Textos na Categoria 'Egoísmo'

Um Mundo De Subornos

laitman_220Nas Notícias (Front News): “O volume anual de subornos no mundo é estimado em um trilhão de dólares. Isso foi relatado no serviço de imprensa das Nações Unidas.

“O volume anual de subornos no mundo é estimado em um trilhão de dólares. Ao mesmo tempo, a economia mundial está perdendo mais US$ 2,6 trilhões por corrupção. De acordo com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), nos países em desenvolvimento, as perdas relacionadas à corrupção excedem a quantidade de assistência oficial ao desenvolvimento em 10 vezes”, afirmou o relatório.

Pergunta: Em que tipo de mundo estamos vivendo?

Resposta: Estamos vivendo em um mundo egoísta que realmente não pode se dar bem de qualquer outra forma.

Se uma pessoa é gerida por seu egoísmo e não obtém nenhuma outra educação, ela pensa apenas em como pode tirar proveito de qualquer tarefa, de qualquer trabalho. Esse é o desejo natural do nosso egoísmo.

É assim que somos dispostos; é a nossa natureza. Como uma pessoa pode se limitar e não tomar, não roubar, não explorar suas oportunidades no local de trabalho? Ela deve necessariamente fazer isso.

Em princípio, a eficiência da sociedade humana é quase zero. Absolutamente tudo é roubado!

Comentário: Acontece que quase todas as pessoas no mundo recebem subornos.

Resposta: Claro. Ela produz tudo o que a sociedade exige dela? E se ela deixa de dar à sociedade até mesmo um pouco de sua energia, mesmo um pouco de sua força, conhecimento ou outra coisa, isso já é roubo. Não podemos fazer nada contra isso sem educar as pessoas.

Pergunta: Em que circunstância uma pessoa não será subornada ou roubará?

Resposta: No caso de ela ter uma recompensa maior. Ela começará a dar tudo às pessoas para receber uma conexão com o Criador como uma recompensa.

Se a pessoa tratar todas as pessoas como trata a si mesma, então, nessa relação com os outros, ela encontrará uma “porta secreta”, que é uma saída para o Jardim do Éden, para o mundo espiritual.

Tudo é gerido de acordo com outras leis, de acordo com as leis de doação e amor. É isso que devemos alcançar. Hoje estamos diante dessa oportunidade, e tudo o mais que vamos revelar neste mundo é o quão insuportável ele é. Então nos aproximaremos dessa possibilidade.

Avaliando Pessoas Conforme As Características Espirituais

laitman_206Pergunta: Por que os intelectuais da sociedade, os líderes da geração, sentem o maior ódio para com as pessoas?

Resposta: É porque eles também são egoístas não corrigidos. Aqueles que atingem níveis elevados nos campos social, político, econômico e até científico, são indivíduos com um egoísmo unilateral muito grande. É natural que eles percebam todos os outros como seus potenciais concorrentes e suspeitem que alguém os prejudicará.

É impossível se queixar de indivíduos que não aprendem a sabedoria da Cabalá, com as mesmas exigências que se faria aos Cabalistas. Muitas vezes eu ouvi: “Ele é um grande ator!”, mas em relação às suas características espirituais, ele pode ser o pior e mais baixo indivíduo. Nós nos enganamos se damos de imediato um rótulo de perfeição a ele.

As qualidades espirituais estão no amor ao próximo, e tudo relacionado ao amor ao próximo.

Somos Dignos De Ser A Coroa Da Criação?

Laitman_709Quando investigamos a natureza, ficamos espantados com a sua sabedoria, integridade, regularidade e profundidade infinita, que em cada célula e átomo revela a interrelação de todos os seus níveis: inanimado, vegetal, animal e humano, que se comunicam uns com os outros em pontos distantes do universo.

A natureza é tão grande e perfeita que não podemos sequer compreendê-la, porque somos apenas seu trabalho pequeno e insignificante.

Mas, por que o homem deve ser a coroa da criação, o mais complexo e inteligente? Por que, apesar das nossas mentes, sentimentos e possibilidades altamente desenvolvidas, somos tão ruins, imperfeitos e frívolos? Por que desperdiçamos nossas vidas e a envenenamos para os outros e para nós mesmos? Há alguma contradição estranha entre nosso alto potencial e nossas modestas ações.

