Textos na Categoria 'Mandamentos'

“O Sol É Seu Pai, A Lua É Sua Mãe”

239Comentário: O quinto mandamento: “Honra teu pai e tua mãe” corresponde ao ato da criação: “Haja luzes no firmamento dentro das águas. Estas são as luzes de seu pai, o sol, ZA, e de sua mãe, a lua, Malchut”.

Minha Resposta: AVI (Aba ve-Ima) são o pai e a mãe superiores. Eles simbolizam o sol e a lua, que influenciam a Terra, fazem-na girar e se desenvolver, dão origem ao mundo vegetal, animal e humano.

Como resultado, essas duas grandes luzes: o Sol, a luz de Hochma, e a Lua, a luz de Hassadim, como nosso pai e nossa mãe, nos desenvolvem a um nível onde usamos a luz da Lua (Hassadim) para absorver toda a luz do Sol (Hochma).

Pergunta: O pai e a mãe reais devem ser respeitados?

Resposta: Eles devem ser respeitados dentro da estrutura terrestre. Talvez este mandamento soe como algum tipo de ética e nada mais. Vemos em nosso mundo como os animais se separam muito rapidamente de seus pais depois de alguns meses, talvez de seis meses a um ano, e é isso.

Enquanto o homem tem um apego puramente egoísta entre filhos e pais. As crianças exploram seus pais, desenvolvendo assim essa interconexão. Parece-nos que esta é uma qualidade boa e amável. Na verdade, isso é puro egoísmo de ambos os lados.

Pergunta: Está escrito no Livro do Zohar: “O Sol é seu pai, a Lua, sua mãe”. Estes são nossos pais verdadeiros?

Resposta: Sim, porque é deles, nosso pai e mãe espirituais, que o governo superior desce sobre nós, devido ao qual nos tornamos seres humanos.

Nós absorvemos todo o poder, toda a luz, todas as suas qualidades e alcançamos seu nível, ou seja, subimos ao nível de Hochma e Bina em plena interação entre eles e nos tornamos iguais ao Criador.

Como resultado, nós mesmos começamos a controlar a lua e o sol, essas duas fontes de vida em relação à nossa alma.

Ao absorver todas as qualidades de Hochma e Bina, tornamo-nos iguais a Keter, o mais alto grau do Criador.

De KabTV, “O Poder do Livro do Zohar” # 10

“Haja Um Firmamento”

509Comentário: O mandamento “Não terás outros deuses diante de Mim” corresponde ao ato da criação: “E disse Deus: ‘Haja um firmamento’”.

Minha Resposta: “Haja um firmamento” significa que deve haver uma divisão clara entre aqueles que o afastam do Criador e aqueles que o ajudam. Você deve determinar quem está ajudando e quem não está e até mesmo transformar seus inimigos aparentemente em ajudantes neste movimento em direção a Ele.

Como resultado, o “firmamento” deve se tornar a fronteira através da qual você constantemente realoca tudo o que tem neste mundo para Ele, tudo o que está em você e nos outros. Você atribui tudo a Ele!

Pergunta: E mais tarde, o firmamento não será mais necessário?

Resposta: Sim. Ele desce ao nível da nossa Terra e tudo se torna um único céu. Do ponto de vista da Cabalá, esse é o Tzimtzum Bet (Segunda Restrição), a ascensão de Malchut à Bina e sua conexão uma com a outra.

De KabTV, “O Poder do Livro do Zohar” # 10

“Que O Meu Nome Esteja Com Você”

237Pergunta: Por que é proibido pronunciar o nome de quatro letras do Criador “Yod-Hey-Vav-Hey”?

Resposta: Proibido na Cabalá significa impossível.

Ele não pode ser pronunciado porque não tem realização na linguagem, mas só pode ser realizado dentro do desejo espiritual. Existem muitos outros nomes do Criador: Elokim, Adni, Shadai, etc.

O nome do Criador não significa que seja o Seu nome de forma alguma. É assim que o chamo pelas minhas qualidades, porque em mim, por dentro, a alma consiste em quatro partes: Yod-Hey-Vav-Hey. Quando eu recebo luz nelas, isso cria uma combinação de meus desejos e luz. Isso é o que chamo de sensação do Criador ou Seu nome.

Eu chamo de acordo com meus sentimentos. Portanto, não há nada de especial ou exaltado neste nome a temer. Ao contrário, você precisa alcançá-lo, entrar nele, para que se torne completamente seu, como se diz: “Que o meu nome esteja com você”.

De KabTV, “O Poder do Livro do Zohar” # 10

Desejos Que Não Buscam A Correção

622.01Pergunta: Qual é a diferença entre os egípcios e a multidão mista? O que os egípcios dentro de nós querem? Eles também são desejos egoístas?

