Textos na Categoria 'Homem e Mulher'

Se Uma Mulher Estuda Cabalá

laitman_570Pergunta: E se uma mulher começar a estudar Cabalá e se desenvolver espiritualmente, mas o marido não, ela deve parar de estudar?

Resposta: Não, você não pode parar. Se você tiver a oportunidade de desenvolver a si mesma, sua alma, em nenhum caso você deve parar. Faça isso sem censura ao seu marido.

Diga-lhe que esse é seu hobby, o que faz você se sentir muito bem, e é melhor ter aventuras espirituais do que procurar algumas aventuras de fora. Ele vai concordar com isso.

Pergunta: E se ele insistir em que eu pare os estudos?

Resposta: Por quê? Se a esposa está interessada em, digamos, esoterismo, algo espiritual, ele pode até se gabar.

Comentário: Um homem tem medo de que uma mulher mude, supere-a no desenvolvimento e vá embora.

Minha Resposta: Ele pode estar com medo, mas precisamos ter certeza de que ele prefere isso a outra coisa. Um homem sempre quer que sua esposa esteja por perto, para olhá-lo e servi-lo. Portanto, devemos mostrar a ele que é exatamente isso que ele alcança.

Comentário: Mas, como mulher, não posso influenciar a escolha de um homem. Afinal, desenvolver-se comigo e crescer espiritualmente será sua própria escolha.

Minha Resposta: claro. No espiritual, é impossível forçar qualquer coisa. Portanto, dizem que no espiritual não há coerção, todo mundo estuda o quanto pode, o quanto quer. Talvez ele não queira estudar Cabalá, mas prefere ioga ou outra coisa. Que assim seja.

Você precisa permitir que outra pessoa faça essas coisas através do amor. Não há nada de errado nisso, ele continua sendo seu parceiro, seu cônjuge.

De KabTV, “Juntos sobre Coisas Importantes” 14/07/20

Com Medo De Voltar Aos Antigos Costumes

627.2Pergunta: Eu percebi que a maneira como vivemos até agora foi a causa do meu sofrimento. Eu tenho medo de voltar aos antigos costumes.

É correto começar um estilo de vida mais adequado para uma mulher: casar, formar uma família e ficar em casa para cuidar da minha família, filhos e marido?

Resposta: Em geral, isso é certamente bom. Mas ninguém proíbe você de trabalhar ou estudar. Naturalmente, o objetivo de cada pessoa é criar uma família e crescer, mas, além disso, desenvolver-se pessoalmente – em termos de profissão e realização pessoal.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 10/05/20

Guerra Espiritual Pela Paz

laitman_546.04Somente as mulheres, unidas, podem mudar a situação no mundo e restaurar a ordem nele. Mas, infelizmente, as mulheres não se expressam ativamente. Todo país possui leis que permitem que as mulheres exijam acesso à liderança para organizar adequadamente a vida no país.

Geralmente, as mulheres lutam por seus próprios direitos, pela igualdade, e isso é como um confronto familiar na cozinha. Mas estou falando de uma guerra espiritual. Uma mulher deve entender que esta é a coisa mais importante no momento e ela precisa obrigar o mundo inteiro como uma mãe faz seus filhos estudarem, se limparem, irem à escola e se lavarem. É assim que o papel das mulheres precisa ser visto: como a mãe da humanidade.

O mundo inteiro espera que as mulheres comecem a desempenhar seu papel corretamente e obrigue todos a realizar e entender o objetivo espiritual do mundo. Quando nos conectamos corretamente, permitimos que a luz superior, a força superior da natureza, entre em nós e comece a trabalhar em nós. Esse é o papel de uma mulher, o papel de uma mãe.

Acontece que a luta não deve ser pelos direitos das próprias mulheres, mas por sua capacidade de influenciar a sociedade. As mulheres carecem de conhecimento, conexão e organização. Se elas quiserem avançar, terão que aprender muito e, de acordo com isso, unir-se adequadamente, aprender sobre sua missão e, com a sabedoria e os sentimentos adequados, realizar seu objetivo. Não há outra saída, assim como uma criança que não quer aprender.

Não é fácil para uma mulher fazer isso porque, ao longo da história, ela está acostumada a ficar nas sombras. Somente a educação correta ajudará. Elas precisam começar com pequenos papéis e a partir disso uma organização séria se desenvolverá.

