. Mas isso é, em princípio, uma pequena dor.

E se eu passar de um certo limiar de dor, começo a sentir que é desagradável para mim. Então eu tenho que me afastar desse objeto, dessa fonte.

E assim sou controlado em todos os lugares e em tudo: do frio e da fome, do calor, da pressão, de tudo! Foi assim que fui conduzido primitivamente da dor à não dor em todas as dimensões, em todos os relacionamentos.

Pergunta: Então você acha que o que eles estão fazendo é certo? É necessário introduzir a dor mesmo na realidade virtual?

Resposta: Caso contrário não será uma realidade, mesmo virtual.

Pergunta: Você está sempre falando sobre a passagem de uma pessoa para as esferas espirituais, para o mundo espiritual. Há dor aí?

Resposta: Sim, claro. Se há um sentimento de “mais e menos”, então há dor e prazer. A dor de estar longe do Criador e o prazer de estar mais perto Dele. É muito simples. Mas, em princípio, os parâmetros são os mesmos.

Pergunta: Podemos dizer que esta é a raiz de todas as dores em nosso mundo: meu afastamento do Criador ou minha proximidade?

Resposta: Sim, claro.

Pergunta: E o que estamos passando aqui neste mundo é o nosso afastamento do Criador?

Resposta: Sim, ela nos ensina como podemos nos aproximar Dele.

Pergunta: E todas essas guerras malucas, são todas da mesma esfera?

Resposta: Sim, claro. Inevitavelmente. Esta é a única maneira de ensinar uma pessoa.

Pergunta: Como podemos fazer com que tudo isso se transforme em dor diferente em nosso mundo?

Resposta: Em nosso mundo, podemos fazê-lo de forma muito simples. Cada um de nós tem que se colocar em uma direção muito clara. Se me aproximo dos outros e, através deles, do Criador, tenho que imaginar isso como prazer. Se me afasto da conexão com os outros e, portanto, do Criador, sinto dor. Esse é o estado que eu preciso chegar. Isso será chamado de revelação do relacionamento espiritual.

Pergunta: Em princípio, esta é uma maneira de revelar o Criador, o que significa o desaparecimento gradual de guerras, sofrimentos, tragédias, por assim dizer, de mim, deste mundo?

Resposta: Eu nem penso nisso. Penso em como posso me aproximar dos outros e, através deles, do Criador, para que seja meu prazer.

Pergunta: Então revele o segredo, por favor, como obter prazer na conexão com os outros?

Resposta: Pergunte ao Criador, não há mais nada. Não há outra ação que irá ajudá-lo.

Pergunta: Só existe oração neste mundo para que eu possa me aproximar dos outros e assim me aproximar do Criador. Talvez haja outra maneira?

Resposta: Não, você não pode. Não vai adiantar muito aqui. Você estará girando como se estivesse em uma frigideira, mas não vai a lugar nenhum.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 07/04/22

O Amor É Uma Coisa Poderosa

025.02Comentário: Os locais de injeção supervisionada de drogas foram abertos na cidade de Nova York. Aqui os viciados em drogas podem legalmente injetar drogas e procurar ajuda de um médico.

Basicamente, o modelo deles é que, se você ainda vai usar drogas, deixe-nos ensiná-lo a fazê-lo com segurança. É o que dizem os organizadores.

Estamos falando de administração intravenosa de drogas pesadas. As pessoas não precisam se esconder, não serão presas. Você pode tomar um banho, lavar suas roupas. E tudo é grátis. Como você gosta dessa solução de não banir, não colocar na cadeia e não pegá-las?

Minha Resposta: Proibições não têm efeito. Todos os tipos de punições não têm efeito. Apenas amor.

Pergunta: Isso significa que, ao permitir que elas façam tudo isso, podemos explicar algo lentamente a elas, falar sobre algo?

Resposta: Elas até deixarão essas drogas por você, pelo fato de você fornecer a elas essas condições. Elas sentirão sua atitude em relação a elas. Isso remove metade, ainda mais, dos motivos para tomar uma injeção.

Pergunta: Será que é assim que podemos resolver o problema mundial das drogas?

Resposta: Não, você não pode resolvê-lo tão facilmente. Para isso, precisamos reconstruir a sociedade. Mas à medida que a sociedade se torna cada vez mais gentil, compreendendo e aceitando todas as pessoas corretamente, todos os problemas negativos desaparecerão.

O amor é uma coisa poderosa, você só precisa despertá-lo corretamente. E o corpo nos dará uma reação. Não imediatamente, mas se houver grandes grupos de pessoas com essa abordagem comum, você verá o que acontece. As pessoas vão lutar com unhas e dentes por um governo que as trate dessa maneira: com amor.

