Textos na Categoria 'Eleições americanas'

Furacões Alertam Os Humanos

Dr. Michael LaitmanOpinião (de A Voz da Rússia): “A natureza alerta a humanidade sobre o desastre iminente, mas a humanidade não quer ouvir. Os recentes desastres naturais são cada vez mais destrutivos e menos previsíveis, mas a humanidade dificilmente aprende com os desastres. …

“Reatores nucleares e cidades indefesas ainda surgem no caminho de tornados e tsunamis. …

“Os furacões se tornaram mais poderosos e ocorrem com maior frequência. O seu caminho é difícil de prever, e é mais difícil se preparar para eles. …

“Por exemplo, a atual tempestade Sandy tem um caminho completamente fora do padrão. Ela fez o seu caminho através da Flórida, Louisiana e teve um impacto nas latitudes ao norte. Isto é muito raro e, no passado, os furacões não se comportavam desta maneira. Além disso, Sandy foi quase o dobro do tamanho de outros enormes furacões. …

“O número de furacões aumentou de 20 a 30% e, acima de tudo, furacões muito poderosos. É por isso que é necessário se preparar para uma série de surpresas. … Furacões de tal poder não vão chegar a Rússia, e eles não podem ser criados localmente, visto que nascem sobre os oceanos. Mas os nossos próprios desastres naturais vão nos alcançar. … Há um aumento acentuado de tornados na Rússia central”;

Meu comentário: Nós não preenchemos a condição de equilíbrio com o sistema global integral da natureza, devido à nossa intervenção em todos os níveis: inanimado, vegetal, animal e, especialmente, humano. A nossa sociedade não é integral, mas individual, não está em homeostase. A falha em observar a unidade da natureza nos ameaça com o desastre.

A natureza vai nos forçar a mudar de ódio e competição para a unidade e a cooperação contra a nossa vontade. Como seus filhos inteligentes, nós podemos entender e reduzir o caminho do sofrimento antes das catástrofes, corrigindo a nós mesmos.

Uma Tempestade É Como Uma Chance

Dr. Michael LaitmanPergunta: Um padre já disse que a super tempestade Sandy foi causada pelos pecados de Obama e Romney. Grandes catástrofes são sempre culpadas pelos pecados de alguém. Como fazemos para não cair nessa armadilha quando explicamos para as pessoas o que está acontecendo?

Resposta: Basicamente, existem duas opções: o caminho da Torá e o caminho do sofrimento. E se nós não tendemos para o positivo, tendemos para o negativo.

Em geral, tudo de bom e ruim que uma pessoa sente neste mundo é parte da administração geral. Não é possível dizer que qualquer fenômeno está separado da espiritualidade e não tem nada a ver com isso. Ele tem.

Agora, imagine que as qualidades de julgamento (Gevurot) que são reveladas hoje são revestidas em misericórdia (Hassadim). Devido a esse poder, o mundo poderia avançar muito bem. Afinal, a força de doação ganharia o poder de abrir as propriedades internas do julgamento, que agora se manifestaram em uma tempestade. A divisão social poderia ser diminuída ao redor do mundo, o valor da união iria crescer, a educação integral iria se desenvolver…

No entanto, na realidade, o oposto é verdadeiro, e a tempestade é consequência disso. Só que ela não foi enviada como um castigo. Não há nenhum castigo; estas são as ações das mesmas forças que nós não corrigimos no momento, de acordo com o programa. Elas se acumulam e se tivéssemos feito tudo certo, elas teriam nos feito subir para um grau mais elevado. Agora, este grau, em que devíamos estar, manifesta-se sob a forma oposta, sob a forma de uma catástrofe natural.

O mesmo fator aparece não positivamente, como deveria ser, mas negativamente. No entanto, nós mudamos os trilhos do caminho da Torá para o caminho do sofrimento. O “interruptor” está em nossas mãos.

Portanto, não é um castigo, mas uma consequência natural que causamos a nós mesmos. Não há nenhuma necessidade de imaginar como se o Criador decidisse nos punir de uma forma ou de outra. Não é nada parecido; nós estamos lidando com a lei da natureza: você não realiza as Reshimot reveladas (genes informativos), elas se acumulam numa conta grande, uma “multa” que temos.

Esta “multa” é como um aviso. E a pergunta é se podemos aceitá-la corretamente.

Diz-se que as punições suavizam e purificam o corpo. Portanto, talvez isso seja para melhor! “Eu fui punido, uma catástrofe caiu sobre mim e fiquei mais limpo. Eu tenho sofrido, mas me purifiquei…”.

Isso é uma mentira absoluta, um erro sem precedentes. Eu mesmo atraí o que recebi, porque não realizei corretamente as Reshimot. Na verdade, eu estou recebendo uma chance agora. Até agora, através da sequência das Reshimot, eu não entendi como me comportar. Eu joguei, estava confuso em meu próprio egoísmo e mudanças de humor.

E agora, tendo encontrado uma situação difícil, eu finalmente consegui um “presente”: eu tenho a oportunidade e a capacidade de julgar corretamente. Em outras palavras, o desastre veio para me ajudar, para me abalar: “Acorde! Isso não pode continuar assim! Você causa danos a si mesmo”. Neste caso, um desastre é um remédio, embora amargo. Da mesma forma, uma criança pode ser tratada de forma dura para mantê-la longe de problemas.