Uma mulher deve conhecer o programa e o objetivo da criação, as etapas pelas quais nos movemos e como elas são alcançadas. Além disso, as mulheres que começam a estudar hoje estão se preparando para se tornar líderes da sociedade e da humanidade.

Vocês devem estar cientes de que estão cumprindo uma missão especial e devem ser mais persistentes todos os dias e prontas para fazer qualquer coisa para salvar a humanidade das difíceis provações que nos aguardam, se não implementarmos corretamente esta etapa especial.

Estou certo de que vocês são capazes de fazer isso e estou pronto para ajudar da maneira que puder. Eu desejo sucesso a vocês!

De KabTV, “Mulheres no Novo Mundo”, 30/06/20

Mulher Do Século XXI, Parte 2

Laitman_503.02Qual é a diferença entre os estilos de liderança masculina e feminina e como você os combina? Se o líder, homem ou mulher, não souber sobre o propósito e o programa da criação e como levar ao que a natureza exige de nós, nada de bom acontecerá. Antes de tudo, a educação integral é necessária e, como resultado, as mulheres assumem posições mais importantes na sociedade.

Esta é a chamada da hora. Antes do início do último período, quando a humanidade ainda não havia entrado no estágio de correção final através da conexão e estudando a sabedoria da Cabalá, a organização das dezenas, a sociedade era governada pelos homens. Mas assim que começamos a espalhar o método da educação integral e começamos a trabalhar em dezenas para restaurar a grande alma comum de Adam  HaRishon, as mulheres avançam.

Os homens estarão mais envolvidos na organização de dezenas e estruturas internas da sociedade, e as mulheres assumirão mais a liderança externa. Por isso, eu continuo dizendo que a disseminação é principalmente trabalho de mulheres.

A mesma mulher que sempre permaneceu nas sombras, de repente tem que ir à frente e se envolver na reconstrução da sociedade. E é interessante que os homens concordam com isso. A natureza deixa a mulher ir primeiro e ninguém protesta. Esse é um milagre que nunca aconteceu na história. E esse processo vem ocorrendo nos últimos cem anos.

Uma mulher sempre teve uma tendência para a liderança, mas antes disso era em pequena escala e não ia além da casa. Um homem não é capaz de administrar a casa, ele nunca sabe onde está alguma coisa. Seu modo de pensar não se adapta a esse tipo de trabalho, e a mulher sempre dirige a casa.

Mas com o tempo, houve uma mudança. E isso é uma consequência da organização interna da alma, que está gradualmente se aproximando da correção. Como resultado, a luz passou desde cima pelas Sefirot Keter, Hochma, etc., até Malchut, e começou a alcançar cada vez mais a mulher. Portanto, as mulheres sentiram que estão mais conscientes das mudanças que estão ocorrendo no mundo e estão prontas para expressar suas opiniões sobre questões importantes.

Isso não se limita mais a saber onde está o sal e a pimenta na cozinha. Uma mulher está pronta para dar conselhos aos homens: ao marido, ao governo e ao Congresso, oferecendo uma solução. Não se trata mais de como fazer sopa, mas de como elaborar políticas. E tudo porque chegou a hora em que a luz superior está mais próxima de Malchut e lhe deu iluminação.

O homem permanece em seu papel certo, e a mulher ganha o poder de controlar a todos, como faz com as crianças no jardim de infância. Ela lida com todas as tarefas.

Nem todo mundo pode ser como Margaret Thatcher ou Golda Meir, mas, no entanto, qualquer mulher tem habilidades especiais em gestão. Penso que no nosso tempo é necessário substituir os homens nos parlamentos por mulheres. Sabemos que em qualquer lugar em que uma mulher trabalhe, haverá ordem. O mundo não precisa do poder explosivo de um homem, mas da liderança moderada e equilibrada de uma mulher, livre de todos os cálculos mesquinhos que às vezes caracterizam as mulheres.

Uma mulher que pode fazer tudo bem, pesar tudo corretamente e perceber seu país como sua casa, importante e querido para ela, é capaz de conciliar todas as correntes e partes conflitantes e equilibrar tudo. Somente uma mulher pode fazer isso.

De KabTV, “Mulheres no Novo Mundo”, 30/06/20

Um Baby Boom Não Vai Acontecer

laitman_559Observação: Assim que a pandemia começou, psicólogos e médicos presumiram que isso traria um baby boom (explosão de bebês) – o nascimento de crianças. Em outras palavras, as pessoas estariam mais juntas, o que levaria a uma maior taxa de natalidade.

