Textos na Categoria 'Mandamentos'

A Escolha É Não Pecar

592.02Pergunta: Na Cabalá, a ausência de ações para a unificação do povo é considerada um pecado. Ao mesmo tempo, a Cabalá diz que não existe liberdade de escolha. De onde vem o pecado?

Resposta: A liberdade é apenas mover-se corretamente em direção ao objetivo e muito mais rápido do que é determinado pela natureza.

Pergunta: Se eu orar por mim mesmo, é um pecado de acordo com a Cabalá. Por outro lado, que escolha eu tenho?

Resposta: Sua escolha é orar para que você se relacione gentilmente com os outros e para que o Criador o ajude com isso. Desta forma, você acelera seu movimento e seu desenvolvimento.

Pergunta: Eu tenho liberdade de escolha para pedir ajuda ao Criador?

Resposta: Sim. Depende de quanto você entra no grupo que o inspira, ajuda e impulsiona você para frente. Você usa o apoio mútuo deles e, assim, se volta para o Criador por meio de um certo número de impressões do grupo.

Pergunta: O que é pecado, do ponto de vista da Cabalá?

Resposta: Pecado é o uso incorreto das condições que são dadas a você a fim de mover-se corretamente em direção ao objetivo e alcançá-lo de forma rápida e sem dor, durante esta vida.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 14/01/20

Pecado: Desvio Do Movimento Em Direção À Meta

622.01A sabedoria da Cabalá fala sobre o propósito de uma pessoa neste mundo, nesta vida, o que devemos fazer conosco mesmos para chegar à realização ideal de nossa existência. Não sabemos viver. Vemos como as pessoas existem sem motivo, sem rumo, o tempo todo vagando pelo mundo e pela vida.

A Cabalá se oferece para tornar nossa vida cheia de propósito, de modo que no final possamos alcançar o estado para o qual nosso universo, toda a criação e nós fomos criados.

O desvio dessa meta é chamado de “pecado”. Aqui, tudo depende de uma pessoa, de sua formação e educação, de como ela se percebe e do propósito da criação, de quanto o conhece e possui.

Pessoas comuns, que não têm ideia disso, não fazem essas perguntas e não pensam sobre o que realmente é pecado. Para elas, pecado é mau comportamento, roubo, alguma contravenção, etc. Isso também é verdade. Mas o fato é que elas não sabem se estão se realizando corretamente ou não, se estão caminhando em direção à meta certa.

Portanto, é muito importante educar as pessoas para que todas as ações humanas sejam avaliadas de acordo com o movimento em direção à meta de sua criação. Esse é o ponto principal em relação ao qual o pecado ou, ao contrário, um mandamento ou boa ação é medido.

E se sabemos e entendemos claramente que é assim que devemos seguir em frente, então com base na própria meta e nos movendo em direção a ela, já podemos falar sobre ações que nos levam da maneira mais curta e ideal a essa meta.

Essas ações são chamadas de mandamentos porque, do ponto de vista da natureza, somos ordenados a agir dessa forma. Isso nós descobrimos na estrutura de todo o universo.

Por outro lado, aquelas ações que nos afastam ou mesmo recuam, e nos distanciam de alcançar a meta, são chamadas de pecado.

Nossa meta é entender o Criador que se revela na medida de nossa equivalência de forma com Ele. Portanto, quaisquer de nossas ações destinadas a nos assemelhar a Ele são chamadas de mandamentos, bons e corretos.

A equivalência de forma reside no fato de que adquirimos as qualidades do Criador. Então estaremos mais perto Dele.

Os atributos do Criador são doação e amor. Portanto, “ame o seu próximo como a si mesmo” é o principal mandamento do nosso desenvolvimento.

De KabTV, “Estados Espirituais” 19/11/18

Peça Ajuda Ao Criador

562.02Comentário: A Cabalá diz que quando uma pessoa não pede ajuda ao Criador, é uma transgressão.

Minha Resposta: As pessoas que aspiram ao objetivo da criação e desejam alcançar o estado correto devem compreender que suas aspirações consistem em duas direções.

Uma é mover-se em direção ao outro. A outra é o entendimento e compreensão de que é impossível fazer isso porque nossa natureza não permite e não permitirá que façamos isso. O Criador fica no caminho entre nós e não permite que nos aproximemos uns dos outros, e causa todos os tipos de problemas para que a pessoa entenda que sem a participação do Criador, ela não pode se aproximar dos outros.

