Textos na Categoria 'Globalização'

Dos Antidepressivos À Maconha

Laitman_182.02Nas Notícias (Time): “A prescrição de antidepressivos aumentou quase 400% desde 1988, de acordo com dados dos Centros para Controle e Prevenção de Doenças (CDC). Mais de 1 em cada 10 americanos com mais de 12 anos agora tem um antidepressivo, revela o estudo, e dois terços daqueles com sintomas graves de depressão ainda não tomam antidepressivos.

“A nova pesquisa, liderada pela epidemiologista do CDC, Laura Pratt, foi baseada em respostas de cerca de 12 mil pessoas que participaram de uma pesquisa anual nacional de saúde em 2005-08. Os resultados foram divulgados na quarta-feira como um Resumo De Dados Do Centro Nacional De Estatísticas De Saúde”.

Pergunta: Ao longo das últimas décadas, o uso de antidepressivos aumentou em 400%.

É relatado que cientistas encontraram uma maior quantia de antidepressivos no cérebro de peixes no rio Niagara. Isso significa que os sistemas de purificação de água não bloqueiam essas substâncias e entram no abastecimento de água. Isso, mais uma vez, confirma o quão interconectado é tudo.

O que você tem a dizer sobre isso? Por quanto tempo isso vai acontecer? Como perceberemos de uma vez por todas que isso tudo é um sistema?

Resposta: Na verdade, nós estamos respirando, comendo e absorvendo tudo isso.

Pergunta: Como resultado, todas as pessoas que comem esse peixe estão tomando antidepressivos?

Resposta: Isso ocorre não apenas com os peixes. O mesmo vale para tudo, incluindo o ar e a água. Tudo o que sintetizamos e inventamos usando meios artificiais está ao nosso redor e dentro de nós.

Mas isso não me preocupa. Nosso problema não é sobre como viver nossas vidas melhor. Se houver uma continuação para nossas vidas, então faz sentido lutar por tudo. Mas se não houver, vamos nos proporcionar a melhor existência possível por um certo número de anos, e depois nos separamos pacificamente deste mundo.

Pergunta: Para onde isso está nos empurrando? Para onde nos levará?

Resposta: Os antidepressivos não nos ajudarão. Agora, a maconha está tomando sua vez, sendo desenvolvida rapidamente. Ela será permitida em todas as formas e doses, onde quer que as pessoas desejem. Você poderá comprá-la em qualquer loja, tanto quanto quiser. E ela virá da forma que você desejar: pílulas, café com maconha, coca-cola com maconha, e assim por diante. Todo mundo vai consumi-la. Está tudo preparado como falamos. Esse é realmente o motivo pelo qual a campanha em grande escala contra o tabagismo foi encenada.

Pergunta: Esse é o primeiro passo. E o que virá depois?

Resposta: A natureza quer nos mostrar que não seremos capazes de nos acalmar.

Parece-nos que isso nos ajudará a nos acalmar. Isso é o que todos pensam. Mas não vamos nos acalmar porque passaremos para os próximos golpes. E estes, por sua vez, serão muito mais poderosos do que os anteriores – tão poderosos, na verdade, que nem sequer poderemos usar drogas.

As drogas sempre estiveram à disposição da humanidade, mas não as usávamos. Não nos poderemos dormir. A natureza começará a nos gerir de tal forma que eu terei um tranquilizante ao meu lado, mas não poderei toma-lo. Não poderei, minhas mãos não chegarão tão longe. Eu vou preferir sofrer, correr em um frenesi, mas não toma-la.

Isso continuará até que percebamos qual é o motivo do nosso estado. Então, seguiremos adiante, para a correção. Enquanto isso, drogas como a maconha nos ajudarão a alcançar essa realização. Mas estes serão medicamentos fracos, que não nos matam, mas aparentemente nos ajudam a desligar um pouco e perceber que isso não resolve o problema.

Pergunta: Então, uma pessoa ainda não vai desligar?