Por que o homem é tão mau que gosta quando os outros se sentem mal? Se nós somos os seres mais desenvolvidos, não deveríamos ser perfeitos, os mais generosos e nobres? Pelo contrário, quanto mais complexa a criação, pior é.

Como pode uma criação má sair de um Criador bom? É uma contradição, especialmente quando vemos quanta sabedoria há na natureza. E o homem também vem da mesma fonte. Por que a sua grande inteligência e força é acompanhada de tal maldade, egoísmo e desejo de conquistar e atropelar outros? Como pode tudo isso entrelaçar-se?

Da 3ª parte da Lição Diária de Cabalá 11/01/18, Escritos de Baal HaSulam, “Introdução ao Livro do Zohar”, Item 26

Egoísmo Positivo

laitman_562.02Pergunta do Facebook: Existe uma força egoísta positiva?

Resposta: Não. O egoísmo não pode ser positivo porque ele separa a pessoa de qualquer coletivo, da comunidade, da conexão, da natureza. Ao mesmo tempo, a direção do pensamento humano é apenas para si mesmo, para sua própria causa. Portanto, ele não pode ser positivo porque está na direção oposta da força geral da natureza – do Criador.

Pergunta: Então, ele é sempre destrutivo?

Resposta: Sempre. É bom apenas quando a pessoa está nos estágios iniciais de seu desenvolvimento, como uma criança pequena. Nós lhe permitimos tudo: a deixamos usar seu ego porque é necessário para o seu desenvolvimento. Então, dos 13 aos 15 anos, ela já deve se controlar como um adulto. E nós começamos a exigir cada vez mais dela.

É semelhante ao nosso desenvolvimento espiritual. Em primeiro lugar, éramos egoístas e atravessamos um longo caminho egoísta por milhares de anos.

Mas agora o progresso egoísta já está chegando ao seu fim e somos obrigados a iniciar a próxima metade, completamente diferente, de nossa existência: a altruísta. Da mesma forma que uma pessoa é considerada criança, digamos, até 15 anos de idade e depois deve levar a vida de um adulto.

Nós vemos que o egoísmo terminou seu desenvolvimento.

Pergunta: O que é progresso agora?

Resposta: É apenas a transformação de uma pessoa de egoísta em altruísta, quando ela tornará a si mesma e o mundo inteiro um todo único. Só então poderemos existir e evoluir de forma adequada e bela. Caso contrário, nos conduziremos à destruição.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman” 09/11/17

Eu Amo Meu Egoísmo

115.06Pergunta do Facebook: Eu amo meu egoísmo. Para os outros, pode ser um problema, mas não para mim. Por que devo fazer algo a respeito?

Resposta: Você não precisa fazer nada sobre isso. Mas os outros ao seu redor, que também são egoístas, não querem fazer nada sobre o egoísmo deles igualmente. E pouco a pouco vocês começarão a se devorar. No final, chegaremos a um lugar onde precisamos começar a cooperar porque a tecnologia e a natureza são organizadas contra o indivíduo. O mundo circundante é inteiramente fechado e integral. E tudo isso exerce uma grande pressão sobre nós.

Não podemos ser diferentes. Nossa natureza inata é egoísta, e está começando a se devorar. Vemos que a humanidade está perdendo sua orientação para a liberdade, o futuro e mesmo para cuidar das crianças ou família, etc.

Se quisermos simplesmente arrastar nossa existência e morrer como dinossauros, então está tudo bem. Mas se quisermos viver, precisamos mudar. E a natureza está nos mostrando como mudar.

Pergunta: A afirmação “Eu amo meu egoísmo” é correta?

Resposta: É totalmente verdadeira. Mas o que podemos fazer? Precisamos nos separar do método usado agora. Receber apenas para nós mesmos, usando nosso egoísmo apenas para nosso próprio benefício, não funcionará. Precisamos aprender a usá-lo para o bem comum, e então você estará bem, e seu egoísmo será muito confortável.

De Kab TV “Notícias com Michael Laitman”, 09/11/17

O Que É O Sentimento De Repulsa?

laitman_545Pergunta: O que é o sentimento de repulsa? De onde é que vem e por que precisamos dela?

Resposta: O sentimento de repulsa é um sentimento de inconsistência com alguém ou algo quando você sente que não é seu.

