Textos na Categoria 'Globalização'

De Quem É A Vida Mais Importante?

laitman_546.03Pergunta: Por que consideramos a vida de algumas pessoas mais importante do que a vida de outras pessoas?

Resposta: Porque deixamos de ver toda a imagem, o mecanismo geral, o sistema comum da nossa globalização. Nós pertencemos a um único sistema, somos todos, na verdade, um só corpo.

Cada um de nós é como uma célula num corpo único que tem que se preocupar com o bem-estar de todo o organismo. Se vemos que a humanidade, em sua última análise, é uma pessoa com certos órgãos e partes do corpo, certamente entenderemos que cada pessoa é importante.

Mesmo que uma célula do corpo se torne cancerosa … E isso, em essência, é a qualidade específica do egoísmo: ela começa a engolfar os outros. Neste ponto, todos nós nos parecemos com células cancerígenas. Isso agora se revela a nós: todos nós existimos no sistema humano universal, que está doente com o câncer em geral.

Se revelarmos isso, certamente entenderemos que todos devem ser saudáveis, isto é, renunciar ao seu egoísmo, renunciar usar, engolfar os outros e passar a doar-lhes.

Tendo descoberto isso, veremos que a vida consiste apenas no avanço de todos em seu desenvolvimento, em sua contribuição para a sociedade. Se encorajarmos a sociedade a dar a todos os valores que são direcionados apenas para isso, nós estaremos, obviamente, obrigando as pessoas a serem úteis à sociedade humana. Então todos serão iguais. Além disso, a vida de uma não pode ser mais importante do que a vida de outra pessoa.

A Mesa Redonda de Opiniões Independentes. Berlim, 9/9/06

A Cultura Do Século XXI: Cães Que Substituem Crianças

laitman_571.08Nas Notícias (CNBC.com): “Por que as empresas estão oferecendo licenças ‘para passer’ a novos donos de animais de estimação”

“… Uma firma de marketing em Minnesota começou a oferecer licenças ‘para passear’ a todos os novos mamães e papais de animais de estimação.

“A política é parte de uma tendência crescente nas políticas de local de trabalho que aceitam animais de estimação e uma maneira de oferecer aos trabalhadores flexibilidade que de outra forma não teriam. …

“Várias empresas já oferecem escritórios que aceitam animais de estimação. Na sede da Amazon em Seattle, a empresa diz que mais de 6.000 cães compartilham o espaço de trabalho com os funcionários. Os cães desfrutam de um piso projetado para brincar com animais de estimação em um dos prédios da empresa, e a empresa até abriu um parque especial para cães que também está aberto à comunidade. …

“Na empresa de marketing de Minneapolis, Nina Hale, a licença de última hora permite que novos donos de animais trabalhem remotamente por uma semana após adotarem um animal de estimação. A política dá aos pais de animais de estimação a oportunidade de se relacionarem com seus amigos peludos enquanto se acostumam a novos ambientes. …

“Benefícios para animais de estimação como licença para animais de estimação, luto para animais de estimação e seguro saúde para animais estão crescendo em popularidade, diz Steven Feldman, diretor executivo do Human Animal Bond Research Institute (HABRI), à Society for Human Resources Management. É um ‘sinal de que você está vendo toda a família do funcionário’, acrescenta ele. É também uma maneira de atrair jovens trabalhadores, a maior geração de donos de animais de estimação”.

Comentário: Eles têm carrinhos de estimação, coloração de animais de estimação, terapia de cães, aromaterapia de cães, igreja de cães e piscinas para cães. Parece que estamos nos movendo para uma cultura onde os cães substituem as crianças.

Meu Comentário: Sim. No entanto, por outro lado, a humanidade não parou de sentir a necessidade de cuidar de alguém. Você se lembra do brinquedo Tamagotchi? Tinha que ser constantemente alimentado e cuidado.