Eis porque a tempestade deve ser vista, por um lado, como um aviso e, por outro lado, como uma situação que pode nos ajudar a fazer um cálculo correto e seguir em frente.

Então, isso é ótimo! Devemos dizer “Obrigado!”.

A abordagem é simples: tudo o que aconteceu antes tinha que acontecer. Não olhamos para trás. “Se” não conta. Agora, manifesta-se um golpe; portanto, temos que continuar a fazer o cálculo, o cálculo sobre como corrigir os desejos corruptos, a propriedade de julgamento.

Note que quando isso acontece: uma semana antes da eleição presidencial. Então vamos ver o que acontece: Sandy ajudará a reavaliação do que está acontecendo? Se não, veremos piores furacões, graves catástrofes. Depende dos eventos da próxima semana como os EUA vão sobreviver ao inverno.

Da 4ª parte da Lição Diária de Cabalá 31/10/12, “Matan Torá (A Entrega da Torá)”

Americanos Escolhendo Seu Destino

Dr. Michael LaitmanPergunta: “Caro Rav, fiquei surpreso ao ouvir dizer que Romney é o anjo bom e Presidente Obama é o anjo mau, embora você tenha dito que na Cabalá está escrito que ‘os corações dos governantes estão nas mãos do Criador’”.

“Eu sou um cidadão canadense residente nos Estados Unidos e um dos seus alunos desde julho de 2009. Todo dia, eu ouço as lições diárias on-line e sigo o seu conselho sobre união e frequentar as Convenções”. 

Resposta: Sem dúvida, os corações dos governantes estão nas mãos do Criador, mas eles são como anjos, forças inanimadas que são gerenciadas dependendo de como a administração é implantada, através do anjo do bem ou do mal. Os governantes não elegem nem mudam nada, mas o povo os elege, e, desta forma, escolhe seu próprio destino.

A “primavera árabe” foi substituída pela decepção do outono

Nas notícias (do Pew Research Center ): “… Uma pesquisa nacional feita pela Pew Research Center encontra crescente o pessimismo público sobre os acontecimentos no Oriente Médio…

“Dúvidas se espalharam sobre a direção política dos países varridos nos protestos da Primavera Árabe, que começou há quase dois anos. Quase seis em cada dez americanos (57%) não acreditam que as mudanças no Oriente Médio vão levar a melhorias duradouras para as pessoas que vivem nos países afetados que bruscamente elevou a uma taxa de 43% em abril de 2011.

“E a maioria dos americanos (54%) continuam a dizer que é mais importante ter governos estáveis ​​no Oriente Médio, mesmo que haja menos democracia na região.”

Meu comentário: Talvez, não seja tarde demais para parar, e mesmo no verão de 2011 eles tentaram provocar agitação e revolução em Israel. Os americanos não estão indo bem no planejamento do futuro. O colapso da União Soviética arruinou todos os países socialistas. Hoje, estamos assistindo o pôr do sol dos EUA. A Rússia está gradualmente passando por reestruturação, mas será que os EUA serão capazes de mudar para um novo formato? A natureza apresentou uma tarefa desafiadora de transição para um mundo integral. Tempos difíceis estão à frente. Por enquanto, a flexibilidade de pensamento não é vista em qualquer país.

[91035]

 

Quem precisa de Israel? O mundo precisa de Israel!

A mídia publicou um relatório de inteligência dos EUA que conclui que Israel deveria deixar de existir, porque interfere com política externa dos EUA, é claro, no futuro previsível não tem nenhuma possibilidade de convivência pacífica com os seus vizinhos, etc. O relatório reflete a opinião pessoal de Obama e a opinião de alguns políticos americanos.

Mas eu estou escrevendo, sem levar em conta este mundo ilusório que só existe na nossa imaginação temporária, mas com base na aplicação do programa de criação eterna como ele é visto pelos cabalistas do sistema superior de gestão do nosso mundo.

Isso é semelhante à forma como os adultos vêem mundo de uma criança e compreendem os erros de uma criança e dificuldades de desenvolvimento, que ela estabelece para si mesma. A cabala foi proibida de expressar a sua opinião antes que o nosso mundo tomasse a forma de conexão integral global, a fim de não impedir o desenvolvimento da relação integral.

Mas agora este desenvolvimento terminou e se manifesta, de modo que é permitido e necessário falar sobre a possibilidade de uma maneira diferente, porque, tendo-se tornado parte integrante, ao mundo foi dado a oportunidade de avançar não só pelo caminho do desenvolvimento cego, sendo empurrado pelo sofrimento, mas também de forma consciente, sendo atraídos pelo futuro.

A Cabala fala como desenvolver-se em um bom caminho.

Cabalistas se referem a Israel e ao povo judeu como um grupo de Cabalistas em quem os genes espirituais foram preservados. Isso os torna diferente do resto do mundo.É por isso que eles devem começar a corrigir o mundo. Portanto, é necessário encorajar os judeus a corrigir o mundo. Em seguida, sua singularidade será expressa.

[90445]