Textos na Categoria 'Globalização'

O Plano Para Sair Da Crise, Parte 5

laitman_600_04Altruísmo – Genuíno ou Irresponsável

Pergunta: Há muitas pessoas no mundo de hoje que podem se chamar de altruístas. Por que você acha que a resolução da crise é possível através da educação altruísta?

Resposta: Não estamos falando do altruísmo como habitualmente entendido neste mundo, mas do significado Cabalístico dele. Altruísmo é a percepção de toda a sociedade como um sistema em que o bem-estar de um indivíduo é equivalente ao bem-estar da sociedade; portanto, ele deve se incluir na sociedade e tratá-la como trata a si mesmo.

Não sei se vários altruístas e humanistas pensam o mesmo. Se algum deles tratam a sociedade dessa maneira, ela está próxima do que a sabedoria da Cabalá exige de nós.

Se uma pessoa vê sua vida como parte da sociedade, como um embrião no ventre de sua mãe, recebendo tudo dela, ela percebe que tudo depende do bem-estar da sociedade. É por isso que ela dá tudo para a sociedade e leva apenas as necessidades básicas para si mesma. Através deste comportamento, nós garantimos nossa vida espiritual sem quaisquer restrições.

Uma pessoa vai tratar a sociedade desta forma, se receber uma educação integral. Com a ajuda desta educação, ela começará a entender e sentir o que é a “integralidade” e o que significa ser tudo como um só homem. Sem isso, o mundo não pode existir. A crise global e os numerosos problemas que o mundo moderno está experimentando hoje nos levam a isso.

O mundo está no período de transição quando a era da “democracia” e do “liberalismo”, que levou os líderes da sociedade a uma administração irresponsável, está chegando ao fim. Se toda a gestão é realizada exclusivamente de uma forma “democrática”, os resultados são os mais desastrosos.

Afinal, quem escolhe os líderes? Este é o público que faz a sua escolha com base em qual candidato grita mais alto, parece mais bonito, e é mais parecido com os ícones de Hollywood.

Nós podemos ver os resultados deste populismo em todo o mundo. Os líderes dos países europeus destruíram a Europa com seu curso liberal. Talvez, ainda não esteja claro para todos, mas em breve isso se manifestará de forma plena.

E o mais importante, a influência prejudicial dos meios de comunicação de massa determina a opinião pública através dos discursos de artistas famosos e figuras populares que sabem convencer as pessoas.

Acontece que a liderança dos países é escolhida não de acordo com suas qualidades de liderança profissional, mas de acordo com suas habilidades de falar em público.

O público, impressionado pelas performances, escolhe seus líderes, que então chegam ao poder e começam a fazer o que quiserem. Tudo isso é resultado do populismo, do liberalismo e da democracia. O problema da liderança moderna é a sua incompetência.

A revisão de toda a abordagem anterior está começando agora, e esperamos que isso leve à correção.

Da 2ª parte da Lição Diária de Cabalá 29/01/17, Lição sobre o Tópico: “Mismah Arosa (Documento Arosa)”, “Plano para Sair da Crise”

Fim Da Ideia Liberal

laitman_220Nas Notícias (The New Yorker): “Os seres humanos pensam nas histórias em vez de nos fatos, números ou tabelas, e quanto mais simples a história, melhor. A história que governou o nosso mundo nas últimas décadas é o que poderíamos chamar de História Liberal. Foi um conto simples e atraente, mas que agora está em colapso, e até agora nenhuma nova história surgiu para preencher o vácuo. Em vez disso, temos Donald Trump.

“A História Liberal diz que se liberalizarmos e globalizarmos nossos sistemas políticos e econômicos, produziremos o paraíso na terra, ou pelo menos a paz e a prosperidade para todos. De acordo com essa história – aceita, em pequenas variações, por George W. Bush e Barack Obama – a humanidade está inevitavelmente marchando em direção a uma sociedade global de mercados livres e políticas democráticas.

