Textos na Categoria 'Eventos'

Unificação Sem Limites

laitman_936Pergunta: Quando dizemos que a unificação é acima de todas as coisas, existem limites aqui?

Resposta: Não há e não pode haver limites na unificação, porque, assim que esperamos alcançá-los, novos distúrbios aparecem e devemos voltar a avançar para novos limites. Essa é a subida em 125 graus.

Na unificação que alcançamos, revelamos o Criador, isto é, a força geral que conecta em si mesma duas forças opostas – positiva e negativa, a força da Luz e a força do desejo, mais e menos, escuridão e luz – juntas em harmonia.

E o que acontecerá entre a luz e a sombra? O que irá conectá-las entre si como mais e menos em um curto-circuito num motor ou para algum outro usuário? Esse usuário é o nosso esforço que investimos para conectar harmoniosamente todas os mais e menos, todos os fenômenos naturais positivos e negativos para que eles não pareçam opostos a nós.

Ao tentar conectá-los uns com os outros de tal maneira, nós nos corrigimos. Nós mesmos somos colocados entre forças positivas e negativas, nos conectamos com o Criador e alcançamos adesão com Ele.

O Criador é a harmonia de todas as forças da natureza, incluindo nós, isto é, uma pessoa que cria essa harmonia dentro de si mesma.

Da Convenção em Vilnius, “Do Caos à Harmonia”, Dia 1, 03/11/17, Lição 1

A Raiz Espiritual Da Fofoca

laitman_600.02Pergunta: A fofoca tem uma raiz espiritual?

Resposta: Claro, isso é chamado de Lashon HaRa: má língua.

Isso mata tudo entre os amigos. Se eu falo pelas costas do meu amigo, eu traio o Criador. Eu O engano. Não pode haver mais nada aqui. Afinal, o Criador coloca a dezena com todos os seus problemas diante de mim. Pelas costas de um amigo, só podemos falar sobre como ajudá-lo e nada mais.

Da Convenção em Vilnius, “Do Caos à Harmonia”, Dia 1, 03/11/17, Lição 1

Não Há Nada De Mau Na Natureza

laitman_232.08.jpgPergunta: Se eu vejo uma propriedade negativa em um amigo, eu tenho que complementá-la. O que isso significa?

Resposta: A lei da natureza é tal que não há nada de errado com isso. E não há nada de mau no homem, nem em nenhum de nós! O “mau” veio da nossa quebra e então você tem sua quarta parte, em outra metade, e em mim uma terceira, etc.

Se reunirmos essas propriedades, elas formam uma propriedade de plenitude que consiste em um mais e um menos. Na verdade, quando a lama quebrou, as propriedades negativas foram formadas, e mesmo as positivas parecem negativas porque não há nada que possa complementá-las.

A sabedoria da correção é corrigir a separação e a distância entre nós. Nós precisamos fazer o nosso cérebro trabalhar nessa direção: não há nem mau nem bom. Separação e distância entre nós são más. Portanto, nós vemos propriedades quebradas, que sempre nos parecem negativas.

Se não há nada para se opor a uma propriedade quebrada, não importa o quão positivo for, parecerá negativa.

Da Convenção em Vilnius “Do Caos à Harmonia”, Dia 1, 11/03/17, Lição 1

O Amor Não É Mais Do Que A Harmonia, Um Equilíbrio Mútuo, De Mais E Menos

laitman_940Se falamos de amor entre amigos de um grupo, parece-nos que isso é algo artificial, desnecessário, desagradável e inatingível. Mas, na verdade, é apenas a realização da lei básica da natureza. A palavra “amor” é apenas um pouco corrompida em nossa época.

Na verdade, se ninguém aniquila nada, mas quer complementar, alcançar um complemento no grupo entre propriedades opostas que vêm de uma única raiz existente na natureza, nós entendemos que é isso que se chama harmonia, amor, junção mútua e nenhum estado pode existir.

Portanto, uma única pessoa não pode fazer nada. Sozinha, a pessoa não pode alcançar o mundo superior e atingir o sistema operacional mundial, porque não possui um estado correspondente interno, não participa desse sistema. Ela deve criar esse detector em si mesma – o órgão da percepção do mundo superior. E é necessário se unir em dezenas para isso.

Nossa conexão baseia-se no fato de que você tem um menos (-), eu tenho um mais (+), outra pessoa tem um mais (+), e outra tem um menos (-), e assim por diante, e em uma conexão entrecruzada nós formamos uma rede chamada Kli, isto é, um vaso para revelar o Criador. O que isso significa, o Criador? A média, o comum, o que alcançamos a partir da combinação de opostos.

