Textos na Categoria 'Facebook'

O Que É A Festa Dos Tabernáculos: Sucot?

Dr. Michael Laitman

Da Minha Página No Facebook Michael Laitman 16/10/19

O que significa seguir a Festa dos Tabernáculos, ou Sucot?

Significa concordar em erguer um Schach, um telhado de palha feito de restos de plantas, que nos conecta sob uma única ideia de unidade, “como um homem com um coração”, acima das diferenças.

Sentado em uma Sucá, uma habitação temporária, sob seu Schach, e querendo desfrutar da Ohr Makif (luz circundante) – a influência positiva da natureza que emerge quando tentamos assemelhar-nos à sua forma perfeitamente unificada – é considerado como desfrutando à sombra da Sucá.

Nós respeitamos a sombra, ou seja, nossos desejos egoístas que nos separam, juntamente com o entendimento de que só podemos nos unir acima de nossos egos.

Portanto, cobrimos nossos egos com o Schach, ou seja, conceitos de amar e cuidar dos outros, conceitos que são como fragmentos de nossos egos, mantendo zero importância egoísta. Na sabedoria da Cabalá, o Schach também é chamado de “Masach” (“tela”).

Abaixo do Schach estão nossos egos. Acima disso, nos unimos.

O Schach representa nosso desejo comum de amar, doar e conectar-se positivamente um ao outro, de sermos um com todos.

A Sucá se assemelha ao lugar de nossa unificação, nossa alma comum de Adam HaRishon, onde todos nós nos conectamos como um.

Portanto, seguir a Festa dos Tabernáculos, ou Sucot, significa engajar-se em um esforço comum para erguer um telhado de Schach, que nos dá a confiança de sermos mantidos unidos pela força unificadora da natureza, que transforma nossa habitação temporária, a Sucá, em uma habitação robusta, estrutura segura e protegida.

Em nossa organização, o Instituto de Pesquisa e Educação Cabalística Bnei Baruch, aprendemos os processos internos conectados a festivais como Sucot. Com o método da Cabalá, qualquer pessoa pode passar por esses processos independentemente das datas e horários do calendário, descobrindo seu verdadeiro significado juntamente com a revelação de percepções e sensações mais elevadas da realidade. Convidamos qualquer pessoa interessada a começar com nossos materiais e cursos introdutórios.

A Maior Sucá Do Mundo

Dr. Michael Laitman

Da Minha Página No Facebook Michael Laitman 15/10/19

Mil Metros Quadrados de Amor: A Maior Sucá do Mundo!

A maior Sucá do mundo pode ser encontrada no telhado da Kabbalah.Info em Petach Tikva. O sapé gigante se espalha por 1.000 metros quadrados e é construído de acordo com as diretrizes do Cabalista Yehuda Ashlag (também conhecido como Baal HaSulam).

Centenas de pessoas de Israel e de todo o mundo se reúnem todas as noites em nossa Sucá para comemorar juntos sob o mesmo teto. Mais de 10.000 pessoas vão comemorar na “Maior Sucá do mundo” durante este feriado.

Milhares de quilômetros podem estar entre nossos corações, pois todos estão presos em sua própria visão de mundo, mas uma vez por ano nos reunimos e um sapé de paz cobre todas as nossas diferenças, revelando a beleza e o esplendor das conexões entre nós.

Bom Feriado!

Dvekut Une Dois Em Um

Dr. Michael Laitman

Da Minha Página No Facebook Michael Laitman 05/10/19

Em memória do meu professor, Baruch Shalom HaLevi Ashlag (O Rabash)

O Rabash

Dr. Michael Laitman

Da Minha Página No Facebook Michael Laitman 05/10/19

Em memória do meu professor, Baruch Shalom HaLevi Ashlag (O Rabash)

Rabash

Dr. Michael Laitman

Da Minha Página No Facebook Michael Laitman 11/09/19

Em uma noite fria e chuvosa de 1979, eu não conseguia dormir, meus pensamentos me incomodavam. De repente, me vi ao volante, dirigindo sem direção. Uma grande placa passou por meus pensamentos: “Bnei Brak”. Entrei. As ruas estavam desertas. Na esquina da rua “Chazon Ish”, encontrei um transeunte. “Onde se estuda aqui?”, perguntei. Ele olhou para mim e respondeu: “Dirija até o fim da rua, onde você verá um pomar. É do outro lado”.