Resposta: Não, visto que a natureza está nos gerindo, ela não nos permitirá desligar ou sermos semiconscientes. Pelo contrário, ela agitará nossas mentes e sentimentos para que avaliemos melhor a situação.

Isto é, essas drogas agirão contra si mesmas: elas não nos colocarão para dormir, mas nos relaxarão para relaxar nosso egoísmo, e então poderemos sobriamente, objetivamente, acima do nosso egoísmo, avaliar onde existimos, para que e como. Vamos acalmar o egoísmo e poderemos raciocinar corretamente e com sensibilidade.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman” 07/09/17

Notícias Falsas

laitman_961.1Nas Notícias (NPR): “Uma atualização do Wild Wild West de notícias falsas sobre tecnologias: uma equipe de cientistas da computação descobriu como fazer as palavras sair da boca do ex-presidente Barack Obama – em vídeo – usando a inteligência artificial.

“Se você esteve na Internet em qualquer ponto do ano passado, há uma boa chance de ter encontrado artigos de notícias falsas. Em breve, podemos ver uma fonte de vídeos de notícias falsas.

“Como uma equipe da Universidade de Washington explica em um novo artigo intitulado ‘Sintetizando Obama: Aprendendo Lip Sync (Sincronia Labial) de Audio’, eles fizeram vários vídeos falsos de Obama.

“Pegue, por exemplo, um momento em que ele discutiu sobre o atirador da discoteca Pulse e disse ‘a investigação está em andamento, mas sabemos que o assassino era um indivíduo irritado e perturbado que tomou informações extremistas e propaganda da Internet’.

“Obama, de fato, disse essas palavras. Mas os cientistas da computação conseguiram fazer parecer que ele as dizia em lugares diferentes de onde ele realmente dizia – neste caso, em uma sala diferente da Casa Branca. Imagens de áudio e vídeo podem ser manipuladas para que pareça que ele as disse em um momento diferente – digamos, um Obama muito mais jovem”.

Comentário: Uma nova era de novidades está começando: a das notícias falsas. Dizem que as redes de área global (GAN) já permitem a produção de videoclipes nas quais as pessoas fazem coisas que nunca fizeram e dizem coisas que nunca disseram. É considerada a onda do futuro.

Meu Comentário: Isso é bom porque remove todos os limites entre as pessoas. Eu não sei quem você é ou quem eu sou, quando ou o que você ou eu dissemos ou não. Quem sabe para onde isso nos levará. Não haverá como nos relacionarmos um com o outro.

Diga, por exemplo, agora você está filmado, depois eles vão sentar você aqui com uma roupa de banho na companhia de quem sabe quem ou quem sabe o que, e você vai declarar nem sei o que.

Comentário: E eles enviam para minha esposa …

Meu Comentário: Sim. Mas, nesse momento, sua esposa já entenderá que não há verdade no mundo.

Essa compreensão de que não há verdade em nosso mundo e que não podemos nos orientar de forma alguma do que recebemos da mídia de massa, é o mais importante. Ela nos desconecta completamente do mundo.

Tudo isso nos desorientará a tal ponto que começaremos a nos relacionarmos com o mundo de uma maneira completamente diferente. Nós vamos querer, vamos exigir, a verdade, ou seja, vamos desejar passar ao próximo nível, ao próximo sistema, o que significa o sistema de conexão interna entre nós. Eu devo ver a verdade, caso contrário, não posso existir.

Eu espero que isso aconteça e rapidamente. Mas, até então, a humanidade só estará rindo de si mesma. Há um caos de informações no mundo! Na realidade, isso é apenas um caos que influencia a população. Isto é, não é uma demonstração de um contra o outro. Aqui não temos “um” e nem “outro” e nem “contra” e nem “a favor”. Esse é um estado incrível!