Agora, quando os mesmos pais que inicialmente pensavam em ter filhos foram questionados, descobriu-se que mais da metade das pessoas descartou a ideia. As pessoas não querem produzir filhos; elas não querem dar à luz.

Meu Comentário: Elas não veem uma continuação. Na forma como nos é mostrado hoje, nosso show é um beco sem saída. Então, por que continuar alguma coisa?

Pergunta: Nas situações mais trágicas da Primeira e da Segunda Guerras Mundiais, e assim por diante, as pessoas pensavam em procriação, e agora de repente não pensam. Isso não é um paradoxo?

Resposta: Isso é psicologia. Naquela época, não era psicologia, mas mais simplesmente uma condição física. Mas aqui é um estado de espírito. Nós estamos indo a lugar nenhum, por nada. Pelo que? Tudo isso é suprimido.

Pergunta: Uma pessoa precisa lidar com isso?

Resposta: Agora, a pergunta não é sobre dar à luz, mas sobre unir-se. Se esse número de pessoas pudesse se aproximar internamente, mesmo a uma pequena distância, o mundo seria diferente.

Agora tudo está se movendo para um relacionamento espiritual. Se eu sou atraído por uma pessoa, é isso. Se não, então não. Anteriormente, era fisiologia; havia algum tipo de impulso, pressão interna, a natureza exigia isso.

E agora a natureza não exige isso. Ela quer nos reconstruir para que, se você deseja estar mais próximo de uma pessoa espiritualmente, deseje estar mais perto dela fisicamente.

Então o nascimento dos filhos será o resultado de uma aproximação espiritual, não física. E a criança será chamada o produto do amor.

Pergunta: Então ela será amada e amará seus pais?

Resposta: Claro.

Observação: Então, talvez este seja um indicador de que estamos nos aproximando de uma era realmente diferente – a era do amor?

Meu Comentário: Sim. Isso será maravilhoso.

De KabTV, “Notícias com Dr. Michael Laitman”, 11/05/20

Mulher Do Século XXI, Parte 1

Laitman_514.02A história reconhece muitas mulheres pioneiras que abriram o caminho, fizeram mudanças no mundo e lançaram as bases para uma sociedade mais progressista. Esforços heroicos eram geralmente necessários para uma mulher romper os estereótipos prevalecentes e ir contra as normas e tradições culturais aceitas.

No entanto, a história foi escrita basicamente por homens, e há muito poucos nomes femininos nela. As mulheres sempre permaneceram em segundo plano. Afinal, a história se desenvolve de acordo com a estrutura geral da sociedade, o universo, toda a criação, que consiste em dez Sefirot.

Essa estrutura se desenvolve de cima para baixo, da Sefira Keter a Malchut. Embora tudo seja destinado a Malchut, à parte feminina da estrutura, até a sua vez, até que todo o sistema se desenvolva, o papel das mulheres fica oculto.

Isso é visível ao longo da história entre todas as nações e em todos os momentos. Somente entre o povo de Israel, o papel de uma mulher sempre foi mais pronunciado que o de outros, como evidenciado por esses nomes do Tanach: Eva, a esposa de Adão, a grande profetisa Batya, filha do Faraó, que criou Moisés.

“Batya” significa “a filha do Criador” (bet-yod-hei -ב-י-ה), que fala de seu destino mais elevado. A Torá (Cinco Livros de Moisés) fala sobre muitas mulheres que têm um papel especial na história, e sempre positivas.

E durante o último exílio de 2.000 anos, o papel das mulheres passou a ser ainda mais oculto. Na extensão da profundidade e na duração do exílio, nessa medida, o papel das mulheres permaneceu nas sombras. E agora, à medida que saímos desse exílio, as mulheres estão ganhando cada vez mais liberdade e papéis cada vez mais importantes. Mudanças particularmente grandes ocorreram no século XX, e ainda mais no século XXI, quando as mulheres estão se tornando uma parte dominante do desenvolvimento.

Isso é muito perceptível no mundo moderno, onde tantas mulheres ocupam posições de liderança nas empresas e até como chefes de Estado. Não apenas o poder feminino está crescendo, mas a imagem de uma mulher está se tornando cada vez mais importante. Como resultado, vemos que o mundo inteiro existe para elevar Malchut, a parte feminina, de acordo com o modelo do mundo superior.