Pergunta: Como podemos desenvolver um governo que trate as pessoas com amor?

Resposta: Isto é somente através da Cabalá. Para que uma pessoa entenda a natureza, estude-a sobre si mesma, o quão impossível e difícil isso é, o quanto ela pode influenciar a si mesma através dos outros. Este é um processo.

Pergunta: Você acha que o caminho para o amor que você irradia pelo outro é somente através da sabedoria da Cabalá? Por que a Cabalá está envolvida em irradiar amor?

Resposta: Porque a própria Cabalá é a ciência do amor, a ciência do Criador, de Sua influência, atitude para com a criação, para com uma pessoa. Até agora ela está sendo estudada por pequenos grupos aqui e ali, as massas ainda não entendem nada. Mas quando isso entrar na massa, no riacho, explodirá tudo com amor! A forma como um deslizamento de terra desce das montanhas.

Será uma força enorme. Não há nada mais alto, maior ou mais forte do que esse amor.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”. 09/06/22

Então O Tempo Não Terá Poder Sobre Nós

760.4Comentário: Dizem que não podemos escapar do tique-taque constante do relógio em nossa cabeça. Ou seja, estamos com pressa, estamos constantemente ficando sem tempo, e isso causa estresse e todo tipo de problema.

Então, um viajante foi a algum lugar do Atlântico Norte em seu iate e começou a observar a si mesmo. Ele diz que a primeira coisa que fez foi jogar fora o relógio.

De repente, ele sentiu que o corpo se adapta facilmente à existência em sincronia com a natureza. “Parecia que eu fazia parte disso”, ele escreve. “Foi fácil entender que hora do dia era. Foi mais difícil voltar ao mundo mais tarde. A sensação de que sou parte da natureza desapareceu lentamente”. Ele diz que quer voltar lá o tempo todo. Jogar fora o relógio e voltar, mas algo sempre o impede.

É possível, sem ir de iate, libertar-se dessa correria, do tempo, do tique-taque do relógio, do mostrador, de tudo isso? É possível fazer isso em nosso mundo? Eu, as estrelas e nada mais.

Minha Resposta: Isso é bom. Romântico.

Pergunta: Quando você fala sobre elevar-se acima do egoísmo, acima deste mundo, você está realmente falando sobre elevar-se acima do tempo?

Resposta: Acima do tempo também, mas esta é uma ascensão completamente diferente.

Não se pode expressá-la. É quando seus sentidos se desconectam dos terrestres, e você se eleva nesses sentimentos à sua raiz comum – inanimada, vegetativa e animada – e se conecta com o Criador. Você começa a sentir a raiz comum da natureza inanimada, vegetativa e animada.

Pergunta: Isso significa que estou me elevando acima da minha natureza animalesca?

Resposta: Se você definir esse objetivo, você deve se elevar acima da natureza inanimada, vegetativa e animada em você. Dessa forma, você começa a sentir que, em princípio, você pertence à força governante superior chamada Criador.

Na medida em que você se inclui na força superior, você perde a sensação de tempo e espaço, tudo que é um atributo do nosso mundo. Há apenas uma única força que preenche tudo.

Pergunta: Este é o caminho da humanidade – aderir a esta força?

Resposta: Sim, mas, claro, não de forma que tenhamos que ir a algum lugar da América do Norte.

Devemos, de alguma forma, desistir um pouco do nosso mundo, não obedecendo a ele em alguma coisa e procurar uma maneira de obedecer à força superior da natureza. Então teremos sucesso.

Pergunta: Estamos dentro dessa força superior?

Resposta: Sim, não estamos saindo para nenhum lugar além dela. Não podemos sair, não há mais nada.

Pergunta: Isso significa que todo o nosso trabalho é começar a existir de acordo com ela? Esse entendimento é chamado de sair lentamente desta vez?

Resposta: Claro.

Comentário: Então ele se saiu bem. Afinal, ele ganhou alguma experiência.

Minha Resposta: Mas o que vem a seguir? Ele se livrou de algumas restrições do nosso mundo. E o que ele conseguiu? Nada. Vazio.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 07/04/22

Na Verdade, Tudo É Simples

760.1O tempo é imóvel, somos nós que estamos nos movendo na direção errada (Stanisław Jerzy Lec).

Pergunta: O que isso significa para você?

Resposta: Se quisermos anular nosso egoísmo, sentiremos imediatamente como o tempo se desenrola como papel amassado. De repente, ele é endireitado e fica liso novamente. Todas as superfícies e cantos amassados se endireitam e se tornam um todo comum, e estamos nele. Este é o plano do tempo.