A linha de enredo desta história, no entanto, começou a perder credibilidade a partir da crise financeira global de 2008. As pessoas que, nos anos noventa, esperavam que o jogo pelas regras lhes permitisse subir e florescer, de repente começaram a temer que tivessem sido enganadas e que o sistema não funcionasse para elas. A Primavera Árabe se transformou em um Inverno Islâmico; regimes autoritários em Moscou, Ancara e Jerusalém estão abandonando os valores democráticos liberais em favor do nacionalismo chauvinista e do extremismo religioso. E mesmo nas fortalezas liberais da Europa Ocidental, as pessoas estão tendo dúvidas. Agora, o maremoto de desilusão está tomando o seu rumo em direção ao próprio país que tem empurrado a História Liberal para o resto do planeta, às vezes sob a mira de armas: os Estados Unidos. Como os cidadãos americanos se sentem decepcionados por décadas de promessas e garantias, seu desencanto pode varrer Donald Trump da Casa Branca para o horror e espanto das elites estabelecidas.

“Por que as pessoas estão perdendo a fé na História Liberal? Uma explicação é que esta história realmente foi uma farsa e que, em vez de paz e prosperidade, a prescrição liberal produziu pouco mais do que violência e pobreza. … ”

Meu Comentário: A vitória de Donald Trump sugere que o Criador está fazendo com que possamos avançar para o desenvolvimento pelo caminho de Achisena (eu o apressarei), um modo razoável de desenvolvimento ao se assemelhar às leis da natureza e não às leis que foram inventadas por pessoas ou pela elite liberal.

O uso correto desse desenvolvimento nos ensinará como se tornar uma sociedade integral com padrões inteligentes de consumo, uma sociedade que aprende a cooperar mutuamente, e desta forma passaremos da “permissividade liberal” à “unidade consciente”. Nesta transição, todos nós devemos passar por um curso da “nova educação”.

A Regularidade Da Felicidade

laitman_549_02Nas Notícias (The New York Times): “Sozinho com seu psiquiatra, o paciente confidenciou que seu recém-nascido tinha sérios problemas de saúde, sua esposa perturbada estava gritando com ele e que ele tinha começado a beber novamente. Com sua vida e o segundo casamento se despedaçando, o homem disse que precisava de ajuda.

“Mas o psiquiatra, Dr. Donald Levin, o parou e disse: ‘Espere. Eu não sou seu terapeuta. Posso ajustar seus remédios, mas não acho que isso seja apropriado.

“Como muitos dos 48.000 psiquiatras do país, o Dr. Levin, em grande parte por causa de mudanças na quantia que o seguro vai pagar, não fornece mais psicoterapia, a forma de psiquiatria popularizada por Sigmund Freud que dominou a profissão por décadas. Em vez disso, ele prescreve medicação, geralmente após uma breve consulta com cada paciente. Assim, o Dr. Levin mandou o homem embora com uma referência a um terapeuta menos dispendioso e uma crise pessoal inexplorada e não resolvida.

“A medicina está mudando rapidamente nos Estados Unidos de uma indústria caseira para uma dominada por grandes grupos hospitalares e corporações, mas as novas eficiências podem ser acompanhadas por uma significativa perda da intimidade entre médicos e pacientes. E nenhuma especialidade sofreu essa perda mais profundamente do que a psiquiatria. …”

Meu Comentário: Tudo se desenvolve sob a influência de economistas porque se considera que a humanidade precisa deles, mas seus cálculos são muito simplistas. Eles vão começar a misturar drogas que evocam a felicidade com água ou qualquer outra coisa e todos vão andar com um sorriso feliz em seu rosto e não vão pensar em mais nada.

Parecerá que tudo está bem: nos tornaremos mais amigáveis, daremos o nosso lugar no transporte público para os outros e poremos fim às guerras. Tudo vai ser ótimo!

Por que não nos comportamos assim? Simplesmente porque há uma força superior que não nos permite fazer isso! Não nos permite fazer isso inclusive agora. Ela é contra isso e não nos permitirá dormir. O Criador continua nos fazendo tropeçar não nos deixando ser felizes.

Pergunta: Para onde Ele está nos empurrando e nos dirigindo?

Resposta: Para a felicidade por meio da vara. A felicidade é um estado em que nos assemelhamos a Ele, o que significa que nos tornamos totalmente diferentes da nossa natureza atual. Nós nos amamos, nos unimos e nos tornamos amigos uns dos outros, dando tudo aos outros. No final, a Luz Superior, seu preenchimento, aparecerá gradualmente em nós de acordo com nossas ações egoístas.

Pergunta: E se fizermos isso sob a influência de medicamentos?

Resposta: O medicamento não vai funcionar e nem você. Esse não é todo o problema, então não seremos capazes de sentir nada. A diferença é que você mesmo tem que querer. Você faria isso por si mesmo se pudesse ao tomar uma pílula, e o problema poderia ter sido resolvido há muito tempo.

