Textos na Categoria 'Globalização'

No Domínio Da Natureza Integral

75.01Baal HaSulam, “Paz no mundo”: …o benefício de cada pessoa em seu coletivo é avaliado não de acordo com sua própria bondade, mas de acordo com seu serviço ao público. E vice-versa, nós apreciamos o atributo do mal de cada indivíduo apenas de acordo com o dano que ele inflige ao público em geral, e não pelo seu valor individual.

Essas coisas são claras, tanto da perspectiva da verdade nelas como da perspectiva do bem nelas. Isso ocorre porque o que é encontrado no coletivo é apenas o que é encontrado no indivíduo. E o benefício do coletivo é o benefício de todo e qualquer indivíduo: quem prejudica o coletivo recebe sua parte no dano e quem beneficia o coletivo recebe sua parte no benefício, uma vez que os indivíduos fazem parte do todo, e o todo é não vale mais do que a soma de seus indivíduos.

Aqui está um cálculo constante, totalmente completo e muito real.

Eu vejo diante de mim um vasto sistema integral do mundo inteiro, não do nosso mundo, mas de todos os mundos. Eu sinto que estou encerrado neste sistema pelo resto da humanidade, uma enorme quantidade de engrenagens interconectadas. E não tenho absolutamente nenhuma liberdade de me virar alguns graus em uma direção ou outra.

Afinal, uma engrenagem é como uma esfera: eu posso girar aqui e ali, em diferentes direções, em diferentes ângulos.

No entanto, para onde quer que eu vire, estou conectado com outras engrenagens. Eu afeto sua rotação, seu estado, e elas me afetam. Este é o mundo

Isso significa que a natureza é absolutamente plena e interconectada e não temos como fazer nada contra ela.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 21/07/19

Quem São Os Juízes?

laitman_547.05Nas Notícias (The Guardian): “Os presos poderiam receber as chaves de suas celas para incentivar o bom comportamento, bem como uma série de outros benefícios, de acordo com os planos do governo que instam os governadores a dar mais ênfase às recompensas e menos às punições.

“Os ministros querem dar aos chefes de prisão o poder de começar a permitir, aos presos que seguem as regras, mais tempo fora de suas celas, a liberdade de cozinhar suas próprias refeições e mais tempo para gastar na academia, bem como a liberdade de escolher quando tomar banho. e mais tempo para se encontrar com os visitantes. …

“As autoridades citaram evidências resumidas pelo governo no mês passado de que o reforço positivo era mais eficaz como meio de mudar o comportamento a longo prazo. E eles enfatizaram que aqueles que não cumprissem as regras ainda poderiam perder privilégios. …

“A política também pedia que os funcionários da prisão ‘usassem consistentemente o reforço verbal para o bom comportamento e desafiassem o mau comportamento fora das revisões formais’, e entregou aos chefes da prisão a ‘liberdade de aumentar a quantidade de tempo fora da cela para atividades recreativas ou se exercitar junto com educação e programas de trabalho “.”

Pergunta: O que você acha desse sistema de detenção?

Resposta: Em princípio, a Torá e especialmente a Cabalá sentem que o encarceramento não é uma correção. Vemos que isso não corrige nada. Pelo contrário, as pessoas deixam a prisão ainda mais irritadas com o enorme egoísmo malicioso que elas novamente começam a usar na vida cotidiana entre as pessoas.

Prisão não é educação. A educação deve ser organizada de maneira diferente.

No passado, alguns milhares de anos atrás, havia cidades de refúgio onde as pessoas eram deportadas e cuidadas. Elas tinham que permanecer dentro da cidade e não tinham o direito de deixá-la.

Quando os que os supervisionavam (educadores, etc.) viam que uma pessoa estava funcionando normalmente, podiam gradualmente levá-la além dos limites desse sistema.

Observação: Também é dito na Torá que os culpados eram enviados para lá, para que outros não pudessem se vingar deles.

Meu Comentário: Sim. Tudo era organizado muito seriamente para o benefício mútuo dessas pessoas e da sociedade externa. Mais tarde eles voltavam.

Eu recomendaria isso. Eles devem se sentir livres e mudar gradualmente.

Observação: Mas ainda assim a ideia dos acusadores e daqueles que aoóiam o encarceramento é diferente: “Eles devem ser humilhados, trancados”.