Embora Malchut sempre tenha sido ocultada por ser a última Sefira, na última etapa, ela se torna a mais importante, deixa a ocultação e se revela na luz refletida até a próprio Keter. Acontece que o papel da mulher é o mais importante. Embora esteja escrito que “Toda a glória da filha do rei está dentro”, visto que ela ficou escondida o tempo todo, agora ela aparece na vanguarda e começa a se revelar como a parte mais importante.

Penso que o século XXI proporcionará às mulheres mais tempo e espaço para que possam avançar e aprender sobre seu papel na correção do mundo. Essas mulheres podem levar o mundo ao objetivo sublime diante de nós.

Em épocas anteriores, o desenvolvimento das mulheres estava sempre atrasado em relação ao desenvolvimento geral. O fato é que a mulher pertence à décima parte da estrutura geral.  Keter, Hochma, Bina, Hesed, Gevura, Tiferet, Netzach, Hod, Yesod e a última, Malchut, é a parte feminina da alma. Mas quando Malchut começa a receber, quando já existe restrição, tela e luz refletida na qual Malchut chega a Keter, então a luz vem e ilumina todas as Sefirot. As luzes direta e a refletida estão conectadas.

Antes disso, a humanidade desprezava o papel da mulher e não valorizava sua dignidade. Mas tudo isso deve ser corrigido em nossos dias, quando chegamos ao último estágio em que uma mulher deve crescer e se mostrar.

Uma mudança qualitativa já ocorreu no século XIX, e o poder feminino começou a avançar. As mulheres receberam o direito de votar nas eleições, de ter acesso ao ensino superior. Isso promoveu não apenas as próprias mulheres, mas a sociedade como um todo, seus estratos sociais mais baixos. A mulher não apenas entra no estágio histórico, social e governamental, mas também eleva os estratos sociais fracos, que não poderiam ter aumentado de outra maneira.

Uma mulher muda tudo. Devemos apenas dar lugar a mulher, permitir que ela se prove, e toda a vida muda. E nossa época é especial, pois estamos chegando ao fim da correção do mundo. Muito ainda precisa ser corrigido, mas já estamos na linha de chegada. Portanto, o papel das mulheres está se tornando cada vez mais visível a cada dia.

Uma mulher exigirá mais e mais porque suas forças naturais a estão empurrando. Por outro lado, a metade masculina da humanidade se curvará cada vez mais às mulheres. Portanto, é necessário explicar à mulher seu papel e dever de cumpri-lo, e não negligenciá-lo.

Se as mulheres não cumprem seu papel de liderança, parecem deixá-lo para os homens. Mas os homens não podem mais agir como antes. Acontece que os homens não estão mais agindo e as mulheres ainda não agem, e caímos entre duas cadeiras, o que é muito perigoso. Esta é a época em que estamos entrando hoje.

De KabTV, “Mulheres no Novo Mundo”, 30/06/20

“Hora Do Poder Da Mulher” (Bizcatalyst)

Meu novo artigo sobre BIZCATALYST: “Hora Do Poder Da Mulher

A realidade consiste em duas força: feminina e masculina. A interação complementar equilibrada entre elas criou tudo o que vemos ao nosso redor, o universo inteiro. Mas as pessoas são diferentes. Em nós, a força masculina tem sido dominante por milênios, e os resultados sombrios são evidentes. A força feminina, a que cria e nutre a vida, desapareceu em grande parte da sociedade humana até poucas décadas atrás.

Mas as coisas estão mudando. Em apenas algumas dezenas de anos, as mulheres deixaram de ter praticamente nenhum impacto na sociedade para serem chefes de Estado, chefes das instituições monetárias mais importantes, como o Fundo Monetário Internacional e o Federal Reserve dos EUA, além de outras posições de destaque.

Não é coincidência.

Assim como na natureza, as forças masculinas e femininas são igualmente fortes, mas distintamente diferentes, e cada uma contribui com sua própria adição vital ao todo. A sociedade humana deve agora aprender a incorporar as mulheres na sociedade de maneira positiva e construtiva.

No momento, muitas mulheres que alcançaram cargos de gerência o fizeram, em muitos casos, adotando atitudes masculinas. Isso é contraproducente, porque é precisamente da qualidade feminina que nutre e cuida que precisamos.

A sociedade ainda está em processo de aprendizado; ainda temos que descobrir o que significa adicionar o elemento feminino à vida pública. Dito isto, já temos um exemplo: nossas próprias famílias. Na família, o homem é tradicionalmente considerado o chefe da família, mas todo homem que já foi casado confessará que o verdadeiro chefe da família é a mulher. Como a mulher tem uma capacidade natural de ver toda a família como uma unidade e pode realizar várias tarefas muito melhor do que qualquer homem, pode priorizar corretamente o que precisa ser feito e quando.