Nem o homem, nem uma nação, nem um país, nem a totalidade da humanidade alcançará nada a menos que comece a se mover em direção a se aproximar um do outro com a ajuda do Criador.

É quando uma ação como um mandamento, ou seja, uma boa ação ocorre quando tento me aproximar dos outros e pedir ao Criador para participar disso. Então posso definitivamente contar com o sucesso.

De KabTV,  “Estados Espirituais”, 19/11/18

Oração Por Você Mesmo

249.03Comentário: A Cabalá diz que quando uma pessoa ora por si mesma (em princípio, isso é natural para uma pessoa comum), é um pecado.

Minha Resposta: Se uma pessoa pensa em si mesma, ela meio que se separa dos demais e não se aproxima deles. Naturalmente, isso a afasta do Criador porque o Criador nos vê todos unidos em um todo comum, como éramos antes da divisão em indivíduos separados.

Pergunta: O Criador não pensa em si mesmo? Ele não tem esses pensamentos?

Resposta: Primeiro, Ele não pensa em si mesmo. Em segundo lugar, Ele não pensa em cada pessoa porque nos sente como um todo.

Pergunta: Digamos que estou olhando para uma pessoa. Ela consiste em bilhões de células. Não estou me dirigindo a uma célula, estou me dirigindo a uma imagem. E assim o Criador não nos vê individualmente?

Resposta: De maneira nenhuma! Ele não faz o menor cálculo com uma única pessoa. Ele nos criou em uma qualidade egoísta em que nos sentimos existindo separadamente uns dos outros, opostos a Ele mesmo,

Pergunta: E o que devo entender disso? Que o Criador não me considera de forma alguma? Ele nem sabe que existo?

Resposta: Se Ele sabe ou não, é outra questão. Ele não leva em consideração seus movimentos pessoais individuais, exceto para o movimento em direção a se aproximar Dele por meio de se aproximar dos outros.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 19/11/18More

A Alegria Do Mandamento

239Um mandamento é a oportunidade de fazer algo para agradar ao Criador. E quanto mais difícil a condição, que não é sentida em meu egoísmo como agradável, melhor. Afinal, isso significa que não tenho uma motivação egoísta nessa ação, mas ajo contra meu egoísmo.

Isso é realmente chamado de mandamento, isto é, eu sigo a instrução do Criador para me aproximar Dele apesar da resistência do meu egoísmo.

A alegria do mandamento é que posso agir contra meu desejo de desfrutar cada vez mais. Pode ser uma pequena conquista, mas o principal é que deve ser sobre a unificação. Tudo que preciso é de conexão com amigos e da lição diária: essas são duas ferramentas para me aproximar do Criador.

Se eu cumprir a primeira e a segunda condição todos os dias, o dia não será desperdiçado. É assim que você precisa considerar sua vida, e então ela fluirá de forma significativa e trará um resultado especial.

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 17/11/20, “Trabalhar com Fé Acima da Razão”

Isolamento Em Casa

570Pergunta: Durante a primeira quarentena, houve um aumento da violência doméstica. Agora a segunda quarentena está a caminho. Ela já foi introduzida em Israel. Organizações públicas estão soando o alarme.

O que os cônjuges devem fazer durante o isolamento em casa?

Resposta: Eu os aconselharia a manter distância, na medida em que possam se dar bem. Regular a proximidade física uns com os outros, dependendo da disposição espiritual de cada um.

Você não pode fazer nada aqui; nós somos pessoas. É muito difícil para nós controlar nosso egoísmo, nossos nervos e nossos hábitos. Precisamos nos entender, conversar sobre esse assunto em família e tentar administrá-lo.

Observação: É interessante que o princípio “quanto mais perto – pior, quanto mais longe – melhor” funciona aqui.

Meu Comentário: Isso ocorre porque somos egoístas. Estamos acostumados a nos encontrarmos meia hora pela manhã antes do trabalho, meia hora ou uma hora à noite, talvez quando jantamos juntos, e um pouco quando vamos para a cama, embora esta seja a comunicação mais provável não entre pessoas, mas entre os sexos.

Com base nisso, nossa vida, é claro, é bastante pobre.

Pergunta: Então, o principal é conversarmos com mais frequência, para nos comunicarmos mais?