Resposta: Os egípcios querem apenas uma vida boa, sem qualquer conexão com o Criador. Essa é a atitude consumista usual em relação ao nosso mundo, como a maioria das pessoas. Mas também há pessoas que dizem: “Não, faremos o que o Criador quer de nós”, ou seja, todos os tipos de mandamentos. Os desejos do Criador são chamados de mandamentos.

“Cumpriremos esses mandamentos, mas não para sermos semelhantes ao Criador, não em prol da doação e do amor (afinal, todos os mandamentos se resumem em “amar ao próximo como a si mesmo”), mas para ganhar o mundo futuro por nós mesmos”.

Pergunta: Quando a contagem das doze tribos estava ocorrendo, a multidão mista não estava incluída lá. Elas não estão relacionadas à correção de forma alguma?

Resposta: Não, a multidão mista são aqueles desejos que não queremos levar conosco do Egito, levantá-los de lá. Não podemos conduzi-los através do Yam Suf, o Mar Final (Mar Vermelho). Embora eles nos persigam e tentem nos levar de volta ao Egito à força, nós continuamos e eles se afogam no Yam Suf (Mar Vermelho) ou retornam ao Egito.

Pergunta: No Midrash Raba (Grande Comentário) está escrito que a multidão mista forneceu cavalos para as carruagens do Faraó alcançarem os israelitas. O que isso significa no trabalho espiritual?

Resposta: Isso significa que ela dá tudo para quaisquer forças egoístas para impedir aquelas pessoas que querem sair do Egito.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 02/04/21

Malchut – Ponto De Encontro Com O Criador

936Comentário: O mandamento “Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão” corresponde ao ato da criação “Que as águas celestiais corram para um lugar”.

Minha Resposta: O céu é a qualidade de Bina, da qual desce toda a luz superior, e essas correntes (32 no total) descem lentamente em uma alma comum que devemos formar a partir de nós mesmos.

Como regra, reunimos todas as nossas ações, pensamentos e sentimentos e os direcionamos ao Criador. Mas aqui está escrito que Ele direciona todos os Seus riachos de água para nós, para Malchut.

Malchut é o lugar espiritual onde todas as almas que desejam entrar em contato com Ele se reúnem. Este é um local de encontro com o Criador. Nós e os riachos de água do Criador corremos para lá.

As águas superiores são a luz superior, a luz de Hassadim (a luz da misericórdia).

Na verdade, todos os mandamentos que são repetidos de duas maneiras, referindo-se ao ato da criação, primeiro falam de um movimento de baixo para cima, das almas para o local de encontro com o Criador, e então do Criador para o mesmo local de encontro com as almas, explicando como devemos chegar ao nosso lugar comum de encontro.

De KabTV, “O Poder do Livro do Zohar” # 10

Cresça De Ti Mesmo Como Adão

742.03Comentário: O mandamento: “Lembra-te do dia do sábado, para o santificar” corresponde ao ato da Criação: “Produza a terra erva verde, erva que dê semente, árvore frutífera que dê fruto segundo a sua espécie, cuja semente está nela sobre a terra”.

Minha Resposta: Terra (Adamah) vem da palavra “domem”, algo inanimado, absolutamente morto, pó. Por outro lado, aqui queremos dizer Adão: a terra da qual Adão cresce como o Criador.

Quando você pensa no dia de sábado, que você precisa chegar como o fim de toda a epopeia da existência neste mundo, você começa a crescer. Então, um broto espiritual aparece em você, que aumenta gradualmente e se torna uma árvore.

O homem é chamado de árvore semelhante ao Criador. Ou seja, a planta representa algo que muda.

De KabTV, “O Poder do Livro do Zohar” # 10

Mandamento: Não Terás Outros Deuses Além De Mim

239Não Terás Outros Deuses Além De Mim: O significado é que você não terá nenhum outro indicador no mundo para direcioná-lo ao objetivo de sua vida, ao objetivo da criação. Não haverá nenhuma outra qualidade diante de você, exceto a qualidade de doação e amor, que é o símbolo do Criador a quem você adorará.

O que significa adoração? Ver isso como o valor mais alto, a maior importância!

Comentário: Mas a vida funciona de tal maneira que, ao contrário, estou dilacerado por um milhão de desejos, tanto meus como dos outros.

Minha Resposta: É por isso que você é comandado a certificar-se de que todos os seus desejos e movimentos, em qualquer direção, estão vinculados a alcançar o Criador. Ele deve ser seu único objetivo em tudo o que você faz!

Pergunta: O que devo fazer para isso?

Resposta: Em primeiro lugar, você deve querer que isso aconteça. Então veja como você pode organizar sua vida dessa maneira.

Como um resumo de sua vida, você deve chegar à conclusão de que o Criador estará à sua frente como seu parceiro íntimo, como um amigo, como um governante e governado por você. Você deve entrar em tal conexão de amor mútuo, adesão mútua, com Ele, que não haja mais ninguém além Dele. Ele assumirá o controle de todo o seu mundo, incluindo sua esposa, seus filhos e seu chefe.

