Textos na Categoria 'Homem e Mulher'

Homem E Mulher: A Força De Doação E A Força De Recepção

562.01Pergunta: Parece que os homens têm a qualidade de se anular em relação ao outro em prol de uma meta inerente a eles por natureza. Vemos isso em unidades como forças especiais militares e assim por diante. As mulheres não têm essa qualidade. As mulheres são individualistas. É porque elas têm objetivos diferentes?

Resposta: Sim, elas têm objetivos diferentes e métodos diferentes para atingir a meta. A natureza é muito nitidamente dividida em duas partes: masculina e feminina. Essa divisão procede do ponto mais alto a partir do qual tudo é criado, até o elemento mais baixo onde tudo é dividido em mais e menos.

Duas forças opostas, o poder de doação e o poder de recepção, trabalham em todos os níveis, em todos os mundos. Portanto, devemos levar isso em consideração ao implementar a metodologia de ascensão espiritual para a próxima dimensão. Mas para os homens é um pouco diferente do que para as mulheres.

Para os homens, significa juntar-se a um grupo, estudar juntos e compartilhar um esforço comum em direção à luz, em direção à meta.

Para as mulheres, é a ajuda individual de cada mulher aos homens. Elas praticamente não podem ser conectadas entre si. Elas criam algo como uma associação entre si, mas essa associação nada mais é do que o exercício conjunto de assistência e apoio aos homens.

Os homens não podem avançar sem ela. Não é apenas algo secundário.

Pergunta: As mulheres são mais caracterizadas pelas relações externas?

Resposta: Sim. A conexão interna só aparece mais tarde, quando absolutamente todos se reúnem como uma única imagem de um homem e uma única imagem de uma mulher: Adão e Eva.

De KabTV, “Close-Up. O Criador Existe?”, 09/05/11

O Segredo Da Convivência Bem-sucedida

504Nas Notícias (Time):Outro novo estudo descobriu que as mulheres que ganham mais dinheiro do que seus homens são mais propensas a serem traídas.

“O estudo… examinou jovens de 18 a 28 anos que moravam juntos ou casados há mais de um ano. (A coorte, ao que parece, com maior probabilidade de ganhar mais do que os homens) descobriu que os homens que eram completamente dependentes da renda de suas esposas eram cinco vezes mais propensos a trair do que aqueles que contribuíam com a mesma quantia para as finanças domésticas.

Pergunta: Um é consequência do outro? Afinal, a mulher deve oferecer ao homem seus desejos e incentivá-lo a se desenvolver para que ele não continue sendo uma criança levada por brincadeiras. Será que ao fazer essas coisas por ele, ela neutraliza esse processo natural?

Resposta: Sim. Em primeiro lugar, ele se sente como um menino ao lado dela e os meninos adoram pregar peças. Em segundo lugar, nesses casos, ele sente sua inadequação e quer ter uma mulher que não esteja acima dele, mas ao contrário e, portanto, trai. Ou seja, ele deve de alguma forma compensar a si mesmo como homem.

Pergunta: Mas ele mesmo escolhe conscientemente esse caminho. Então ele quer compensar?

Resposta: Na verdade, é conveniente para ele. Talvez ele seja um adulto subdesenvolvido e haja muitos desses indivíduos entre os homens. Além disso, um homem do nosso mundo não vê uma mulher como uma parceira séria. Ele vê nela o que lhe serve.

Além disso, se ele a trata como uma continuação de sua mãe, então, tecnicamente, não se pode trair a mãe, porque a mãe deve entender e aceitar tudo. Inconscientemente, isso está muito profundo nele e, portanto, ele não sente seu pecado. Há uma certa bravura e até franqueza nisso. Ao mesmo tempo, as mulheres raramente se gabam de seus amantes, embora o mundo de hoje seja bem diferente.