Trata-se de um sistema muito complicado que deve descer até nós de cima.

Eu espero que ainda consigamos atraí-lo até nós em certa medida, para que ele caia sobre nós e comece a formatar as pessoas em uma forma semelhante a ele, obrigando-as a serem compatíveis entre si. Então começaremos a sentir até que ponto um novo sentimento pode emergir da compatibilidade mútua entre nós, um mundo infinito, perfeito e eterno que nos mantenha despertando e nos puxando para cima.

Nós temos que agir como criancinhas com olhos bem abertos e não como velhos cansados ​​que dão bicadas com o nariz, como toda a humanidade faz hoje: eles existem e pronto. Eu olho para as pessoas e vejo que todas vivem como se estivessem meio adormecidas, sem escolha. Na espiritualidade há um incentivo totalmente diferente para a vida e vamos mostrar isso às pessoas. Essa é realmente a diferença entre os antidepressivos e o Criador, nosso próprio anseio em avançar, na medida em que você está ardendo de entusiasmo, e não quando a química está empurrando você.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman” 28/12/16

Dinheiro Ou Amor

laitman_565_01Pergunta: Será que um líder governará o mundo inteiro no futuro?

Resposta: Um líder lidera todo o mundo agora: dinheiro, ganância e poder. O amor gerencia o outro mundo. Nós temos que escolher quem vai nos guiar: o amor ou o dinheiro.

Da Lição de Cabalá em Russo 01/01/17

Ataque Terrorista Em Londres

laitman_433_02Nas Notícias (The Guardian): “‘Ontem, um ato de terrorismo tentou silenciar nossa democracia. Mas hoje nos reunimos como é habitual, como as gerações fizeram antes de nós e como as gerações futuras continuarão a fazer, para entregar uma mensagem simples: não temos medo e nossa determinação nunca vai vacilar diante do terrorismo. E nós nos encontramos aqui no mais velho de todos os parlamentos porque sabemos que a democracia e os valores que ela envolve prevalecerão sempre”, disse a primeira-ministra [Teresa May]“.

Minha Resposta: No coração de Londres, sob o Big Ben, no meio de um dos marcos mais famosos do mundo, o terror deu um novo golpe.

Ao contrário de outros europeus, os ingleses com sua mentalidade de “ilha” estão menos prontos para a mudança. É por isso que foram os primeiros a decidir abandonar a UE. Oficialmente, a fase inicial do Brexit começa em 29 de março.

Em geral, sair da agonizante união facilitará a vida para a Inglaterra; ela manterá seu controle sobre as fronteiras do país e os fluxos de imigrantes batendo em sua porta. No entanto, embora a ameaça do islamismo radical se enfraqueça ligeiramente, isso ainda não vai garantir uma vida tranquila a seus cidadãos.

Portanto, uma luta ativa contra as ervas daninhas agora seria um passo certo. É necessário erradicar a rede que promove atitudes radicais e atividades terroristas. E fazer isso de tal forma que seja um exemplo para todos.

Mas isso não vai resolver a raiz do problema. Afinal, isso não se limita à política ou ideologia, sua causa subjacente está mais profunda, na própria natureza humana. É o egoísmo que separa as pessoas e as põe em lados opostos. Da maneira mais natural ele desperta e intensifica os impulsos mais baixos que exigem domínio dos outros, incita ao ódio e gera terrorismo e guerras.

Nós temos que lutar também nesta frente, e não menos ativamente do que no domínio da segurança. Uma tendência negativa deve ser equilibrada imediatamente e compensada pela tendência oposta. O egoísmo é inerente a nós desde o início, e uma tendência positiva deve se tornar o fruto de nossos esforços comuns e propositais.

Somente uma conexão humana saudável pode mudar radicalmente a situação. O terror, esse formidável sinal de desunião, deve ser contrabalançado com a unidade. Não apenas palavras “não estamos assustados”, mas o espírito de coesão, solidariedade e vontade de superar conflitos e contradições.

Isso não só irá salvar as pessoas da morte, irá organizar e melhorar suas vidas. Ao tomar uma direção tão anti-egoísta, a Inglaterra se tornará um exemplo não só da luta contra o terrorismo, mas também da abordagem correcta para a resolução dos desafios pan-europeus.