Precisamos entender que a natureza humana exige apego. A pessoa ainda está ligada, inconscientemente, ao seu apartamento, aos cheiros, a tudo! Vejo isso como um enorme anseio interno, mas ainda não consciente, pela comunicação entre as pessoas, que, infelizmente, não recebe sua expressão normal, sua liberação.

Nós, portanto, substituímos as pessoas por animais. Na verdade, não é tão longe assim. As pessoas sentem que seu cachorro é seu amigo, e o cachorro sente um amigo e um mestre em seus donos, e nós somos mutuamente devotados um ao outro.

De forma prática, conhecemos pessoas que têm animais de estimação que comem do mesmo prato com eles. Elas não sentem diferença entre eles porque esse contato ocorre no nível animal. Não precisa de grandes expressões, conquistas, tensões e participação. Eu me abaixo ao nível do animal; eu estendo a mão para ele e ele responde de volta para mim, e ambos ficamos contentes.

Esperemos que este período passe, e certamente passará porque a humanidade está evoluindo e nós teremos que alcançar contato uns com os outros. Então todo aquele contato com os animais desaparecerá. Como qualquer outra parte da evolução e movimento em direção aos níveis mais baixos, acabará por morrer. Nós não teremos muito interesse em gatos, cães, papagaios, hamsters, etc.

Pergunta: Será que vamos ficar tão ansiosos um com o outro? Vamos descobrir e revelar isso?

Resposta: Nós entenderemos que ainda não temos comunicação. Telefones, comunicações virtuais, cães, apartamentos solitários, bancos vazios em parques públicos, e assim por diante – tudo desaparecerá porque estamos mudando, quer queiramos ou não. Deixe o tempo fazer o seu trabalho.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman”, 27/08/18

A Vida Humana É Mais Importante?

Laitman_709Pergunta: Nós temos o direito de perceber a vida humana como mais importante que outras formas de vida?

Resposta: Primeiro nós precisamos perceber que o sistema geral da natureza é construído na forma de uma pirâmide. É baseado em um nível inanimado: todo o universo, toda matéria inanimada, as estrelas e planetas que existem nele. Esta é a parte inferior da pirâmide.

Depois vem a parte vegetativa da Terra, e depois superior a ela vem a parte animal da Terra, e o topo da pirâmide é ocupado pelo nível falante. Os humanos não são a parte animal, não o nosso corpo, mas o nível humano, falante em nós.

Portanto, é claro, a vida humana é mais importante que todas as outras formas e níveis da natureza, não porque desejamos isso egoisticamente, mas porque incluímos todas as outras formas da natureza. Se tratarmos a natureza corretamente, nos corrigiremos, assim como toda a natureza em geral.

Todos os desastres naturais e problemas globais – tsunamis, secas, os danos que infligimos à natureza, desastres ambientais – nada mais são do que um fenômeno projetado na natureza pela pessoa. Portanto, definitivamente, a vida humana e seu papel na natureza são mais importantes.

Descobriremos que, por nossa própria atitude egoísta em relação a nós mesmos e à natureza, causamos todos os desastres e infortúnios, tanto na sociedade humana quanto em outros níveis da natureza: animado, vegetativo e até inanimado. Se mudarmos, certamente mudaremos a natureza como um todo.

Portanto, precisamos entender que os desastres ambientais que estão surgindo no mundo hoje e os novos ainda à nossa frente dependem exclusivamente da atitude humana em relação ao mundo. Eles não vêm porque a natureza está subitamente fora de equilíbrio. Nós causamos desequilíbrio na natureza com nossos pensamentos.

A Mesa Redonda De Opiniões Independentes. Berlim 09/09/06

Como Os Países Subdesenvolvidos Devem Se Desenvolver?

laitman_963.4Pergunta: Como deve ocorrer o desenvolvimento dos países subdesenvolvidos? O que é uma abordagem melhor: microfinanças ou macrofinanças?