Mas ainda assim, uma mulher é atraída por conexão e constância. De acordo com sua natureza, ela gosta de um parceiro permanente e para um homem é o contrário. Aqui, por parte da natureza, há um grande problema pelo qual precisamos compensar e isso só pode ser feito por uma conexão espiritual entre eles.

Uma conexão física sem uma conexão espiritual não será capaz de criar uma família ou uma conexão normal, nada. Os parceiros se encontram e se separam. E se anexarmos uma conexão espiritual a isso, tanto um homem quanto uma mulher ficarão mutuamente satisfeitos. Eles verão sua conexão física apenas como a base para a espiritual e coexistirão juntos com sucesso.

De KabTV, “Close Up. Gêmeos Siameses”, 19/09/10

Devemos Brigar De Acordo Com O Cronograma

600.02Comentário: Michael está perguntando: “Você disse que não pode haver amor sem ódio. E se não houver ódio, mas eu realmente quiser amar?”

Minha Resposta: Este é um grande problema. Isso significa que você precisa procurar essas deficiências no amor (dentro de si mesmo!) que o impedem de amar.

Pergunta: Isso significa que eu mesmo coloco essas barreiras para mim mesmo?

Resposta: Sim.

Comentário: Parece-me que eu amo.

Minha Resposta: Não. Você não ama. Você deve cuidar constantemente para aumentar o amor, e isso não é fácil.

Pergunta: Então, isso só pode acontecer na onda do ódio?

Resposta: Algo assim. Sim.

Pergunta: Então você e eu deveríamos estar esperando um grande amor agora? Hoje, a esta hora?

Resposta: Quando atingirmos o verdadeiro ódio e o amor se revelar acima dele, será, naturalmente, uma grande libertação da humanidade.

Comentário: Mas uma pessoa comum não pensa assim. Ela vive neste fluxo de amor e vive nele.

Minha Resposta: Mas assim que ela toca algum tipo de amor, algum tipo de bom relacionamento, ela imediatamente os estraga porque não está pronta. Ela não preparou o ódio, a rejeição, a crítica e tudo tão negativo para constantemente empilhar o amor acima disso.

Pergunta: Como você pode aumentar o amor o tempo todo ou como mantê-lo o tempo todo?

Resposta: Concorde em brigar com certa frequência.

Pergunta: Como? De acordo com um cronograma? Ou seja, por exemplo, brigamos na sexta-feira?

Resposta: Pode ser. Estou falando sério! Não pode haver um sem o outro. Para provocar um ao outro de alguma forma, para cutucar um pouco, algo assim. Nós fazemos isso inconscientemente de qualquer maneira.

É natural. A própria natureza nos puxa e nos empurra para isso para que possamos desenvolver contato uns com os outros.

Pergunta: Como podemos controlar para não cairmos neste ódio neste momento?

Resposta: Mantenha o objetivo correto, o objetivo correto é a conexão, o abraço e a aproximação. Porém, para isso, ainda precisamos recuar um pouco, olhar o outro de alguma forma. Este é, em princípio, um jogo.

Pergunta: Estávamos falando sobre um casal. E quanto às nações e partidos?

Resposta: Tudo é organizado dessa maneira. Se desenvolvermos corretamente os casais e depois a sociedade, digamos na sala de aula, na escola, que ainda não é totalmente compreendida pelos nossos professores, e depois no trabalho, levaremos constantemente em conta esses períodos em que devemos nos distanciar uns dos outros, e depois aproximando-se um do outro, distanciando-se e aproximando-se.

Pergunta: Podemos fazer uma crítica e elevar-se acima da crítica?

Resposta: Sim.

Pergunta: Os países também existem da mesma forma?

Resposta: Absolutamente em tudo. Este é um movimento recíproco.

Pergunta: E o universo, é o mesmo?

Resposta: Também acompanha o pulso. Nosso pulso funciona da mesma maneira. Nosso coração, nosso cérebro e absolutamente tudo funcionam em um estado tão alternado.

Pergunta: Será esta a correspondência com a natureza?

Resposta: Sim.

