Textos na Categoria 'Globalização'

Como Compensar As Contradições Entre Gerações

571.03Pergunta: Como os conflitos intergeracionais afetam todo o sistema em um mundo global e interconectado? Essa diferença aumentará ou diminuirá?

Resposta: A diferença aumentará dependendo de como as gerações resolverem problemas de interação entre si e dentro de si. Nesse estado, elas afetarão o quadro geral da natureza, que, por sua vez, as afetará.

Eu espero que, ao mesmo tempo, a inteligência da humanidade cresça e, assim, compense as contradições entre as gerações.

De KabTV, “A Era Pós-Coronavírus”, 21/05/20

Por Que Estamos Fazendo Um Trabalho Que Odiamos?

547.05Pergunta: Em nossa sociedade moderna, o trabalho ocupa um lugar central. É interessante que 80% das pessoas não gostam de seus empregos. Passamos muito tempo em um trabalho que não gostamos, para ganhar dinheiro, comprar coisas que não precisamos e nos exibir para pessoas que não são importantes para nós. Por que fazemos isso? O que está nos impulsionando?

Resposta: O egoísmo. Mas, em cada caso específico, precisamos discernir que aspecto do egoísmo está conduzindo uma pessoa e a que ele quer conduzi-la. Estamos falando da forma como a natureza nos dirige.

No entanto, quando começamos a trabalhar em nós mesmos, nos dirigimos para a conexão artificial entre nós, a fim de criar um sistema totalmente completo e integral fora de nós mesmos.

De KabTV, “A Era Pós-Coronavírus”, 04/06/20

Rosh Hashaná – Começo De Uma Nova Vida

963.6O homem emerge do Êxodo do Egito com uma elevação acima de seu egoísmo. Até que saia de seu egoísmo, ele ainda não é considerado uma pessoa porque está à mercê de sua natureza egoísta. Ao elevar-se acima do egoísmo, a pessoa se torna pelo menos um pouco semelhante ao Criador e é chamada de Adam.

Portanto, o grau de homem começa com Pessach. Mas depois temos que passar por um período de sete meses, de acordo com o número de Sefirot, durante o qual passamos do desejo de receber para o desejo de doar. No sétimo mês após a Páscoa, Rosh Hashaná (ano novo) começa; um novo começo quando realmente começamos a construir um novo nível espiritual.

Antes, porém, é preciso fazer um cálculo honesto: o que sou, de onde venho, o que devo construir, de onde devo me afastar e de onde devo me aproximar? É por isso que existe um período chamado Slichot (arrependimento) antes do ano novo, no qual faço perguntas: de onde venho, de que qualidade, e que qualidade quero alcançar? Quero passar da recepção à doação, da mente animalesca à fé acima da razão, isto é, à mente espiritual, à opinião do Criador.

Em vez de ver, sentir e perceber o mundo com olhos animalescos, quero chegar a uma nova percepção da realidade e ver tudo com os olhos de doação, por meio da força da fé. Então, em vez deste mundo, verei um mundo futuro. Tudo isso simboliza Rosh Hashaná – o início de novas mudanças.

Este ano é muito especial porque mudanças imensas estão acontecendo em toda a humanidade. Pela primeira vez, toda a humanidade está experimentando uma mudança tão radical; isso é realmente Rosh Hashaná – o começo de um novo ano, novas mudanças para todos.

Você pode ver isso como o cumprimento da promessa do Criador. Aqueles que tentam entender isso e ajudar a humanidade a fazer isso corretamente, rapidamente, com amor por todos e amor pelo Criador, são chamados de Israel, que significa direto ao Criador (Yashar-El).

Esse estado só pode ser alcançado corrigindo a alma despedaçada de Adam HaRishon. O Criador deliberadamente o quebrou para que agora possamos montá-lo como crianças montam blocos de Lego, e a partir disso, podemos entender melhor a vida espiritual que devemos alcançar.

Portanto, estamos felizes que todos os dias estamos dando grandes passos em revelar o mal de nossa natureza egoísta, bem como em reconhecer o bem, isto é, entender que somente uma boa conexão pode salvar a humanidade. Esta é a única cura para o coronavírus.