Portanto, nós precisamos alcançar a união correta entre nós: não destruir nada, não suprimir nada, mas aprender a usar todas as propriedades de qualquer membro do grupo – do pior ao melhor. Todos têm o mesmo direito de existir.

Da Convenção em Vilnius “Do Caos à Harmonia”, Dia 1, 03/11/17, Lição 1

A Lei De Gestão Do Mundo, Parte 2

laitman_571.06Não podemos aumentar ainda mais nossos desejos – agora precisamos mudar seu uso. Mas a humanidade não entende isso e, portanto, está totalmente confusa com o que está acontecendo.

Nós entramos em um período em que não precisamos mais de um grande desejo. Portanto, a geração moderna parece estar tão cansada e decepcionada com relação ao progresso. Os jovens não se apressam em alcançar uma carreira ou uma família; eles não querem pensar no futuro, que não faz sentido para ninguém.

E tudo isso está acontecendo porque, em vez da lei linear do crescimento do egoísmo, que todos realizaram por si mesmos, uma nova lei integral, que nos obriga a conectar uns com os outros, começou a entrar em ação. Agora, o desenvolvimento do mundo depende da força de nossa conexão, assim como as células em um corpo. Quanto mais bondade e reciprocidade existirem nas nossas relações, mais avançaremos.

Nós vemos a mesma tendência no desenvolvimento da tecnologia; quanto mais complexos se tornam os programas e mecanismos e, quanto mais componentes internos eles contêm, mais perfeitos os dispositivos se tornam. O progresso está ocorrendo, não mergulhando em detalhes concretos, mas devido à sua maior conexão. Todo o desenvolvimento tecnológico nas últimas décadas se baseia na criação de novas conexões entre vários elementos.

Mas na sociedade humana não somos capazes de tal desenvolvimento porque nós mesmos somos seus elementos. E nós não queremos nos conectar uns com os outros. Portanto, não entendemos o que a lei do desenvolvimento quer de nós. Esse é o maior problema da humanidade hoje, causado pela falta de compreensão de que entramos em uma nova era.

Baal HaSulam chama esse período de “A Última Geração” porque as pessoas estão começando a entender que o desenvolvimento egoísta individual está acabando e o progresso adicional é possível somente através do desenvolvimento das conexões corretas entre nós. Nós temos que entender que pertencemos a um sistema operado pela lei da participação e compreensão mútua.

Todas as pessoas devem se sentir como células ou órgãos do mesmo corpo, devidamente conectadas entre si. Quando estabelecemos essa conexão, dentro dela sentimos uma força comum permeando toda a natureza, que é chamada de Criador. Nós mesmos criamos isso através da nossa conexão correta e a revelamos dentro Dele.

Essa é a predestinação de uma pessoa nesse mundo e o chamado do nosso tempo. A humanidade agora deve subir a esse estado. Quanto mais cedo percebermos os estágios que já estão inseridos no programa da natureza e quisermos realizá-los, mais amável e agradável será o nosso desenvolvimento. Vamos entender o objetivo que temos diante de nós e receberemos a resposta correta da natureza a todas as nossas ações.

O estado final já existe na natureza e todos nós estamos perfeitamente conectados uns com os outros. Esse sistema é chamado de Adão, o primeiro homem, isto é, “semelhante” (Domeh) à força geral da natureza – a força de doação e unidade. A conexão mútua correta é chamada de amor, onde cada um entende as necessidades do outro e pode interagir com ele corretamente.

Amar significa saber como prover ao outro o que ele não tem e ele pode me dar o que me falta. Dessa forma, nós percebemos o mecanismo comum e integral de toda a humanidade. Nós temos que entender que nada de excessivo é criado no mundo. E se conhecermos o sistema, encontraremos um lugar adequado para todos que só essa pessoa pode preencher.

Quando uma criança monta “legos”, ela geralmente tem algumas peças extras restantes. Mas isso é só porque ela não conhece todo o sistema. No entanto, aquele que criou o sistema sabia exatamente onde cada parte dele deveria caber e qual é a sua verdadeira função.

Da mesma forma, quando aprendermos todo o sistema, entenderemos o quanto cada um de nós é necessário e a partir disso desenvolveremos a atitude correta uns com os outros. Afinal, nada de excessivo foi criado no sistema da natureza.

Se entendemos que, de fato, o sistema da natureza é integral, perfeito, idealmente interligado, e que não vemos isso por causa do nosso egoismo, essa atitude se chama fé acima da razão.

