Textos na Categoria 'Música'

A Simplicidade Da Grandeza

Dr. Michael LaitmanComentário: “As Melodias dos Mundos Espirituais” (os mundos superiores) é o tipo de arte que deve ser revelada agora a todos. Eu diria que é um nível que é um pouco superior ao da música clássica, já que o sexto sentido (o ponto no coração) está envolvido aqui. À primeira vista, as melodias parecem bastante simples e não tão sofisticadas, mas…

Resposta: A música “Um Deus Oculto” soa muito simples e pode até ser incompleta, como uma composição menor, mas é a expressão da harmonia da realização superior ou a harmonia da revelação.

Há palavras muito sublimes para esta música sobre a força superior única, eterna e plena que nos rodeia e nos leva a um estado perfeito e ideal.

As músicas louvam e glorificam os dez fluxos de abundância que descem até nós, a liderança do nosso mundo que, infelizmente, por causa de nossos atributos egoístas que são revelados no nível deste mundo, tornam-se o completo oposto.

Em vez de nos abrir para receber a abundância espiritual e nos assemelhar a ela em perfeita harmonia entre nós, nós distorcemos tudo isso e, no final, recebemos um pouco de energia espiritual que mantém nosso mundo vivo.

De KabTV “Conversas com Michael Laitman” 09/02/14

Canção De Uma Alma Devotada

Tradicionalmente, as pessoas cantavam melodias escritas pelos Cabalistas, em tonalidades menores e tristes. Mas devemos compreender que cada melodia Cabalística está acima do Tzimtzum, ou seja, acima da preocupação por si mesmo.

Todos as melodias são direcionadas ao Criador, com um anseio de se aderir a Ele, com doação e amor, dar-Lhe satisfação, e se assemelhar a Ele em nossos relacionamentos com outras pessoas. Elas não expressam pesar sobre as dificuldades e sofrimentos, ou reclamações sobre a dificuldade da vida, como é normalmente entendido nas religiões.

Preocupações como essas e a tristeza geral de uma pessoa não são mencionados na sabedoria da Cabalá e nos livros de Cabalá. Isso ocorre porque os Cabalistas estão em um estado que está além da Machsom, nas fronteiras do mundo espiritual; portanto, eles não levam em conta a si mesmos, mas somente o Criador.

E se eles se arrependem, é só porque eles não podem alcançar mais devoção e auto-sacrifício para o Criador. Todos os pensamentos, desejos e expectativas são dirigidos para fora da pessoa, e isso deve ser sentido na melodia. Essa música é uma explosão e efusão entusiástica da alma.

Se cantamos uma melodia de Baal HaSulam, temos de imaginar o seu estado e tentar estar o mais perto possível disto. Caso contrário, nós associamos esta melodia com o nosso estado físico, ao nosso choro e pedidos: “Dá, dá, dá!” Nós transformamos o sagrado em profano.

Da Preparação para a Lição Diária de Cabala 20/5/14

Melodias de Amor

Quando cantamos as melodias que foram escritas por cabalistas ou lemos os Salmos ou outros escritos cabalistas, precisamos entender que eles são todos escritos no estado de “ser aderido ao Criador”. Assim, não há nenhuma questão aqui de tristeza, pessimismo, ou o sentimento de dificuldade no trabalho.

Tudo o que parece como expressão de fraqueza ou tristeza são sentimentos completamente opostos e, especificamente, vêm de esperança, de desejos de amor, de dentro da Luz que ilumina já de longe, como a aurora nascente.

Essas melodias podem parecer menores, na tristeza, com uma sensação de peso e fraqueza, mas não é tudo assim. Elas vêm de um desejo apaixonado, de adesão, alegria e devoção. Tente cantá-las e senti-las especificamente assim.

O mesmo é verdadeiro nos Salmos. Toda essa aparentemente trágica poesia de Davi, chorando sobre como ele tem que fugir de todos que o perseguem e o odeiam, e é abandonado pelo Criador, todas foram escritas a partir de um nível muito elevado de aderência. Precisamos tentar sentir isto nestas melodias.

[116548].

Da preparação para a Lição Diária de Cabala 11/9/13

Mais Importante É A Conexão E O Amor

Dr. Michael LaitmanPergunta: Como podemos conduzir a Reunião de Amigos (Yeshivat Haverim) na Convenção?

Resposta: A reunião de amigos na Convenção deve incluir todos os grupos em todo o mundo. Você pode incluir saudações, mas estas não devem demorar muito tempo. Ao receber a oportunidade de fazer uma saudação, o grupo deve valorizar o tempo; 15 segundos é o suficiente. O foco está todo no seu amor e conexão.

As Reuniões de Amigos devem refletir o grupo mundial, em primeiro lugar, isto é, o nosso enorme volume. Você precisa preparar uma série de pequenos pontos de modo que exista uma enorme impressão do imenso desejo global unificado, conectado acima de todos os continentes, diferenças, tempo e espaço, de modo que saibamos que existe um grande número de nós, de modo que sintamos a dependência mútua, o respeito e o amor.

Em princípio, é isso que significa a reunião do grupo mundial: impressionar-se mutuamente pela grandeza da meta, a grandeza do nosso poder e aspiração.

Pergunta: Como você vê as Noites Culturais na convenção?

Resposta: Eu acho que a Noite Cultural deve ser com poucas palavras e expressa mais na música e canções, além disso, mais em canções sem palavras, para torná-las mais internacionais. Embora os países anfitriões da Convenção tenham sua própria cultura Sul-americana, com ritmos excitantes, eles precisam levar em conta todas as outras pessoas. Assim, você poderia ter a metade do tempo dedicado ao folclore local e a outra metade às nossas melodias comuns, que são ainda melhores sem palavras, quando estamos apenas cantarolando a melodia juntos.

Da Lição Virtual 22/04/12, Preparação para a Convenção