Portanto, damos as boas-vindas a este feriado especial de Rosh Hashaná – o início das mudanças. Por que é costume pedir perdão antes deste feriado? O Criador não precisa de nosso arrependimento. Foi Ele quem fez todas as condições pelas quais peço perdão. Se eu reagir a eles corretamente, significa que entendi corretamente a obra do Criador em mim e que estou trabalhando com Ele como Seu parceiro. Nessa parceria, existem muitos graus: um servo, um pecador, um amigo, um ente querido e muitos outros.

O Criador não precisa de nosso arrependimento e correções. Somos nós que precisamos deles para sair da ignorância, incompreensão e insensibilidade ao conhecimento, sentimentos e solidariedade com o sistema superior e seu processo, para compreender o programa do Criador. Nós não apenas entendemos, mas também começamos a controlar este programa. É como as crianças que dão os primeiros tímidos passos neste mundo, aprendem a viver nele e, finalmente, crescem e começam a controlá-lo.

Da mesma forma, gradualmente nos envolvemos na realidade espiritual até chegarmos à compreensão do Criador e à solidariedade com Ele, e até mesmo tomarmos as rédeas do controle Dele, como está escrito: “Meus filhos Me derrotaram”. Na verdade, apenas nós podemos controlar a inclinação ao mal e transformá-la em uma inclinação ao bem.

Só podemos pedir o que depende de nós, ou seja, pedir ao Criador para nos dar força, razão, sentimentos e capacidade para realizar as ações corretas que Ele deixou para nós. Desta forma, estamos nos tornando incluídos no mundo criado pelo Criador e nos movemos em direção à sua correção final.

Estamos no estágio da correção final do mundo. Até agora, o mundo foi corrigido seletivamente, em pequenas partes, como se uma parte após a outra tivesse sido substituída em um carro: motor, caixa de câmbio, transmissão e assim por diante. Mas depois começamos a juntar todas as correções e lançamos o sistema inteiro.

Até este momento, todos os Cabalistas do passado estavam fazendo correções pessoais e parciais ao sistema da alma comum de Adam HaRishon, corrigindo parte por parte. Agora, porém, é hora do trabalho mais importante: estabelecer a comunicação entre as partes e lançar todo o sistema juntos.

Este é um trabalho diferente. Muito especial. Afinal, precisamos estabelecer uma conexão entre todas as partes, pois entendemos o que deve ser. Portanto, isso só é possível através da nossa conexão mútua, do leve ao pesado, do interno ao externo. Mas no final, temos que lançar todo o sistema.

Não pedimos ao Criador para se revelar, mas nós mesmos queremos revelá-Lo reunindo nosso Kli. O Kli funcionará da mesma maneira que o Criador e, a partir desse trabalho, compreenderemos o Criador. Esta é a revelação da força superior que desejamos.

É como se eu quisesse ser como meu pai e minha mãe não apenas por meio de suas histórias, mas organizando minha vida de forma que eu os entenda e sinta. Da vida vou entender o que realmente aconteceu com eles e como eles cuidaram de mim e fizeram tudo por mim. Isso se chama “Por Suas ações nós Te conhecemos” e define um novo período, um novo ano. O mundo está se movendo em direção a essa correção.

Da 1at parte da Lição Diária de Cabalá 14/09/20 , “Slichot

Torne-Se Um Elemento Útil Da Sociedade

284.03Pergunta: A atração de pessoas para o trabalho pode ser dividida em três métodos. O primeiro é o trabalho forçado (escravidão, servidão). O segundo é o trabalho economicamente forçado para ganhar a vida. E o terceiro é o trabalho voluntário, à vontade, quando uma pessoa, talvez, não precise de nenhum meio para existir.

De acordo com a lei aprovada pela ONU, a pessoa tem direito ao trabalho obrigatório. Em alguns países, pessoas foram até julgadas por parasitismo. Você acha que isso está correto? Se uma pessoa não trabalha, o Estado deve obrigá-la a trabalhar?

Resposta: Depende de qual Estado e a que horas. Mas, em princípio, uma pessoa é obrigada a trabalhar; caso contrário, ela cairá nas mãos da sociedade, que terá que cuidar dela.