Pergunta: O amor estará crescendo o tempo todo? Haverá uma ligação?

Resposta: Você pode chamar um estado de negativo, o outro de positivo, ou “um” e “dois”, não importa como, mas eles devem alternar constantemente um com o outro, como dia e noite.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 14/03/22

Como Você Pode Corrigir O Egoísmo Universal?

546.03Pergunta: Alguns países adotaram uma lei que estabelece que uma mulher que tem três ou mais filhos é considerada mãe de muitos filhos e deve se dedicar integralmente à família.

Por que há períodos em que a taxa de natalidade excede a taxa de mortalidade e vice-versa quando a taxa de mortalidade excede a taxa de natalidade?

Resposta: Não depende das condições do nosso mundo, mas sim do período em que uma certa correção ocorre nas almas. Como nosso egoísmo cresce e não pode permanecer tão grande em cada pessoa, é como se essa pessoa tivesse que ser dividida em poucas pessoas. Então cada uma dessas pessoas terá menos egoísmo e será capaz de corrigi-lo. É como no exemplo quando queremos levantar o tronco de uma árvore e por ser muito pesado chamamos mais uma pessoa e mais uma.

Pergunta: Significa que a legislação para estimular a natalidade não ajudará se as almas não tiverem a necessidade de dividir o egoísmo em uma grande quantidade de partes? Ele ainda pode se corrigir sozinho.

Resposta: Sim, claro. Mas por outro lado, no nível corpóreo, temos que agir como de costume seguindo os princípios aceitos na sociedade. Dessa forma, também agiremos de acordo com o princípio espiritual. Se as pessoas, com base em seus interesses egoístas, quiserem ter mais filhos, isso levará a uma quantidade maior de egoísmo que pode ser corrigido a qualquer momento. Portanto, a adoção de tais leis ainda é uma coisa benéfica.

Para nosso egoísmo hoje ainda faltam alguns bilhões de pessoas e a educação correta. Então rapidamente seríamos capazes de corrigir todo o egoísmo universal e chegar ao bom estado.

De KabTV, “Close-Up. Fora da Lei”, 19/12/10

O Impacto Do Parto No Desenvolvimento De Uma Mulher

721.01Comentário: Os cientistas estabeleceram que o cérebro de uma mulher muda após o parto, mais massa cinzenta aparece nele. Uma mulher se torna mais inteligente, mais madura e, como se, se movesse em um grau diferente.

Minha Resposta: Claro. É uma explosão hormonal, um impulso para o crescimento interior da consciência e da confiança! O mundo está se tornando mais compreensível e mais próximo disso.

Portanto, há uma grande diferença entre uma mulher que deu à luz e uma mulher que não deu à luz.

Todos os estágios pelos quais uma mulher passa em seu desenvolvimento desde o estado de uma criança, uma menina e uma mulher até o estado de concepção e parto são ascensões em graus espirituais. Ao dar à luz, ela sobe ao nível de Bina, o nível de compreensão.

Bina vem da palavra “Havanah” (compreensão). A mulher torna-se mais pronta, mais confiante e mais madura em seu desenvolvimento e atitude em relação ao mundo e à vida. A base interna do que ela não tinha antes e do que falta aos homens, aparece nela.

Tudo isso é precisamente o resultado do processo de parto, amamentação e criação. Ou seja, a mãe, que passa por todos esses estados, torna-se, por assim dizer, a base da natureza, a base do mundo. O homem brinca, faz travessuras e a mulher fica mais madura, séria e sensata.

De KabTV, “Close-Up. Crianças Indesejadas”, 28/11/10

Escolha Inconsciente

559Pergunta: Um homem procura uma mãe em uma mulher-companheira. Ainda assim, ela não é sua mãe. Como ela pode ver um homem nele mesmo que ela entenda sua natureza?

Resposta: Isso está se tornando cada vez mais um problema em nossa sociedade e, portanto, vemos o que está acontecendo com a família.