Novos Decretos Do Presidente Trump

laitman_202_0Nas Notícias (The Washington Post): “A ordem executiva do presidente Trump, que proíbe temporariamente a entrada nos Estados Unidos de migrantes de sete países, em sua maioria muçulmanos, e refugiados de todo o mundo, alimentou confusão, angústia e uma onda de protestos em todo o país no domingo.

“Mesmo que os funcionários da administração tentassem esclarecer o alcance da ação de Trump – ‘Essa não é uma proibição muçulmana’, o presidente disse em uma declaração – os limites exatos de seu alcance e questões legais sobre sua constitucionalidade permaneceram sem solução. O mesmo aconteceu com a questão de saber se a administração cumpriria as ordens de juízes federais de suspender temporariamente a proibição de viajar.

“Protestos raivosos eclodiram em terminais de aeroporto de costa a costa. Dezenas de milhares de pessoas protestaram diante dos portões da Casa Branca, na Praça Copley de Boston e no Battery Park de Nova York, com suas vistas para a Estátua da Liberdade”.

Meu Comentário: Se Trump não limitar a entrada de imigrantes é bastante claro que as coisas serão muito piores no futuro. O que vemos na Europa é um sinal de alerta para ele.

Pergunta: Será que ele entende que está brincando com fogo? Afinal, as ruas estão cheias de manifestantes.

Resposta: Se uma pessoa é eleita democraticamente e a democracia pertence aos jovens e liberais, por que eles não agem de acordo com a mesma ordem democrática? Acontece que a democracia vale apenas para o que eles tomam partido, e se não, então não é mais democracia, mas fascismo. Por que eles acreditam que não há espaço para outros pontos de vista?

Pergunta: A que novo nível podemos nos referir em relação aos EUA e o mundo? Trump trouxe uma abordagem totalmente nova. A Europa também gostaria de ser semelhante a Trump.

Resposta: Claro. Quanto mais atrasarmos o desenvolvimento da sociedade, mais ela se desviará para a direita, o que levará ao fascismo e aos partidos de ultra-direita de quem ninguém se beneficiará. Se os partidos de esquerda na Europa continuarem a deter o poder por qualquer meio antidemocrático, em última instância, a extrema direita entrará no poder.

Trump personifica os EUA moderado, de uma perspectiva comercial e financeira. Ele deve fazer isso. Há grandes forças atrás dele que não cederão. Além disso, Trump tem coragem. Ele é um homem que já sofreu tudo, então para ele as demonstrações são insignificantes.

Os EUA devem simplesmente dizer que, embora ninguém nos obrigue, vamos alocar os meios para construir um Estado normal, distritos normais para milhões de pessoas do Iraque, Síria e outras regiões. Faremos isso, mas não permitiremos um número tão grande de pessoas em nosso país em total desordem como fez Obama.

Eu acredito que Obama permitiu a entrada de perto de 10 milhões de pessoas nos EUA. Ninguém sabe que bomba-relógio há sob a superfície e como ela vai explodir. Já podemos ver os sinais disso na Europa.

Em 20 a 40 anos, esses milhões de imigrantes com sua tendência de se multiplicar, sua influência e seu desejo, se tornarão um tal poder nos Estados Unidos que mudarão tudo. Eles têm uma mentalidade, religião e natureza totalmente diferentes. Os EUA primeiro precisam descobrir o que está acontecendo com ele. É um país que agora está no meio de um processo destrutivo em comparação com o que era 50 a 60 anos atrás.

Pergunta: A mesma coisa está acontecendo na Europa agora. O que esse passo requer?

Resposta: A Europa precisa se dispersar rapidamente. O divórcio às vezes pode evitar muitos problemas, pois, caso contrário, os dois lados começam se a odiar, a bater e destruir, a tomar advogados caros só para provar um ao outro que está certo. No final, os dois lados quebram e são deixados com nada, como acontece frequentemente em um divórcio, e as crianças também sofrem. Essa é a razão pela qual a Europa deve se “divorciar”. Assim, a mudança de poder será mais ou menos pacífica, e cada Estado existirá de forma relativamente independente. Os democratas e os liberais chegarão a um beco sem saída, por isso devem fazer isso. Se continuarem a manter o poder, invocarão o surgimento de regimes fascistas radicais de direita, totalmente opostos a eles. Eu os aconselho a implementar uma mudança democrática pacífica de poder hoje, da forma como eles e os europeus querem.