Pergunta: É um estado harmonioso? É harmonia?

Resposta: Harmonia é quando me fundo com este plano e sinto que não há vetor de movimento em nada. Existe apenas eu e este plano com o qual tenho que me alinhar. É isso.

Eu entro neste plano e existo nele. Isso dá a uma pessoa a sensação de simplicidade e singularidade do mundo.

Pergunta: Então, toda essa correria, toda essa complexidade de tudo desaparece de repente, e apenas essa simplicidade permanece? O que é essa simplicidade?

Resposta: O fato de que existe apenas uma força que existe e opera, que eu preciso conhecer, descobrir por mim mesmo e me tornar como ela. Essa é a força de doação, de derreter em tudo.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 07/04/22

Massacre Na América

183.01Pergunta: Houve outro trágico tiroteio em escola nos Estados Unidos; um residente de 18 anos do Texas abriu fogo em uma escola primária, matou 19 alunos, dois professores e feriu gravemente sua avó antes disso.

“O presidente Biden pediu na terça-feira à noite que o Congresso acabasse com a ‘carnificina’ da violência armada depois que mais de uma dúzia de crianças do ensino fundamental foram mortas por um jovem de 18 anos no Texas.

“’Como nação, temos que perguntar: quando, em nome de Deus, vamos enfrentar o lobby das armas?’ Biden disse em um discurso à nação. ‘… Quantas crianças pequenas, que testemunharam o que aconteceu, veem seus amigos morrerem como se estivessem em um campo de batalha, pelo amor de Deus?’” (Washington Post)

Se você recebesse todos os poderes, isto é, se eles lhe dissessem: “Caro Michael Laitman, aqui está o dinheiro, aqui está o poder, aqui está a lei, aqui está a polícia, aqui está o exército, o que você quiser, apenas mude essa situação”, o que você faria?

Resposta: Acho irrealista confiscar armas de centenas de milhões de pessoas. (E cada arma tem um par de canos.) Lembro-me, entrei em um porão em Nova York – há uma arma! E todo o resto também — por favor, em massa, leve-o embora.

“Uma arma? Por favor, pegue”.

E o que você pode fazer? Isso não pode ser alterado em uma fração de segundo. Para isso é necessário educar as pessoas; não é fácil.

Comentário: Isto é, por exemplo, se você tivesse toda a autoridade para pegar as armas à força, tomá-las…

Minha Resposta: Não ajudaria. Eles podem comprá-las em qualquer beco.

Comentário: Feche todas as lojas, feche os becos.

Minha Resposta: Não há como fazer isso. Qualquer um que queira – especificamente comprar uma arma para matar alguém – pode fazê-lo em qualquer lugar do mundo.

Pergunta: Este problema da América é bem conhecido. Qual é a solução?

Resposta: Não há solução a não ser a educação gradual da sociedade.

Pergunta: Ao que a sociedade deve chegar?

Resposta: A sociedade deve chegar à conclusão de que não é bom matar o outro.

Pergunta: Esta é a base de todas as religiões, todas as práticas espirituais. O que você disse se repete: matar não é bom, só paz. Mas a humanidade não está melhorando de forma alguma, e está ficando cada vez pior. Você vê o que está acontecendo, certo?

Resposta: Naturalmente. O egoísmo está crescendo, as pessoas ao meu redor estão piorando, então eu pego uma arma e começo a “corrigir” a sociedade.

Comentário: Os “corretores” da sociedade são uma coisa terrível.

Minha Resposta: Nada pode ser feito. Não vejo nada além do que diz a Cabalá: educação, educação séria, universal, desde a juventude e ao longo da vida.

Pergunta: Ao que isso deve levar?

Resposta: Ao fato de que não há lugar para violência. Aquele que levanta a mão contra outro deve receber punição.

Uma pessoa deve entender que não tem o direito de governar a vida de outra. Só coisas boas e gentis ela pode fazer ao outro. Basta dar um bom exemplo. E ela não tem o direito de mostrar violência; esta não é a sua autoridade. Agir contra a vontade de outro não está em sua autoridade.

Pergunta: Por que todos os praticantes que falam sobre a mesma coisa não tiveram sucesso e a Cabalá terá sucesso se você conduzir a educação de acordo com a Cabalá?

Resposta: É verdade que nenhuma prática conseguiu isso, e muitos estão falando sobre isso. Mas eles falam, e fazem diferente.

E a Cabalá terá sucesso porque usa a força superior. Isso causa a influência da força positiva superior em uma pessoa, e então a pessoa muda.