Resposta: Claro. Mas isso não significa que devemos impor algo uns aos outros. Precisamos discutir tudo com a maior franqueza possível, não esconder nada, para que o outro entenda o que penso, o que quero, etc. Eu, por sua vez, devo tentar expressar minha opinião pessoal e não aquela que peguei de algumass séries de televisão ou de outro lugar.

De KaBTV, “Expresso de Cabalá”, 27/09/20

Oposição À Unidade, Parte 7

laitman_538Mandamentos Físicos E Internos

Pergunta: Algumas pessoas pensam que, para fins de correção, basta observar a estrutura externa dos mandamentos. Outros, especialmente os Cabalistas, afirmam que é necessário mudar a natureza egoísta para altruísta, e isso será considerado uma correção. O que é necessário para ser corrigido?

Resposta: Nas fontes Cabalísticas, está escrito que toda a Torá é dada apenas para a correção do coração. O Criador exige apenas isso de nós.

Porém, como as pessoas não podem recorrer diretamente à correção, uma vez que é muito difícil, elas recebem uma estrutura diferente, mais externa, onde uma pessoa usa o mundo ao seu redor para, de alguma maneira, abordar a propriedade de doação, a propriedade de conexão com outras pessoas de qualquer maneira.

A verdade é que, no final, ao longo dos séculos, esses mandamentos externos foram eviscerados, o significado interno desapareceu deles e apenas os símbolos externos permaneceram. Portanto, seu desempenho não está conectado ao coração de forma alguma. Isto é, eu posso odiar outros judeus e o mundo inteiro em geral, e ao mesmo tempo ser supostamente justo.

Pergunta: Além disso, existem grupos de pessoas que acreditam que é necessário cumprir apenas os mandamentos da Torá. Outros cumprem os mandamentos adicionados posteriormente pelos sábios. E os Cabalistas dizem que os mandamentos são mudanças internas da intenção de uma pessoa de corrigir seus desejos. Como combinar isso? Qual interpretação está correta?

Resposta: A interpretação é simples. Como existimos na sensação do mundo externo, algumas ações externas são necessárias. Portanto, por um lado, devemos cumprir certas estruturas externas: social, família e Estado.

Por outro lado, precisamos entender que o cumprimento da Torá se destina a corrigir nosso egoísmo, a limpar nossos corações de más atitudes uns com os outros e a usar outras pessoas. Nós precisamos fazer isso.

Pergunta: O problema é que cada grupo quer impor seu ponto de vista aos outros, se considera certo. Dessa maneira, o ódio surge. Naturalmente, isso nos afasta do objetivo da natureza.

Baal HaSulam escreve que os mandamentos da Torá e os mandamentos da natureza são a mesma coisa. A lei da gravidade ou a lei da termodinâmica não são as mesmas dos mandamentos da Torá?

Resposta: Todas as leis físicas e internas em qualquer nível, não apenas as leis da existência de nosso corpo, mas também de nossos sistemas sensoriais e internos, e todos os relacionamentos entre nós se fundem em um único sistema de comunicação. E nós precisamos corrigir essa conexão, mantê-la e levá-la a um nível integral absolutamente completo, a interconexão completa entre si. Isso é chamado de correção final.

De KabTV, “Análise Sistemática do Desenvolvimento do Povo de Israel”, 29/07/19

Desenvolvimento Do Egoísmo E O Método De Conexão, Parte 8

arava-convention_931.01O Mandamento Principal E Seus Derivados

Comentário: Baal HaSulam escreve que, a princípio, a Torá foi dada sob condição da garantia mútua (Arvut), embora mais tarde, quando o bezerro de ouro foi feito, essa condição não fosse mais observada porque foram travadas guerras sobre essa questão, e os filhos de Levi mataram 3000 pessoas.

Tudo isso, é claro, não agregou amor e unidade. Mais tarde, quando chegaram à terra de Israel, também não havia paz. Portanto, não havia ninguém que pudesse observar esse mandamento principal. Literalmente, várias décadas se passaram após a entrega da Torá, e não havia mais ninguém para observar essa condição.

Minha Resposta: Eu acho que demorou mais tempo. De qualquer forma, todo o período foi acompanhado por enormes conflitos entre as pessoas. Havia muitas correntes diferentes, grupos opostos, que estavam prontos para se destruir.