Assim como na família, também nos negócios e na vida pública, as capacidades inerentes às mulheres devem receber o devido respeito. A situação está muito melhor hoje do que há várias décadas atrás, mas ainda há muito espaço para melhorias. Ainda precisamos aprender a dar às mulheres seu lugar de direito na liderança sem forçá-las a se comportar como homens – desde então, perdemos precisamente a qualidade com a qual apenas elas podem contribuir – e sem intimidar os homens pela presença de mulheres na liderança, pois a qualidade masculina é tão necessária quanto, e somente quando os dois trabalham juntos harmoniosamente é possível uma prosperidade duradoura.

De fato, o mundo está caminhando para uma era em que mais e mais mulheres assumem papéis de liderança, e a humanidade só pode ganhar com isso. No entanto, como em tudo, precisamos fazer uma transição apropriada para isso e ver que estamos adquirindo qualidades femininas em vez de perdendo qualidades masculinas, para que juntas, as duas construam um mundo familiar para a humanidade e para toda a vida.

China: Ontem Eles Estavam Se Divorciando, Hoje Estão Se Casando

Laitman_506.2Pergunta: Existem estatísticas surpreendentes na China. Um grande número de divórcios aconteceu enquanto se estava sentado em casa devido ao coronavírus. Então, de repente, outras estatísticas apareceram.

Por exemplo, na cidade de Wuhan, onde tudo começou, após um longo período de isolamento completo, o bloqueio foi suspenso e as pessoas querem se casar três, quatro, cinco vezes mais do que o normal. O que aconteceu?

Resposta: As pessoas querem um parceiro confiável porque se convenceram de que o lar é importante e terão que ficar em casa, quem sabe quando e por quanto tempo. Elas querem ter um parceiro confiável com quem a pessoa possa realmente se ver sentada em um confinamento na próxima vez, porque sentem que ainda não estão fora desse vírus.

Eu sinto que isso é muito importante para elas. E não importa se haverá ou não um vírus e quando, mas é necessário estar com uma pessoa confiável, boa, conveniente, simples, fácil, com quem você praticamente não se sente confinado.

Pergunta: Parece que os casamentos que estão sendo feitos agora serão mais fortes?

Resposta: Sim. Esses casamentos serão mais fortes. Porque a pessoa sentiu o que significa estar com quem estava. Estes serão casamentos muito interessantes.

Quão bem eles serão, eu não sei. Mas acho que uma pessoa, que ficou um mês ou dois com uma família ou mesmo sem família, apenas com um parceiro em tal confinamento, já entende o que precisa.

Pergunta: Portanto, a receita talvez não seja se divorciar, mas imaginar que você estará nessa situação com seu amado. Vocês se encontrarão um a um; vai ser bom com essa pessoa ou não? Essa é a maneira correta de pensar?

Resposta: Claro, como é a natureza. O vírus nos força a estar integralmente conectados: eu dou à natureza e a natureza me dá. O mesmo acontece com o meu parceiro: eu dou ao meu parceiro e meu parceiro me dá.

Pergunta: Então os casamentos serão fortes?

Resposta: Então não tenho medo do vírus.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 13/04/20

Mais Uma Vez Sobre O Sentido Da Vida

Laitman_511.01Pergunta: Muitas pessoas acreditam que o valor e o sentido da vida estão na família e que não precisam de nenhum Criador. A vida é muito difícil agora. Portanto, quem vencer todos os problemas da família será aquele que alcançará o sentido da vida?

Resposta: Não posso concordar com isso. Como pode o sentido da vida estar em algo que termina? Isso significa que o sentido também termina.

Claro, a família é importante. É importante realizar-se no fato de você ter um lar e filhos. No entanto, essas são as condições necessárias para um crescimento maior delas e não apenas para permanecer em seu casulo, em seu ninho. Qual é o sentido disso?! Esperar até que você seja carregado primeiro fora de lá?! Eu acredito que essa não seja a resposta para a pergunta do sentido da vida.

Pergunta: Por que o sentido da vida não pode estar na própria vida? Afinal, vemos pela natureza que é assim que todas as comunidades são organizadas: pássaros, peixes e formigas. Como as pessoas diferem? Por que devemos sofrer mais que os animais?