Não vejo outra saída. Ela diz o que precisa ser feito. É necessário estar acostumado a “amar o próximo como a si mesmo” desde a infância. Literalmente cada um e todos. Se acontecer diariamente e na escala de, digamos, um país, então terá um impacto. Isso junto com a mídia e tudo mais.

Pergunta: Então você diz que toda a tarefa é atrair essa força positiva sobre si mesmo. Para fazer isso, eu tenho que entender que não há nada de positivo em mim ou ao meu redor? É isso que eu preciso entender como estudante?

Resposta: Claro. Isso requer um trabalho explicativo muito sério. Muito sério! Quem somos, o que somos e o que está acontecendo ao nosso redor, conosco e para onde estamos indo. Todo mundo sofre com isso.

Pergunta: Como podemos invocar essa força positiva? O que devo dizer, pensar, fazer?

Resposta: É invocado pela explicação paciente e constante. Filmes, clipes, qualquer outra coisa, televisão, internet, tudo isso deve ser preenchido apenas pelo que educa uma pessoa para o bem. Caso contrário, não vamos a lugar nenhum. É a natureza. Ir contra isso?

É necessário direcionar o pensamento de uma pessoa apenas para o positivo, e as pessoas gradualmente se acostumarão a como falar, como se dirigir, como pensar. Pelo menos, tais excessos não ocorrerão, e as pessoas não serão capazes de percebê-los porque eles não existirão.

Elas não vão querer e não vão conseguir porque não vai ter onde conseguir armas de fogo e assim por diante.

Comentário: Você está falando agora como se estivesse pegando a lei suprema e conectando-a com a prática deste mundo. Uma lei simples em que você não pode obter armas e assim por diante.

Resposta: Um por um. É necessário limitar as pessoas disso. De acordo com seus próprios desejos.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 26/05/22

Escreva Um Apelo Ao Criador

627.2Uma carta de um espectador: “Há algum tempo, tive a oportunidade de sentir uma incrível sensação de plenitude e paz com tudo o que existe. Eu incluí dentro de mim tudo o que há no mundo e além do mundo. Sou uma pessoa saudável, nunca tomei nada e trabalho como psicóloga médica em uma clínica onde todos os dias ajudo pessoas com várias condições psicológicas graves. É por isso que eu sei do que a Cabalá está falando, sobre o poder que nos conduz de cima. Mas não posso concordar com os métodos da força superior: rudes, implacáveis, desumanos. O que fazer, como viver? Dói muito”.

Resposta: Escreva uma reclamação para Ele: “É isso! Eu não posso fazer nada.” Grite, reclame.

Pergunta: Você é a favor da comunicação direta e permanente?

Resposta: Quando uma pessoa começa a escrever, ela percebe que não tem nada sobre o que escrever, que simplesmente não entende a governança de cima. Não importa quão implacável e rigoroso possa ser, ilógico e assim por diante, ela simplesmente entenderá que não é que não há ninguém para quem escrever, mas que não há nada sobre o que escrever. Que, obviamente, tudo já está impresso nela desde o início.

Pergunta: Esse sentimento de crueldade e assim por diante existe na própria pessoa e não existe tal coisa ao seu redor, por assim dizer?

Resposta: Claro que não.

Pergunta: Então, o que você está dizendo é: “Você precisa escrever”. A conclusão é: preciso escrever, exigir? O que vai acontecer? O que devo escrever neste pedaço de papel ou nesta nota?

Resposta: Escreva cartas ao Criador. Você escreve exatamente assim: a primeira carta, a segunda. Só não as destrua. A primeira carta, a segunda, a terceira e assim por diante. Então veja o que acontece. Você pode publicar um livro.

Pergunta: Você está sugerindo fisicamente para escrevê-lo? Basta pegar uma caneta e escrever?

Resposta: Fisicamente. É bom. É melhor não em um computador, mas com uma caneta. Então você verá quem está conduzindo sua mão.

Pergunta: Apenas para derramar todas as lágrimas em um pedaço de papel?

Resposta: Tudo. Deixe tudo lá.

Pergunta: Uma pessoa obtém respostas?

Resposta: Ela receberá uma resposta. Ela escreverá com lágrimas e sangue e receberá uma resposta.

Pergunta: O que uma pessoa deve pedir quando escreve? O que ela deve pedir da força superior, do Criador?

Resposta: Para estar de acordo com Ele, nada mais: “Dá-me a força para estar de acordo contigo, porque senão, eu O amaldiçoo”. Depois disso, onde quer que vá, onde quer que a mão leve.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 31/03/22