Foi assim que conheci meu professor pela primeira vez, Rav Baruch Shalom Ashlag (o Rabash), o filho mais velho e sucessor de Baal HaSulam – o maior Cabalista do século XX. A partir desse momento, minha vida nunca mais foi a mesma.

Nos doze anos seguintes, servi como assistente pessoal e discípulo, e absorvi dele tudo o que sei na sabedoria da Cabalá. Todo dia ele se trancava no segundo andar e escrevia. Foi assim que seus profundos artigos nasceram, o que abriu o caminho para qualquer pessoa hoje em dia esculpir o caminho espiritual mais adequado para ela. Ninguém antes dele havia escrito de maneira tão simples e prática. Como um pai que guia seus filhos pelo caminho, ele pega seus leitores pela mão e os guia até descobrirem o verdadeiro significado da vida.

“E uma vez que adquiri a vestimenta do amor”, ele escreveu aos alunos no final da conhecida carta “Amor de Amigos”, “Centelhas de amor prontamente começaram a brilhar dentro de mim. O coração começou a se unir aos meus amigos, e parecia-me que meus olhos viam meus amigos, meus ouvidos ouviam suas vozes, minha boca falava com eles, as mãos se abraçavam, os pés dançavam em círculo, em amor e alegria junto com eles…” (Rabash).

Após sua partida em 1991, as pessoas que sentiam um desejo ardente em revelar seu propósito começaram a se unir. Gradualmente, o Instituto de Educação e Pesquisa de Cabalá “Bnei Baruch” foi formado, em homenagem ao Cabalista Baruch Ashlag. Todas as manhãs estudamos os escritos dos Cabalistas, como O Estudo das Dez Sefirot, O Zohar com o comentário Sulam e os escritos de Baal HaSulam e Rabash. Trabalhamos para compartilhar o método com qualquer pessoa interessada, assim como meu professor me deu a sabedoria de seu pai.

Hoje comemoramos o 28º aniversário da morte de meu professor, o Rabash, o maior da geração. Eu espero que consigamos seguir fielmente seu caminho.

Adizes, O Guru Dos Negócios

Dr. Michael Laitman

Da Minha Página No Facebook Michael Laitman 02/10/19

Alguns dias atrás, conversei com o Dr. Ichak Adizes, um dos maiores especialistas mundiais no campo da administração. Adizes diz que o amor é a solução para todos os problemas da vida, o ódio nos divide e provoca rejeição, enquanto o amor é a chave para o sucesso nos negócios e nas organizações.

15 Discernimentos De Rosh Hashaná

Dr. Michael Laitman

Da Minha Página No Facebook Michael Laitman 29/09/19

Nós celebramos Rosh Hashaná, o começo do ano hebraico, há 5.779 anos. O que realmente poderia ser renovado este ano e como podemos mudar nossa percepção da realidade para que o próximo ano seja significativamente melhor? Aqui estão 15 discernimentos que mudam a mente.

1. O Mundo Em Um Momento Decisivo
No século XXI, conseguimos tudo. No entanto, não podemos afastar os problemas e as doenças que nos atormentam tanto como indivíduos quanto como sociedade. Instabilidade política, divisão social, ameaças de terrorismo e segurança, desestabilização do clima, imigração em massa e muito mais – são apenas alguns dos sintomas que apontam para o emaranhado global que o mundo está enfrentando.
Por milhares de anos, tentamos consertar o mundo ao nosso redor de inúmeras maneiras. Mas os fatos comprovam que não quebramos a fórmula para uma vida pacífica e feliz. O lado positivo é que as pessoas estão começando a questionar o paradigma atual e a procurar uma nova abordagem para a vida.