Meu Comentário: Isso é natural porque não temos um sistema educacional; só temos um sistema de coerção e punição.

Pergunta: O sistema de punição não funciona?

Resposta: Vemos que não funciona. Além disso, o resto da sociedade é infectado por esses pensamentos. Vemos provas da insuficiência do sistema de punição naqueles que retornam às ruas, destroem tudo, quebram vitrines de lojas, montam barricadas e assim por diante.

Pergunta: Você acha que mesmo o criminoso mais inveterado pode ser reeducado?

Resposta: Eu acho que é possível reeducá-los e dar-lhes uma oportunidade de autocontrole nessas cidades. Eles podem estabelecer uma ordem que todos os outros invejarão, porque existe um conceito de honra entre eles. Devemos entender que são pessoas sérias que podem estabelecer ordem.

Pergunta: O que deve mudar na maneira de pensar das agências policiais e promotores?

Resposta: Eu acho que eles deveriam ser trancados em vez desses criminosos. Então o modo de pensar deles mudaria. É impossível estar de um lado e pensar no outro lado. Claro, quero dizer isso como uma piada, mas há alguma verdade nisso.

Observação: Você sempre diz que o sistema de juízes costumava ser completamente diferente. Os juízes eram aqueles que simplesmente não podiam aceitar suborno.

Meu Comentário: Ser juiz era a posição mais alta. Em princípio, até hoje considera-se que um juiz deve receber um bom salário, deve ser protegido e independente. Mas que tipo de independência pode existir hoje se todos os juízes obedecem aos governos, todos estão em conluio entre si, “uma mão esfrega a outra” etc. etc.?

Observação: Anteriormente, os juízes não precisavam receber muito pagamento.

Meu Comentário: Este não é o ponto. Eles realmente eram independentes.

Pergunta: Como isso era possível? Qual é a imagem ideal de um juiz?

Resposta: Um juiz valorizava muito sua posição. Ele apreciava a opinião pública que era constantemente sintonizada de tal maneira que um juiz estava acima de todos, mesmo acima de um rei. Um juiz estava no mesmo nível que o Criador. É possível ver isso na Torá, no Livro de Juízes. Esta é a posição mais alta do país.

Pergunta: É possível criar essas pessoas em nosso mundo egoísta?

Resposta: Para isso, é necessário educá-las. Precisamos de um sistema educacional, não um sistema penal e não esse sistema público que é uma bagunça. Mas é possível.

Pergunta: Você acha que o que eles querem fazer na Grã-Bretanha é um passo em direção à educação?

Resposta: Deixe-os tentar. Mas, para construir um sistema correto, as pessoas certas devem construí-lo. Não tenho esperança de que eles tenham sucesso. Pessoas com uma maneira diferente de pensar devem criar esse sistema.

Pergunta: Então, este é um beco sem saída?

Resposta: Sim. Até que se voltem para os Cabalistas, nada os ajudará. Boa sorte, senhoras e senhores britânicos!

De KabTV, “Notícias com Michael Laitman”, 16/07/19

Interconexão Absoluta

Laitman_117Pergunta: Eu vim para a Cabalá com um claro entendimento interno de que tudo o que uma pessoa pensa vem do Criador. Coloco isso em prática quando penso em outra pessoa, parente ou conhecido; certifico-me de perceber esse pensamento imediatamente.

O que quero dizer é que ligarei para ela e perguntarei o que está acontecendo, e no mesmo momento essa pessoa estava pensando em mim ou com problemas.

Esses pensamentos chegam até nós do mundo egoísta ou surgem dos mundos superiores?

Resposta: Nada surge por si só. Todos nós estamos conectados por nossos pensamentos e desejos. Não estou dizendo que temos que nos ligar o tempo todo e perguntar sobre o que está acontecendo. Mas se quaisquer pensamentos ou desejos surgem, eles dependem da imagem global das almas com as quais estamos completamente interconectados.

Nada é independente neste mundo, nem o menor pensamento ou desejo. Tudo está completamente interconectado e definido mutuamente. Todos nós determinamos os destinos um do outro.

Da Lição de Cabalá em Russo 21/04/19

Blitz De Dicas De Cabalá – 13/01/19

laitman_566.02Pergunta: Como o ambiente certo pode ajudar na construção de um vínculo familiar estável e forte? E como o vínculo familiar pode fortalecer o ambiente?