Um parasita não será jogado fora para morrer na floresta, para ser devorado por animais selvagens. Ele deve viver em sociedade, o que significa que ela cuidará dele. Se houver muitas dessas pessoas-parasitas, precisamos combatê-las. Afinal, não permitimos que ninguém nos governe. Por que essas pessoas deveriam aproveitar os frutos de nosso trabalho?

Pergunta: Ou seja, você é a favor de que o parasitismo seja punido por lei?

Resposta: Eu defendo que cada pessoa na sociedade passe por um sistema permanente de educação e criação, que não cessa até o fim de seus dias. E com base nos resultados de sua educação, ela mesma seria atraída para ser um elemento útil da sociedade.

Pergunta: A Declaração dos Direitos Humanos das Nações Unidas afirma que todos têm o direito de trabalhar e escolher um local de trabalho. Quem deve escolher o trabalho: a própria pessoa ou a sociedade?

Resposta: A sociedade deve educar uma pessoa para que ela possa ver onde pode ser mais útil para a sociedade. Além disso, ela deve estar sob a autoridade da sociedade e agir de acordo com ela. Ou seja, a sociedade é primária e uma pessoa é secundária.

De KabTV, “A Era Pós-Coronavirus”, 04/06/20

Não É Perdão Que Pedimos, Mas Correção

239Notícias mostram que o mundo está caminhando para o abismo, afundando mais e mais a cada dia e precisando urgentemente de uma cura genuína. Mas não há dúvida de que essa vacina não pode ser feita em laboratório e, infelizmente, a epidemia só vai se intensificar. Ainda não está claro se o mundo está mudando em uma boa direção.

Devemos nos sentir responsáveis ​​por toda a realidade e exatamente por isso devemos pedir perdão ao Criador. Afinal, entendemos que tudo depende de nós. O Criador nos aproximou de Si mesmo e está esperando que peçamos a Ele por todo o mundo como o governante supremo. Ele quer que sejamos um canal pelo qual a luz fluirá entre Ele e o mundo inteiro, mas ainda não podemos pedir isso a Ele.

Então, pedimos perdão por isso porque hoje já temos a obrigação de implementá-lo. Pedimos perdão não por crimes passados, mas pelo que devemos fazer agora, ao reconhecermos que somos responsáveis ​​pelo estado do mundo. Portanto, temos o que nos arrepender diante do Criador, já que trouxemos o mundo ao estado tão terrível em que se encontra hoje.

Se tivéssemos agido corretamente, mesmo antes da pandemia do coronavírus, diante de todos esses problemas, teríamos atraído boas forças ao mundo, e o mundo teria se voltado para uma boa direção.

Pedimos desculpas por negligenciar nossa missão, nossa conexão com o Criador. Não pedimos perdão; antes, queremos ser corrigidos: deixe o Criador nos dar sabedoria, sentimentos e nos trazer para mais perto Dele para que possamos corrigir o mundo. Como se diz: “Do amor dos seres criados ao amor do Criador”.

Da Lição Diária de Cabalá, 15/09/20, “ O Que é a Preparação para Selichot (Perdão)”

As Escolas Farão Um Exame Mundial Unificado

632.4Pergunta: Uma citação de uma mãe de quatro filhos se tornou viral na Internet: “Se o coronavírus não nos matar, a educação virtual o fará”.

Por que ela disse isso? Instituições educacionais foram fechadas para um bilhão e meio de alunos, o resto será fechado de uma forma ou de outra. Cerca de 50% dessas crianças não têm acesso a computador em casa, 43% nem têm conexão com a Internet. Nos países do terceiro mundo, 80% não podem estudar remotamente.

Sempre dizemos que isso é o futuro, que é assim que tudo vai se desenvolver. Como as crianças que não têm computador podem ser atendidas?

Resposta: Haverá um computador para dez famílias – não importa. De todos os modos, gradualmente assim será.

Pergunta: Você ainda acha que este é o futuro?

Resposta: Sem dúvida. As pessoas precisam se acostumar com a educação virtual. Além disso, em algum lugar da África, não se sabe que tipo de professor as ensina e o que está sendo ensinado.