Uma pessoa é abalada de tal forma que não há nada para se apoiar: sob seus pés não há nada estável. Só os parentes e aqueles que estão perto; na verdade, parentes que são próximos e próximos que são parentes e, além disso, nada. Como a pessoa existe? Porque isso só vai crescer e aprofundar.

Em princípio, isso nos levará para onde todas as fontes de mídia de massa desaparecerão. Todos os telefones, celulares, todos os “brinquedos” que nos divertem tanto hoje, desaparecerão, porque não haverá nada para falar.

Pergunta: Vamos mudar para o tipo de conexão como temos agora com você: apenas sentando juntos e começando a ouvir uns aos outros?

Resposta: Sim. Mas mesmo essa conexão ainda é baseada no que somos agora. Mas, até lá, seremos completamente diferentes.

Isto é, tudo isso nos levará ao ponto em que uma pessoa exigirá a verdade. Então, a partir dessa demanda, aparecerão fontes completamente diferentes de mídia de massa, indo de coração a coração, não a rota de “diversão” através de fontes intermediárias. Nesse ponto, as fontes de mídia de massa, graças a Deus, deixarão de existir.

Eu desejo que elas desapareçam o mais rápido possível! Porque se hoje é uma notícia falsa, amanhã isso se transformará em anarquia geral. Mas depois disso, a verdade virá.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman”, 12/07/17

A Era Do Estresse, Parte 1

Laitman_508.1Pergunta: O estresse, a tensão e a pressão psicológica se tornaram fenômenos comuns que cada um experimenta. Nossa era é até chamada de era do estresse. A existência moderna coloca uma pessoa sob um estresse diário crônico, tornando o estresse uma constante e não uma ocorrência periódica.

Também é sabido que o estresse prolongado é a causa de todas as doenças mais comuns: doenças cardíacas, diabetes, derrame, depressão, etc. O que explica esse fenômeno assustador com o qual vivemos hoje?

Resposta: Uma pessoa é desejo de receber prazer e se ela recebe prazer, fica calma. Isso também é visto nos animais. Mas, de geração em geração, o desejo de prazer de uma pessoa cresce constantemente, de modo que ela sempre exige um prazer ou uma satisfação cada vez maior para seu desejo.

E como todos querem receber um prazer cada vez maior, descobrimos que temos que compartilhar com os outros, portanto, não há nada na vida a partir do qual possamos receber satisfação. A cada geração, a vida se torna cada vez mais estressante.

E agora o estresse está se tornando cada vez mais específico; a evidência é o aumento da incidência de ataques cardíacos e depressão, o aumento do uso de narcóticos e antidepressivos em cada grupo, incluindo animais domésticos.

Nós estamos todos sob estresse constante, o que aumenta a probabilidade de doença cardíaca e outras doenças. Nem todas as doenças parecem ser o resultado direto do estresse, mas, na realidade, o estresse é a principal causa. Não há doença no corpo que não seja efeito do estresse: doença de pele, doenças dos órgãos internos, principalmente coração e pulmões.

O estresse nos acompanha desde o momento em que somos liberados dos braços de nossa mãe e não nos deixa até o final de nossas vidas. Como crianças, somos obrigados a ir ao jardim de infância onde somos imediatamente colocados sob estresse porque não queremos estar lá. Antes, as crianças eram criadas em casa por suas mães e avós, e depois assumiam a profissão de seus pais e continuavam seus ofícios. Uma pessoa não deixava seu círculo.

Hoje, ela é obrigada a viajar para algum lugar, correr, voar, buscar onde receber uma profissão e realização para sua vida. Seu egoísmo cresce. Ela recebe informações da Internet, de outras pessoas, e não quer ser menos bem-sucedida do que o resto. Portanto, ela está sob pressão constante. O resultado de tudo isso é que vivemos sob estresse constante.

Além disso, uma pessoa trabalha 24 horas por dia. Nós poderíamos perguntar, por que ela deveria trabalhar tanto? Porém, a elite quer ganhar mais dinheiro e nos arrastar para todos os tipos de competições. O marido e a esposa trabalham, enquanto os filhos pobres são abandonados no jardim de infância ou na escola desde o início da manhã, onde também estão sob estresse. Se você conversasse com as crianças, ficaria impressionado com o tipo de pressão psicológica em que elas se encontram.