Resposta: Somente desenvolvendo a educação tradicional, que é inerente a todas as pessoas no mundo, para que a educação e a cultura correspondam à natureza da nação, estaremos efetivamente desenvolvendo cada nação.

Devemos entender que, em geral, existem 70 nações do mundo e todas são desiguais. Semelhante aos órgãos corporais, elas precisam se complementar. Portanto, se mostrarmos uma atitude igual e gentil para com todos, mas de acordo com a natureza de cada um, veremos que elas realmente podem dar uma contribuição notável para a humanidade.

Então conseguiremos extrair o máximo benefício de cada nação. Tudo isso depende de uma atitude benevolente e calorosa para com todos, para que a pessoa possa servir à humanidade precisamente na medida que corresponde a ela.

Devemos entender que toda a natureza é dividida entre países e nações de tal forma a levar a pessoa a um estado em que cada um complementa o outro. Como resultado, podemos realmente nos encontrar em um mundo igual e perfeito, onde cada um preenche o outro e alcança um mundo que é todo bom.

Teremos então o privilégio de ver que cada nação tem uma participação notável na humanidade. Além disso, somente porque elas se complementam, somos recompensados ​​com uma vida perfeita em toda a sociedade humana – com amor, perfeição, respeito e honra para todos.

Antes de mais nada, precisamos revelar que toda nação tem seu lugar, assim como os órgãos do corpo têm seus lugares. Precisamos disso, e até vermos que precisamos disso, não seremos capazes de avaliar e elevar isso à sua própria realização distinta.

Mesa Redonda de Opiniões Independentes. Berlim 09/09/06

Sobre A Vida Com Bonecos, Solidão Absoluta E Workaholismo

laitman_543.02Observação: No Japão, as pessoas passam muito tempo no trabalho. E as pessoas lá estão substituindo pessoas reais por bonecos como parceiros.

Alguém, após a morte de sua esposa, começou a juntar bonecos que imitam uma pessoa. Outro esfriou sua relação com sua esposa e comprou uma boneca. Ou seja, as pessoas estão substituindo pessoas por bonecos. Eles cuidam delas, lavam, etc.

E essa tendência é observada tanto nos homens quanto nas mulheres. As mulheres também compram bonecas, convivem com elas, conversam com elas. Alguns usam máscaras de bonecas para serem belezas perfeitas. Totalmente absurdo!

Meu Comentário: Um homem odeia sua aparência, quer abandoná-la e entrar no mundo dos sentimentos, o mundo da comunicação interna, não externa – não entre corpos, mas em um nível superior. Ele sente que não está em demanda e não sabe o que exigir dos outros. Portanto, uma substituição artificial ocorre. O que pode ser dito sobre isso?

Estamos em um período de transição, e não apenas os japoneses “desafortunados”, mas todos os outros também. Eu não acho que a era dos bonecos virá e substituirá maridos, esposas, filhos ou até animais de estimação. Isso tudo não é mais do que jogos. De fato, não pode haver substituto.

Eu espero que a atual grande crise, como um tsunami, acabe com toda essa indústria suja, incluindo todas as coisas excessivas que o homem inventa e produz. Tudo será varrido e só o essencial permanecerá.

Tudo o mais que não fosse essencial seria espiritual, isto é, tudo o que usamos para nos elevarmos espiritualmente. Isso só pode surgir da comunicação correta entre as pessoas, quando um estado chamado “espírito” surge entre elas. As pessoas então se elevarão juntas neste espírito: “Eu não posso viver sem você e você não pode viver sem mim”.

Eu não me refiro a homens e mulheres. Eu quero dizer tudo. Tal adição mútua gradualmente nos eleva mais e mais. Este é o elevador espiritual. É isso que devemos alcançar.

É isso que a ciência da Cabalá ensina. Espero que esta seja a solução para todo o problema. É assim que será.

Quanto aos substitutos plásticos, eles são brinquedos temporários. É precisamente porque não encontramos a combinação certa, a conexão certa entre nós.