Deve ser um sistema muito claro, uma rede virtual que levará a humanidade à unidade. Qualquer criança em qualquer país começará a receber treinamento e ensino educacional de acordo com o programa geral. Ela vai estudar o que todos estão estudando. No mundo todo!

Você pode imaginar a que isso vai levar?! As pessoas começarão a se entender, serão espiritualmente conectadas umas às outras.

Pergunta: Este sistema educacional e de treinamento unificado as conectará. Como resultado, pode-se perguntar: um idioma aparecerá?

Resposta: Claro. No final, sim. Mas isso não é tão importante.

Pergunta: Você acha que não há mentalidades diferentes: para as crianças africanas – uma coisa, para os americanos – outra, etc.?

Resposta: Não há mais mentalidades hoje. Praticamente tudo isso foi quebrado há muito tempo.

Pergunta: Este programa educacional e de treinamento virtual será voltado especificamente para a conexão?

Resposta: Para consolidação, unificação, fusão na mente, nos sentimentos, nas forças, em tudo, em todos os assuntos de estudo. Todas as crianças aprenderão a mesma coisa. Haverá um único exame mundial. Este é um novo nível.

Observação: Depois de suas palavras, quero começar a pensar nessas crianças, que elas têm um computador, que têm tudo. É necessário que os líderes tenham esse pensamento. Não só entre os líderes, mas também entre as pessoas.

Meu Comentário: Qual é o problema de ter um computador para 10 crianças? Deixe esses bilionários desembolsar e pronto.

Observação: Há um problema aqui, não existe tal treinamento e programa educacional de que você está falando.

Meu Comentário: Esse programa existe! Que haja computadores em todos os lugares e comecemos a estudar.

Observação: O que você disse é importante. Ou seja, o objetivo principal e constante é apenas conectar.

Meu Comentário: As crianças devem começar a absorver através de todas as ciências, exemplos, através de tudo, que o mundo é uma única força.

De KabTV, “Notícias com Dr. Michael Laitman”, 13/07/20

Quem É Um Bom Prefeito?

568.01Pergunta: Prefeitos de várias cidades do México, de Nova York, da Europa e da África se reuniram no Zoom para discutir como restaurar suas cidades após o vírus, ou seja, construir ciclovias, gramados verdes, parques, trabalho para as pessoas, para integrar a natureza às cidades.

O fato de prefeitos de muitas cidades, indivíduos bastante egoístas, estarem se conectando para buscar assistência mútua, isso é progresso?

Resposta: Por um lado, eles são indivíduos egoístas, mas, por outro lado, são os mais próximos das pessoas porque estão empenhados em proporcionar aos seus cidadãos condições de vida normais. Eles são os mais próximos e também são responsáveis ​​por tudo. Portanto, os prefeitos das cidades não são um governo que se senta e inventa novas leis.

Pergunta: Você acha que um bom prefeito se preocupa mais em ser reeleito ou em entregar o que prometeu aos que o elegeram?

Resposta: Acredito que para um bom prefeito é a mesma coisa: ser reeleito, amar seus eleitores e fazer de tudo para beneficiá-los, e tentar fazer com que todos que vão votar votem nele.

Pergunta: Você acha que todos os governos municipais vão começar a trabalhar em benefício das pessoas ou isso vai parar depois que a tensão diminuir?

Resposta: Isso é um problema porque a humanidade ainda não percebeu que por meio de pessoas como prefeitos a natureza pode ser corrigida. Talvez eles devam receber mais autoridade.

O prefeito de uma cidade garante que haja água, ar puro, creches e escolas. Resumindo, este é o gerente da casa. E isso é muito importante para nós.

Pergunta: Os prefeitos das cidades devem receber o máximo de poder e dinheiro?

Resposta: Sim. Não confundir com mais nada. Ele tem que se certificar de que estamos confortáveis ​​em nossa casa. Este trabalho requer a pessoa certa. O prefeito deve ser um superintendente local.

Pergunta: Como deve ser o prefeito do futuro em seu entendimento?