Isto é, eu não sou guiado pelo que vejo e entendo agora de acordo com o meu desenvolvimento, como uma criança que não sabe como montar um quebra-cabeça, mas procuro encontrar o lugar certo para anexar cada detalhe para conectá-los a um sistema completo. Isso é chamado de trabalhar acima da razão.

Portanto, nós aprendemos, procuramos e estudamos as leis da natureza. Nós tentamos nos conhecer e descobrir como podemos nos unir de alguma forma. Ao fazer isso, descobrimos diferenças entre nós, como crianças que pegam peças de um quebra-cabeça, mas não podem juntá-los.

Mas, junto com isso, deve ser entendido que todas as peças desse “quebra-cabeças”, cada pessoa em nosso tempo, já cresceu até seu estado final e não tem outra maneira de se desenvolver. Se o pressionarmos e forçamos a se desenvolver como antes, aparecerão nele mutações e formas malignas.

E isso é exatamente o que vemos na nossa sociedade e nos nossos filhos, porque não lhes damos um método adequado de conexão mútua, que deve ser a próxima etapa do nosso desenvolvimento. Só depois de estudar as leis de interconexão correta, entenderemos, a partir delas, as leis que governam o mundo e poderemos ajustar nossas vidas.

Da Convenção “O Futuro Começa Aqui” Na Europa, 25/08/17, “As Leis de Governo do Mundo”, Lição 1

Antissemitas Canadenses

420.06Nas Notícias (JTA): “O maior sindicato do setor privado do Canadá adotou uma moção de apoio ao movimento de Boicote, Alienação e Sanções (BDS) contra Israel”.

Pergunta: A questão é: o que os sindicatos canadenses têm a ver com isso?

Resposta: Em primeiro lugar, no Canadá, uma grande parte da população é antissemita. Eles são antigos imigrantes da Ucrânia e França. Uma parte antissemita particularmente forte vem de Quebec, o Canadá Francês. Por muitos anos ele tem sido antissemita, antiamericano, e anticanadense, contra o Canadá de fala Inglesa.

Agora eles estão ativamente abrindo suas portas para os imigrantes árabes. Por isso estão criando um futuro muito desagradável para si: o Canadá gradualmente se transformará em uma região árabe.

O vasto território do Canadá é o lar de apenas 30 milhões pessoas, de modo que os imigrantes de países árabes, do Magrebe, etc., vão se estabelecer lá com muita alegria. Ainda mais, os imigrantes da África serão atraídos para lá.

Portanto, um futuro pouco invejável aguarda o Canadá. Antigamente era um país muito atraente, decente, especialmente para os judeus. Mas está tudo acabado agora.

Isso, é claro, estava destinado a acabar; tudo termina para os judeus, porque eles têm que cumprir a sua missão histórica, e não estão cumprindo. Portanto, eles não terão uma boa vida em nenhum país, incluindo os Estados Unidos, Canadá e outros países. Eles sentirão gradualmente pressões e problemas muito sérios até que parem de odiar a Cabalá e percebam que ela é sua salvação.

Pergunta: Você acha que todas as saídas para os judeus vão praticamente se fechar?

Resposta: Absolutamente todas elas. O ódio por Israel por parte de todos os países do mundo será enorme. Vamos tentar manter Israel para que ele não desmorone e não deixe de existir, embora isso também seja possível.

Se não representarmos Israel como a fonte da correção da humanidade, não haverá nenhum significado para sua existência, e ele cessará. E será naturalmente preenchido com os povos vizinhos. Não é um problema.

Pergunta: Você não acha que os judeus ainda vão entender a sua missão e começar a se mover em direção a ela?

Resposta: Eu ainda não vejo isso. Ainda falta algum tempo; continuamos trabalhando nisso, mas é possível que tudo se transforme de uma forma diferente.

Não vou me cansar de falar sobre isso porque não há outra saída. Sou obrigado a espalhar a ciência da correção entre as massas em todo o mundo através dos judeus. Na medida do possível, vou levar isso até o ponto em que vou ser autorizado a alcançar. Mas, em princípio, a nossa situação está a se deteriorar dia a dia porque o povo judeu ainda está resistindo à realização da sua missão histórica.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman” 11/09/17

O Mundo Na Encruzilhada, Parte 1

420.06Alguns meses atrás, quando começamos os preparativos para o Congresso europeu, que acontecerá em alguns dias, parecia que a questão mais urgente era a unificação da Europa e a nossa necessidade de trabalhar nisso. Afinal, os europeus não entendem por que todas as suas tentativas de criar uma Europa unida falham.

Em primeiro lugar, precisamos preparar a sociedade e construir uma plataforma comum entre todos os países europeus. Só então podemos começar a falar em unir a Europa para que esta seja uma união de corações e não de bancos. Uma união só pode existir se for baseada nas boas relações entre as pessoas, porque estamos falando da sociedade humana.