Resposta: Precisamos aprender isso. Tivemos muitas conversas que lidam com esse assunto: como se comportar em uma família, como equilibrar as relações familiares. É possível encontrar e estudar tudo no nosso arquivo.

Pergunta: Você diz que o futuro será insuportável. Como devemos entender isso?

Resposta: Isso está incorreto! Estou dizendo que pode ser insuportável, mas também pode ser normal, se entendermos a dinâmica de nosso desenvolvimento e de que maneira podemos corrigi-lo.

Pergunta: Quais profissões e especialistas serão procurados no próximo ano?

Resposta: Este ano, quase todas as profissões serão procuradas como antes, mas com o tempo, haverá uma revisão muito séria das profissões.

Pergunta: Legalização de drogas, esportes e smartphones – eles satisfazem as massas. Como podemos escapar dessas armadilhas? O que vai mudar este ano?

Resposta: Não sei. É impossível mudar alguma coisa na sociedade, para voltar a um ponto particular, sem educá-la como um todo. Isso não vai funcionar.

Pergunta: A humanidade não está brincando muito com a Internet e com a tecnologia de computadores? Quanto mais eles precisam ser desenvolvidos?

Resposta: É muito bom que a humanidade “se sente” na Internet; ela está começando a compreender a oportunidade de se comunicar entre si. Eu espero sinceramente que, no futuro, este sistema comece a servir à conexão geral entre nós.

Pergunta: A maioria das pessoas está convencida de que elas estão em excelente conexão com os outros e que todos os outros estão em falta. Como é possível explicar qual é a conexão correta?

Resposta: Você não pode fazer nada, você tem que explicar. Tantas pessoas, praticamente todos nós, se justificam e acreditam que estão certas. Precisamos pensar em como explicar que existe uma verdade maior.

Da Lição de Cabalá em Russo 13/01/19

As Guerras Levam Ao Progresso?

laitman_219.03Pergunta: Você diz que a aniquilação mútua leva à regressão no desenvolvimento da sociedade, mas no final das contas a guerra não costuma estimular as forças produtivas?

Resposta: Sim, as guerras estimulam as forças de produção, mas não contribuem para o desenvolvimento interno da sociedade e das pessoas, que é o que realmente importa. Pelo contrário, elas introduzem os homens na próxima dupla hélice e, portanto, o progresso técnico é o único progresso que trazem.

É claro que, se não fosse pelas guerras e ameaças, a humanidade teria se desenvolvido muito mais lentamente no nível técnico e, consequentemente, na ciência e em outras áreas, mas não na esfera social.

As guerras provocam a regressão da sociedade, não o progresso. As feridas que permanecem após as guerras levam muito tempo para cicatrizar e são praticamente incuráveis. Elas se escondem em algum lugar enquanto não tentamos lidar com elas, mas, na verdade, não permitem a construção de relações normais.

Da Lição de Cabalá em Russo, 13/01/19

A Instituição Da Família Sobreviverá?

laitman_627.1Pergunta: O que esperar da instituição familiar? Como podemos salvar, fortalecer e equilibrá-la? Como a Cabalá pode ajudar com isso?

Resposta: Acho que este ano a instituição da família, juntamente com outras instituições sociais, enfrentará desafios muito sérios. Continuaremos a ver problemas na família, separação entre pais e filhos e entre os próprios pais, divisões entre famílias e gerações diferentes: pais e filhos, avós e netos. As pessoas não sentirão nenhum sentimento de pertencer uma à outra: você me deu à luz, me criou e agora estou partindo.

Consequentemente, chegaremos a um estado em que ninguém deve nada a ninguém, ninguém pode perguntar nada ao outro: “Deixe-me em paz. Por que eu me importaria com você e por que você se importaria comigo? ”

Afinal, junto com o reconhecimento geral do mal, fornecido a nós pelo nosso egoísmo, finalmente começaremos a perceber que não há mais nada a fazer a não ser tentar corrigi-lo. A vida se tornará tão insuportável (não só na família, mas em todos os aspectos) que as pessoas não terão mais nenhuma esperança no futuro ou no presente.

Uma pessoa vai realmente começar a entender que ficar sozinha entre as outras pessoas é pior do que estar sozinha na selva onde você não sabe onde colocar o pé sem ser picado ou atacado de cima.