Comentário: Além disso, Baal HaSulam escreve que, para que o povo de Israel não esquecesse a Torá, eles começaram a observar os outros mandamentos, embora o mandamento principal tenha sido abandonado porque não tinham outros conselhos.

O mandamento principal da Torá “ame o seu próximo como a si mesmo” foi abandonado porque o egoísmo cresceu e as pessoas começaram a observar outros mandamentos. O que significa “outros mandamentos”?

Minha Resposta: “Outros mandamentos” são o reflexo em nosso mundo dos principais mandamentos espirituais e conexões espirituais entre as pessoas. Existem 613 desejos em uma pessoa, os chamados TARYAG, e todos devem ser direcionados à conexão com os outros e com o Criador.

No entanto, em nosso mundo, eles são usados ​​para realizar nosso egoísmo. Mudá-los para “amar o próximo”, para o preenchimento de outros, da sociedade, é chamado observar os mandamentos.

Pergunta: Então, 613 mandamentos são as ações internas como resultado das quais uma pessoa corrige seu egoísmo para se conectar com outras pessoas em sensação, isto é, através das almas?

Resposta: Sim. De qualquer forma, a regra geral de “amar o próximo” é dividida em muitas inclinações, desejos e ações. E todos eles juntos fazem essa regra.

De KabTV, “Análise do Sistema do Desenvolvimento do Povo de Israel”, 01/07/19

O Que Significa Cumprir Mandamentos?

laitman_938.03Pergunta: O que significa cumprir mandamentos?

Resposta: Cumprir mandamentos significa cumprir as condições de nossa interconexão, a conexão entre nós.

Estar conectado um ao outro no sistema único de Adão é um mandamento.

Embora esse sistema consista em desejos egoístas, construindo conexões altruístas entre suas partes, ele se torna semelhante ao Criador, a qualidade de doação, que é revelada precisamente nele na medida em que se torna doador: primeiro no nível zero egoísta, depois no primeiro, segundo, terceiro, quarto e quinto níveis. Então o Criador aparece na forma da luz de Nefesh, Ruach, Neshama, Haya e Yechida.

Da Lição de Cabalá em Russo 25/11/18

O Mandamento Principal: Unidade

laitman_235 “Guardar os mandamentos” em um grupo Cabalístico é a conexão entre dez ou menos pessoas que decidem entre si que desejam alcançar o Criador. Assim, elas devem se conectar e começar a montar um grupo unido de acordo com as leis da alma, com as leis da doação mútua. É bom que haja dez delas; no entanto, se isso não funcionar, está escrito que o mínimo é duas pessoas.

Se quisermos revelar que o Criador está doando, devemos doar a Ele. Primeiro, precisamos construir um instrumento de doação, depois começamos a criá-lo entre nós. Como está escrito: “E pelo amor aos amigos, a pessoa pode alcançar o amor do Criador”.

Nós examinamos o que significa amar e doar um ao outro. Tudo deve se manifestar na conexão entre nós e não em algum lugar no céu. É necessário verificar se todas as nossas ideias anteriores sobre a conexão entre as pessoas pertencem ao que deveria ser manifestado na alma, isto é, na dezena corrigida. Todo o nosso trabalho consiste em esclarecimentos sobre nossas ações e intenções.

Se todos os dias, em cada lição, esclarecermos o tipo e a natureza da conexão entre nós e estivermos sempre examinando sua força e, mais importante, sua qualidade, começaremos a subir os degraus. Nós mesmos determinamos o quão próximos estamos do Criador, uma vez que Ele não nos permitirá avançar mais do que a nossa preparação permite. Nós mesmos definimos a velocidade do nosso avanço.

Então, começamos a não sentir nossos estados pessoais e individuais, mas o que está acontecendo entre nós, no centro do grupo, em nossas relações. É isso que determina nossa atitude em relação ao Criador e à atitude do Criador em relação a nós. Nossa conexão com a força superior acontece no ponto de nossa conexão. Portanto, estamos constantemente trabalhando neste ponto e queremos apenas identificar, ampliar e viver nele cada vez mais, até que se torne um ponto onde nos fundimos uns com os outros e com o Criador.1

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá, 04/01/19, Lição sobre o Tópico “A Forma Correta De Estudar A Sabedoria Da Cabalá”, Parte 1
1 minuto 1:33:40