Pergunta: Os pesquisadores afirmam que as pessoas são movidas pelo medo, pelo desejo de estarem seguras. Como você pode superar esse medo?

Resposta: Eles não vão encontrar isso um no outro também.

Eles encontrarão isto somente se se conectarem corretamente uns com os outros e, neste contexto, irão de repente revelar o poder superior que os criou, os mantém, e do qual dependem completamente. Então o medo desaparecerá.

Que medo pode haver se você estiver em contato com a força superior que determina tudo: como você nasceu, como você existe e morre, e depois disso, você estará novamente em outros estados diferentes! Quando você está em contato com a força superior, não há medo.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman”, 31/07/18

Por Que Não Há Progresso Nas Relações Entre As Pessoas?

273.02Pergunta: Por que há progresso em tudo, exceto nas relações humanas, e as guerras continuam até hoje?

Resposta: Há progresso em tudo, exceto nas relações humanas, porque estamos nos tornando cada vez mais egoístas e espertos. Por outro lado, no entanto, também entendemos que não podemos viver da maneira que vivíamos no passado.

O mundo está se tornando mais global. Nossa dependência um do outro dita novas formas de comunicação para nós. Nós nos tornamos consumidores de uma cultura singular. Veja o que está acontecendo no mundo hoje: alguns compram, outros vendem. O mundo inteiro tornou-se um grande mercado. Ninguém pode ser separado de mais ninguém.

É por isso que inevitavelmente precisamos construir relações positivas, não podemos escapar disso. Pelo contrário, é melhor para nós chegarmos a um estado de total interdependência e então, oxalá, isso obrigará nosso mundo a fazer alguma coisa.

Da Lição de Cabalá em Russo 29/04/18

A Geração Da Selfie

laitman_549.02Observação: Nossa geração é chamada de “Geração da Selfie”. Pessoas caem de pontes, rochas, se metem em acidentes e querem capturar esses momentos.

Meu Comentário: Em princípio, muitas pessoas trabalham pela morte. A morte é um ponto querido em nossa existência quando eu deixo depois de mim algo que desejo que permaneça relacionado ao meu nome para sentir algum tipo de existência eterna.

Pergunta: Para onde esse narcisismo leva?

Resposta: Ele leva a entender que tudo isso não tem importância, nenhum valor.

Pergunta: O que acontecerá quando chegarmos a isso?

Resposta: Começaremos a entender que existe um vazio no mundo! Vai ser muito ruim! Então, começaremos a buscar a realização real da vida: eterna, perfeita, duradoura, existir fora da estrutura em que existimos hoje antes da morte ou após a morte.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman”, 03/07/18

Bill Gates E Mosquitos

Laitman_701Pergunta: O fundador da Microsoft, Bill Gates, investiu mais de quatro milhões de dólares em um projeto para criar mosquitos geneticamente modificados que matarão sua própria espécie. É assim que ele pretende matar todos os mosquitos que espalham a malária. Esta é uma abordagem correta? Afinal, estamos violando o equilíbrio da natureza.

Resposta: Claro, pode haver consequências irreversíveis aqui. Este é um problema muito sério porque estamos interferindo no sistema interno da natureza.

Para onde isso leva? Como tudo mais – para o reconhecimento do mal: precisamos mudar a nós mesmos e tudo na natureza mudará.

Se pararmos de picar um ao outro, os mosquitos vão parar de nos picar.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman”, 26/06/18

A Influência Da Intenção Na Ecologia Da Terra

laitman_752.1Pergunta: A intenção de uma pessoa em infligir dano a outra afeta os níveis inanimado e vegetativo da natureza? A Cabalá diz que os furacões destrutivos e outros desastres naturais são uma manifestação de nossas ações uns para com os outros. Como devemos entender isso?