Mas um homem escolhe inconscientemente uma mulher que é um pouco parecida com sua mãe; ele quer vê-la assim. Isso se estabelece nele desde a infância em uma sensação de segurança, apoio e amor, que pode até não ser correspondido do lado de uma criança para sua mãe. Ele tem certeza de que isso estará com ele o tempo todo: a sensação de algo grande, caloroso e confiável.

Comentário: Mas quando ele se torna adulto, surge um problema, porque a mulher não quer ser grande, calorosa e confiável.

Minha Resposta: Então ele não precisa dela. Por que ele precisa dela? Hoje compra-se tudo: comida cozida, produtos pré-fabricados e mulheres também.

O fato é que precisamos entender a base e ensinar às crianças nas escolas que tipo de apoio mútuo, complemento mútuo, compensação e reposição elas precisam.

Uma pessoa sem um parceiro oposto ainda não tem validade, é imperfeita e, em geral, infeliz. É verdade que ela compensa isso com todo tipo de entretenimento proporcionado pela sociedade à medida que se perde neles. Mas com o passar do tempo, a velhice se aproxima. Não vejo pessoas que ficariam felizes em envelhecer sozinhas.

De KabTV, “Close up. Gêmeos Siameses”, 19/09/10

Quando O Egoísmo Ultrapassa Os Limites

096Pergunta: Hoje, casos ultrajantes em que um pai abusa de uma criança e a mãe o ajuda nisso se tornaram mais frequentes. Por que isso está acontecendo?

Resposta: Isso é resultado do crescente egoísmo que ultrapassa todos os limites, que não sabemos usar.

Ao longo da história da humanidade, houve até culturas inteiras cujo desenvolvimento resultou em processos não inteiramente naturais. Enquanto nosso egoísmo estava se desenvolvendo com moderação, havia, naturalmente, todos os tipos de anormalidades nele, mas não tanto quanto agora.

Hoje, nosso egoísmo superou a fronteira da sociedade terrestre comum e está começando a se desenvolver para cima até que necessariamente o corrijamos espiritualmente. Nós superamos o desenvolvimento terrestre.

As erupções atuais do egoísmo já precisam de correção espiritual e é por isso que estamos em uma fase tão transitória. Em um futuro próximo, teremos que entender que precisamos fazer algo com nós mesmos, a sociedade, a família, a ciência, a cultura, a tecnologia e a ecologia. Mas ainda não sabemos o que fazer.

Estamos gradualmente chegando à conclusão de que esgotamos todos os nossos recursos razoáveis para compensar nosso egoísmo e não podemos trabalhar com ele como antes. Não encontramos forças compensando, intimidação, persuasão ou educação para o nosso egoísmo que continuará a funcionar.

Aqui, a sabedoria da Cabalá vem em nosso auxílio. Ela nos revela novas forças que podem realmente ser um meio de corrigir nosso egoísmo atual e não apenas corrigi-lo, mas trazê-lo à perfeição.

Tenho certeza de que em um futuro próximo revelaremos este sistema. As pessoas virão à sabedoria da Cabalá e verão que está tudo pronto dentro dela. Os Cabalistas prepararam tudo para seu uso e para seu benefício: “Por favor, você pode tornar a si mesmo, sua família e seus filhos felizes, tornar o mundo ecologicamente limpo e ver muito mais do que você vê hoje”.

Pergunta: Os Cabalistas estavam esperando por este momento para revelar sua metodologia a todos? As pessoas agora têm que se perceber nesse nível através de todos os tipos de conexões?

Resposta: Não há escapatória porque nosso egoísmo nos forçará. Isso nos causará tanto sofrimento com sua falta de compensação que seremos forçados a encontrar este remédio, e então chegaremos à Cabalá.

De KabTV, “Close-Up, Gêmeos Siameses”, 11/07/10

Função Do Criador

546.03Pergunta: Via de regra, após o parto, a mulher passa por uma reavaliação de valores. Apesar de egoísta, ela agora está focando em algum outro elemento que, em princípio, existe fora dela?