O tempo de uma Europa unida já passou. Ele foi desatado não de acordo com os princípios sobre os quais a UE deveria ter sido baseada. Nós conversamos sobre isso muitas vezes. Agora a Europa deve se dividir, e assim será capaz de se reconectar, mas apenas depois que toda a população foi educada e aprendeu a razão de todos os problemas.

Pergunta: Que qualidades os líderes da Europa precisam agora?

Resposta: Os líderes europeus de hoje devem ser pessoas que buscam a liberalização correta segundo a qual as pessoas são amigas, camaradas e irmãs; quando todos se apóiam, quando há boas relações entre as pessoas, acima de suas diferenças.

Religião, status econômico ou origem não devem afetar as relações mútuas entre as pessoas. As pessoas devem trabalhar para conseguir isso, para mudar a natureza humana, e isso exige décadas de trabalho árduo. É exatamente o que precisa ser feito na Europa. Então seria possível abrir as fronteiras para aqueles que foram reeducados e eles serão capazes de entrar na Europa.

Pergunta: Os mesmos requisitos se aplicam aos EUA?

Resposta: Aos EUA e ao mundo inteiro! As pessoas precisam começar um processo de reeducação e só então serão realmente capazes de estabelecer um bom mundo comum.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman” 30/01/17

Como Tirar O Mundo Do Oceano Das Mentiras

Atualmente, o nosso mundo está passando por um processo único de repensar tudo o que foi alcançado no curso da história humana e nós vemos o que uma sociedade enganosa fez. Nos enganam e mentem de todos os lados.

A mídia é comprada pela elite rica e não transmite uma palavra de verdade. Os governantes do mundo dirigem seus negócios pessoais sem qualquer preocupação com os outros, não fazendo nada para o bem do povo, mas apenas para seu próprio bem.

Isso está começando a se desenrolar agora, em nossos dias. A humanidade cresceu e está passando por uma realização muito difícil, uma revisão de toda a sociedade humana. Esta é uma chamada do tempo.

É por isso que eu apoiei Donald Trump tanto nas eleições e depois delas.

Não há nada de especial nele, mas ele é o símbolo de um novo tempo, uma nova revisão. Nós vemos como uma linha extrema no mundo dá origem a outra linha extrema: o liberalismo extra dá origem às correntes de ultra-direita, o nazismo. E o escrutínio acontece no meio entre eles.

É por isso que a mídia e os governos estão sujeitos a tais críticas; as acusações mútuas estão fluindo de todos os lados. O povo vai entender quem os está controlando, quem eles escolhem para a liderança do país, e verá toda a decepção dos meios de comunicação de massa e grandes organizações públicas. Na verdade, todo mundo se preocupa apenas consigo mesmo, e usa a pessoa comum.

Este é o reconhecimento do mal que o povo não podia alcançar antes. Anteriormente, eles ainda acreditavam nas belas palavras e permaneciam mais ou menos calmos.

Como resultado dessa revisão, entenderemos que toda a sociedade humana mergulhou em mentiras e é incapaz de construir o estado correto. Afinal, ela própria gera tais governos, organizações, sindicatos, sistemas educacionais e meios de comunicação.

Portanto, a própria sociedade precisa de educação.

Somente após a educação integral é que a sociedade poderá gerar tais organizações que agirão em benefício do povo. E sem essa preparação preliminar, a sociedade sempre criará alianças de ultra-esquerda ou ultra-direita, ou seja, ultra-egoísticas em uma direção ou outra.

Os Cabalistas explicam isso ao mundo para gradualmente trazer isso à consciência do povo. Isso não se relaciona com a política. A sabedoria da Cabalá está sendo revelada agora a toda a humanidade, a fim de passar-lhe o método de correção. Portanto, a direção do desenvolvimento do mundo é muito importante. Eu vejo a chegada de Donald Trump ao poder como um sinal de bom desenvolvimento, em comparação com o Obama.

Logo, os líderes ultra-liberais serão substituídos na Europa também. Trata-se dos estágios da revelação do mal que a humanidade sofre. Pessoalmente, eu não tenho qualquer preferência por nenhuma parte. Eu olho a situação do ponto de vista de sua utilidade para as correções necessárias que a sociedade humana deve sofrer.

As pessoas pensam que a Cabalá é uma teoria que fala apenas do Criador e dos mundos superiores distantes. Mas isso não é assim porque se sabe que Baal HaSulam escreveu um artigo, “A Última Geração” sobre a estrutura da sociedade futura e se reuniu com Ben Gurion.