Resposta: Como toda a natureza é integral e completamente interconectada, nosso impacto em qualquer uma de suas partes afeta todas as outras partes. Quanto mais elevado o nível da natureza que influenciamos, por exemplo, as pessoas, mais ele afeta todos os níveis inferiores: animais, vegetação e o inanimado.

Em contraste, se exibimos alguma atitude apenas em relação à natureza inanimada, ela tem um impacto menor na natureza vegetativa, uma ainda menor na natureza animada, e menos ainda nos humanos.

Acontece que minha má atitude em relação a outra pessoa permeia toda a pirâmide. Esta é a fonte dos problemas ecológicos e de todo o resto. Nós mesmos causamos furacões, desastres naturais e outros problemas.

Anteriormente, não conseguíamos afetar nada com nossas intenções, mas tudo mudou no início do século passado. Veja o que fizemos durante o século XX! Os Cabalistas dizem que isso acontece porque a humanidade entrou em um estado completamente novo.

No início do século XX, a população mundial era de dois bilhões de pessoas, e isso é tanto quanto o planeta pode sustentar. Hoje, cresceu para oito bilhões. Isso sugere que, nos últimos 100 anos, realmente desequilibramos nosso sistema.

Pergunta: Isso significa que dois bilhões de pessoas não podem suportar o nível atual de egoísmo e, portanto, deve haver oito bilhões?

Resposta: Se estivéssemos nos desenvolvendo corretamente, não precisaríamos de oito bilhões de pessoas.

Da Lição de Cabalá em Russo 25/03/18

Conexão Sem Smartphones

laitman_623Nas Notícias (BBC): “Um aplicativo que recompensa os alunos pelo tempo gasto longe de seus telefones está sendo lançado no Reino Unido. …

“Ele se mostrou popular na Escandinávia, com mais de 120.000 usuários na Noruega, Dinamarca e Suécia. …

“Os alunos acumularão 10 pontos a cada 20 minutos que não usam o celular entre as 7:00 e as 23:00 todos os dias da semana.

“Os pontos podem ser trocados por produtos e serviços no mercado do aplicativo, com marcas como Caffe Nero, Vue cinemas e Amazon inscritas.

“Para ganhar dois cafés gratuitos, os alunos precisarão de 300 pontos, o que equivale a 10 horas no aplicativo Hold. Para a pipoca gratuita no cinema, precisarão gastar duas horas para acumular 60 pontos.

“Os alunos também podem trocar seus pontos por livros e artigos de papelaria que são doados para escolas via Unicef”.

Meu Comentário: Não tenho certeza de que os smartphones estarão disponíveis por muito mais tempo. Por que precisamos de conversas inúteis que vêm de nossas preocupações internas, de entender mal o que está acontecendo ao nosso redor e no mundo? E quando uma pessoa encontra uma resposta para isso e começa a se apegar à essência do que está acontecendo, não é preciso conversa fiada, enchendo o ar inutilmente.

A julgar pela intensidade com que os smartphones são usados ​​hoje, acho que isso irá diminuir em breve. O desejo vai desaparecer.

Pergunta: Isso significa que o desejo de comunicação física irá reacender?

Resposta: Não, será em um nível diferente: interno. Outros desejos aparecerão, objetivos diferentes. As pessoas tentarão encontrar uma camada interna da natureza em seus relacionamentos. Esta camada irá atraí-las, carregá-las, preenchê-las. Elas vão procurar isso.

Pergunta: Que camada é essa?

Resposta: Informações sobre o nosso mundo, porém mais profundas, escondidas dentro da natureza. Esta é uma informação sobre o que acontece na própria natureza se manifesta em cada um de nós e nas conexões entre nós. Essa fonte será muito interessante para nós.

Todo o resto, o que ainda estamos procurando hoje, é apenas uma conexão inconsciente com a mesma fonte. Não precisamos de mais nada. É exatamente isso que sempre queremos encontrar.

De KabTV, “Notícias com Michael Laitman”, 13/03/18