A repulsa surge quando há eu e algo fora de mim, e isso é incompatível comigo. Então eu o menosprezo, o desprezo e afasto. Mas quando este “algo” está dentro de mim, eu sinto o contrário, eu o adoro.

Acontece que uma pessoa, aparentemente tão limpa, despreza tudo e qualquer coisa, mas não tem repulsa por si mesma. Essa é uma manifestação egoísta com respeito ao que está fora de mim.

Da Lição de Cabalá em Russo 13/08/17

“O Forte Engole O Fraco”

laitman_272Baal HaSulam, Os Escritos da Última Geração: É uma lei natural que a classe diligente irá explorar a classe trabalhadora o melhor que puder, como peixe no mar, onde o forte engole o fraco.

Hoje, nós vemos como as elites de todos os países não podem parar, apesar de já terem seus bolsos recheados. Nenhuma lógica pode explicar por que um homem com 50 bilhões precisa de mais 50.

O fato é que o egoísmo infinitamente crescente exige isso. Portanto, uma pessoa não pode fazer nada consigo mesma; ele deve seguir isso. As elites miseráveis ​​também são controladas por seu egoísmo infinitamente crescente e são obrigadas a reduzir toda a população à pobreza, deixando-lhes sequer uma casca de pão!

Por outro lado, isso não é natural. Mesmo durante os tempos de escravidão, nunca foi assim. Um escravo era caro! O dono tinha que cuidar dele, tratá-lo bem, etc.

Agora estamos separados da conexão entre mestre e escravo. Um empresário não se importa que haja milhões de pessoas atrás dos portões de suas fábricas. Ele deve extrair tudo deles!

De KabTV “A Última Geração” 07/08/17

Verdade E Mentira, Parte 1

laitman_207Pergunta: A verdade é que nós mentimos quase constantemente e todos os dias, desde pequenos truques e encobrindo pequenas falhas até o maior engano e calúnia. A mentira é parte de nossa vida.

Uma criança começa a mentir na primeira infância, mesmo sem entender o que está fazendo. Nós ficamos tocados quando uma criança com o rosto manchado de chocolate responde com confiança: “Não fui eu!” à pergunta: “Quem comeu o doce?” Então, qual é o significado de uma mentira e como ela desenvolve uma pessoa?

Resposta: As mentiras estão na base da criação como o oposto da verdade. A verdade e a mentira são de igual importância porque uma não pode existir sem a outra. Nós devemos avaliar uma em relação a outra; de outra forma, não sentiremos nada. Não há mal sem bem; não há bem sem infortúnio; não há escuridão sem luz e assim por diante.

Portanto, sempre há uma mentira dentro da verdade e vice-versa. Se aprofundarmos dentro do básico da criação, há a Luz, que é a verdade. Afinal, a Luz é a única coisa que existe; há apenas a doação e a conexão comum de todas as partes da criação. Uma mentira, a escuridão, sempre vem desejando separar, desunir e até mesmo quebrar toda a criação.

É exatamente isso que aconteceu no pecado da Árvore do Conhecimento. Está escrito que uma mentira só pode existir se crescer a partir de algum tipo de verdade. Portanto, Adão e Eva (Havah) provaram primeiro a maçã, porque tinham certeza de que era possível comer e apreciá-la em prol da doação e que não pode haver proibição. Essa realmente era a verdade.

No entanto, quando continuaram a comer, eles já não podiam evitar a tentação e encontraram-se em uma mentira. Isto é, a mentira cresce a partir da verdade, e somos resultado da mentira, daquela tremenda quebra que aconteceu com nossas almas em suas próprias bases.

Portanto, se quisermos chegar à verdade, devemos passar por mentiras, desgarrando-a como se fosse numa floresta escura e densa, e então, possivelmente, alcançaremos gradualmente a verdade.

É “possível” porque é realmente difícil de fazer. Além disso, essa oportunidade depende do nosso desenvolvimento, que é fornecido pela sabedoria da Cabalá através da Luz que retorna à fonte. Afinal, de outra forma, não vemos o que a verdade é e onde está a mentira, exatamente como a criança que assegura que não comeu o doce, apesar das provas óbvias. Nós não compreendemos e não percebemos nossa mentira, porque a mentira é nossa qualidade primordial.