Resposta: Não estou falando sobre nenhum critério mental, psicológico ou espiritual. Estou dizendo que tudo isso deve ser visto em nosso exemplo, em nossa vida.

Para que tudo esteja limpo, pronto, aberto, atendido em diferentes níveis de cidadãos, e assim por diante, é tudo. É isso que o prefeito deve fazer e ter esse sentido. Tem gente que tem esse sentido. Precisamos exatamente dessa pessoa e da equipe adequada.

Pergunta: E depois, se ele tiver tal inclinação para as pessoas, ele receberá força, habilidade e poder?

Resposta: Claro. Ele obterá apoio de baixo, receberá apoio de cima. De cima significa da natureza.

Pergunta: O que você adicionaria a isso? Digamos que exista esse desejo agora. O que poderia ser adicionado para manter tudo isso funcionando?

Resposta: Uma compreensão cristalina do fato de que existimos em um mundo integral, em completa dependência da humanidade uns nos outros e na dependência de toda a humanidade na natureza inanimada, vegetal e animal.

Portanto, devemos nos preocupar com todos os níveis e fazer todo o possível para garantir que a natureza seja harmoniosa e integral em todos os seus níveis. Então, não ficaríamos apavorados se a Antártica de repente começasse a derreter ou algo mais estivesse acontecendo, alguns excessos na crosta terrestre e assim por diante. Não nos preocuparíamos. Poderíamos pensar que todos esses fenômenos podem estar acontecendo porque a natureza está se equilibrando dinamicamente dessa forma.

De KabTV, “Notícias com Dr. Michael Laitman” 05/04/20

Quem Pode Se Tornar Um Líder Hoje?

laitman_271Pergunta: No passado, um líder era escolhido com base em quão verdadeiras eram suas promessas, seu carisma, sua coragem, sua determinação na tomada de decisões e somente então em como ele conduzia os assuntos de Estado, como lidava com o desemprego, a renda das pessoas, etc.

Os psicólogos empresariais levantaram a questão: o que acontecerá no período pós-coronavírus? Nossa visão de talento de liderança amadurecerá para se basear na preocupação com o bem-estar das pessoas? Como você acha que os futuros líderes serão?

Resposta: O líder do futuro é uma pessoa que sabe como unir as pessoas. Isso é tudo. Nada mais. Mas precisamos de uma pequena nota aqui: isso não é como Mao, Lênin ou Trotsky, que subiriam em um caminhão blindado e inspirariam as pessoas. Houve grandes personalidades inspiradoras.

O fato é que você precisa de uma pessoa que estabeleça uma meta não para derrotar alguém às custas de outro, mas para unir absolutamente todos. Isso é um problema porque estamos sempre competindo contra alguém.

Isso não pode acontecer aqui. Estamos todos juntos contra nossa natureza, nossa essência, nosso amado egoísmo. Um líder deve conhecer a natureza genuína do mundo e como podemos lidar com essa natureza. Ou melhor, como não lidar com ela. Do contrário, como ele pode ser um líder se não entende com o que está lidando?

Ele deve compreender e sentir totalmente a natureza, seu altruísmo, sua natureza finita encerrada em si mesma e seu valor. Ele deve entender que o homem deve chegar a alcançar uma equivalência completa com a natureza através da unidade mútua, o que se chama de adesão a ela, como fazer isso, que tipo de forças, sua conexão com a natureza deve ajudá-lo nisso.

Nossa natureza é egoísta, mas o ambiente é altruísta. Portanto, tenho que me transformar de egoísta em altruísta em relação a outras pessoas. Assim, quando todos nós nos refazermos dessa maneira, nos tornaremos como a natureza geral do mundo – altruísta. Isso é o que devemos alcançar.

Este não é um grande obstáculo; esta é a natureza definindo esse padrão para nós. Isso definitivamente vai acontecer! Você verá dentro de alguns meses como o mundo começará a se mover nessa direção.

O líder terá que oferecer ao mundo um método de unir toda a humanidade. Ele deve se esforçar para isso. Não pode haver outra maneira.