Nós vivemos numa época em que a sabedoria da Cabalá já se destina a toda a geração e, portanto, é muito importante em que direção o desenvolvimento irá. Portanto, vale a pena ajudar as pessoas a descobrir. Na verdade, a Cabalá não tem nenhuma ligação com a política. Se eu dou qualquer avaliação, não é do ponto de vista político, mas apenas do ponto de vista da Cabalá, isto é, da maneira como as forças superiores atuam na sociedade humana e movem o mundo para a correção.

Meus Pontos De Vista Políticos

laitman_229Pergunta do Facebook: Por um lado, você diz que a humanidade se unirá de uma maneira ou de outra e que não haverá fronteiras, e por outro lado, diz que todos precisam viver dentro de suas próprias fronteiras e educar as pessoas. Quais as suas visões políticas preferidas, de esquerda ou de direita?

Resposta: Nenhuma. Eu entendo para onde a natureza está nos levando e aconselho a todos a estudar e explorar essa inclinação e realmente se aderir a ela, porque é impossível ir contra a natureza.

Comentário: De acordo com a pessoa que está fazendo esta pergunta, a natureza está na extrema esquerda porque o mundo está avançando rumo à unidade de qualquer forma…

Minha Resposta: A natureza não pode estar na extrema esquerda. Ela nos une acima de tudo as diferenças, pois opera de acordo com o princípio de que “o amor cobrirá todas as transgressões”. Isso significa que as partes opostas precisam descobrir, entender e apreciar corretamente todas as transgressões e trabalhar seriamente apesar dos atributos negativos que cada lado tem e, assim, construir entre eles o sistema correto de conexão até que eles alcancem o amor real.

Nossa natureza original é odiar uns aos outros. Se cavarmos um pouco mais profundo, podemos identificar esse problema. Cada um de nós é um individualista absoluto que se originou e desceu de uma raiz separada especial do sistema geral. Portanto, somos totalmente diferentes e opostos uns aos outros. Nós temos que aprender a estabelecer uma conexão acima de todas as diferenças e discordâncias entre nós, como se construíssemos um segundo andar acima de nós. A sabedoria da Cabalá nos ensina essas regras.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman” 30/01/16

Rumo A Uma Nova Ordem Social

laitman_214Pergunta: Você disse que o mundo corpóreo não interessa a nenhum Cabalista. Pode um Cabalista ser indiferente ao que está acontecendo no mundo corpóreo em que vive temporariamente?

Resposta: O fato é que o mundo físico é uma consequência absoluta do nosso comportamento. E nós só podemos mudar nosso comportamento com a ajuda do mundo espiritual.

Portanto, todas as tentativas da humanidade de fazer algo neste mundo são inúteis. Tudo volta ao que era antes e nós continuamos cometendo os mesmos erros e recebendo os mesmos golpes como resultado. Seria melhor se não fizéssemos nada.

É melhor para uma pessoa se engajar somente em seu desenvolvimento espiritual. É por isso que esse mundo não interessa aos Cabalistas. É uma espécie de reflexo do seu avanço.

Baal HaSulam escreve que nos tornaremos uma sociedade comunista, não como aquelas de que ouvimos falar que adotaram os métodos de Lenin e Marx, mas uma sociedade verdadeiramente igualitária e justa.

Essa sociedade não é o objetivo real, mas é simplesmente um reflexo do estado interno das pessoas que continuarão a viver neste mundo no futuro. Elas estarão em um estado interno e as relações entre elas lhes permitirão estabelecer uma sociedade na qual as pessoas serão mais iguais e próximas entre si porque a Luz superior as impactará cada vez mais e as conectará em uma estrutura unificada.

Marx precisamente previu isso; a humanidade inevitavelmente voltará a isso. Ele escreveu sobre uma nova sociedade e não se referia à Rússia ou a qualquer outro país, e acreditava que tal sociedade seria estabelecida no futuro, uma vez que este é o curso natural de nossa evolução. A evolução nos leva a isso. Acontece que ele estava certo. Você não precisa ser um profeta; simplesmente precisa entender corretamente o curso de nossa evolução.

Da Lição de Cabalá em Russo 01/01/17

Dissolvam Tudo! Limpem Todas As Dívidas!