Portanto, devemos perdoar as mentiras, nos tratar com entendimento, e devemos aprender a nos elevar acima de todas essas mentiras, percebendo-as como travessuras de crianças fofas. Afinal, essa é a nossa natureza.

O mundo não pode existir sem a mentira, e é apenas na presença das mentiras que a verdade pode existir. É bom que elas existam em quantidades iguais, porque até agora vivemos em um mundo de completo engano. E aqueles fragmentos de verdade que existem nele servem apenas para fazer uma mentira parecer como verdade.

De KabTV “Nova Vida” 16/11/17

Admitir Seus Erros

laitman_600.04Pergunta no Facebook: Por que as pessoas não estão cientes de seus erros e por que não se desculpam por tratar mal os outros? Isso acontece conscientemente?

Resposta: Como eu posso estar ciente do meu erro se isso significa que sou uma pessoa irracional e subdesenvolvida?

Pergunta: Não há pessoas que admitem seus erros?

Resposta: Há, mas elas fazem isso de uma forma que lhes permite receber maior benefício: “Olhe como eu sou especial, bom e objetivo: eu admito meus erros”. Com isso, elas ganham ainda mais.

Caso contrário, como egoístas, não podemos realmente admitir nossos erros, já que isso nos humilha. Só somos capazes de admiti-los de uma forma que nos eleve mais alto. Eu me elevo perante os meus pares e digo: “Vocês sabem, eu estou pronto para admitir meus erros”. E todos aplaudem.

Pergunta: O homem ou a humanidade chegarão a esse estado?

Resposta: Somente se uma pessoa começar a admitir seus erros, percebendo que com isso receberá uma recompensa maior. Ela não pode fazer de outra forma.

O egoismo permanece; não pode desaparecer em nenhum lugar. Nós apenas substituímos uma recompensa por outra; ou seja, vale a pena admitir meus erros, vale a pena esmagar meu ego, vale a pena trabalhar com ele de forma diferente para subir ao próximo grau. Para isso, eu preciso desenvolver a grandeza do objetivo altruísta, a grandeza do amor ao próximo. Então eu poderei admitir meu erro. Um deve ser mais alto que o outro.

Então, eu precisarei do egoismo apenas para rejeitá-lo, subir acima dele, porque, assim, ganho mais. É assim que tudo está organizado.

De KabTV “Notícias de com Michael Laitman” 02/10/17

O Mal É A Base Do Mundo

Laitman_115.05Pergunta do Facebook: Como os Cabalistas afetam o nosso mundo? Eles podem erradicar o mal?

Resposta: De forma alguma! O mal não pode ser erradicado. Nós devíamos ter aprendido isso com os milhares de anos de nossa história. A aniquilação do mal é impossível!

O mal é a base do mundo. Como está escrito na Bíblia: “Eu criei a inclinação ao mal, criei a Torá como tempero”, não como eliminação. Tempero significa que o mal permanece, mas aprendemos a trabalhar com ele corretamente. É disso que se trata a ciência da Cabalá.

Pergunta: Você diz: “O mal continua”. Portanto, isso sempre apresenta uma dificuldade para a pessoa?

Resposta: Sem dúvida! O que você pode fazer? Não temos outra escolha, temos que aprender a trabalhar com o mal. Temos que compreendê-lo, respeitá-lo e tratá-lo adequadamente como o Faraó (o mal é o Faraó): educadamente, com a máxima cortesia, pois é só por causa do mal que podemos subir a escala de um bem cada vez maior.

O mal é o estímulo, o palco, sobre o qual podemos subir constantemente. Em cada nível, ele se revela ainda mais, enquanto continuamos a nos elevar até o bem. Portanto, é o mal que nos avança para o bem. O anjo malvado se torna o anjo bom.

Se não fosse pelo mal, não poderíamos avançar. O mal permanece em toda a sua glória, mas nós o envolvemos em um envoltótio muito bom: o bem. Ele cria um maravilhoso “prato”: o mal dentro, o bem fora.

Pois nós sabemos que cada prato precisa de uma pimenta adicionada a ele, sal e algo picante. Mesmo no coquetel de crianças é adicionado. Sem isso, você não consegue o gosto correto. Portanto, você tem que provar algum mal, mas apenas com o objetivo de elevar o bem.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman” 02/10/17