Você não pode tirar uma criança pequena da mãe. Uma criança, por sua própria natureza, precisa crescer dentro da família ou de algum tipo de ambiente mais amplo que aceite como sua própria família. Assim que é tirada de casa e colocada em um jardim de infância, ela imediatamente se encontra em estado estressante porque não se sente segura lá.

Uma criança quer ser igual a todos os outros, esse é o estado mais calmante. Não é orgulho, mas meramente falta de confiança, que a faz querer se esconder entre outros. Depois que ela se move por essa primeira etapa e se torna como todos os outros, ou seja, a sociedade a aceita, o ego a empurra a querer se destacar do resto. Ela começa a fazer um cálculo constante entre segurança e aspiração pelo poder, orgulho e pode mesmo pisar fora de sua zona de conforto ou colocar-se em perigo para um grau particular.

Mas a busca de um estado seguro máximo ou o desejo de se destacar nos colocam sob um estresse muito pesado, e é aí que toda a vida acontece. Se vivemos em uma sociedade completamente controlada pelo egoísmo, não conseguimos nos esconder do estresse e só ficamos com antidepressivos e narcóticos. Isso é o que estamos vendo na sociedade hoje.

De KabTV “Nova Vida” 27/07/17

A Única Maneira De Evitar A Guerra

Comentário: nos Escritos da Última Geração, Baal HaSulam escreve que existem três bases para disseminar a Cabalá, uma das quais é: “não há existência para o mundo sem ela, tanto mais nos dias do átomo e da bomba de hidrogênio”.

Resposta: Nós tentamos conquistar as forças mais poderosas da natureza, no entanto, elas existem fora do nosso alcance.

Nós tentamos fazer isso para mudar nosso destino, mas isso não efetiva nenhuma mudança, pois a mudança existe na própria fusão com a força superior, não no poder das bombas atômicas ou de hidrogênio. Portanto, espero que todos esses “brinquedos” não sejam utilizados. [Leia mais →]

A Lei Da Gestão Do Mundo, Parte 1

laitman_229Toda a nossa realidade é inteiramente sujeita à lei, e de acordo com a sabedoria da Cabalá, é controlada pela única lei da força superior chamada natureza. Nós também chamamos esse poder superior de Criador porque ele realmente criou o universo inteiro.

A natureza dessa força é de agir exclusivamente em benefício de suas criações; isto é, é absolutamente boa. Mas se não a vemos, isso é apenas porque não entendemos o Criador.

Os Cabalistas, isto é, pessoas que investigam a natureza superior, revelam seu completo bem. E mesmo investigadores comuns da natureza veem que, embora todos se devorem nela, tudo está sujeito a leis especiais e, em última instância, beneficia o desenvolvimento geral de todos os seres criados.

A ciência moderna revela que a natureza é global e integrada, e tudo nela está absolutamente interconectado. Nada pode sair do quadro desse sistema integral. Como em um corpo humano saudável, todas as suas células e sistemas trabalham em harmonia preparando-o para um objetivo maior que está acima da existência corporal comum. Nós encontramos essa lei em todas as formas da natureza e em todos os seus níveis.

Acontece que o conhecimento dessas leis é a chave para a nossa existência bem-sucedida. Afinal, se a matéria inanimada, as plantas e os animais agem de acordo com os instintos, isto é, sentem as ordens da natureza e as realizam inconscientemente, nos seres humanos, é muito mais complicado.

Nós não sabemos como agir. Nossos instintos não são suficientemente fortes para garantir o nosso comportamento correto enquanto somos guiados apenas por eles. E tudo isso é porque um ser humano é um ser social, e é daí que emergem todas as nossas dificuldades. Afinal, em tudo o que se relaciona com a ordem social, os instintos já não funcionam. Eles não são mais regulados pela natureza.