2. O Mundo É Um Espelho Do Nosso Mundo Interior
O Ari, o Cabalista que descreveu toda a estrutura da realidade espiritual em grande detalhe, resumiu-a da seguinte forma: “O homem é um mundo pequeno; o mundo é um homem grande”. Em outras palavras, o mundo inteiro é um reflexo do mundo interior do homem, reflete as consequências das qualidades interiores do homem. Se aprendermos a perceber a realidade corretamente, encontraremos a conexão entre o que acontece no mundo e o que acontece dentro de nós. Assim, mudando o homem, podemos mudar o mundo.

3. Os Seres Humanos São Motivados Pelo Desejo
O poder que impulsiona o desenvolvimento da humanidade é o desejo de receber prazer. Esse desejo cresce em quantidade e qualidade. A escada do desenvolvimento do desejo humano começa com os desejos físicos e básicos por comida, sexo, família e abrigo, continua com os desejos sociais e humanos por dinheiro, honra, poder e conhecimento e culmina com o desejo de realização espiritual. A cada passo da escada, o desejo molda nossa percepção da realidade.

4. O Desejo Egoísta Molda A Percepção Humana
Em um certo estágio do desenvolvimento do desejo humano, as pessoas querem ter prazer às custas das outras. A Cabalá chama essa fase natural do desenvolvimento de “egoísmo”. O crescente desejo egoísta no homem molda sua percepção da realidade. Como resultado, o homem vê o mundo exterior em uma crise crescente, um mundo em que o homem é um lobo para o homem.

5. O Ego Humano Em Um Beco Sem Saída
O desejo egoísta vê inúmeras possibilidades para extrair prazer do mundo. Ele está em constante busca por maior prazer. Mas, repetidas vezes, o homem fica desiludido, pois o desejo se depara com a insatisfação que causa decepção e frustração. Com o tempo, a amarga experiência acumula-se na humanidade e cada geração cresce desencorajada da perseguição mais rapidamente do que a anterior. Esta é a razão do aumento meteórico da demanda por drogas e o fenômeno da depressão se tornar a principal causa de incapacidade no século XXI.

6. Para Mudar O Mundo – Mude O Homem
Instintivamente, queremos corrigir o mundo à nossa volta, pois é aí que nossos problemas aparecem. Mas isso é uma ilusão. A fonte de nossos problemas é o ego crescente em nosso mundo interior. Assim como o painel de um veículo mostra os dados do motorista, como velocidade, combustível e assim por diante, o mundo apresenta ao homem vários dados para informá-lo sobre suas qualidades internas. Portanto, se corrigirmos nosso egoísmo, nossa atitude negativa para com os outros, o “painel” nos apresentará um mundo perfeito – uma réplica do nosso mundo interior.

7. O Homem Muda Sua Relação Com Os Outros
A atitude do homem em relação à realidade muda quando ele trata os outros como ele trata a si mesmo. Tratar o próximo de maneira positiva também gera uma atitude positiva em relação aos outros níveis da natureza: inanimado, vegetativo e animado. É por isso que os sábios da Cabalá cunharam a famosa máxima: “ame o seu próximo como a si mesmo”. Não se trata de boas maneiras ou moralidade, mas de um meio para uma mudança fundamental em nossa percepção da realidade. No esforço de perceber todas as partes da realidade ao nosso redor como um todo, evocamos a força natural que constrói uma nova percepção dentro de nós. Em outras palavras, uma pessoa que se aprimora, melhora diretamente o mundo ao seu redor.

8. Toda Crise Calibra Nossa Percepção
O objetivo por trás de todos os problemas que nos atormentam, tanto como indivíduos quanto como sociedade, é que prestemos atenção à correção do nosso ego, que melhoremos nossa atitude um com o outro. Enquanto negligenciarmos isso, a realidade nos pressionará cada vez mais para calibrar nossa percepção da realidade.

9. O Caminho Positivo Para Uma Mudança Na Percepção
Uma maneira agradável, eficiente e rápida de mudar nossa percepção da realidade é um processo educacional de conscientização. Nesse processo, a pessoa aprende a ver e sentir o mundo como uma réplica de suas qualidades interiores. Passo a passo, ela pode atualizar sua percepção da realidade consciente e independentemente – não através de crises.