Comentário: Mas devemos chegar a isso.

Minha Resposta: Claro. É para isso que a vida é dada!

Pergunta: Então, o que devo fazer?

Resposta: Você deve cumprir o mandamento “Não terás outros deuses além de mim”. Em princípio, ele é realizado em grupo, através do estudo da Cabalá, quando a pessoa gradualmente começa a entender como implementá-lo. Em geral, toda a ciência Cabalística se destina a implementar este mandamento.

De KabTV, “O Poder do Livro do Zohar” # 10

Não Tomarás O Nome Do Senhor Teu Deus Em Vão

534Zohar para Todos, “Yitro”: “Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão”. 

Estamos falando sobre o objetivo completo e absoluto apenas em direção ao Criador. Não O associe de forma alguma a nenhuma outra ação. De forma alguma!

Pelo contrário, todas as ações, pensamentos, qualidades e intenções devem ser dirigidas a Ele! Não importa o que sejam.

“Em vão” significa: não O separe em partes para a sua vida. Dirija tudo apenas a Ele e ao Seu nível. Então, como resultado do seu trabalho, você verá o quanto este mundo foi criado a fim de elevá-lo ao Criador.

Comentário: Na verdade, essa frase soa como uma superstição.

Resposta: Não! “Não tomarás o nome do Criador em vão” significa: não O puxes para ti sobre as pequenas coisas. Pelo contrário, leve todas as pequenas coisas da vida a Ele.

Uma pessoa deve alinhar todas as suas ações, pensamentos, sentimentos, aspirações e planos com o fato de que existe um Criador, o único, e devemos ir a Ele.

De KabTV, “O Poder do Livro do Zohar” # 10

O Mandamento: “Eu Sou o Senhor, Teu Deus”

610.2Pergunta: O primeiro mandamento diz: “Eu sou o Senhor, teu Deus, que te tirou da terra do Egito, da casa da servidão”. Quem é Deus? O que é?

Resposta: É a força mais elevada, inteligente, onipotente, eterna e perfeita da natureza.

Atribuímos isso apenas à natureza do nosso mundo porque não vemos mais. Na verdade, ela preenche tudo, inclui todo o programa da criação: o início, sua meta, sua realização e seu fim.

Tudo isso junto é chamado de Criador, e apenas em relação a nós.

Não podemos falar sobre o Criador, sobre Deus, sobre a força superior, que Ele é onipotente, eterno, ou dar a Ele quaisquer epítetos que quisermos. Eles precisam ser interpretados, discutidos, o porquê são exatamente assim e não diferentes, o porquê existem tantos deles.

Portanto, sem prestar atenção a esses nomes, podemos falar sobre Ele, mas apenas em relação a nós mesmos, pois as grandes almas, os Cabalistas, O conheceram e nos falaram sobre Ele.

Pergunta: Como consequência do mandamento “Eu sou o Senhor teu Deus”, o ato da Criação: “E Deus disse: ‘Haja luz’, e houve luz” ocorre. Qual é a conexão entre eles?

Resposta: A manifestação do Criador de cima para baixo em relação a nós no ato da Criação é a manifestação da luz do mundo infinito, que constrói para si um vaso. Esse vaso é a criação original.

Ainda está longe da criação que deveria ser criada porque é como uma semente e não está claro se algo se desenvolverá a partir dela. Mas contém quase tudo, exceto matéria. Portanto, deve estar, por assim dizer, recheado de tudo o que é necessário.

Mas todas as informações, absolutamente todas as suas propriedades, tudo o que é chamado de “Ele mesmo” está neste recipiente.

De KabTV, “O Poder do Livro do Zohar” # 10

Mergulhe No Egoísmo Espiritual

508.1Comentário: Na Torá, primeiro existem atos de criação, e então, depois de dois mil e quinhentos anos, os Dez Mandamentos foram entregues ao povo.

Minha Resposta: Os mandamentos surgem apenas em uma pessoa após seu longo desenvolvimento. É muito difícil entender de onde eles vêm.

A pessoa deve mergulhar em um egoísmo espiritual sobrenatural, que é chamado de Egito. Isso é o que aconteceu com o povo judeu de acordo com o épico histórico quando eles passaram pelo Egito, mergulharam em todas as propriedades egoístas, as viram e perceberam que eram o oposto do Criador.

Por outro lado, ela percebeu que não era capaz de sair delas sozinha, e todas as suas propriedades estão diante dela como o Monte Sinai, uma montanha de ódio, o oposto do Criador.

E tudo isso se deve ao fato de que entre essas propriedades há um ponto de “Moshe” (Moisés) chamado de contato com o Criador; puxando, como um pequeno fio, a pessoa pode sair dessa oposição para a semelhança do Criador.

De KabTV, “O Poder do Livro do Zohar” # 10