Uma pessoa se sentirá ameaçada pelo ambiente: ela parece estar entre as pessoas, mas em uma selva urbana onde não pode chegar à loja e voltar, mesmo que corra. Ela sentirá que ninguém pode ou está disposto a ajudá-la.

Eu espero que isso seja suficiente para percebermos que precisamos fazer algo com nossa natureza humana. Nós então ouviremos que existe um método que corrige a nossa natureza e está pronto. Tudo depende apenas da própria pessoa. Talvez assim essa pessoa venha até nós.

Da Lição de Cabalá em Russo, 13/01/19

Como Tornar A Vida Boa

laitman_259.01Pergunta: Como podemos explicar aos 99% das pessoas o que é uma vida boa?

Resposta: Nós consideramos a vida como boa de acordo com o que é bom para nós.

No nosso tempo, no entanto, tendo conexões não corrigidas entre nós, não podemos nos sentir bem. Vemos que o mundo está desmoronando porque a luz superior que desce sobre ele quer preenchê-lo e o mundo sente sua oposição a essa luz.

Quanto mais espiritual a bondade é para o nosso mundo, pior nos sentimos. A aproximação da luz superior nos dá uma sensação de escuridão porque não estamos corrigidos, somos opostos a ela. Portanto, se quisermos sentir as bênçãos e toda a bondade, devemos nos mudar para sermos semelhantes à luz superior, para não mergulharmos em problemas e crises, porque a luz está chegando cada vez mais perto de nós. Em outras palavras, temos que nos unir no nível deste mundo. Esse é o problema.

Por exemplo, o noticiário anuncia que um asteroide está em seu curso para a Terra e que o planeta está em perigo, as pessoas devem se sentir em perigo, a luz superior está se aproximando de nós, o Criador deseja ser revelado às criações. É por isso que somos chamados de “a última geração”.

Nós entramos em um caminho de crescente pressão sobre nós. É por isso que a ciência da Cabalá se revelou; ela explica que temos que começar a nos adaptar à luz superior para nos tornarmos um pouco semelhantes a ela.

Nós somos um Kli (vaso da alma), o Criador é a luz. Nós podemos nos tornar semelhantes a Ele somente se nos unirmos entre nós. Em outras palavras, se desejamos um futuro melhor, devemos nos unir.

Da Lição de Cabalá em Russo 11/02/19

Desamparo Diante Da Natureza

laitman_251A humanidade se sente vivendo em um determinado espaço. Aquilo em que existimos internamente, chamamos de nosso mundo. Esta é a natureza circundante, seus níveis inanimado, vegetativo, animado e humano.

Nosso mundo é governado de alguma forma e vive de acordo com suas próprias leis. Estudamos essas leis e tentamos encontrar alguma conexão entre elas, como elas nos afetam, como podemos afetá-las, as propriedades da natureza e como subjugar a natureza para torná-la lucrativa e confortável para existirmos neste mundo.

Como resultado de nosso desenvolvimento, que durou muitos milhares de anos na Terra, chegamos à conclusão de que ainda sabemos pouco sobre o nosso mundo porque eventos que não podemos prever ocorrem nele e existem forças que não podemos controlar. Elas nos afetam de uma maneira terrível, nos assustam e nos colocam em situações que nos fazem sentir pequenos, mesquinhos e miseráveis.

Apesar das conquistas da ciência, não sabemos quando haverá um terremoto ou um furacão e qual poderá ser seu impacto. Em geral, há enormes forças da natureza que estão se desenvolvendo, causando grandes problemas, e não podemos fazer nada a respeito.

Não podemos fazer nada com nossas vidas, não podemos criar uma sociedade boa, interações corretas entre cônjuges, filhos e pais. Não podemos fazer nada sobre o fato de que somos limitados em nossa vida, fracos diante da natureza, diante de nós mesmos. Somos desamparados diante da vida e da morte, e achamos isso muito deprimente. Inconscientemente, isso nos humilha.

Em geral, vivemos em um mundo do qual nada sabemos.

Pergunta: Existem certos algoritmos pelos quais a natureza nos desenvolve, mas não os conhecemos?

Resposta: Mesmo se nós os conhecêssemos um pouco e gradualmente viéssemos conhecê-los, isso não nos ajudaria a governar. O desenvolvimento da humanidade leva apenas ao fato de que, de alguma forma, nos protegemos das influências negativas da natureza, mas nada mais.