No entanto, alguns meses se passaram desde então e a situação se deteriorou significativamente; Novos e mais urgentes problemas emergiram mais recentemente. Já não basta falar da unificação da Europa; é necessário unir o mundo inteiro. Essa questão é crucial hoje.

Está se tornando cada vez mais visível todos os dias: o desenvolvimento do mundo está se acelerando rapidamente. Esse desenvolvimento é inevitável, mas pode ser de duas maneiras: o caminho da Luz ou o caminho do curso natural da evolução, que é o sofrimento. E isso depende de nós, das pessoas, do caminho que escolheremos. De qualquer forma, devemos nos submeter a esse desenvolvimento de “magnitude absoluta” se nos movermos para um abismo ou para uma vida bela.

Esses dois caminhos estão diante de nós. O caminho do desenvolvimento natural é um caminho de separação que inevitavelmente nos condenará a ataques, sofrimentos, infelicidades e até guerras mundiais. E tudo isso é apenas para nos forçar a seguir o caminho da Luz ou, pelo menos, caminhar ao longo da linha intermediária entre esses dois caminhos.

E o caminho da Luz é o caminho da unidade, que é o objetivo final de todo o nosso desenvolvimento. Todos nós temos que nos reunir como uma pessoa dentro de um sistema: Adam HaRishon. E se aspirarmos corretamente em direção a esse objetivo juntos e por nossa própria vontade, o mundo avançará de uma maneira boa. Caso contrário, o mundo avançará com golpes. Nós escolhemos um desses dois caminhos.

Além disso, outro desenvolvimento negativo apareceu recentemente: os nazistas ressurgiram nos Estados Unidos. Esse não é um mero acaso, na medida em que eles sempre existiram. No entanto, eles ficaram calados e receavam falar. Mas hoje, eles pararam de se esconder.

Nós podemos conversar durante anos sobre as razões internas e externas que levaram o neonazismo a emergir nos EUA, mas, de fato, as razões não são importantes porque o nazismo é um fenômeno natural.

Como Marx e Baal HaSulam escreveram, o nazismo é o próximo estágio depois do socialismo. Se o socialismo não segue o caminho do tipo certo de unificação, ele se detém no nazismo, isto é, o tipo errado de unificação da sociedade.

Em essência, essa é toda a diferença entre o caminho do sofrimento e o caminho da Luz. Há evidências de que os fascistas nazistas esperavam que, no futuro, os EUA se tornassem um país nazista, unidos por uma ideia nacional-socialista.

Essa tendência continuará a se desenvolver ainda mais com a ajuda dos judeus americanos, assim como foi na Alemanha no início da ascensão dos nazistas ao poder. Portanto, é necessário fazer todo o possível para evitar a recorrência dos erros amargos do passado, que já estão no horizonte.

A história se repete e não apenas a Europa está em uma encruzilhada hoje, mas o mundo todo. Esperemos que possamos transformá-lo do caminho do sofrimento para o bom caminho da Luz.

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 21/08/17, Lição sobre o tema: “Europa na Encruzilhada”

Como Se Mover Para O Mundo Superior

laitman_938.02Pergunta: É possível cruzar a fronteira para o mundo superior de forma espontânea?

Resposta: Sim. Você pode estar em uma Convenção, “mergulhar” de cabeça e encontrar-se no mundo superior. Como exploradores de cavernas que mergulham em lagos em cavernas e não sabem para onde flutuarão, você também pode flutuar e sair para um mundo completamente diferente.

Da Lição de Cabalá em Russo 12/03/17

Convenções, Impressões Psicológicas E Espiritualidade

Laitman_931-03Pergunta: Como é possível diferenciar as impressões psicológicas em uma Convenção das impressões espirituais? Isso é possível?

Resposta: Não acho possível diferenciar isso agora. Mas, no final, isso será possível.

As impressões psicológicas são o que acontece em meus Kelim (vasos) naturais, no meu egoísmo. E o que é necessário às impressões espirituais é a aquisição de um novo Kli (vaso).

Da Lição de Cabalá em Russo 19/02/17

O Que É Unificação?

laitman_936Pergunta: O que é unificação? É um resultado ou um processo?

Resposta: A unificação é um processo gradual no qual unimos nossos anseios pelo mundo superior, pelo Criador, pela conexão entre nós, acima de nosso egoísmo. É a unificação dos nossos pontos no coração na aspiração ao Criador, apesar do egoísmo.

Da lição de Cabalá em Russo 19/02/17