10. O Mundo Virtual Nos Prepara Para Uma Nova Percepção Da Realidade
A transformação do mundo em uma pequena vila global nos ajuda a entender que estamos todos conectados e interdependentes. O que acontece em um indivíduo afeta o mundo inteiro. Paralelamente à crescente interdependência, as redes e tecnologias virtuais estão se desenvolvendo exponencialmente. Elas nos libertam das correntes do mundo físico e nos acostumam à ideia de que a humanidade é uma essência interior dentro de nós. Por exemplo, quando as pessoas se comunicam virtualmente, elas formam o caráter interno da pessoa ou do grupo com quem se comunicam.

11. Uma Pequena Mudança De Desejo – Uma Enorme Mudança No Mundo
Pode parecer que mudar nossa percepção da realidade requer um escrutínio intelectual ou uma autoanálise profunda, mas esse não é o caso. Como o desejo é o que molda nossa percepção, tudo o que é necessário é uma genuína mudança de desejo, ou seja, uma mudança emocional e sincera. Isso significa que ações simples que aumentam nossa sensibilidade à unidade entre as pessoas podem focar nossa percepção e, assim, projetar uma imagem mais clara do mundo.

12. Conectar As Peças Da Realidade Leva À Revelação Do Criador
O trabalho regular de “amar ao próximo como a si mesmo”, ou seja, o esforço para compreender todas as partes da realidade como um todo, revela-nos a força única que opera a realidade. A força que é o fundamento da realidade, que une o inanimado, vegetativo, animado e humano a um sistema harmonioso. É assim que gradualmente começamos a sentir como a mesma força opera tudo na realidade.

13. O Mundo Está Dentro De Nós: A Próxima Revolução Depois De Einstein
A humanidade está enfrentando uma tremenda e profunda mudança na abordagem da vida e de toda a realidade. Assim como a humanidade acreditava que o sol girava em torno da Terra e Copérnico provou o contrário, e assim como Einstein redefiniu a realidade como uma imagem relativa que depende do observador – o próximo estágio revolucionário do desenvolvimento nos mostrará que a realidade é uma projeção do eu interior do homem.

14. Os Pioneiros Na Mudança Do Conceito De Realidade
As pessoas que alcançaram uma nova percepção da realidade são chamadas de “Cabalistas”. O primeiro grupo de Cabalistas que levaram uma vida social baseada em uma percepção completa da realidade tornou-se “o povo de Israel” ao longo dos anos. Desde então, o papel do povo judeu tem sido servir como um exemplo para a humanidade, um exemplo para uma sociedade que vive em uma percepção unificada da realidade. Este é o verdadeiro ensinamento do povo de Israel, e esta é a razão do sentimento inexplicável do mundo em relação ao povo judeu.

15. Rosh Hashaná É Uma Oportunidade De Mudança
Rosh Hashaná significa o começo de uma mudança no homem, uma mudança em sua percepção da realidade. Portanto, o próximo feriado simboliza a oportunidade perfeita para decidirmos que este ano estamos mudando de ideia e de coração para perceber uma nova realidade.

Feliz Rosh Hashaná!

Greta No Clima

Dr. Michael Laitman

Da Minha Página No Facebook Michael Laitman 27/09/19

“Vocês roubaram meus sonhos e minha infância com suas palavras vazias. No entanto, sou um dos sortudos. As pessoas estão sofrendo. Pessoas estão morrendo. Ecossistemas inteiros estão entrando em colapso. Estamos no início de uma extinção em massa e tudo o que vocês podem falar é sobre dinheiro e contos de fadas do eterno crescimento econômico. Como ousam!” Greta Thunberg

Em um tom direto, teimoso e sem gagueira, Greta Thunberg, ativista ambiental sueca, falou na Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática, o protesto global dos jovens contra a negligência da crise climática. Essa garota, que sofria de depressão aos 11 anos e parou de falar; que foi diagnosticada com síndrome de Asperger, transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) e mutismo seletivo, agora tem 16 anos e lidera um movimento global de jovens contra a negligência da crise climática.