Resposta: Se o sentido da vida para mim existe apenas no nível dos pássaros e peixes, e eu sou o mesmo animal que eles, então não há mais nada. Eu vivo essa vida enquanto viver, e é aí que tudo termina.

No entanto, se isso não me satisfaz e surge uma pergunta sobre o verdadeiro sentido da vida, devo procurar uma resposta. Para isso, preciso de um método que revele esse sentido. E isso está na sabedoria da Cabalá.

Ou as pessoas recorrem à religião, se envolvem em todo tipo de técnicas calmantes. Mas esse é um problema delas. Tudo se resume à sorte.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 17/05/20

O Futuro Da Alta Costura?

laitman_571.03Pergunta: Segundo um sociólogo da moda, a moda está chegando ao fim. Agora, as principais casas de moda como Versace, Armani, Lagerfeld, Dolce & Gabbana, Yves Saint Laurent e Chanel, que o mundo seguia, terão que reconsiderar tudo em que se baseavam.

No que você acha que elas deveriam se transformar? Na sua opinião, qual é a sua ideologia da moda futura?

Resposta: A ideologia será construída através dos golpes do nosso egoísmo. Ele nos ensinará a fazer o que é confortável para nós e para os outros. E isso parecerá bonito para nós.

A beleza está na simplicidade, e em algo fácil de se comunicar, e você se sente livre com isso, e não que ela golpeie e esmague, como nos palácios reais.

Observação: Mas ainda assim, ela capturava a imaginação.

Resposta: Esse tempo acabou.

Pergunta: Qual é a raiz desse fenômeno. Por que era assim?

Resposta: Para impressionar cavalheiros! Os cavalheiros eram criados para ficar impressionados com essas damas.

Pergunta: Como conectamos a moda ao desenvolvimento do egoísmo?

Resposta: O egoísmo também se desenvolve junto com a mente. Isso envolve a mente, não apenas o egoísmo nu. Portanto, eu acredito que a moda mudará em direção à otimização. Vimos até de nossos trajes regulares que eles estão se tornando mais práticos.

Eu espero que o mundo esteja se voltando, e com muito sucesso, para a otimização.

Eu acho que a humanidade se tornará mais sábia rapidamente, ou seja, não se deixará arrastar de volta para o pântano, que inventores de moda, carros, roupas e qualquer outra coisa querem nos arrastar.

Pergunta: O que você recomendaria aos criadores de tendências famosos?

Resposta: Esclarecer que o tempo deles já passou. Deixe-os mudar para outro estilo que seja confortável.

Tudo deve ser feito de maneira prática, para que uma pessoa seja confortável e simples. Isso é mais importante. E louve esta imagem. E quem quer que a torne mais prática, no material, no corte e na conveniência, para poder esticar e não contrair uma pessoa. As pessoas devem olhar e dizer “essa pessoa é prática, essa pessoa entende muito da vida”.

Observação: Mas você sabe que minhas perguntas e seu apelo são dirigidos principalmente às mulheres. São as mulheres, de uma forma ou de outra, que regularão a moda e a demanda. Elas serão inflamadas e exigirão algo e a corrida começará novamente.

Meu Comentário: Eu não acho que tudo voltará ao que era antes. A humanidade amadureceu um pouco, desacelerou. É como a diferença na visão de mundo de uma menina e uma mulher com relação a um filho.

E agora, é como se tudo estivesse pronto. Sentamos com famílias e crianças e sobrevivemos a esse vírus. Agora devemos continuar a viver de alguma maneira diferente, para nos adaptarmos ao próximo vírus. E os cientistas já estão falando sobre isso, médicos e virologistas.

Então, eu acho que tomaremos uma direção diferente.

Pergunta: Eu gostei muito da comparação de que havia uma garota que gostava de tudo que era bonito, com brilhos, porque tinha um objetivo – gostar.

E agora ela já se tornou mulher, ela tem filhos, uma família. Ela não precisa gostar, mas apenas torná-lo confortável para a família. Mesmo figurativamente falando, ela amadureceu. Agora, após um surto de vírus, ela começa a entender mais?

Resposta: Claro. Ela ganhou uma visão sóbria da vida e do mundo. As demandas são totalmente diferentes.

Pergunta: Então a demanda por moda será o conforto?

Resposta: Sim, a coisa mais importante para ela é praticidade.

De KabTV, “Notícias com Dr. Michael Laitman”, 13/04/20