De KabTV, “Notícias com Dr. Michael Laitman”, 13/07/20

Nova Vida 1280 – O Retorno Às Instituições Educacionais Na Era Corona

Nova Vida 1280 – O Retorno Às Instituições Educacionais Na Era Corona
Dr. Michael Laitman em conversa com Oren Levi e Tal Mandelbaum ben Moshe

Mandar as crianças de volta à escola no meio do coronavírus demonstra o descaso, a falta de ânimo, a confusão séria e a irresponsabilidade completa dos pais. As mães não pensarão mais em seus filhos nos próximos dias; está até escrito que “mães misericordiosas cozinharão seus filhos”.

O coronavírus é apenas o começo. Mais golpes virão, incluindo que todo o Israel ficará cronicamente infectado com o coronavírus, incluindo crianças e animais de estimação. Isso acontecerá diante de toda a humanidade para que todos entendam que o vírus passa por Israel. A maldição é que os israelenses têm ódio infundado entre si e a bênção é viver de acordo com o princípio “ame o seu próximo como a si mesmo”. Os pais precisam chegar à raiz do problema, que é a falta de conexão correta entre si.

A cura depende dos israelenses serem mais amigáveis ​​uns com os outros e se aproximarem uns dos outros para que cuidem de todas as crianças como se fossem suas, como uma nação e como um homem em um coração. Se eles conseguirem implementar essa tecnologia entre si, como irmãos e irmãs em uma família, não haverá infecções do vírus em Israel e todas as outras nações do mundo seguirão seu exemplo.

De KabTV, “Nova Vida 1280 – O Retorno às Instituições Educaionais na Era Corona”, 04/09/20

Amor Próprio

565.01Pergunta:  A citação atribuída a Buda, “Se você realmente se ama, nunca faria mal a ninguém”, parece ser uma sabedoria simples. O que você pode dizer sobre isso?

Resposta: Se você realmente ama a si mesmo e entende em que tipo de mundo vive, o mundo integral, o quanto tudo está interconectado, você não prejudicará os outros porque, dessa forma, indiretamente prejudicará a si mesmo.

Pergunta: Por que você acabou de conectar “amar a si mesmo” com “o mundo integral”? Afinal, amar a si mesmo é um desejo egoísta.

Resposta: Mas se o mundo é integral e você influencia o mundo negativamente, isso volta para você.

Pergunta: Ou seja, eu sinto que isso volta para mim? Então, se eu me amo, não vou fazer o mal a outra pessoa porque isso vai voltar para mim?

Resposta: sim. Se o mundo é integral, ferir a si mesmo ou aos outros é a mesma coisa.

Pergunta: E ao amar a mim mesmo, ainda faço mal a outra pessoa?

Resposta: Eu também me prejudico dessa forma.

Pergunta: Isso significa que tudo volta? O efeito bumerangue existe?

Resposta: Porque o mundo é fechado. É redondo.

Pergunta:   O que você tem a dizer sobre outra citação atribuída a Buda: “A felicidade nunca virá para aqueles que deixam de apreciar o que já têm”.

Resposta: Em princípio, isso também é verdade.

Pergunta: Portanto, devo ser grato, não importa o que eu tenha. Mesmo se eu estiver na pior condição, ainda devo subir ao nível de gratidão?

Resposta: A gratidão é um pré-requisito para receber o sentimento de felicidade, o sentimento da luz.

Pergunta: Como posso ser grato se me sinto tão mal? É simplesmente impossível!

Resposta: Depende da sua percepção de mundo. Por que ele é tão ruim? Tente se elevar de qualquer maneira.

Pergunta: Mesmo neste estado, sou obrigado a alcançar a gratidão?

Resposta: A gratidão deve estar presente em qualquer estado. Mesmo um segundo antes da morte.

Pergunta: Todas as orações começam com gratidão?

Resposta: Claro. E se não houver tal atitude, a quem você ora?

Pergunta: O estado é alto, é claro! Então, seja qual for a minha condição, eu primeiro agradeço?

Resposta: Sim. Mas isso ocorre porque você se divide em duas partes: escuridão e luz, sofrimento e ação de graças.

De KabTV, “Notícias com Dr. Michael Laitman”, 15/06/20