Os desejos de comida, sexo e família são mais ou menos compreensíveis e não nos causam problemas. Mas em tudo o que diz respeito à sociedade, isto é, ao desejo de riqueza, poder e conhecimento, ficamos muito confusos. Os instintos internos não nos dizem como agir corretamente neles.

Os desejos de comida, sexo e família pertencem ao nível animal e, portanto, nós podemos confiar neles em nossos instintos naturais, que também são inerentes como em todos os outros animais.

Mas, em relação aos desejos puramente humanos, nós temos que encontrar a direção correta para o nosso desenvolvimento; de outra forma, o dinheiro, o poder e o conhecimento se tornam a causa de todos os nossos problemas. É devido ao desenvolvimento profundo de nossa mente que nós inventamos as armas de nossa própria destruição.

Em toda a história dos séculos anteriores, o homem se desenvolveu instintivamente, como um animal. Nosso egoísmo sempre nos empurrou para frente e tudo era bastante simples. Afinal, o desenvolvimento passou de uma forma natural, passo a passo, de uma formação para outra: escravidão, feudalismo, capitalismo, à medida que o egoísmo crescia.

Mas hoje chegou o momento em que nosso ego terminou seu desenvolvimento e deixou de ser o motor da evolução. Ele parece admitir que alcançou seu topo e não há mais aonde ir. Portanto, tudo entra em processo de estagnação: ciência, produção, jovens que não desejam se casar e ter filhos. Existe uma fadiga geral porque, internamente, uma pessoa sente que não tem uma resposta à pergunta principal: “Por que vivo?”

Afinal, ao longo de todo o milênio passado, nós sabíamos para onde estávamos nos desenvolvendo e nosso egoísmo não exigia mais do que era possível. Ele tinha necessidades muito reais: uma boa família, uma profissão, filhos e dinheiro e nos desenvolvemos de acordo com esses requisitos. Mas hoje nosso desejo de desfrutar parou seu crescimento linear, e esse é o problema.

De fato, esse processo começou há quinhentos anos, no tempo do Ari: o desejo deixou de crescer e começou a “acabar”. Todas as partes do desejo relacionado à natureza inanimada, vegetativa e animada evoluíram para certo nível e deve começar a se unir na forma correta.

Isto é, agora precisamos nos conectar. Se nos conectarmos corretamente, alcançaremos a propriedade de doação, que é a propriedade do Criador e, portanto, revelaremos a força comum da natureza entre nós. Esse poder é revelado precisamente nas conexões corretamente corrigidas entre nós.

Da Convenção “O Futuro Começa Aqui” Na Europa, Dia 25/08/17, “As Leis da Gestão Do Mundo”, Lição 1

O Mundo Numa Encruzilhada, Parte 7

Baal HaSulam começou a disseminar a sabedoria da Cabalá em 1920, imediatamente após a sua chegada à terra de Israel. Ele esperava que isso iria salvar a Europa do nazismo e da Segunda Guerra Mundial.

Naquela época, vários outros cabalistas advertiram que era necessário e urgente começar a disseminar a sabedoria da Cabalá, caso contrário, a humanidade enfrentaria uma catástrofe.

Mesmo antes, há 500 anos, o grande cabalista Ari anunciou que o mundo havia entrado na era do Mashiach”(fase final de correção). Portanto, é claro que o nosso dever é difundir o método de correção em todos os lugares.

Afinal de contas, isso significa que o fruto amadureceu completamente para correção e qualquer atraso em cortá-lo e usá-lo corretamente deixa-o a apodrecer, o que leva a miasmas terríveis e mutações na sociedade. [Leia mais →]

Não Só De Pão

laitman_547.05De “A Crise e a Sua Solução” (Fórum em Arosa, 2006):

Embora no início, cada um trabalhará em benefício da sociedade sob a compulsão e a influência de seu ambiente, o apoio e o reconhecimento de suas ações pela sociedade o preencherão com uma satisfação tão completa que o indivíduo começará a perceber a doação à sociedade como o valor mais especial e melhor mesmo sem receber uma recompensa moral de seu ambiente em casos concretos.