Laitman_182_02Nas Notícias (New Direction): “Hans-Olaf Henkel MEP [membro do Parlamento Europeu], vice-presidente da New Direction – Fundação para a Reforma Europeia, ao Sr. Wolfgang Schäuble, Ministro da Economia da República Federal da Alemanha e ao Honroso Yanis Varoufakis, Ministro da Economia da República Helénica:

“Devido à importância dos desafios que o governo grego enfrenta, resolvi dirigir-me a vocês pessoalmente. O governo grego tem toda a razão ao argumentar que a austeridade teve efeitos desastrosos na Grécia e que a anulação da dívida é necessária. A escala de dano ao tecido social da sociedade grega forjada pela austeridade tem sido amplamente sub-relatada na mídia ocidental. Como alguém com uma afinidade profunda com o patrimônio cultural da Grécia, eu acho o estado de miséria econômica em Atenas – que eu considero uma crise humanitária – verdadeiramente desolador. …

“A adesão à União Monetária Europeia revelou-se uma armadilha para a Grécia. O euro tem sido uma moeda muito forte para a Grécia e a austeridade nunca foi a resposta certa. A única forma da Grécia voltar à via da recuperação é abandonar o euro. Uma desesperada desvalorização necessária se seguiria, que deveria ser acompanhada de uma baixa da dívida, para que a economia grega pudesse ter um novo começo. Assim, surgirão finalmente as condições econômicas para as reformas necessárias.

“Em consequência, eu gostaria de propor que se anulasse a dívida da Grécia para com a Alemanha, se o governo grego decidir que é hora de quebrar o ciclo vicioso criado pela União Monetária Europeia e abandonar o euro. A sociedade grega tem sofrido de forma inimaginável, e não merece sofrer mais dor por causa de uma união monetária fracassada”.

Resposta: Ele está certo de que será melhor para eles. A tendência correta está começando: todos se dissolvendo e eliminando todas as dívidas. O problema é que muitas nações da zona do euro sofreram muito. Na Letônia, toda a indústria de carne e de produtos lácteos foi destruída pela proibição de produzir estes produtos. Em Portugal, a indústria da pesca foi destruída por meio da proibição da pesca! Isso ocorre em uma nação que tem se envolvido somente com isso por toda a sua existência.

Como resultado, essas nações estão em dívida com a comunidade europeia. Se elas são cortadas do mercado comum agora e lhes dizem, “Pronto, vocês estão livres! A partir de amanhã viverão como quiserem!” Do que elas viverão?

Isso se aplica aos pequenos países da zona euro. E as nações restantes da zona do euro, mesmo que não sofram economicamente, serão golpeadas fortemente política, social e internamente.

Uma lei fundamental está agindo aqui. Elas devem se dispersar e se envolver na educação dos povos, e só então se unir conforme a sua educação, o que lhes dará uma compreensão de como trabalhar entre si em uma Europa comum, em uma casa comum. Esse é o objetivo da educação.

Pergunta: Então você está convencido de que elas vão se separar?

Resposta: Sim, mas eu gostaria de ter certeza de que isso não vai levar à guerra. Há um problema aqui porque Trump não quer alocar dinheiro para fortalecer a OTAN, mas manter toda a Europa unida, é necessária uma organização militar comum. Mas os Estados Unidos não querem apoiá-la.

Portanto, eles precisam pensar cuidadosamente sobre como de dividir. Eu teria explicado a estratégia de partida diferente: comecem a se separar um pouco um do outro com certas obrigações, mas ao mesmo tempo, comecem a criar um sistema de educação em conjunto. É necessário educar os europeus no mesmo espírito, em uma única compreensão o que fazer. Então chega-se à unificação.

A Europa deve começar a se envolver em algo muito simples. Ela precisa arrancar todos os imigrantes que vivenciaram condições difíceis em seus próprios países como resultado da “primavera americana” criada por Obama. É necessário estabelecer condições para eles em suas nações e não destruí-los. Afinal, por exemplo, tudo está completamente destruído na Síria.

Será necessário consolidar um “Plano Marshall” para essas nações. E isso deve ser feito pelos Estados Unidos e pela Europa. Somente dessa forma eles vão eliminar a emigração e criar as relações corretas entre os povos. Não há outro caminho.

É necessário transformar uma pessoa em um Adão (homem). Caso contrário, assim como ela nasceu como um animal selvagem, permanecerá assim durante toda a sua vida.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman” 15/02/17