Resposta: Sim, nisso ela assume uma certa função do Criador. Ela está dando à luz.

Pergunta: É por isso que para muitas mulheres o período de reavaliação de valores é difícil?

Resposta: Sim, depressão e condições muito graves podem ocorrer aqui, mas tudo isso se deve à reestruturação hormonal do corpo. Como resultado, há um processo interno muito sério de crescimento e amadurecimento, e não pode ser substituído por nada.

É a função de ter filhos, desenvolvimento, educação e cuidado que é a função do Criador. A partir da estrutura do sistema espiritual, vemos que uma mulher neste estado é Bina, ou seja, a função que está acima de nós. Através de Bina, o Criador nos influencia. Por isso, chamamos de mãe natureza.

Não há substituto para isso e, é claro, os homens estão em desvantagem aqui de muitas maneiras. Somente uma conexão completa, a interação correta de um homem e uma mulher pode compensar para um homem o que ele nunca poderá alcançar sozinho.

De KabTV, “Close up. Crianças Indesejadas”, 02/01/11

Pelo Lado Materno

557Pergunta: Por que as doenças são transmitidas mais frequentemente pelo lado materno do que pelo lado paterno?

Resposta: Teoricamente é assim que deve ser porque é pelo lado materno que tudo é transmitido de pessoa para pessoa. O pai apenas dá informações, e a mãe lança todos os fundamentos do organismo material.

Na Cabalá, estudamos que a base da reprodução, nascimento e desenvolvimento de uma criança em nosso mundo ou no próximo grau no nível espiritual vem de Malchut, e esta é a parte feminina. Portanto, naturalmente, todos os problemas, doenças e principalmente todas as qualidades são transmitidas principalmente pela mãe. E muito menos pelo pai.

Alternadamente, tanto no pai quanto na mãe, há também um pai e uma mãe, uma parte interior masculina e uma parte interior feminina. A parte masculina do pai e a parte masculina da mãe esão unidas na parte masculina. A parte feminina do pai e a parte feminina da mãe, são unidas na parte feminina. Juntas, elas dão sua influência sobre o futuro feto. Isso é afirmado na Cabalá, mas já é mencionado também nas ciências, como a combinatória.

Isso determina o sexo da criança, suas propriedades internas, sua saúde e doença.

De KabTV, “Close-Up. O Experimento Filadélfia”, 24/10/10

Continuidade Do Desenvolvimento

760.4Pergunta: Quando ultrapassamos os limites da existência material, nosso desenvolvimento deve parar?

Resposta: Deve parar, mas, em princípio, ele é infinito. Na Cabalá, estudamos outro estágio adicional de nosso desenvolvimento que está disponível para nós.

Com a ajuda da Cabalá, podemos revelar nossa próxima existência, por assim dizer. Assim como nossa permanência na Terra termina após 70 anos de vida, a existência espiritual em desenvolvimento termina com 125 graus de desenvolvimento espiritual.

Então há alguma outra linha que não percebemos, mas vemos que essa linha existe e, como dizem os Cabalistas, também está se afastando. Só ficará claro para nós quando começarmos a abordá-la.

Agora a humanidade se desenvolveu até a condição em que perguntamos sobre o sentido da vida, de fato, sobre a fronteira do volume em que existimos: “E o que está além de sua fronteira? Deve haver alguma coisa”.

A natureza é infinita, contínua, eterna, além do tempo, espaço e movimento, revelamos isso mesmo com a ajuda de nossas ciências. Portanto, não podemos dizer que há uma fronteira em algum lugar e pronto. Não.

Mesmo nossas mentes e nossos sentimentos não estão conectados aos nossos corpos. No que tudo isso se transfunde, passa? Significa que há uma transformação de um tipo para outro.

De KabTV, “Close-Up. Frankl Está Certo?”, 08/08/10