Em outras palavras, a questão não é o quanto recebemos hoje e quanto mais tarde. O preenchimento (realização) depende de como recebemos, de que forma, para que e por quê. É possível comer algumas gramas de comida e ficar satisfeito como se comesse vários quilos. Tudo depende da satisfação interna e espiritual.

O sentido espiritual na comida, nas roupas, em qualquer realização recebida por um indivíduo, dá-lhe prazer e o desejo de preservar e ficar satisfeito com menos. E isso não será resultado da coerção; a sociedade chegará a isso como resultado da educação integral. Está escrito que um “homem não vive só de pão” porque o preenchimento espiritual é mais importante.

E mesmo agora, não estamos nos preenchendo com a própria comida; estamos tentando extrair prazer disso. Mas o prazer de um pedaço de carne não pode ser comparado com o que pode transcende-lo: como estamos recebendo e por que motivo comemos.

Pergunta: É óbvio que o mais importa em um trabalho não é o salário, mas o preenchimento que ele dá ao indivíduo, as interações. Por que, então, a necessidade de trabalhar em benefício da sociedade é percebida pelo ego como algo amargo?

Resposta: Porque hoje o indivíduo não recebe uma sensação prazerosa de dar à sociedade., Mas o contrário! Isso é resultado do “liberalismo” e da “democracia”, que têm sido promovidos nos últimos quarenta anos. Toda a abordagem recebeu uma inclinação errada porque todos se orgulham de seu próprio relacionamento desdenhoso para com os outros, sua separação da sociedade, como um ladrão que não foi pego.

A sociedade valoriza exatamente esse tipo de pessoas: personalidades fortes. É por isso que toda a sociedade apodreceu completamente. Se esse “liberalismo” não for interrompido agora, nos levará à guerra. No final do mandato de Obama, uma guerra final já era falada abertamente porque o mundo estava realmente se movendo em direção a ela. Eu espero que agora haja mudanças.

Uma inclinação para a direita também não é permitida; deve haver um equilíbrio. Esse será o verdadeiro “pluralismo” sonhado antigamente, e não o tipo que emerge quando os democratas apoiam a democracia apenas enquanto estão no poder. Assim que alguém é eleito, eles saem para protestar e tentam derrubá-lo. Como as pessoas, que se chamam democratas e liberais, não concordam com os resultados de uma eleição?

Da 2ª parte da Lição Diária de Cabalá 05/05/17, “Mismah Arosa (Documento Arosa)”, “O Resultado Desejável”

O Mundo Na Encruzilhada, Parte 6

115.06Pergunta: Por que o nazismo e o fascismo levam inevitavelmente à guerra, como vemos na história?

Resposta: Não pode ser de outra maneira! A pessoa pode perguntar por que o nazismo não pode permanecer dentro do seu próprio país? No entanto, se essa unidade se baseia no egoísmo, ela inspira seus líderes a subordinar alguém. O egoísmo lançou as bases do sistema fascista e obriga as pessoas a lutar. É como uma máfia!

Pergunta: A democracia baseada no egoísmo também causa consequências negativas, mas por que exatamente o nazismo leva à guerra?

Resposta: O nazismo une as pessoas e a democracia não. O liberalismo permite que cada um faça o que quiser. Embora isso seja também temporário em sua fase final, a democracia leva à unidade e numa forma egoísta. Então egoísmo + unidade cria uma grande força que requer sua realização e quer subordinar e conquistar os outros.

Essa é uma sequência natural de desenvolvimento do egoísmo: feudalismo → capitalismo → pseudo-socialismo (democracia, liberalismo) → nazismo. Não pode ser diferente, porque devemos chegar à unificação.