Uma pessoa se encontra no sistema de forças que a governa em todos os níveis. Não podemos fazer nada no campo da economia, relações familiares, relações de Estado, ou na esfera da ecologia, em nada. É em nossa era, quando alcançamos tal prosperidade, tal força e tal entendimento da natureza, que nos convencemos de que somos muito fracos e não os conhecemos.

De KabTV, “A Essência da Ciência da Cabalá, Parte 1” , 12/11/2019

Os Ricos Choram

Laitman_421.01Nas Notícias (Bloomberg): “As pessoas mais ricas do mundo perderam US $ 511 bilhões em 2018”. “As pessoas mais ricas da Terra perderam US $ 511 bilhões este ano, depois que ganhos recordes no primeiro semestre foram eliminados por uma sucessão de vendas contundentes no mercado”.

Meu Comentário: O fato é que elas devem entender se têm uma oportunidade de impedir o progresso das pessoas. Quanto mais você oferece às pessoas novos brinquedos para a conexão humana, para sua satisfação, para qualquer informação, etc., mais elas se tornam exigentes e seletivas.

Elas não estão mais interessadas ​​no Facebook como ele é. Elas simplesmente não podem ver anúncios. As pessoas estão tão cansadas que nem sequer podem ser forçadas a ter os filhos.

Isto é, tudo o que os ricos fizeram nos últimos 20 anos está começando a diminuir cada vez mais. Apesar de toda a sua sofisticação, isso passa. O período de acumulação egoísta terá que apodrecer.

A humanidade ainda está se desenvolvendo. Portanto, eu vejo que a hora chegará, e muito rapidamente, quando esses dólares que eles acumularam não terão valor, e não haverá mais oportunidade de ganhar dinheiro.

Acho que as pessoas geralmente se esforçam para obter maior simplicidade. Elas vão querer sentar na grama, beber um pouco, fazer um lanche, ouvir música normal, o chilrear dos pássaros e o riso das crianças correndo por aí. Vão querer algo muito próximo e agradável ao coração, e não incomodar suas cabeças, cérebros, alma e sentimentos com algo muito artificial.

Eu espero que seja assim.

De KabTV, “Notícias com Michael Laitman” 25/12/18

Nosso Futuro São Os Robôs

273.02Nas Notícias (Reuters): “Os robôs farão robôs em uma nova fábrica da ABB na China, que o grupo suíço de engenharia disse no sábado planejar construir por US $ 150 milhões em Xangai, uma vez que defende seu lugar como o país. maior fabricante de robôs industriais. …

“A China está expandindo sua força de trabalho robótica, à medida que os salários dos trabalhadores humanos aumentam e o país busca competir com os países de baixo custo através de uma maior automação. Em 2017, um em cada três robôs vendidos no mundo foi para a China, que comprou quase 138 mil unidades, disse a ABB.

“A nova fábrica de 75.000 pés quadrados da ABB utilizará um software destinado a permitir que pessoas e robôs trabalhem com segurança nas proximidades, disse a empresa, acrescentando que seus robôs YuMi – projetados para trabalhar lado a lado com as pessoas – também serão implantados em muitas das tarefas de montagem de peças pequenas necessárias para fabricar um robô da ABB”.

Pergunta: Pessoas, jornalistas e cientistas estão preocupados com o nosso futuro sendo governado por robôs! Como será nosso futuro com robôs?

Resposta: Nosso futuro está se movendo em direção ao estado em que uma pessoa não terá outro trabalho além do trabalho espiritual. Nós só lidaremos com coisas que os robôs não podem fazer – a correta unificação espiritual interna entre nós.

Os robôs cuidarão de todo o resto. Em geral, nosso mundo está gradualmente atingindo o ponto em que todos nos transformaremos em espiritualidade. Somente robôs permanecerão na matéria física. Depois, eles também desaparecerão.

Em princípio, o nosso mundo gradualmente se manifestará como um mundo de forças, espírito e uma teia de forças, não de matéria física. A matéria não existe realmente. Podemos ver isso já na física quântica.

Portanto, não há motivo para se preocupar com o fato de que os robôs nos substituirão. Pelo contrário, nos esforçaremos para garantir que tudo o que fazemos seja transferido para robôs e faremos o que os robôs não podem: trabalho espiritual, união entre nós e saída para o próximo nível de existência, para o mundo espiritual.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 28/11/18