A voz de Greta se tornou a voz de ativistas ambientais em todo o mundo, e ela conseguiu levar mais de quatro milhões de pessoas ao redor do mundo a sair para as ruas. Mas por trás da ingenuidade em movimento, muitos estão usando essa oportunidade para promover suas próprias agendas. É assim que as coisas funcionam no mundo egoísta em que vivemos. Tudo é calculado, baseado em interesses e, no final das contas, vale a pena para alguém. Até mesmo a placa colorida que Greta segurava nas praças vazias das capitais do mundo também faz parte da campanha.

Eu não tenho nenhuma reclamação contra ela ou aqueles atrás dela. Pessoalmente, eu daria a ela o Prêmio Nobel da Paz, do qual é candidata. Afinal, devido às mensagens positivas geradas por seu protesto verde com um quarto da humanidade, o mundo está começando a concordar que há um problema sério aqui, que não podemos escapar das forças da natureza, que o aquecimento global é o resultado da fraqueza da humanidade, e que grande parte da crise climática é uma consequência direta e indireta dos seres humanos.

Assim, dois tipos de natureza se tornam claros: a natureza globalmente interconectada e a natureza egoisticamente desconectada, com zero interação entre ambas. Além disso, as conexões humanas afetam o relacionamento entre todas as partes da natureza, e é por isso que devemos nos alinhar primeiro e principalmente com as leis da natureza.

Todo o ecossistema é integral e a crise climática que afeta a humanidade decorre apenas da atividade humana, de nossa atitude em relação ao mundo. Este não é o resultado do que fazemos com as mãos e pernas, ou que tipo de comida colocamos na boca. Enquanto nossa natureza egoísta permanecer irrestrita e fora de controle, e ninguém na ONU realmente se importar com o equilíbrio ecológico global, exceto pela aparência, podemos dizer adeus ao planeta Terra.

A solução fundamental que nos levará ao equilíbrio com a natureza é o fortalecimento das conexões humanas positivas sobre o ego crescente. A influência negativa da separação entre nós permeia todos os níveis inanimado, vegetativo e animado da natureza. Conforme escrito pelos Cabalistas, “O homem é um mundo pequeno, o mundo é um grande homem”.

Portanto, querida Greta, a cura para tratar os fenômenos globais inicia com nosso relacionamento mútuo como seres humanos. Se realmente chorarmos juntos pela correção social, teremos sucesso. E nisso eu estou com você o tempo todo.

Conferência De Cabalá Na Cidade De Bolonha, No Norte Da Itália

Dr. Michael Laitman

Da Minha Página No Facebook Michael Laitman 26/09/19

Uma pequena, mas poderosa, conferência. Uma conferência local, mas global. Uma breve, mas impressionante, conferência.

No fim de semana passado, tivemos uma conferência de Cabalá na cidade de Bolonha, no norte da Itália. Dezenas de estudantes da Itália e de países europeus vizinhos participaram da conferência.

O tema da conferência foi “A Alegria da Conexão” – e, de fato, a alegria foi sentida no ar pelo vínculo caloroso criado entre os corações que se uniram como um.

O objetivo da conferência era organizar o grupo italiano para uma imensa conferência europeia a ser realizada na Bulgária em um mês e meio.

A crise sociocultural, a perda da identidade europeia diante das ondas de imigração em massa e a instabilidade da UE exigem a unificação do continente em um só, e de nós começarmos a construir nossa conexão interna.

Retiro Da KabU Em Poconos

Dr. Michael Laitman

Da Minha Página No Facebook Michael Laitman 26/09/19

Enquanto eu dava aulas ao vivo da Itália para milhares de meus alunos em todo o mundo, meus alunos estavam realizando uma conferência paralela para seus novos alunos.

O retiro da KabU ocorreu em Poconos, Pensilvânia, e apesar do destino de férias oferecer muitas atividades, os alunos estavam concentrados em construir conexões internas entre si.

Dois eventos ocorreram em paralelo: o evento principal para 100 estudantes e o segundo evento foi para dezenas de novos palestrantes na sabedoria da Cabalá.

Seja um estudante ou um novo professor, a base é a mesma: praticar o método de conexão humana acima do ego separador, por meio de workshops, círculos de discussão, refeições em conjunto e aprender com as fontes.