Suponha que, em dez anos, a maioria dos países do mundo seja obrigada a conseguir a unificação, cada um dentro de si. O desenvolvimento do egoísmo é tal que exige a unificação, seja por meio de uma maneira natural, que é o nazismo, ou por meio da Luz, o que significa construir a sociedade do futuro com base na doação mútua.

De uma forma ou de outra, deve haver a unificação. No eixo do desenvolvimento da humanidade, marcas já foram delimitadas e, claro, elas são diferentes para cada país e nação. No entanto, se estamos falando de países desenvolvidos (egoisticamente), eles recebem um determinado período durante o qual devem alcançar a coesão interna – quer através do egoísmo ou acima dele.

A base de qualquer sociedade é o egoísmo, em torno do qual, como em torno do caroço pedra de fruta, uma ordem social externa está vestida: feudalismo, capitalismo, socialismo ou nazismo. A forma externa é o resultado do desenvolvimento interno do egoísmo e muda junto com ele.

No começo, ele corresponde ao seu núcleo, mas o egoísmo continua a amadurecer. Portanto, em algum momento, a forma externa deve mudar para corresponder à nova forma do núcleo interno.

Nós não sentimos como o egoísmo escondido dentro de nós muda e que forma ele atravessa. Nós observamos apenas as manifestações externas na sociedade, como uma criança que, de repente, aprende a falar ou a fazer algo novo porque se desenvolveu internamente.

O egoísmo interno comum se desenvolve e, portanto, a forma externa da sociedade deve mudar de acordo com ele. Qualquer sistema social é uma consequência direta da forma de egoísmo escondido dentro dele. Se corrigirmos o egoísmo, obviamente, a forma externa da sociedade mudará junto com ele. Tendo recebido o método de correção, a própria sociedade criará novas relações sociais devido às mudanças no egoísmo.

Portanto, é inútil tentar construir o socialismo, o comunismo, o nazismo, o capitalismo e assim por diante. Em vez disso, é necessário trabalhar na correção do egoísmo inerente às pessoas e, assim, elas mesmas construirão uma sociedade que seja adequada às suas qualidades internas.

Enquanto isso, enquanto a forma externa não corresponde ao núcleo interno, as guerras e as revoluções continuarão. É assim que funciona; o egoísmo interno da sociedade determina sua forma externa e sua ordem social.

Da 1a parte da Lição Diária de Cabalá 21/08/17, Lição sobre o Tema: “A Europa Numa Encruzilhada”

O Mundo Na Encruzilhada, Parte 5

Laitman_408Baal HaSulam, Os Escritos da Última Geração: Resulta que o mundo considera erroneamente o nazismo como um ramo particular da Alemanha. Na verdade, é a ramificação da democracia e do socialismo que ficaram sem religião, normas e justiça. Assim, todas as nações são iguais nisso; não há esperança de que o nazismo perecerá com a vitória dos aliados, pois os anglo-saxões adotarão o nazismo, pois eles também vivem num mundo de democracia e nazismo.

O desenvolvimento contínuo do egoísmo, que é fundamental na natureza, nos leva à unidade, que se chama “democracia”. Nós vemos que, mais cedo ou mais tarde, um sistema “democrático” será estabelecido em todos os países e nações.

A democracia significa que a maioria decide. Mas, por mais paradoxal que seja, após a democracia, vem o fascismo. Nós já vimos esses exemplos em todas as formas possíveis, e isso não é por acaso, mas um desenvolvimento lógico. Democracia e socialismo geram fascismo e nazismo. Nós devemos entender que esse é um desenvolvimento natural que acontecerá em todos os lugares.

Clamores por democracia, socialismo, ultra-liberalismo, igualdade universal, até o governo da maioria, estabelecem a igualdade em uma sociedade que não está mais dividida em aristocratas e pessoas comuns, mestres ricos e escravos pobres. Todo mundo começa a se misturar e deve haver igualdade para todos. Isso significa que as pessoas começam a se reunir e se unir.

Mas sua conexão acaba por ser egoísta e, portanto, as leva primeiro ao liberalismo, à democracia e ao socialismo, que, naturalmente, se transformam em nazismo e fascismo. Esses são os estágios no desenvolvimento do egoísmo. E existe apenas uma solução que pode realmente funcionar: uma unificação que não se baseie no egoísmo, mas esteja acima dele, chamada de “fé acima da razão”.

Acontece que todas as nações no decorrer de seu desenvolvimento que não adotam o método de Abraão, isto é, o método da Cabalá, certamente chegarão ao nazismo, quer o desejem ou não. Definitivamente, há uma grande diferença entre a Índia e a China se compararmos com a Europa e a América. Mas nos lugares com mais democracia e socialismo, o nazismo será estabelecido muito mais rápido.

Os fascistas levarão muitos anos para chegar ao poder na Índia ou na China, porque a ditadura é a forma de poder e eles não tentam estabelecer a igualdade. Mas isso acontecerá muito rapidamente na Europa e na América. E será um desenvolvimento natural. Baal HaSulam escreveu sobre os nazistas na América nos anos 20 do século passado. E não era uma profecia; ele simplesmente conhecia as leis da natureza e seu desenvolvimento.

Os Estados Unidos são um país em rápido desenvolvimento, e não pode ser que não chegue ao fascismo e ao nazismo após a Alemanha. E a humanidade deve perceber que está na encruzilhada.

Ou a humanidade chegará ao fascismo ou aceitará o método da Cabalá. Então, nós começaremos a entender onde estamos. Esse conhecimento já cura a sociedade humana porque desperta a grande Luz circundante que certamente corrigirá a humanidade.

Não existe outro caminho: nosso dever é disseminar o método de unificação. É por isso que recebemos o desejo de estudar a sabedoria da Cabalá. Essa é a nossa missão. E, é claro, o interesse pela Cabalá não é dado a nós, de modo que olhemos indiferentemente sobre como o mundo está se movendo em direção ao abismo.

Da 1ª parte da  Lição Diária de Cabalá 21/08/17, Lição sobre o tema: “Europa Numa Encruzilhada”

Tragédia Em Las Vegas

Laitman_200.03Pergunta: Quais são os seus pensamentos sobre os terríveis acontecimentos que abalaram a sociedade americana como o tiroteio de ontem em Las Vegas? Uma executiva da CBS não ficou envergonhada de escrever na página do Facebook que ela não era “simpatica” com as vítimas do tiroteio em massa em Las Vegas.

“Na verdade, nem mesmo tenho simpatia [porque] os fãs de música country costumam ser republicanos defensores de armas”, escreveu a ex-executiva Hayley Geftman-Gold (The Hill).

Resposta: Isso significa que tais exemplos de comportamento estão vindo especificamente do lado dos chamados “liberais”. Isso mostra em  que mundo invertido nós vivemos, de acordo com as definições.

Os chamados “liberais”, “democratas” e “socialistas” são, na realidade, os maiores nazistas e “haters” que não se preocupam com nada além da celebração de suas próprias ideias. No passado, isso não era chamado de liberalismo, mas algo completamente diferente.

Eu sofro por todas as vítimas desse horrível crime e simpatizo com a dor de suas famílias e amigos. Infelizmente, eu só posso repetir que tudo depende da nossa unidade, só isso pode trazer a paz à sociedade americana, uma sociedade que hoje ela representa a Babilônia moderna e é composta por representantes de todas as nações do mundo.

Ao mesmo tempo que Abraão queria unir toda a Babilônia antiga com base em um amor que abrangesse todas as transgressões, assim é na América moderna: a unidade é a única resposta. Em essência, é exatamente isso que Trump estava falando, prometendo fazer dos americanos uma nação unida. Mas, infelizmente, essa promessa é, até agora, apenas palavras.

Da Lição “Garantia mútua”, 03/10/17